//
você está lendo...
ARTIGOS

Depois de falar mal de sua equipe, Barrichello é criticado ao vivo por David Coulthard e Eddie Jordan

Eu li o que Rubens Barrichello disse à BBC, mas eu não vi ou ouvi. Vi ele dizer à Globo que houvera sido roubado, mas vendo agora a sua declaração, junto com os comentários feitos por David Coulthard e Eddie Jordan — dois homens experientes no circo da Formula 1 — fico com a exata noção do grande erro cometido por Rubens no domingo.

David Coulthard — que parece chocado e constrangido com o que Rubens falou — pergunta no vídeo: “porque questionar a sua equipe publicamente sem ter ido falar com eles primeiro? Ele parece não se importar em ter um carro para o próximo ano.”

Rubens desceu do carro vociferando que houvera sido roubado quando nem todos os fatos e informações providos pela telemetria estavam à sua disposição. Ele não poderia ter escolhido pior hora para criticar a equipe do homem que lhe deu essa que parece ser a última chance de ele provar que ainda tem algo a oferecer ao automobilismo de elite. O RB5 é no momento o melhor carro da Formula 1 e a Brawn GP sente a pressão e começa também a perder terreno para outros adversários, como a McLaren de Lewis Hamilton.

A declaração foi um péssimo exemplo de como Rubens é capaz de atirar no próprio pé. A Williams e as novas equipes no grid no ano que vem, precisam dos serviços de alguém com o seu currículo e experiência, mas como Frank Williams deixou claro, Rubens começa a não ser uma opção muito atrativa.

Ross Brawn parece ter uma natureza conciliatória, como prova a sua entrevista logo depois, mas como administrar o peso que se tornará os acessos de raiva e frustração de Barrichello nesse momento em que a Red Bull avança?

Anúncios

Discussão

18 comentários sobre “Depois de falar mal de sua equipe, Barrichello é criticado ao vivo por David Coulthard e Eddie Jordan

  1. Então quer dizer que, pelo fato da BRAWN dar uma chance a Rubens, ele deve abaixar a cabeça em gesto de súplica e tapar os olhos para a razão? Deixar-se enganar seria ridículo. Rubens não está ali para suplicar e acatar cegamente, mas para trabalhar de maneira justa e equalitária – o que não estava sendo mostrado. Barrichello teve, sim, muita ombridade em mostrar-se leal às suas convicções. E sobre falar primeiro à imprensa sobre a “bronca” que estava da sua equipe, convenhamos, qualquer um que apanhe sem motivo tem todo o direito de não querer se “conciliar” no minuto seguinte. Bom senso!

    Publicado por Rafael | 14/07/2009, 4:55 pm
  2. Rafael – O que o post quer dizer é que Rubens deve primeiro saber o que de fato aconteceu e não saltar do carro e dizer que foi “roubado” sem as informações necessárias para tal acusação — que é algo sério.

    Ele mal sabia que o mangueira de reabastecimento falhou e o box lhe informou disso.

    Eu acho que ele passou do ponto. Não acho que deva baixar a cabeça, mas pô-la no lugar e é isso o que o Coulthard disse.

    A única coisa que me incomada é quanto a entrada dele e do Jenson para o último pit stop — algo não esclarecido, mas na única vez que ele foi perguntado a respeito ele não foi claro se isso foi uma decisão da equipe ou dele mesmo.

    Publicado por Becken Lima | 14/07/2009, 5:07 pm
  3. Off topic:

    A imprensa finlandesa noticia hoje que Kimi Räikkönen vai retirar-se da Fórmula 1 no final deste ano, deixando assim o caminho aberto para Fernando Alonso rumar à Ferrari.

    Há quem diga que está em contactos com a Brawn GP, mas a verdade é que cada vez surgem mais sinais que o futuro do Campeão do Mundo de Fórmula 1 de 2007 são os ralis. Há uma citação de um amigo seu, publicado hoje na imprensa finlandesa, que diz tudo: “O Kimi já não fala de Fórmula 1…só de ralis”

    É verdade que o finlandês já tinha dito não querer ficar na F1 para lá dos 30, e a verdade é que faz 30…em Outubro. Sabe-se que caso faça finca pé na sua elevada indemnização, ficará impedido de rumar a outra equipa de F1, e por isso os ralis são uma boa saída para todas as partes, já que as equipas de topo como a Ferrari não costumam deixar os seus pilotos disputar desportos paralelos quando aí se podem lesionar, mas quanto a Raikkonen a Scuderia tem-no deixado disputar as provas de ralis que quer, e até lhe dá…um Fiat.

    Próximo encontro do piloto de F1 com os ralis esta marcado para o próximo Rali da Finlândia, no final deste mês, claro, com um Fiat Grande Punto S2000

    em: http://autosport.aeiou.pt/gen.pl?p=stories&op=view&fokey=as.stories/74103

    Publicado por Luiz Carlos Silva | 14/07/2009, 5:21 pm
  4. Engraçado, quando fernando alonso tentou rachar sua equipe em 2007( mclaren) ninguem falou que ele estava errado, isso porque ele foi contra seu propio dono e chefe (dennis), quando rubens vai falar alguma coisa chega até o super senil williams pra meter a boca.
    Ele tem TOTAL motivo de estar com raiva, tiraram a chance dele nessa corrida( e na espanha tb!) de disputar o campeonato, com aquela cena de circo do frentista com duas bombas de combustiveis na mão.

    Ross brawn conciliador? Ross brawn é do naipe de Jean told, faz o possivel e o impossivel pra defender SEUS interesses.

    Bom o rubens deve saber onde amarrar o burro dele, afinal tem 15 anos nesse meio.

    Publicado por Rob | 14/07/2009, 5:37 pm
  5. Voltando a campanha: aposenta, Rubinho !!!

    Publicado por fernando-ric | 14/07/2009, 5:51 pm
  6. Fernando-ric,
    Acho q a USF1 deve querer o brasileiro pra 2010. Ele deve ficar por mais duas temporadas.

    Agora, vejam só, o Brawn esnobou um monte de patrocinadores esperando q um Santander ou uma Vodafone da vida o procurasse pra fechar um grande negócio.
    Mas, agora, a batata da equipe dele começou a assar e em fogo bem alto. Como são as coisas, não?
    Ano q vem a ajuda dos japoneses acaba e se ele perder os dois campeonatos(Alguém dúvida q isso seja possível?)…sei não, heim?
    O negócio é q a grana mais uma vez começou a falar mais alto e os erros na concepção dos carros cometidos pelos engenheiros das últimas 3 campeãs do mundo começam a ser mitigados por um grande desenvolvimento a custa de muito dinheiro.
    Isso vai pulverizar os pódios entre muitas equipes até o final do campeonato e se continuarem chegando em 5º e 6º podem esquecer os canecos.
    Aguardemos o calor de Budapeste pra ver em q posição a Brawn realmente está em relação a RBR.
    Pra ser honesto, o Brawn tem q chamar o Rubens e mostar a ele a tabela de pontos dos dois mundiais e falar na lata:
    – Se quisermos ganhar os dois campeonatos e sobreviver para o próximo ano temos q antecipar a escolha do piloto nr.1 da equipe. Olhe pra tabela de pontos e pense nas duas últimas dobradinhas da RBR e me diga quem vc escolheria para ser o nr. 1, Rubens? Vc sabe q nunca privilegiamos o Button, mas a partir de agora terá q ser assim, ok? Pois bem… tem q ser assim, ou vamos nos ferrar. Enfim, vc topa ou não? Se sua reposta for não, n me resta alternativas a n ser colocar outro em seu lugar q tope.

    Aí fica na mão dele escolher. O q falta é um pouco de transparência. Só isso.

    Publicado por Leandro Magno | 14/07/2009, 8:02 pm
  7. Becker, algum comentario sobre o dia de Fabio Seixas do Galvao Bueno? Foi no minimo hilario :)

    Publicado por filho do vento | 14/07/2009, 8:47 pm
  8. Discordo de qualquer um que tire a razão de Rubens nesse caso. O que ele disse foi bem claro: “Fiz o que tinha de ser feito, e o que a equipe mostrou hoje foi um show de como se deve perder uma corrida.” Onde está a mentira ou o exagero no que ele falou? A equipe errou de forma grosseira ao manter a estratégia de três paradas, quando poderia tê-la modificado para duas a partir do momento em que Webber recebeu a punição.

    O problema é que as pessoas não estão acostumadas a uma atitude como essa. Coulthard questionou o porquê de ele ter falado dessa maneira. A resposta é simples: ele estava puto com o que a equipe tinha feito, quando tinha quase tudo garantido para terminar no pódio, já que vencer seria impossível, com Mark Webber voando na pista.

    Rubens errou e muito ao dar declarações precipitadas em seus tempos de Ferrari, mas nesse caso não tiro a razão dele. Ele pode até se prejudicar com isso mais pra frente, mas continuará tendo razão se situações como essa começarem a se repetir até o final do campeonato.

    Publicado por Alexandre Carvalho | 14/07/2009, 11:39 pm
  9. A impressão que dá é que Rubinho não tem mais chances de continuar na Brawn e por isso joga toda a culpa na equipe, o que não é novidade.
    Essa declaração complica seu futuro na F1 (que seria basicamente para ajudar a desenvolver carros, na minha opinião).

    Um outra possível visão dadeclaração de Frank Williams: intenção de desvalorizar um produto para pagar um preço menor. Mas não acho que ele se submeteria a esse tipo de críticas…

    Publicado por KBK | 15/07/2009, 12:10 am
  10. Na boa, achei bom a bronca do Rubens!!!

    Caramba, deve-se esperar por telemetria mesmo após o que ocorreu na Espanha? O Ross não é bobo e sabe o valor que tem o Barrichello no acerto do bólido, contudo, se o efeito colateral é ter quer aguentar a língua do Barrica, não sei por quanto tempo a Brawn está disposta a isso!

    Mas, sinceramente, depois dos anos de Ferrari e da palhaçada da Áustria 2002, o Rubens tem que impor respeito, até para não voltar, com maior força, a ser motivo de piada no Brasil!

    Provavelmente, eu faria a mesma coisa!

    Publicado por Desmond | 15/07/2009, 5:05 am
  11. Comentário de Inglês só fala bem de inglês. Sempre foi e sempre será assim. Coulthard então devia estar calado face ao desperdício que foi sua carreira na F1 com as oportunidades que teve.

    Publicado por Ernesto Sousa | 15/07/2009, 8:03 am
  12. Concordo com vc Ernesto.

    Também rola um certo ufanismo lá pelas terras da Rainha.
    Até o nosso amigo Becken, que é um lorde inglês tupiniquin, as vezes é meio ufanista pela sua querida equipe prateada. E quer saber, é perfeitamente normal. Eu, sou admirador da Ferrari, e me pego torcendo mais pro Felipe que para o Kimi.
    Embora eu goste mais do estilo de pilotagem do Kimi. Vai entender coração de torcedor.
    Mas o que diferencia os comentaristas da Tv de lá, para os nossos de cá, é justamente o fato de os nossos comentaristas pregarem que os nossos gramados sempre ser mais verdes. Isto às vezes irrita.

    E outra coisa, o Barrica fala muita M…, e se nós aqui, que não convivemos com ele, e de vez em quando vemos esses “lampejos” dele na imprensa, já ficamos de saco-cheio, imagina só os caras que convivem o dia todo com “essa mala”.

    Ffigueiredo

    Publicado por Ffigueiredo | 15/07/2009, 9:33 am
  13. Rubinho se deixou caracterizar por ser um “experiente acertador de carros”. Assim jamais vai conseguir algo na F1. Nunca lutou para ser um piloto sério, que passasse a imagem de um cara que respira automobilismo. Pelo contrário, se “glamuralizou” no cockpit de uma equipe Ferrari, ensaiou comemorações ridículas nos pódios, daquelas que dão vergonha alheia. Transformou-se num… bobão, infelizmente.

    Excelente funcionário da equipe Ferrari, aguçou novamente em Ross os bons préstimos que prestou no time rosso. Some-se a isso a sua fraca imagem como piloto. Dá pra olhar para Rubens e dizer: “Nossa, aí vai um cara f… da F1!”?

    Então torna-se uma fórmula básica para as equipes, até porque ele consente (ou é muito burr… ou inocente), ter um cara bom para ajudar a desenvolver o equipamento, enquanto do outro lado do box fica o pilotão que exerce a figura de matador, recebe os holofotes, ganha corridas, não quebra carros.

    Seria como uma dupla de ataque no futebol. O atacante de área é Button, camisa 9, assim como foi Schumi. O outro é Rubinho, com a 7, tem que voltar um pouco pra marcar, servir com passes o centro-avante e por aí vai. O mercado da F1 reservou Rubinho a isso, e com “méritos” em sua grande parte, dele mesmo.

    É essa a essência dos times do técnico Brawn, e Rubinho o conhece mais do que ninguém. Por isso seu brado atual não nos cai bem. Dá a impressão que ele está forçando demonstrar que não é a mesma situação Ferrari de antigamente, mas é.

    E é, por que as circunstâncias acabaram por assim direcionar. A tabela de classificação, o ótimo aproveitmeno de Jenson nas primeiras provas. O fato de que a equipe precisa lutar para que a meia-noite não chegue e seus carros virem duas lindas abóboras (caso percam o mundial de construtores/pilotos).

    Realmente, como muito bem disse o Leandro Magno, falta mesmo uma maior transparência da BGP, assim como falta também, transparência de Rubens com a sua torcida, e sobretudo com ele mesmo.

    Abraço.

    Publicado por Iomau | 15/07/2009, 10:36 am
  14. É,

    Novamente o Barrichello joga para a torcida. O pior de tudo isso é que muitos engolem sua ladainha.

    Foi prejudicado em detrimento de Button? Foi, mas, e daí.

    Todos sabem que se dependesse só de Rubens a Brawn nunca iria ganhar campeonato algum, ele não tem senso de equipe e é um traíra de mão cheia (sempre cuspindo no prato que come).

    Coulthard e Jordan estão certos, se fosse um profissional sério, ele ao menos teria de se reunir com a equipe e ouvir as explicações antes de ficar dando seus ataques, como é uma criança de 37 anos, mimada e pirraçenta, prefere dar uma de bravinho para a imprensa mundial. Com isso desrespeita o time que impediu sua aposentadoria e o tirou do limbo em detrimento de Bruno Senna e Lucas Di Grassi. E olhe que ele não desrespeita só Ross Brawn, mas todos os integrantes (mecânicos, engenheiros e outros funcionários).

    Além disso, até parece que ele não sabia que as coisas se dariam dessa maneira. Cá prá nós, o cara correu 6 anos sob a chefia de Ross Brawn e até hoje não sabe seus métodos? É muita inocência, para não dizer ignorância, achar que ele algum dia seria primeiro piloto de uma equipe dirigida por Ross Brawn.

    Ademais, a verdade é que Rubens não tem e nunca teve competência para liderar nenhuma equipe, é um piloto obediente e submisso, mas comum, que tem alguma habilidade para fazer o ajuste fino nos carros (também, com quase 300 GPs, quem não teria?), mas não é vencedor, nunca foi e nunca será.

    Dizem que é azarado, mas a verdade é que essa palavra é usada para mascarar sua incompetência.

    Barrichello nunca, eu disse, nunca sequer liderou um campeonato de F1, e, apesar de ser vice-campeão por 2 vezes, nunca disputou um título.

    Uma breve olhada em sua carreira comprova, de forma incontestável, a tese de que se trata de um piloto sem brilho (mais um no grid), afinal, nesses GPs todos, ele só teve 3 lampejos de genialidade: Hockenhein 2000, Silvertone 2003 e Japão 2003 (1,08% do total de corridas). Levando em consideração que durante 6 anos (agora 7, ou seja, aproximadamente 112 GPs) ele teve o melhor carro do grid, sua produtividade é muito baixa.

    Além disso, humildade nunca foi um dos fortes de Barrichello, que é mestre em acusar os outros por seus fracassos.

    Não conseguindo se impor como piloto acima da média, prefere colocar a culpa dos seus fracassos em cima de outros fatores que não sua mediana pilotagem.

    Já disse e repito, Piquet definiu bem qual é o perfil de Rubens: Até bom em uma volta lançada (e olhe que não foi pole esse ano), mas com ritmo de corrida muito aquém dos pilotos de ponta (é só conferir no inforace).

    Em síntese, esse ataque de histeria na frente da câmeras de TV foi mais uma lamentável exposição de nosso eterno segundão, mais uma prova de que ele não vai acrescentar nada para sua carreira a não ser vexames, mais uma prova de que está lá ocupando um lugar que poderia ser de uma jovem promessa.

    Se Barrichello fosse um homem de caráter, que honrasse as calças que veste, não ficaria dando piti na frente de milhões de pessoas e colocando a Brawn e seus funcionários em situação constrangedora, pediria seu boné e saía da equipe, afinal, foi isso que ele prometeu após o GP da espanha deste ano.

    Se ele continua na Brawn, ganhando seu enorme salário, que cale essa matraca e pare de dar vexame!!! Barrichello, faça um favor a você mesmo e aos amantes de F1, aposente!!!

    Publicado por Cassius Clay Regazzoni | 15/07/2009, 12:49 pm
  15. Cassius… telepatia?

    Publicado por Iomau | 15/07/2009, 1:54 pm
  16. É isso aí Iomau…

    Publicado por Cassius Clay Regazzoni | 15/07/2009, 4:45 pm
  17. Cassius ->

    Meus parabens por tudo que escreveu….

    Publicado por claudio cardoso | 15/07/2009, 5:03 pm
  18. Na boa? Estava lendo os comentários ingênuos do RAFAEL, ROB, ALEXANDRE CARVALHO, DESMOND, ERNESTO SOUSA e FFIGUEIREDO, e estava com uma coçeira imensa de escrever a verdade sobre esse sortudo semi-piloto chamado Barrichello.
    Então leio a brilhante dissertação do CASSIUS CLAY REGAZZONI, mostrando que entende (muito) de corridas e não deixou nada, nadinha para o meu comentário, a não ser fazer minhas as suas claras palavras, parabéns!
    Amigos, vamos deixar o ufanismo para idiotas (ou espertalhões) como Galvão Bueno, e olhar as coisas como realmente são. Defendam quem mereça e esteja realmente sendo injustiçado, e não bobalhões perdedores como o Rubens, que teve a sorte, na maior parte da sua carreira, de ter os melhores carros, mas nunca conseguiu mostrar resultados à altura dos seus times. Acordem “Alices”!

    Publicado por Carlão | 16/07/2009, 7:18 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: