//
você está lendo...
ARTIGOS

A LARGADA NO BAHREIN SERÁ DECISIVA

(FOTO: Ferrari/Divulgação)84079077KR137_F1_Grand_Prix(SEBASTIAN: o alemão terá que largar muito bem para vencer no Bahrein)

Uma rápida leitura dos pesos dos carros, sugere que Sebastian Vettel pode estar em uma posição privilegiada para a corrida de amanhã. Mas a volta da pole de Jarno Trulli foi tão devastadoramente perfeita — 0.65 décimos a frente de Vettel — que é bem provável que se os dois piloto tivesse com o mesmo nível de combustível, Trulli ainda assim sairia com a primeira posição do grid no bolso ontem.

A classificação foi importante, mas será a largada o momento mais crítico do GP do Bahrein. Para que Sebastian transforme sua pequena vantagem estratégica (estar mais longo na primeira perna de corrida) em uma sonora vitória amanhã, será preciso que ele ao mínimo tome a segunda posição de Timo Glock, um piloto extremamente combativo quando uma posição está em jogo. Além de ter que deixar Timo para trás, o piloto da Red Bull terá que resistir à McLaren de Lewis, devidamente armada com o KERS, uma arma bem útil para se conquistar posições nas primeiras curvas das corridas desse ano.

O composto de pneus que as equipes programarão para a primeira perna de corrida é outra variável que pode desempenhar um papel importante. O.7 décimos de diferença a favor do composto mais macio é uma vantagem significativa. Com o nível de desgaste menor que na Austrália, é provável que as equipes da primeira fila optem todas pelos compostos mais macios. Mais “delicada” com seus pneus, a Brawn pode levar alguma vantagem, enquanto a Red Bull de Vettel pode ser mais afetada, como vimos no GP da Austrália.

Se Lewis e a McLaren parecem fortes nesse final de semana — metendo-se no grupo das “top 5” — você, fã da equipe e do piloto, continue cauteloso. O próprio Lewis fez questão de esclarecer que o potencial mostrado ontem na classificação, deve-se muito a falta de curvas de alta velocidade do circuito, o que deixa o carro menos dependente de “downforce”, (algo essencial em curvas de alta), e mascaram parte do problema congênito do MP4/24. Um pódio é possível, mas dependerá de sorte e, principalmente, que Lewis mantenha um ritmo louco do início ao fim da prova.

As Ferraris serão divertidas de se assistir. Com “Saint Luca Di Montezemolo” nos boxes, a equipe certamente não abusará de estratégias estapafúrdias para constranger o todo poderoso presidente da Ferrari. A expectativa, portanto, é de um final de semana conservador, mas que ainda pode causar pequenos deslizes, como o ocorrido com Kimi na classificação, ou os ainda insolúveis problemas de confiabilidade que podem tornar-se mais críticos sob o intenso calor do deserto.

A melhor arma da Ferrari esse ano, Felipe Massa, brigará por pontos em uma briga de foices com o sempre combativo Alonso, Heikki Kovalainen, Nico Rosberg e, possivelmente, Mark Webber. O australiano deverá ser o piloto do dia, largando leve e das últimas posições, ele calgará posições rapidamente a bordo do seu indomável e poderoso RB5.

Sobre a corrida, finalmente teremos uma pista seca para mesurar o real nível das equipes, apesar do risco mínimo de um nevoeiro de poeira. Rezem também para que as largas áreas de escape finalmente nos deixem livre do famigerado “safety-car”.

Além de ficar atento com Webber, eu dedicarei especial atenção ao nosso Nelsinho Piquet, que parece ter perdido, miseravelmente, toda a sua confiança como piloto de Formula 1.

Discussão

2 comentários sobre “A LARGADA NO BAHREIN SERÁ DECISIVA

  1. Já deu!!!!

    O que esse merda do Barrichello acha que ele está fazendo na F1? O cara com um carro infinitamente melhor, fica patinando 3 voltas atrás do Piquet e reclamando para as câmeras porque não consegue passar. O que o idiota queria, que o Piquet parasse para o segundão passar.

    Sinceramente, cansei desse mané. E querem mais, aposto com qualquer um que esse segundão não vai ser nem vice, que é o lugar cativo do eterno escudeiro.

    Publicado por Cassius Clay Regazzoni | 26/04/2009, 9:42 am
  2. O Barrichello so foi segundo no campeonato quando a ferrari era muito muito muito muito melhor que os outros carros.

    O que eu canso de falar, ele vivia reclamando que nao podia passar o schumacher e bla bla bla, mas a pergunta que nao quer calar, porque entao ele nao chegava sempre atras do schumacer nas corridas?

    A de hoje foi incrivel, ele queria que o Piquezinho deixasse ele passar, e mais que isso, ainda achou que o cara tinha obrigacao de deixar passar é fodaaaa

    Publicado por Claudio Cardoso | 26/04/2009, 11:10 am

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: