//
você está lendo...
ARTIGOS

Uma análise do fascinante confronto entre Mark Webber e Sebastian Vettel

(IMAGEM: brawngp.com/Divulgação) mark em monaco(MARK WEBBER: consciente dos limites do RB5 em Mônaco, Mark salvou o final de semana da Red Bull novamente)

Clique AQUI para ler uma análise (é longa, perdoem!) do desempenho dos dois pilotos da Red Bull, uma das mais fortes duplas dessa temporada.

___________________________________________________________________________

Na prévia para o GP de Mônaco, eu sugeria que a seletiva pista do principado seria um grande desafio e teste para o jovem Sebastian Vettel, sendo mais um degrau a superar no seu processo de evolução como piloto. A observação mostrou-se correta e a sua prova foi um desastre da classificação ao acidente na Saint Devote, logo após a primeira parada nos boxes.

A pergunta a ser respondida é até onde a Red Bull tem responsabilidade pelo fracasso de Sebastian em Mônaco. O que eu desconfio é que a turma do “tio” Helmut Marko está tão enfeitiçada por Sebastian quanto os carentes ex-fãs de Schumacher, e o tem colocado em estratégias suicidas, como o carro extra-leve na classificação e pneus super-macios no início da prova.

Livre do “hype” em torno de Sebastian, o veterano Mark Webber foi pragmático e acertou o seu RB5 para uma longa corrida, com pneus macios e mais combustível no tanque —  coletando pontos e salvando o final de semana da Red Bull.

Talvez a inexperiência de Sebastian não lhe permita contestar o equívoco estratégico de seus engenheiros, mas é interessante que hoje seja ele quem invista todas as suas fichas em uma agressiva classificação e não Mark, uma de suas especialidades no passado.

Os números do Q2 na classificação mostram que os dois estão em paridade quando o assunto é velocidade (3   x   3), mas Mark larga mais pesado na maioria das vezes (4   X   2), o que indica uma abordagem mais conservadora para a corrida. Com a sua experiência, Mark deve ter mais consciência dos limites do RB5, mudando então a forma como enfrenta os seus finais de semana. Ou há outra explicação…

Quem dita o desenvolvimento do RB5

Na minha primeira abordagem falando da Red Bull e da disputa interna entre Mark Webber e Sebastian Vettel, meu amigo Hugo Becker sugeriu que Mark copiava os acertos de Vettel. A questão talvez seja mais complexa.

Uma longa visita feita ao fórum da Autosport, no tópico que cobre a Red Bull aberto por seus torcedores, você verá que há uma grande divisão entre os fãs — com partidários de Webber e Vettel em um arranca-rabo sem fim.

Mas o melhor é que os debates — que compilam o noticiário mais “hard core” da equipe — mostram que a Red Bull, sob a mão de Helmut Marko, talvez já houvesse decidido desde o início de temporada que o desenvolvimento do RB5 se centraria sob o estilo de pilotagem de Vettel. Era de se desconfiar que o jovem piloto alemão não tivesse realmente a capacidade de liderar o desenvolvimento de um carro, como ficou no ar na sessão de comentários.

A pendenga centra-se no estilo de pilotagem. Superficialmente, Sebastian gosta de carros com uma traseira menos fixa em curva, enquanto Mark prefere um carro mais estável. A Red Bull, então, desenvolveu o potencial do RB5 em cima de quem Helmut Marko pensa ser o melhor para a sua equipe, mesmo que Webber houvesse candidamente sugerido que o carro não beneficie o seu estilo de pilotagem.

A Resposta de Helmut Marko a Webber foi no melhor estilo Briatore:

“Ele [Webber] tem que adaptar o seu estilo a um similar ao de Vettel. […] Se ele não consegue bater Vettel então não merece ser um piloto tão bem pago.”

— Helmut Marko – Consultor da Red Bull

Grosserias à parte, há evidências — ao menos circunstancias — de que a Red Bull vem fazendo algum esforço em prol de Webber nas últimas corridas. A Asa de Tubarão voltou — o que, presume-se, traga mais estabilidade traseira como gosta Mark — e não se pode desconsiderar os esforços em otimizar o carro à altura e peso de Mark (1.85m /75kg) — razoavelmente superiores aos de Vettel (1.76 m/62kg). E o mágico difusor duplo, produto de um hercúleo esforço da rapaziada em Milton Keynes, foi entregue aos dois pilotos no final de semana de Mônaco.

O problema para Mark é que o acidente que acabou com múltiplas fraturas na sua perna e no ombro, afetou consideravelmente a sua forma física e pré-temporada — o que explica a sua extrema pressa em voltar aos testes mesmo antes de estar completamente recuperado.

À medida que ele parece recuperar-se, os seus tempos relativos a Vettel melhoram. A Diferença no Q2 na Austrália foi de 0.120 a favor de Sebastian. Baixou para 0.054 na Malásia, baixou novamente na China para 0.043. E na Espanha Mark conseguiu finalmente uma considerável diferença de 0.213 a seu favor — mantendo-se à frente 0.054 em Mônaco.

Istambul prenuncia a volta da Red Bull e de Sebastian

A volta da F1 a um circuito propriamente dito verá a Red Bull em grande forma, beneficiando-se do seu novo difusor duplo que pouco pôde oferecer em Mônaco. Sebastian certamente terá mais liberdade para uma pilotagem mais agressiva, se beneficiando das extensas áreas de escape do circuito Turco, que minimizam o estrago de pilotagens erráticas e extremas, como foi sua no Bahrein e em Mônaco.

Será curioso observar novamente os seus desempenhos no Q2 e como Mark lidará com a estratégia agressiva de classificação de Vettel. Webber sabe que o próximo passo de Helmut Marko será colocar outro de seus “meninos” — Sebastian  Buemi — ao lado de Vettel na Red Bull e precisa lutar com unhas e dentes pelo seu futuro dentro da equipe.

O grande desafio para a Red Bull, no entanto, será novamente as Ferraris, agora ainda mais fortes que no Bahrein. O KERS da equipe Rossa, que tem feito estragos nas largadas de Vettel, promete ser uma a arma ainda mais poderosa em Istambul.

Anúncios

Discussão

6 comentários sobre “Uma análise do fascinante confronto entre Mark Webber e Sebastian Vettel

  1. hahah vamos colecionar análises de 2009…a minha, a sua, do blog do ico..boa análise becken,parabéns.
    agora o buemi vai ter que pilotar mais do que está pilotando p/angariar sua vaga na equipe principal.
    tô começando a me simpatizar com o webber, talvez pela desvalorização que sofre pelo Marko.
    Vettel em minha opinião tem mais talento,tem mais personalidade; mas essa necessidade dos fãs da F1 de novos superpilotos pode ser uma pressão forte demais para o momento.
    Schumacher iniciou como grande talento, mas tinha Prost, Mansell e principalmente Senna, a F1 e os torcedores estavam bem servidos;
    Vettel começou mais ou menos no período de Hamilton (que sofre mais ou menos a mesma pressão), com outras estrelas bem menos brilhantes que as do início da década de 1990.

    Publicado por Ridson de Araújo | 27/05/2009, 4:00 pm
  2. Excelente análise, realmente a dupla da Red Bull está muito equilibrada, e deu para perceber que, pelo menos nessas 6 primeiras corridas, a experiência e cautela de Webber o fez levar vantagem nas posições de chegada em relação a seu companheiro, mas a agressividade de Vettel trouxe resultados menos constantes, porém mais valiosos.
    Minha torcida pessoal nessa disputa é pelo australiano, mas reconheço que Vettel tem muito mais chances de vencer.

    Publicado por Gustavo Perim | 27/05/2009, 8:05 pm
  3. Quando o super-mega-hype do Hamilton diminuiu, o do Vettel cresceu. A carência de verdadeiros campeões faz isso.
    Kubica, Hamilton e Vettel. Quem sabe na próxima temporada Buemi e depois Grosjean. Vivemos de esperança, assim como o circo da F1.

    Eu não tinha idéia que o M. Helmut era tão descarado assim.
    Muito interessante mesmo que a especialidade do Webber tem sido esquecida pela equipe. Dentro de suas limitações físicas, Webber está muito bem.
    Acho que só podemos tirar conclusões quando o australiano se recuperar totalmente; e o Vettel encontre uma constância de preferência.

    Minha torcida é pelo alemãozinho.

    Publicado por KBK | 28/05/2009, 2:59 am
  4. “Webber sabe que o próximo passo de Helmut Marko será colocar outro de seus “meninos” — Sebastian Buemi — ao lado de Vettel na Red Bull e precisa lutar com unhas e dentes pelo seu futuro dentro da equipe.”

    No mínimo, Webber garante sua vaga para a próxima temporada, msmo se for constantemente superado a partir de Istambul. A razão é simples: com a limitação de testes, valeria a pena apostar numa dupla inexperiente? O pessoal da Red Bull não é besta. A prova é isso:

    “Grosserias à parte, há evidências — ao menos circunstancias — de que a Red Bull vem fazendo algum esforço em prol de Webber nas últimas corridas.”

    Webber pode não ser um piloto para disputar títulos, mas é experiente o suficiente para garantir pontos e deixar a equipe bem colocada no mundial de construtores. A Red Bull já fez isso quando contratou o Coulthard, que por anos serviu de referência para suas “crias”: Klien, Liuzzi, Doornboos (nem sei se se escreve assim), Ammermuller… enquanto todos estes tentavam se destacar, Coulthard, com estratégia semelhante à de Webber, partia lotado de gasolina e trazia os pontos para a equipe.

    Publicado por Vitor, o de Recife | 28/05/2009, 9:34 am
  5. Becken,

    Há muito acompanho seus comentários sobre o circo e preciso parabenizá-lo pelas excelentes análises que tens apresentado rotineiramente no blog.

    Não há dúvida que o Vettel é um excelente piloto, já provou que tem algumas das qualidades mais importantes em um corredor: coragem, arrojo e velocidade.

    Contudo, já ví muita gente boa chegar ao circo com pinta de campeão e não dar em nada, a exemplo do Alesi (considerado um novo Senna nas categorias de base), o próprio Trulli para falar em quem ainda está na ativa.

    Penso que não se podem queimar etapas na formação de um piloto, uma das grandes diferenças da F1 de ontem para a que vemos hoje é a seguinte: os grandes campeõs do passado se ajustavam aos seus carros, entendo-os e mutacionado-os décimo a décimo, não precisa ir longe para citar exemplos, vejam o Senna e o Piquet, no primeiro caso, em seus tempos de Lotus, Peter Warr chegou a dizer que não sabe porque a equipe usa telemetria se os dados do Senna sobre o carro são tão eficazes quanto. Atualmente, os pilotos não entendem absolutamente nada de preparação de bólidos, sentam, aceleram, ganham e são heróis, perdem e culpam o equipamento.

    Pensando nisso, acredito que o Webber tem feito, até o momento, melhor temporada que o Vettel, não em razão dos pontos em si, mas pela capacidade de andar próximo, ou mais veloz em determinados momentos, tendo que se ajustar a um carro que não tem suas características, nesse ponto o australiano se aproxima um pouco da F1 do passado.

    Já o Vettel, a estratégia de largar sem gasolina para fazer pole pode ser mais promocional do que eficaz, ora o alemão é tido como o sucessor do Schumacher, tem todo o apoio da mídia alemã e já tem peso de ouro, contudo, o Schumi pertence a geração dos que entendem de carros, logo em sua estréia alinhou a Jordan 191 em uma impressionte 4a fila em Spa/1991 justamente por entender, em dois dias de treino, melhor sobre carros do que qualquer outro que tenha passado pelas mãos do Edie Jordan.

    Me agrada ver vencer o piloto que sabe desenvolver carros de corrida, por isso valorizo o tri do Alonso, digo tri pois o título do Hamilton foi o presente que o espanhol deixou na Mclaren após sua saída em 2007 justamente por desenvolver, durante a temporada mencionada, um carro vencedor.

    O que vemos hoje? Um Hamilton que aponta o Button como futuro campeão e lamenta o fato da Mclaren não ter lhe dado um “carro para denfender o título”!

    Por isso, minha torcida é para o Webber pois, ainda que a RBR não lhe tenha dado um carro ao seu estilo, suas potencialidades teem sido engrandecidas mediante a disputa com o Vettel.

    Um grande abraço!

    Ubirajara

    Publicado por Ubirajara | 28/05/2009, 6:17 pm
  6. tá bom, agora estar poucos pontos atrás de um adolescente que está em seu segundo ano de F1 é suficiente para ser chamado de piloto diferenciado.

    Publicado por andre | 28/05/2009, 7:55 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: