//
você está lendo...
ARTIGOS

‘Formula 1 aqui em Austin? Não, obrigado!’

A comunidade de fãs da F1 está discutindo com fervor a adequação da cidade de Austin à F1, mas, ao que parece, alguém está esquecendo de perguntar ao cidadão “Austiniano” se ele aceita este presentão.

Uma leitora do F1Wolf postou no blog este texto abaixo, que suscita certa reflexão:

“Enquanto vocês discutem sobre todas as coisas maravilhosas que fazem a cidade tão legal [para a F1], estas são as mesmas razões pelas quais eu acho que muitos “austinianos” — fora os políticos — acharão a corrida de F1 não tão boa [para a cidade].

É contra intuitivo denominar Austin a cidade mais verde dos EUA e depois ter algo como uma pista de F1 construída aqui. Se fosse um evento internacional como a Volta da França faria mais sentido.

Aonde vocês construiriam este circuito e qual impacto ambiental teríamos na área e nas vizinhanças próximas? Quanto terreno do município será devorado e terraplanado sob cimento para dar espaço à pista?

Não, a F1, pelas respostas que tenho tido, NÃO é bem-vinda em Austin. Se o Texas tem estas amplas e maravilhosas áreas, mudem [a F1] para Houston ou Dallas, cidades que já devastaram tanto sua área por seus colapsos [urbanos] que devem ter muito espaço para acomodar o seu esporte elitista.

O apelo de Austin está começando a diminuir lentamente por causa do tráfego, do crescimento de roubos e crimes violentos. Por causa da atenção da nação o mundo parece voltar-se para cá.

Com tudo isso vem a perda dessas coisas que a fazem ótima: uma prazerosa, pequena e firme atmosfera de comunidade, saúde, consciência ambiental e do resto do mundo.

Enquanto damos boas-vindas ao que faz a comunidade mais unida, não fazemos o mesmo para o que pode destruí-la.

Gostaríamos de manter Austin peculiar e dizer ‘NÃO’ para a F1.”

— Freida, leitora do blog F1wolf.

Tenho grande simpatia pelo ponto de vista de Freida. Não apenas pela consciência de comunidade tão rara aqui no Brasil que ela expressa, mas principalmente pelo que há no subtexto.

Enquanto a “esnobe” F1 é uma luta feroz, darwinista, o supra sumo do individualismo extremo, o automobilismo americano — apesar de constantemente acusado de artificial — preserva certas qualidades “comunitárias” da própria sociedade americana — algo implícito no texto.

No fundo, o post de Freida é um ovo na cara de nós, elitistas fãs da categoria, esnobes, bi-polares que de tudo reclamam e que esquecem que há a gente que não dá mínima para o mundinho hermético da F1.

About these ads

Discussão

10 comentários sobre “‘Formula 1 aqui em Austin? Não, obrigado!’

  1. Um amigo meu está em Austin e saiu por aí perguntando pras pessoas o que elas achavam de uma corrida da F1. As respostas não foram tão contundentes, acredito que boa parte da população mal sabe o que é a F1.

    http://cadernosdoautomobilismo.blogspot.com/2010/05/o-que-austin-pensa-sobre-formula-1.html

    Publicado por Daniel Médici | 27/05/2010, 8:09 pm
  2. Em cada buraquinho que a F1 anda se metendo, hein? Talvez façam uma provinha aqui na Mariz e Barros qualquer dia… tomara…

    Publicado por Ylan Marcel | 27/05/2010, 9:07 pm
  3. Capitao Nascimento: Sr. Marcel! o senhor é um fanfarrão!

    Publicado por Lucas Túlio | 27/05/2010, 9:57 pm
  4. Esse entendimento mais amplo do que seja meio ambiente nos revela um universo apaixonante onde tudo está conectado , cada pequena parte o todo eo conhecimento não é estanque .
    A percepção dessa visão ambiental mais abrangente nos insere num movimento virtuoso de construção da cidadania no seu sentido superlativo : a cidadania ecológica planetária ,tão necessária e bem- vinda no século 21 .

    Publicado por Bernardth | 27/05/2010, 10:12 pm
  5. Becken e amigos ,

    Eu acho que o ponto eh a proximidade do Texas do Mexico , a comunidade latina Texana e a entrada de um piloto Mexicano que hj esta na GP2 apoiado por um dos homens mais ricos do mundo e sua empresa de Telecomunicacoes Telmex.

    Alem disso eh claro que poderemos ter uma equipe norte americana de F1 e quem sabe um piloto norte americano mas acredito que o plano eh de medio longo prazo e a comunidade latina pode ser o Backup plan para o Bernie Eclestone.

    Eu estou feliz por que uma passagem de aviao daqui Mexico DF para o Texas custa Us$180 e dependendo da data podemos ir de puente como se diz aqui e aproveitar o fim de semana.

    Quem sabe a aposta tambem nao eh trazer algo de mais moderno e tecnologico junto a comunidade petroleira do Texas….

    Honestamente eu acho que menos importa eh a cidade e sim o estado do TEXAS.

    Um abraco

    Publicado por Fernando | 28/05/2010, 11:33 am

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 37 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: