//
você está lendo...
ARTIGOS

Equipes, Equipes, Equipes… Mais uma anuncia inscrição para 2010.

(Imagem: Epsilon Euskad/Divulgação)Epsilon em monaco (EPSILON em Mônaco: É das poucas equipes entrantes a ter rea estrutura para competir na F1 em 2010)

A cada novo amanhecer a Autosport anuncia uma nova equipe inscrita para o campeonato de F1 de 2010. Epsilon Euskadi, USF1, Prodrive/Aston Martin, Superfund e Lola já confirmaram suas inscrições e há expectativas de que March, Litespeed e Campos Meta1 sejam as próximas a confirmar a intenção de competir em 2010.

Existe um oceano de dúvidas quanto ao regulamento de 2010 que, dependendo da decisão da FIA, poderá arruinar os planos de quase todas essas equipes, mas deve-se deixar claro que para competir na F1 em 2010 não será necessário apenas inscrever-se. É preciso que essas equipes provem para a FIA — passando por uma rigorosa inspeção — que possuem suficiente infra-estrutura e orçamento para juntar-se à elite do automobilismo mundial. Só isso, talvez seja o suficiente para limar os aventureiros.

Além da Prodrive de David Richards, talvez a Epsilon Euskadi seja a mais preparada e estruturada entre as equipes a inscreverem-se até aqui, com o projeto mais bem acabado para competir em 2010.

A Epsilon já assegurou financiamento mesmo para um campeonato que não venha a ser gerido pela atual proposta orçamentária da FIA — pelo menos é o que garante o presidente da companhia, Joan Villadelprat, um experiente ex-engenheiro com passagens por McLaren e Ferrari.

Resta esperar o que nos trará a quebra desse recente silêncio da FIA no próximo dia 12, quando haverá o anúncio das novas equipes inscritas. Há sugestões de parte da imprensa de que ao condicionar sua participação no campeonato de 2010 à permanência das regras atuais, as equipes aglutinadas pela FOTA automaticamente anularam a validade legal de suas inscrições. Nesse momento, apenas Ferrari (que já tem um acordo com a FIA assinado em 2007 e válido até 2012) e Williams (inscrita na semana passada) estariam asseguradas em 2010.

A expectativa de alguns “insiders” é que teremos um choque no próximo dia 12 ao descobrirmos quem estará na lista da FIA para 2010.

Discussão

21 comentários sobre “Equipes, Equipes, Equipes… Mais uma anuncia inscrição para 2010.

  1. acho que a inscrição da epsilon veio p/ embaralhar cada vez mais essa disputa pelas 3 equipes restantes, e concordo com vc. Só Epsilon, Prodrive e diria Us-alguma-coisa-até-unclebernie-dizer-o-contrário tem a estrutura e capital necessários, embora eu não descarte a Lola, que tb tem condições e estrutura, mas tem um passado que a condena. Tá entre essas quatro, embora eu fosse curtir a idéia da Superfund, com Wurz (mesmo dizendo que só vai gerenciar)pilotando.

    Publicado por Ridson | 03/06/2009, 11:26 am
  2. LIMA,

    Que equipes vc acha que realmente possam entrar? ou assim como o ICO vc acha que a FIA possa liberar mais umas vaguinhas. ABS

    Publicado por pero | 03/06/2009, 11:27 am
  3. acabei de dar uma olhada no blogo BR-F1 do Hugo e rapaz to me confundindo por que la no blogo dele ele ja coloca ate a Brabahan se alguem mandar uma luz agradeço ,

    Publicado por pero | 03/06/2009, 11:30 am
  4. poxa *blog

    Publicado por pero | 03/06/2009, 11:31 am
  5. Que equipes vc acha que realmente possam entrar?

    Não tenho a mínima idíea, pero, mas acho que as duas, Prodrive e Epsilon, realmente parecem a masi sérias até aqui. USF1 talvez tenha perdido uma base com a Epsilon adentrando por conta própria…

    acabei de dar uma olhada no blogo BR-F1 do Hugo e rapaz to me confundindo por que la no blogo dele ele ja coloca ate a Brabahan se alguem mandar uma luz agradeço

    Bom, eu me guio pela Autosport, a Bíblia, mas acho que o post do Hugo tem outra abordagem, ele me parece bem decepcionado com a atitude da FIA e mesmo com a FOTA pela guerra política. Sem essa guerra, poderáimo ter um grid com 30 e tantos carros e é isso o que o Hugo enfatiza, acho… :)

    Publicado por Becken Lima | 03/06/2009, 11:40 am
  6. claro , essa parte eu entendi no BR-F1 o hugo realmente tem uma abordagem voltada a esse ponto.

    obrigado por esclarecer meu velho.

    abs .

    Publicado por pero | 03/06/2009, 12:24 pm
  7. Becken –>

    Do modo que a cada dia aparece uma nova equipe, e ao que parece esta tudo dao facil, ja tenho uma otima ideia.

    Vamos mandar para la a inscricao F1around.

    Eu me candidato a piloto.

    ta sobrando 2 vagas de piloto, titular e reserva.

    Voce pode ser o diretor
    Vamos por o clay de chefe de equipe.

    Motor a gente pega da Mercedes, ela la falou que fornece para todo mundo mesmo, e o chassi a gente compra da Ferrari.

    Tem alguem aqui que trabalha com publicidade que nao sei quem é, ai com a nossa inscricao, ele depois faz o projeto e junta com a granda que a FIA/FOM vao adiantar, ao menos devemos conseguir fazer 1 corrida rss.

    Abraços a todos…

    Publicado por claudio cardoso | 03/06/2009, 4:20 pm
  8. Já são 20, Becken… acabou de sair a inscrição da N. Technology.

    Po, não tem uma equipe brasileira pra dar uma agitada no noticiário? =(

    Publicado por Hugo Becker | 03/06/2009, 5:39 pm
  9. Sei não, Becken, eu também gosto mais de garagistas. A verdade é que torcedor é apenas uma peça manipulável nesse jogo/negócio.

    Eu aprendi que existem os blogs independentes, que eu chamo de garagistas, numa analogia com a F1. E também os ligados a um jornalão ou grupo de comunicação. A esses eu chamo blogs de montadoras. São os mercadores da notícia.

    Seguindo a mesma analogia, também na blogosfera, com honrosas exceções, também prefiro os garagistas. Há um desses blogs de montadoras por ai, ligado a um jornalão, que “mandou” um post sobre o Rubinho cujo título mais apropriado seria JABÁ (ou JABACULÊ), em vez daquela coisa tanto pomposa quanto pedante. Um verdadeiro atentado à inteligência do leitor de inteligência mediana e um insulto aos leitores mais antenados. Pelo menos desta vez o tiro saiu pela culatra. Foram mais de 250 comentários, a maioria espinafrando o blogueiro.
    Bem feito.

    Como você pode ver, caro Becken, quando o negócio é só “negócio”, leitor e torcedor não têm vez em lugar algum.

    Um abraço.

    Publicado por A. Coyote | 04/06/2009, 1:02 am
  10. Em entrevista à revista suíça “Motorsport Aktuell”, Max Mosley falou que não vai ser dobrado pelas escuderias e avisou: se elas quiserem, podem montar outro campeonato.

    O presidente da FIA também comentou que “o Pacto de Concórdia [cuja assinatura condiciona a presença das equipes na próxima temporada] não será assinado até o dia 12 de junho”, data de divulgação da lista de inscritos para 2010.

    “Agora temos um conflito, e vamos ver quem será bem-sucedido no fim. Digo a eles: se vocês querem as próprias regras, organizem um campeonato. Nós temos a F-1”, afirmou.

    “Nós que fazemos a regra para este campeonato. Estamos fazendo isso há 60 anos, e continuaremos dessa forma”, comentou Mosley. A briga da FIA contra os times ganhou força com a inscrição _divulgada_ de dez equipes, além das dez atuais, no campeonato que vem.

    Fonte: Tazio

    Publicado por O Polêmico | 04/06/2009, 9:41 am
  11. Se os ânimos continuarem assim, a cisão parece ser inevitável. Qual é a do Mosley?

    Publicado por Vitor, o de Recife | 04/06/2009, 10:16 am
  12. Contas, Contas, Contas… Mais uma do Max Mosley.

    Agora ele vem a público amparado pela inscrição de 10 novos conglomerados auto denominados equipes de corridas, dizer que se danem as antigas equipes.

    Bom, ele certamente esta calçado para fazer isso, e sabe que das antigas tem 4 delas no bolso, o que daria a ele o luxo de ainda excluir 1 equipe, é claro que ele terá certos prejuízos com essa manobra.

    Mas, ele esta revivendo nomes como March e Brabhan e ficará com Mclaren e Williams no apoio a suas sandices, sem contar com a Brawn “atual campeã” mundial e FI o que vai contrabalancear a perca da Ferrari, BMW, Toyota e Renault. Muito mais do que imaginei o Max Mosley foi muito astuto, e pode sim acabar com a história dessas equipes, o que hoje parece ser sua meta.

    Perderia pilotos importantes mas seguraria Hamilton e Button, pode contar com Alonso que só tem contrato até o fim desse ano e teria ainda 2011 para trazer Massa, Kimi que tem contratos com a Ferrari, ou seja, ele não esta perdendo nada.

    E para suas sandices ele esta amparado por Cosworth, Mercedes, Mclaren e Williams que devam ser os fornecedores de motor e chassis as equipes que adentrarem em sua loucura, que ele chama de “nossa Formula1”, fazendo a categoria de bi-chassis e bi-motor.

    O triste é ver que a Mclaren não esta do lado da FOTA como podia-se imaginar, e ver a categoria passar a ser uma Indy, por causa de caprichos de algumas empresas e do presidente da FIA. Se eu estiver certo em minha analise, Mercedes e Cosworth serão as maiores beneficiadas com essa jogada política, o que fará que muitas pessoas ao redor do mundo deixem de ver a F1 como esporte de tecnologia avançada e veja apenas como um esporte de interesses escusos.

    Saída seria um novo campeonato para as dissidentes, mas ao mesmo tempo que a FOTA prorrogou tudo para forçar a FIA a recuar em sua loucuras também diminuiu a sua capacidade de organizar um campeonato por falta de tempo.

    É uma pena.

    Publicado por Claudemir Freire | 04/06/2009, 10:26 am
  13. Acho que a Ferrari deveria “jogar” a toalha e dizer: “Ok, Max, você venceu”, e seguir o barco meio que ignorando essa nova e exdrúxula regra de teto orçamentário.

    Aqui no Brasil tem gente com um grande Know-how em administração de caixa 1, caixa 2, recursos não contabilizados, etc. Estes seriam a partir de 2010, exportados para a F1, salvando a categoria e em contrapartida desinfetando os postos políticos do nosso país.

    Imaginem um fiscal da FIA chegando para o balanço anual das contas da Ferrari e dando de cara com o Delúbio Soares vestindo o macacão da Scuderia e dizendo: – Olá seja, bem-vindo, a contabilidade está toda aqui.

    Nossa, eu vejo isso!

    Publicado por Iomau | 04/06/2009, 11:22 am
  14. O triste é ver que a Mclaren não esta do lado da FOTA como podia-se imaginar

    A McLaren não tem mais cacife político para peitar a FIA nesse momento, Claudemir… A McLaren peitou Max Mosley durante todo o período em que ele está no poder, hoje, emasculada do prestígio de anos atrás, com Ron Dennis às sombras, ela não pode se dar ao luxo de arriscar o seu “core business”, que ainda é construir carros e competir…

    Eu acho que é perdoável e devemos ser compreensivos! :)

    O pensamento deve ser: “a Ferrari, que durante anos foi parceira de Max e da FIA que ponha o seu na reta agora…”

    Publicado por Becken Lima | 04/06/2009, 11:30 am
  15. Becken

    Não estou julgando o mérito, é apenas a minha visão do cenário que foi mostrado nesses ultimos meses, que fiquei sempre com a impressão de que Max Mosley sábia muito bem o que estava fazendo e muito bem preparado. Ajudado por esse plano de suporte de equipes já existentes na F1.

    No caso da Mclaren o que me pareceu é que ela e sua sócia a Mercedes viu na venda de motores e chassis para as demais equipes, seria mais rentável do que degladiar-se para um campeonato mais justo com a FIA.

    Quem não tem o que fazer é a Williams, Brawn e FI, essas ou correm ou fecham as portas.

    Sobre a Ferrari, ela esta colhendo os frutos do que plantou durante a gestão do Max Mosley, realmente o problema é dela.

    Publicado por Claudemir Freire | 04/06/2009, 11:54 am
  16. Eu ja acho que a estoria, isso mesmo, no momento é estoria e nao Historia, nao é a que nos estamos sabendo, o que esta acontecendo publicamente é cada um jogando parfa arquibancada.

    Vejamos, hoje o Mario (Bmw) ja falou que foi o proprio Max que deu a ideia da inscricao condicional, ai vem o Max e diz que se nao quiser que montem o seu campeonato. Ja tem incoerencia entre o que foi falado nas 4 paredes e o que esta sendo feito realmente.

    Outro ponto, voces realmente acreditam que todas essas equipes que se inscreveram tem $$$$$$$$ para participar do campeonato mesmo que seja com os US$ 40.000.000,00 ??? nao se esqueçam que nesse dinheiro nao esta incluido muitas coisas, como por exemplo salário de dirigentes pilotos e motores.

    Vamos pensar que no minimo minimo minimo a gente vai estar falando ai de uns ¢ 70.000.000,00. E Voces acham que tem no mercado ai sobrando US$ 70.000.000,00 x 10 = ¢ 700.000.000. So para dar uma ideia, até a suiça ja esta tecnicamente em recessao, fora que quase todo o bloco europeu tb está, quero ver é captarem esse dinheiro no mercado.

    Outro detalhe, que sem essas equipes a imagem da F1 vai estar muito desgastada, e as emissores ja disseram que vao sentar para renegociar todo o valor dos acordos caso a Ferrari sai do campeonato, imagina se tivermos esse impacto negativo de varias outras saindo, ai o negocio vai ficar menos lucrativo ainda.

    Entao acho que a HISTORIA nao é a ESTORIA que esta sendo contada agora para nos.

    Publicado por claudio cardoso | 04/06/2009, 4:49 pm
  17. Claudio, cada equipe vai receber do Bernie cerca de metade do teto, some-se a isso o apoio tecnico da Williams e McLaren e um ou dois patrocinadores razoaveis e o lado financeiro se resolve fácil. A questão não é financeira, mas de estrutura.

    Publicado por Filipe Furtado | 04/06/2009, 5:30 pm
  18. Acho que nao é por ai nao..
    QUestao financeira se resolve facil ????

    pelo que eu me lembre quase todas as equipes que abandonaram a formula 1 foram por questoes financeiras. E acho muito dificil voce pegar uma equipe que nunca andou, nao tem nenhum nome nem tradicao, arrumar 20 milhoes de euros.

    È so vermos a questao da Braw, que mesmo ganhando tudo esse ano, ainda nao tem um patrocinador principal.

    Publicado por Claudio Cardoso | 04/06/2009, 11:22 pm
  19. Alias 20 milhoes, mais o valor do motor salario e piloto

    Publicado por Claudio Cardoso | 04/06/2009, 11:23 pm
  20. Claudio, se o teto é 40m, vai ser viavel correr com menos. E ter de conseguir uns dois ou três patrocinadores dispostos a bancar uns 3-7m cada não é tão complicado. O Fry não esconde de ninguém que se a Brawn pensasse a curto prazo a questão do patrocinio se resolveria desde a Australia, o negócio lá é que quererem um patrocinio muito grande para umas 3-4 temporadas. Vale dizer que a Super Aguri gastou 57m de euros ano passado antes de fechar, ou seja se realidade fosse de um teto de 40m, o Aguri Suzuki teria completado a temporada, os problemas de grana começam numa outra casa de gastos. Se tiver 10 equipes novas (duvido) vai ter gente com grana e vai ter gente

    Publicado por Filipe Furtado | 05/06/2009, 12:33 am
  21. Se tiver 10 equipes novas (duvido) vai ter gente com grana e vai ter gente correndo quase que só com a grana do Bernie assim como na GP2 tem equipes como a ART que tem até tunel de vento e outras como a DPR que mal pagam os mecanicos ou que na IRL a Penske corre com 20m por ano enquanto o Dale Coyne tem 15 funcionarios incluindo o acessor de imprensa e o gerente de marketing.

    Publicado por Filipe Furtado | 05/06/2009, 12:38 am

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: