//
você está lendo...
ARTIGOS

A vitória é da FOTA, mas Max Mosley deixa o seu legado na história da Formula 1

FOTO: JAMD.commaxmosleylegacy(MAX e sua ditadura vão embora: mas ele deixa um legado na história de todos os presidentes da entidade )

Hoje teve a fim a arrastada batalha de meses entre Max Mosley e as equipes de Formula 1. Max Mosley capitulou e acolheu a inscrição das equipes aceitando suas condições — a Renovação do Pacto de Concórdia e a permanência dos regulamentos técnico e esportivo de 2009. Como Prêmio, a entidade liderada por Luca di Montezemolo conseguiu a promessa de afastamento do próprio Max Mosley em definitivo do comando da FIA e de qualquer envolvimento nas futuras decisões da entidade.

Em reciprocidade, as equipes de Formula 1 estarão obrigadas a oferecer suporte técnico às novas entrantes e reduzir drasticamente o atual orçamento em comum acordo.

Em comunicado a FOTA proclamou vitória. Max Mosley também. Se refletirmos é possível enxergar que Max conseguiu parte de seu intento inicial ao levar as equipes ao limite: reduzir custos e dar oportunidade a novas equipes no clube fechado da F1.

Mas se observamos que como reação as imposições de Max as equipes se uniram e criaram a FOTA, é possível declarar que, ao fim, as equipes venceram essa que foi a mais dura batalha pelo comando da Formula 1 em toda a sua história.

As equipes permaneceram atadas a um grande objetivo, mesmo tendo duros percalços — como a crise dos difusores — no caminho.

Mas grandes vitórias — como a que fez a FIA rever o sistema de pontuação de medalhas para pontos novamente — foi a real prova de que Max, no seu intento em ditar regras ao invés de negociá-las, criou um monstro que foi crescendo, vencendo batalhas menores e que culminou com a total capitulação do Presidente da FIA hoje.

Max tem o seu prêmio: a sensação e mérito de que deixou o grande legado na história de todos os presidentes da FIA — as medidas de segurança e a redução de custos —, mas deixou no rastro de caminhos tortos as equipes mais poderosas e aglutinadas sob a sigla da FOTA, capazes de agora lutar indefinidamente por sua própria liberdade e identidade da própria Formula 1.

Bernie Ecclestone — que certamente teve papel fundamental nesse novo pacto — é o próximo alvo.

Discussão

7 comentários sobre “A vitória é da FOTA, mas Max Mosley deixa o seu legado na história da Formula 1

  1. Era óbvio que isso aconteceria mais cedo ou mais tarde.

    Mosley foi tão intransigente que nem sua mãe o apoiaria nessa hora. Mas não é o único vilão da história.

    Com sua queda agora Ron Dennis pode talvez voltar à sua função na McLaren?

    Ecclestone é o próximo na guilhotina?

    Tivemos que suportar esse assunto durante meses e espero que agora nós possamos nos concentrar no que realmente interessa: Velocidade.

    Publicado por Beatle Ed | 24/06/2009, 4:51 pm
  2. Com sua queda agora Ron Dennis pode talvez voltar à sua função na McLaren?

    Depende de quem estiver na Presidência. Se Jean Todt, um dos preferidos de Mosley — o que será contestado pelas equipes — candidatar-se e ganhar, duvido que ele volte.

    Mas se alguém mas moderado — sobre quem escreverei amanhã — for escolhido, é provável que possamos ver Dennis de volta ao menos dentro da McLaren como CEO. Martin certamentee permancerá como Chefe durante anos, posição para a qual foi treinado…

    Publicado por Becken Lima | 24/06/2009, 5:00 pm
  3. O Tio Max canta vitória, é certo. Mas independentemente dos feitos que ele tem em 17 anos de poder (entrou na então FISA em 1991) irá sair pela porta mais pequena. E a maneira como saiu é tão importante como os feitos do seu mandato.

    Sei que até Outubro não vai fazer nada, e que todas as medidas executivas foram delegadas a Michel Boeri o presidente do Automóvel Clube do Mónaco. Como foi uma entidade pró-FOTA, é mais um exemplo como esta última ganhou em toda a linha.

    Agora, tão importante saber quem sucederá a Mad Max, the Whipmaster, é saber que poder tem esse sucessor. Sobre a Formula 1, pouca, devido ao novo Acordo da Concórdia e as Comissões técnicas que existirão para regulamentar a competição. E sobre as outras competições, como o Mundial de Ralies e as provas de Endurance?

    Publicado por Speeder_76 | 24/06/2009, 5:23 pm
  4. Becken, use sua Pedra de Roseta e decifre pra gente essa trecho abaixo do comunicado divulgado hj.( http://www.fia.com/en-GB/mediacentre/pressreleases/wmsc/2009/Pages/wmsc_240609.aspx )

    “There will be no alternative series or championship and the rules for 2010 onwards will be the 2009 regulations as well as further regulations agreed prior to 29 April 2009.”

    Afinal, com ou sem manta; com ou sem reabastecimento; com ou sem Kers?
    .
    .
    E continua o mistério dos motores TBA…rs

    Publicado por Leandro Magno | 24/06/2009, 8:07 pm
  5. Leandro, o reabastecimento e manta foram anunciados pela FIA em janeiro, então devem cair mesmo. Kers não, mas acho que é uma questão de voto unanime das equipes, ele só não foi adiado por causa da BMW este ano.

    Publicado por Filipe Furtado | 24/06/2009, 11:07 pm
  6. O “X” da questão toda foi respondido ontem.

    O Bernie ainda não havia se manifestado, estava quieto. E, quando ele falou, só falou pra bater o martelo. Entrou e resolveu. Esse camarada nunca entrou pra perder, não seria agora que entraria.

    Ffigueiredo

    Publicado por Ffgueiredo | 25/06/2009, 11:10 am
  7. O Bernie até pode ser o próximo alvo, mas nesse caso as equipes vão quebrar a cara. O Bernie é muito, mas muito mais poderoso do que elas.

    Publicado por Alexandre Carvalho | 25/06/2009, 12:58 pm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: