//
você está lendo...
ARTIGOS

Resignada, McLaren espera por fracasso em Silverstone, palco de sua maior vitória nos últimos anos

FOTO: Darren Heath.com lewiscelebratewinatsilverstone(Há um ano atrás Lewis celebrava, em frente a sua torcida, talvez a maior vitória de sua carreira)

Uma das grandes expectativas desse final de semana, á saber qual a extensão do fracasso da McLaren em Silverstone, o seu quintal. Nos últimos 20 anos a equipe de Lewis Hamilton venceu 7 vezes em Silverstone e na última vitória, Lewis Hamilton chegou a espetacular 1: 08s minuto do segundo colocado, o alemão Nick Heidfeld. Aquela vitória, sob um dilúvio quase tropical, foi um dos mais perfeitos conjuntos estratégia/pilotagem dos últimos anos.

Hoje, é difícil imaginar que aquela mesma equipe seja esta de hoje, que espera resignada pelo massacre que as curvas Copse, Maggots, Becketts e Chapel — de alta velocidade — farão com o bonitinho, mas ordinário MP4/24 — que sofre de um defeito congênito, incapaz de gerar downforce na sua porção traseira.

Além da falta de downforce para enfrentar as curvas rápidas de Silverstone, mais dois fatores sugerem um retumbante fracasso em Silverstone:

1º) ATUALIZAÇÕES: Martin Whitmarsh e Lewis Hamilton já preveniram os fãs que não há maiores atualizações no MP4/24  para Silverstone. Espera-se uma grande atualização apenas no GP da Alemanha, daqui a duas semanas. Espera-se uma grande atualização apenas no GP da Alemanha, daqui a duas semanas e mesmo que a equipe tenha uma admirável capacidade de levar novas atualizações a cada corrida, elas não parecem mais ganhos substanciais de performance como no início de temporada.

2º) O KERS: ao que parece, o sistema será talvez útil para se fazer ultrapassagens, mas não terá um impacto tão significativo em Silverstone — em termos de tempo de volta — quanto teve em Melbourne ou Turquia.

Desde a vitória de Senna em 1988 — há 20 anos atrás — o pior resultado da McLaren em Silverstone foi um décimo lugar com David Coulthard em 2002, mas se a equipe apresentar a mesma forma vista na Turquia, esse final de semana promete ser um pesadelo para Lewis Hamilton e Heikki kovalainen.

________________________________________________________________________

ATUALIZAÇÃO: Pela primeira vez na temporada a McLaren não usará o KERS durante todo o final de semana. A equipe testará o desempenho do carro de Lewis Hamilton sem o sistema durante a primeira sessão de treinos-livres na sexta-feira, o que dará a equipe informações sobre a viabilidade do sistema para o resto do final de semana.

Anúncios

Discussão

9 comentários sobre “Resignada, McLaren espera por fracasso em Silverstone, palco de sua maior vitória nos últimos anos

  1. Até acho que as atualizações rendem um ganho razoavel de performance, o problema é que o chassis é ruim e no maximo dá para largar duas filas a frente por um ou dois GPs e a equipe termina ultrapassada de novo.

    Publicado por Filipe Furtado | 18/06/2009, 1:03 pm
  2. Eu não tenho qualquer informação privilegiada, Filipe, mas a minha teoria (mais uma delas!) é que na verdade o chassis, como conceito, é bom. Mas o real problema da McLaren — e da Ferrari, da BMW, da Renault — é o KERS.

    Não há outra explicação lógica para que todas as equipes que adotaram o sistema estejam arrastando-se esse ano…

    É só verificar a performance desses carros. Em uma corrida eles adicionam “upgrades” e há evolução, noutra eles voltam para trás no grid. Os carros parecem sensíveis para acertar quando atualizados e ainda mais sensíveis a qualquer mudança na configuração das pistas.

    Enquanto isso, os carros sem KERS parecem mais estáveis, com algum “fade”, como por exemplo o daToyota, mas logo voltam a estabilidade novamente.

    Agora, quem vai admitir isso tendo-se em conta que eles resolveram investir rios e rios de dinheiro em um sistema que, além de caro, é a principal causa de fracasso esse ano? Jã não há mais tempo e a única alternativa, pelo ar a Mercedes, é fazer propaganda do sistema que foi a única coisa boa que eles fizeram esse ano.

    Em algum momento alguém vai abrir a boca em alto e bom som e aí teremos certeza de que meu feeling está correto…

    Publicado por Becken Lima | 18/06/2009, 1:16 pm
  3. Eu acho que a sua teoria vale bem para as outras equipes, mas o problema da McLaren me parece mais geral do que o da BMW e Ferrari.

    Publicado por Filipe Furtado | 18/06/2009, 1:22 pm
  4. Posso estar enganado (alguns diriam louco, tudo bem), mas aposto que Lewis chega na zona de pontuação. Nem que seja em um oitavo lugar.
    Já Heikki abandona a prova.

    Publicado por Will | 18/06/2009, 1:47 pm
  5. mas aposto que Lewis chega na zona de pontuação

    Espero. Se ele conseguir, deverá ser um esforço Hercúleo (adoro esse adjetivo) do homem…

    Publicado por Becken Lima | 18/06/2009, 1:53 pm
  6. Estou com o Will.
    Hamilton pilota muito, mesmo com um carro ruim. Aliás, acho que ele está aprendendo muito com o carro desse ano.
    O inglês está tendo que aprender na marra a ter paciência e maturidade, qualidades cuja falta lhe tiraram o título de 2007 e quase tiraram novamente ano passado.
    Torço muito para que a McLaren se recupere, tenho muitas saudades das brigas com a Ferrari.

    Publicado por Gustavo Perim | 18/06/2009, 3:53 pm
  7. Esse carro só vem comprovando minha teoria (de longa data) que hoje o piloto é a parte menos importante para a construção de um título mundial. A não ser que o cara faça muuuitas cagadas, é quase impossível deixar de levar se o carro for o melhor do grid (Hamilton e Massa fizeram várias ano passado e disputaram o título no final, fosse o Kubica, olhando a sua regularidade na BMW, tinha levado por antecipação).

    Outro fator que atesta isso é a performance da Brawn nas mão de Button. Até alguns meses atrás Button estava cotadíssimo para uma aposentadoria precoce, no limbo na Inglaterra e muito subestimado no exterior e mais ainda aqui no Brasil (é só ler os posts do começo do ano, um pouco antes da Austrália, quando as barriquetes e a imprensa julgavam o inglês presa fácil para a disputa do título).

    Além disso, está desmistificando esse papo de que são os pilotos os responsáveis pelo ganhos de décimos dos pacotes de evoluções.

    Hoje em dia os batalhões de engenheiros, super computadores e a apurada telemetria é que respondem pela evolução dos carros, o piloto só faz os ajustes finos, e isso se o carro chegar redondo em suas mãos.

    Prova disso é que a Renault e a McLaren estão patinando sem sair do lugar apesar de terem dois dos (tidos e havidos) melhores pilotos do grid.

    Já disse é repito, coloquem Fisichella e Nakagima na Brawn e eles lutarão pelo campeonato sem resistência alguma de Alonso, Hamilton, Massa e Kubica (Vettel ainda tem um carro que de vez em quando assusta).

    Péssimo para quem tenta dizer que fulano é mais piloto que sicrano.

    O único piloto que eu conheço que teve um carro de ponta durante 7 temporadas e nunca, eu disse NUUUUUUUUUUNCA chegou a liderar o campeonato de pilotos é um que faleceu à pouco tempo no GP da Espanha, mesmo assim, sendo um piloto pra lá de mediano e comum (com pouquíssimos lampejos de bom piloto), conseguiu muitos pontos e pódios graças aos excelentes carros que guiou.

    Até o início da década de 90 isso era bastante diferente e o piloto tinha um grande papel nesse aspecto (Nelson Piquet que o diga), exceção feita aos carros extremamente ruins (como a lotus de 88 que nem o Piquezão deu jeito), o bom acertador sempre ia melhorando o carro, depois, paulatinamente, esse diferencial foi diminuindo e hoje representa quase nada.

    Ruim para categoria, pois, se um piloto para o qual você torce iniciar o ano em um carro mal nascido, com 99% de certeza terminará o ano com um desempenho medíocre.

    Deve estar sendo muito duro para os fãs de Hamilton, alçado à categoria de gênio por alguns, aturar o sujeito disputando a 10º posição do grid como grande resultado.

    Publicado por Cassius Clay Regazzoni | 18/06/2009, 5:05 pm
  8. É por isso Cassius Clay Regazzoni que automobilismo é corrida de carros e não de pilotos. Concordo plenamente contigo, e a Mclaren esse ano é uma draga sem fim.

    Publicado por Hugle | 18/06/2009, 6:17 pm
  9. Ow, ow… not bad! Really not bad.
    Becken, acho q os caras de Woking andam navegando no seu blog.
    Veja abaixo o q o Leandrovski disse em 15/06(GP da Inglaterra — Será que Vettel e a Red Bull jogarão mais uma vitória no colo de Jenson?) e compare com a atualização q vc nos forneceu neste post:

    “Será q n seria a pista pra McLaren tentar arriscar ir sem o Kers? P q n fazer o primeiro treino da sexta sem o mecanismo em um dos carros? Ao invés de ficar 30 a 40 minutos parada no box no início do treino, vai lá e coloca os dois carros na pista, um com e outro sem o Kers( n importando a condição “green” da pista, pois só se quer saber se o carro sem Kers pode ser mais rápido q o outro).
    Vejam: da curva 1 até a 6, n se usa o freio. E, se n me engano, este é usado em apenas 4 pontos da pista.
    Será q n seria o momento ideal pra se experimentar uma distribuição de peso diferente?
    Estavam muito lentos sem o Kers nos testes em Fevereiro, mas o carro era praticamente outro.
    Bem… n deve ser isso q os simuladores em Woking devem estar indicando. Porém, esses mesmos simuladores ajudaram a produzir um dos piores carros do grid.
    Com ou sem Kers, a verdade é q a McLaren, correndo em casa, corre o risco de disputar a última fila com a STR. O bom de se chegar ao fundo poço q não há como mais descer. O problema é quando vc fica atolado lá. A sorte é q o campeonato é curto e só faltam 10 etapas agora.”

    Publicado por Leandro Magno | 18/06/2009, 8:15 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: