//
você está lendo...
ARTIGOS

Sobre os nonsenses de Max Mosley antes da decisão de amanhã

FOTO: Mark Thompson/Getty Image maxout(Max Mosley: ele tomou a FIA para si como objeto de suas vendettas pessoais, pondo em risco o futuro da F1)

Amanhã, finalmente, saberemos quem vence a guerra política em que a F1 está envolvida há meses. Ninguém — de pilotos a dirigentes, passando pela imprensa — sabe o que acontecerá, o que dá uma medida dessa que já é a maior crise pela qual a categoria passou em quase 60 anos de existência.

Sintéticamente, a FOTA —Associação das equipes de F1 — não deseja mais ver Max Mosley ocupando a cadeira de Presidente da FIA e se entrincheirou juridicamente para empacar qualquer tipo de negociação saída da mesa de Mosley.

Nos últimos dias Max divulgou pela imprensa especializada uma série de comunicados com o objetivo de desacreditar a FOTA mas que só expõe ainda mais o seu estilo de gestão: ditatorial e autocrático, com um pé na senilidade se considerarmos a amnésia auto-indulgente. Seus comunicados não resistem a uma breve ponderação:

— Max acusou a FOTA de tentar tomar para si os direitos comerciais da FOM e o comando técnico da F1 da FIA quando Bernie, e ele mesmo, Max, já fizeram isso há muito tempo.

— Max nos relembra da importância de ter uma entidade imparcial regulando o esporte quando ele, Max, deu a Ferrari o direito de vetar mudanças técnicas.

— Max ilustra a atual crise financeira e a partida da Honda como razão para impor um teto orçamentário, quando no período de sua gestão mais de 20 equipes deixaram a F1, inclusive a sua Simtek.

— Max deixa claro que sua intenção é oferecer sobrevida a F1 por meio de novas equipes, mas é inexplicável que deixe as bem estruturadas Lola, Prodrive e Epslon Euskad de fora em nome da humilde Mano Grande Prix, equipe de um ex-sócio seu.

— Max acusa as equipes de pularem no pescoço da Brawn por conta do difusor quando foram as regras mal redigidas pela turma de Max que causou toda celeuma.

Esqueçam as incongruências dos pré-releases de Mosley e observem que na negociação entre as duas entidades, Max não abre mão sequer um milímetro do que ele pensa ser o certo. E esse é problema quando observamos o fracasso de algumas medidas adotadas por ele e seus asseclas em um passado longínquo e recente, como: a adoção do KERS; a adoção de pneus raiados; a adoção do reabastecimento; o fatídico GP dos Estados Unidos em 2005; e a venda dos direitos da F1 para a FOM por uma bagatela.

Tudo isso só feriu o esporte, a competição e as equipes, as verdadeiras estrelas do show. Ninguém jamais pôs a F1 em perigo quanto o próprio Mosley.

Não sei o que ocorrerá amanhã (ninguém sabe, afinal), mas se olharmos com uma certa perspectiva histórica e alguma racionalidade, uma outras categoria, livre de Max Mosley e de Bernie Ecclestone, já não parece tão ruim assim.

Discussão

6 comentários sobre “Sobre os nonsenses de Max Mosley antes da decisão de amanhã

  1. Eu sempre achei que seria mais interessante uma nova categoria do que ficar numa F1 defasada e molestada pelas chicotadas de Sr. Max Mosley.

    Pegando o gancho do post sobre os prejuízos de algumas equipes, fica ainda mais fácil ver que se houvesse um campeonato das equipes onde fossem dividos de forma igualitária a renda de sponsors, circuitos e contratos de placas fixas não haveria aqueles prejuízos e sim lucros, porque muitas delas não recebem menos de 100 mi de dolares, que foi o caso da multa aplicada a Mclaren em 2007, foi justamente mexendo na verba que seria repassada a ela se não me engano. Mas outras recebem menos de 40 mi de dolares.

    Terminando, a FOM fica com mais de 50% dos lucros sem apertar um parafuso.

    Publicado por Claudemir Freire | 18/06/2009, 5:11 pm
  2. Eu ja acreditei 100% no novo campeonato.

    Mas diante da imobilidade do Montezemolo nesses dias, ja acho que a Fota foi pro “saco preto” infelizmente.

    Até agora acho que de forma oficial, a Fota nao falou sobre a carta que enviou aceitando o limite, mas se realmente for verdade e ao que parece é, temos o fim da FOTA.

    Se for mesmo, vai ser a maior vergonha do ano, afinal falaram que nao iam aceitar de forma alguma, que se fosse o caso sairiam da formula 1, e depois ficam com o rabinho entre as pernas

    Publicado por Claudio CArdoso | 18/06/2009, 6:07 pm
  3. Acho que o Massa perdeu uma grande chance de ficar calado, será que ele está aprendendo com o Rubinho ?

    Massa falando sobre a a briga FIA x FOTA

    “Todo mundo sairia perdendo, não seria bom pra ninguém. Com tanta coisa acontecendo, as pessoas que estão ‘lá em cima’ brigam por tudo e as vezes você pensa que eles tem 12 anos, e não que são pessoas experientes.”

    Publicado por Claudio CArdoso | 18/06/2009, 6:10 pm
  4. Odeio ter que bancar o advogado do diabo (expressão literal neste caso), mas acho que muito destes seus pontos Becken distorcem os fatos tanto quanto a versão FIA dos eventos. Max foi conivente enquanto Bernie tomava o controle financeiro da categoria (e se beneficiou disso), mas o mesmo vale para as equipes tradicionais que não moveram um dedo e as 23 equipes que o Duncan levantou é um destes dados bem artificiais já que inclui todas as compras de equipe do periodo (o numero exato de que equipes que deixaram de existir no periodo foram 10, incluindo a Lola que nunca correu).

    Publicado por Filipe | 18/06/2009, 7:03 pm
  5. mas acho que muito destes seus pontos Becken distorcem os fatos tanto quanto a versão FIA dos eventos.

    O único ponto em referência ao post do “V” que eu listo ali acima é sobre as 23 equipes no limbo, que no fundo não acho (com todo o respeito :) nada distorcido pois ele, o Duncan, quer dizer é que — subrepticiamente — Max não está nem aí nem nunca esteve com a situação econômica da categoria, mesmo quando outras equipes foram lentamente desaparecendo.

    Por que a sangria agora, e ainda por cima quando a economia mundial começa a sair do buraco? Será que tem a ver com o fato de que as montadoras fizeram carga nele depois do escândalo sexual, querendo o seu pescoço? I believe so…

    Tudo nas ações do Mosley cheira a ressentimento disfarçado de salvador da pátria.

    Ninguém da imprensa mains stream vai atrás do caso da Manor por que morre de medo de perder o green card dado pela própria FIA para cobrir a F1.

    Descupe, mas não entendo como se pode defender o Mosley em qualquer desses casos…

    Publicado por Becken Lima | 18/06/2009, 7:19 pm
  6. Esse velho arrogante demorou pra deixar a FIA.
    Deveria ser estipulado uma eleiçao para presidente a cada 4 ou 5 anos.
    Esse negocio de se reeleger ate ficar gaga ta errado!
    Fora Max Ditador.

    Publicado por Rafael | 19/06/2009, 6:20 pm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: