//
você está lendo...
ARTIGOS

Não critiquem a Force India…

(Imagem: Force India/Divulgação) forceindia(FORCE INDIA: Vijay não arriscará meter-se em imbróglios legais)

A suposta unidade da FOTA parece que vai a cada dia ruindo pelas bordas mais frágeis de sua organização. A Force India anunciou hoje que “mesmo comprometida com os objetivos da FOTA, obrigações comerciais obrigaram-na a rever a sua inscrição condicional [no campeonato de 2010] submetida em conjunto com a FOTA.”

Temos, em teoria, cinco equipes da FOTA — Toro Rosso, Red Bull, Ferrari, Force India e Williams — já submetidas ao regulamento bi-partido de 2010. Sobram McLaren, Renault, Toyota, BMW e Brawn GP como forças resistentes.

Assim como a Williams, a Force India não tem o privilégio de grandes conglomerados automobilísticos financiando suas contas. Vijay Mallya é um magnata com negócios diversificados por várias áreas, mas tem o pé no chão a ponto de não comprometer porções de sua fortuna e o futuro de sua equipe em imbróglios legais com parceiros comerciais — nem a disposição para pôr em xeque o futuro de sua equipe em uma guerra política longe de sua alçada.

Há certa ingenuidade na forma como Vijay vem lidando com a F1, mas você não pode negar o quanto ele é corajoso. Nos últimos meses ele mandou embora Mike Gascoyne, seu diretor técnico, e o chefe de equipe, Colin Hayes — que segundo as más línguas do paddock viviam às turras. Nesse meio tempo, assumiu o papel de chefe de sua própria equipe, abandonou um projeto que vinha sendo tocado desde meados de 2008, desfez um negócio com a Ferrari e estabeleceu uma parceria técnica com a McLaren Mercedes — que pode dar bons frutos nas próximas temporadas. Um passo audacioso para um homem que está no negócio há apenas um ano e meio.

A ironia em mais essa deserção dentro da FOTA é que ela acontece na porção mais frágil da organização — com a Ferrari ainda mantendo resistência e coesão entre as grandes fábricas. Na última vez que a FIA dividiu e conquistou as equipes, foi justamente a Ferrari quem esfaqueou as aliadas pelas costas assinando o atual acordo que lhe dá poderes sobre o campeonato — algo sem precedentes em toda a história do esporte.

Para alguns — que anseiam pela capitulação da equipe de Maranello — a Ferrari está recebendo apenas do próprio remédio de 4 anos atrás. A diferença é que dessa vez os seus interesses convergem para o bem comum de toda a F1.

Discussão

3 comentários sobre “Não critiquem a Force India…

  1. Becken –>

    Que divisao é essa ai ??

    Temos, em teoria, cinco equipes da FOTA — Toro Rosso, Red Bull, Ferrari, Force India e Williams — já submetidas ao regulamento bi-partido de 2010. Sobram McLaren, Renault, Toyota, BMW e Brawn GP como forças resistentes.

    Publicado por claudio cardoso | 05/06/2009, 8:09 pm
  2. Alguém sabe me dizer se ja teve algum pódio formado por pilotos de uma mesmo nacionalidade?

    Eim, Lima vc saberia me dizer?

    abs a todos se puderem me ajudar eu agradeço.

    Publicado por pero | 05/06/2009, 9:19 pm
  3. Realmente fiquei bem surpreso quando ele demitiu os diretores de uma só vez. O Gascoyne já era uma mala em decadência mas não sei se o Kolles merecia ser despachado daquele jeito.

    Quanto à ruptura com a Fota, foi algo estritamente comercial, dá pra sentir nas palavras do presidente da Toyota que ele imagina as razões do Vijay mas vai ter que suspender a FI de qualquer jeito. Não dá mesmo pra criticar a equipe, mesmo ocupando a cadeira de espectador, ela está torcendo muito pelos interesses políticos da associação, que são interesses dela também.

    Publicado por Felipe | 05/06/2009, 9:26 pm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: