//
você está lendo...
ARTIGOS

Red Bull com motores Mercedes em 2010?

É o que diz o Grand Prix do grande Joe Saward hoje.  Segundo Joe, a Red Bull trocaria de motores no ano que vem — de Renault para Mercedes-Benz. O rumor não é novo e já houve até uma admissão pública de Christian Horner meses atrás.

O negócio seria proveitoso para ambas as partes: além de prover a Red Bull com os melhores motores da F1 no momento, daria à Mercedes-Benz finalmente a oportunidade de explorar o potencial de marketing da jovem estrela alemã, Sebastian Vettel, preso por contrato a Red Bull — além de evitar corte de pessoal nas suas divisões de desenvolvimento de motores de alta performance e fortalecer ainda mais a posição da Mercedes dentro da categoria.

Tal negociação talvez explique o fato de não haver decisão ainda clara a respeito dos motores com o qual a Brawn GP competirá no ano que vem, mas também não esclarece como a Mercedes-Benz se livraria do veto contratual que tem a Force India — e possivelmente a McLaren — que impede a fabricante alemã de equipar motores a uma terceira equipe. A Brawn GP compete esse ano com os motores Mercedes sob uma exceção aberta por Vijay Mallya, dono da Force India e cliente da Mercedes.

Outra questão para se refletir é se essa aproximação entre Red Bull e Mercedes não signifique de fato que a Renault pode finalmente abandonar a Formula 1 no ano que vem, o que por tabela daria crédito aos recentes rumores de Fernando Alonso chegando à Ferrari já em 2010.

Anúncios

Discussão

4 comentários sobre “Red Bull com motores Mercedes em 2010?

  1. As equipes anunciaram q algumas decisões ainda precisam ser tomadas para 2010 como o uso ou não do Kers, etc.
    Nesse “etc” acredito q esteja incluído a quantidade de equipes q podem ser servidas pela mesma usina.
    E o solução ainda n saiu pois, imagino, a Renault deve estar esperando a divulgação do resultado das suas vendas no 1º semestre para decidir se sai fora ou fica pra 2010.
    A Renault saindo, creio q vão liberar 3 equipes por motor. Aí quem pagar mais entre Brawn e RBR leva o motor alemão.
    Se a Renault ficar(e continuar a regra de duas equipes por motor) , a BMW vai ter q vender motor pra alguém pra fechar a conta.
    Pois Cosworth a vontade é só pra equipes novas, não é isso?

    Publicado por Leandro Magno | 06/07/2009, 6:48 pm
  2. Pois Cosworth a vontade é só pra equipes novas, não é isso?

    Na verdade, descobriu-se que as novas SÓ PODEM usar os Cosworth. A FIA condicionou as suas inscrições ao uso dos Cosworth. Mais um episódio na recente onda de corrupção dentro da FIA…

    Publicado por Becken Lima | 06/07/2009, 7:10 pm
  3. Brawn e Red Bull (ok, FI também), parece que o foco da Mercedes cada vez mais se distancia da McLaren. Se antes apostava tudo na McLata, agora divide sua “força-tarefa” entre 3 equipes com potencial de título (não no momento, é claro).

    A Renault parece que volta de tempo em tempo para a F1 querendo lembrar todos que existe. Com sucesso.

    Publicado por KBK | 06/07/2009, 9:58 pm
  4. E depois de anos de espera, a Mercedes finalmente terá um piloto de ponta alemão, independente da escolha da McLaren para ser o companheiro de Hamilton.

    E a Red Bull finalmente parece se firmar como uma das forças no futuro da F1 (seja a F1 da FIA ou das equipes).

    Publicado por Vitor, o de Recife | 09/07/2009, 8:54 am

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: