//
você está lendo...
ARTIGOS

Mais um vídeo com a simulação do novo Circuito de Abu Dhabi

Abu Dhabi recepcionará a prova de encerramento dessa temporada e a expectativa começa a crescer em torno do evento. A maravilhosa simulação em 3D abaixo oferece uma interessante viagem aérea pelo circuito e através do complexo que circunda a pista.

É bem provável que o evento não repita a mesma atmosfera aqui no Brasil — principalmente o calor e o entusiasmo da nossa torcida — mas as imagens serão realmente de tirar o fôlego.

O vídeo em 3D:

Anúncios

Discussão

20 comentários sobre “Mais um vídeo com a simulação do novo Circuito de Abu Dhabi

  1. Becken,
    Muita pompa, muito bonito. Mas parece-me que teremos novas filas indianas. O que vc acha?
    Abs.

    Publicado por A. Coyote | 21/07/2009, 11:15 am
  2. Muita pompa, muito bonito. Mas parece-me que teremos novas filas indianas. O que vc acha?

    Absolutamente de acordo, Anselmo.

    Pode até ser culpa da animação, mas me pareceu um pouco estreita e muito plana a pista. Como é um projeto de Hermann Tillke, é provável que não seja tão estreita assim, mas pelo que vimos nesse ano, nem a prova na Turquia foi pródiga em ultrapassagens.

    Aliás, ultrapassagens é um problema crônico na F1, algo com o qual devemos nos conformar definitivamente depois desse fracasso com a nova aerodinâmica.

    Aliás, sempre culpamos os carros, as pistas, o Herman Tilke, o Max Mosley, mas acho que é hora de olharmos para outra coisa em busca da solução: talvez mirar os pilotos e nos convencer de que é só a coragem mesmo de pilotos como Lewis Hamilton e Fernando Alonso o que produz ultrapassagens…

    Publicado por Becken Lima | 21/07/2009, 11:59 am
  3. Oi Becken, acho que os culpados nem sao os pilotos.

    eu credito dois culpados.

    1o sistema de pontuaçao que nao favorece quem vence, e nem quem chega na frente. Tinhamos de ter pontuacoes tipo com intervalos maiores de pontuacao tipo 1o com 40 pontos 2o com 30 3o com 25 e por ai vai

    ai sim teriamos nego brigando ate a morte para ultrapassar alguem.

    2a coisa

    Punicoes; Hoje é quase proibido ultrapassar na formula 1, se o cara tocar no outro é punicao.

    Para que alguem vai arriscar assim e para no fim ganhar 1 ponto a mais que ooutro ??

    Acho que a historia do politicamente correto é que esta matando a formula 1, ultrapassarum carro com desenpenho parecido com certeza implica em risco e arrojo, mas hoje se o cara forçar uma ultrapssagem e ja esfregar o outro de leve ja vai tomar stop and go.

    Publicado por claudio cardoso | 21/07/2009, 1:31 pm
  4. Acho que a historia do politicamente correto é que esta matando a formula 1, ultrapassarum carro com desenpenho parecido com certeza implica em risco e arrojo, mas hoje se o cara forçar uma ultrapssagem e ja esfregar o outro de leve ja vai tomar stop and go.

    Concordo…

    Publicado por Becken Lima | 21/07/2009, 1:35 pm
  5. “…talvez mirar os pilotos e nos convencer de que é só a coragem mesmo de pilotos como Lewis
    Hamilton e Fernando Alonso o que produz ultrapassagens…”.

    Perfeito mas, incompleto.
    O “pega” Nelsinho x Hamilton na Turquia nos proporcionou os melhores momentos da F1 nesta temporada. Aquela briga por nada, lá no fundão do grid, foi sensacional. É na esperança de ver lances assim que passo duas horas em frente a TV. Fiquei imaginando os dois com carros bons, brigando no pelotão da frente. Que maravilha!

    Só complementando, a coisa está tão ridícula que o Hamilton foi advertido pela equipe por comemorar fazendo” zerinhos”. Durma com um barulho desses (não o barulho dos zerinhos).

    Abs.

    Abs.

    Publicado por A. Coyote | 21/07/2009, 5:58 pm
  6. Coyote.

    Mas a briga dos dois, foi justamente por nao valer nada, caso acontecesse uma punicao iriam perder nada.

    duvido muito que se estivessem disputando campeonato as equipes iriam permitir aquilo.

    Publicado por claudio cardoso | 21/07/2009, 6:35 pm
  7. É a triste verdade, Cláudio.

    Publicado por A. Coyote | 21/07/2009, 6:38 pm
  8. Acho q o problema de falta de ultrapassagens está na “potência” dos freios. Fica muito fácil a defesa de posição deixando pra frear praticamente dentro da curva.
    Além disso, deveria valer pontos todas as 19 posições(claro, se exclui a última posição) .
    Interessante q, agora q a Fota é quem dá as cartas, n se tem falado no sistema
    12, 9, 7, 5, 4, 3, 2, 1 proposto antes do Bernie assistir às olimpíadas e se empolgar com aquele sistema ridículo de medalhas(quem deve estar triste agora por ele n ter emplacado deve ser o Button, afinal veremos vários ganhadores diferentes da Alemanha até o final do campeonato).
    Dubai, ao contrário do se imaginava até Silverstone, deve decidir o campeonato e pelo visto o campeonato será decidido num sábado.
    A corrida do próximo domingo q será sob sol, é a chance q a RedBull de mostrar q está melhor q a Brawn mesmo sob calor e pista travada. Mas, acho q n será nenhuma das duas q ganhará essa prova…

    Publicado por Leandro Magno | 21/07/2009, 7:19 pm
  9. Becken,

    Vc nao acha que se tivessemos a possibilidade de descartes dos 3 ou 5 piores resultados os pilotos nao arriscariam e as equipes tambem um pouco mais ?

    Nao parei para fazer contas nem nada mas se mudassem a pontuacao dessem pontos ao pole position (o mais rapido sem gasolina , nao essa palhacada do Q3) e volta mais rapida talvez as disputas seriam melhor.

    Concordo com o pessoal que o sistema de pontos e a falta de personalidade da categoria, pilotos e equipes fazem o espetaculo muito pobre…. a F1 se diz tao moderna mas nao se moderniza em nada para se aproximar ao seu publico e promover esse espetaculo de uma forma mais proxima a seus fans.

    Hoje por exemplo vi uma foto do Nicky Lauda sentado em um Copersucar, me lembro de ter visto treinos do Emerson em Interlagos con o Copersucar prata onde eu garoto, podia ver meu idolo de uma forma mais descompromissada e nem por isso deixava de achar o Emerson um super heroi…naos sei se estou sendo claro mas tudo que a pseudomodernidade da F1 atual tras eh o distanciamento do espetaculo e a mesmisse de algo chato e sem sal.

    Por acaso alguem de vcs tem gostado dessa temporada de F1 ou tem algum momento especial na cabeca ate agora do que tem passado ?

    Ou se alguem te fala de F1 2009 soh se lembre de Mosley, Corte de Gastos, Crise e Briga FIA x Fota ?

    Um abraco,

    Fernando

    Publicado por Fernando Piccione | 21/07/2009, 7:20 pm
  10. Fernando – Eu acho que os descartes confundiriam ainda mais a cabeça dos torcedores, os “average José”, por isso talves tenham sido “descartados” anos atrás…

    Algo que esquecemos é que a Formula 1 nunca foi esse “mar” de ultrapassagens. Ultrapassagens sempre foi algo dificíl e duro de se conseguir na categoria e a gente tende romantizar isso um pouco, IMHO…

    Por acaso alguem de vcs tem gostado dessa temporada de F1 ou tem algum momento especial na cabeca ate agora do que tem passado ?

    Eu até acho que há alguns bons momentos com ultrapassagens nessa temporada que me deixaram de cabelo em pé:

    1º) O duelo entre Mark Webber e Alonso na Espanha

    2º) O duelo entre Alonso e Hamilton an Inglaterra

    3º) O duelo entre Webber e Hamilton na Malásia

    4º) a dupla ultrapassagem do Fisichella no Alonso e no Heidfeld (eu acho

    Essas brigas — nenhuma delas pela liderança — foram para mim o supra sumo até aqui (deve haver mais mas eu agora não me recordo…)

    Agora vc tem total razão quando relembra que essa briga política ofuscou uma temporada que poderia ser maravilhosa, com um novo campeão, novas equipes vencendo corridas e novos pilotos no podium…

    Publicado por Becken Lima | 21/07/2009, 7:43 pm
  11. A pista em si me lembra Jacarepaguá, plana, lisa e estreita…

    Publicado por Luiz Carlos Silva | 21/07/2009, 8:42 pm
  12. Becken, Becken….rsrs.

    “1º) O duelo entre Mark Webber e Alonso na Espanha

    2º) O duelo entre Alonso e Hamilton an Inglaterra

    3º) O duelo entre Webber e Hamilton na Malásia

    4º) a dupla ultrapassagem do Fisichella no Alonso e no Heidfeld … (deve haver mais mas eu agora não me recordo…)”.

    E a briga Piquet x Hamilton na Turquia? Vc não recorda só porque o pimpolho ganhou no final? Memória pra lá de seletiva… rs.

    Meu caro Becken, se o Hamilton não fosse tão aguerrido e arrojado aquela sequência de lances não teria acontecido. Então, mesmo tendo perdido essa, ele foi fundamental.

    Grande abraço.

    Publicado por A. Coyote | 22/07/2009, 7:58 am
  13. O negócio é proibir aerofólios.

    Publicado por fernando-ric | 22/07/2009, 8:28 am
  14. Concordo que nao tinham a quantidade imensa de ultrapassagens, mas viamos antigamento os pilotos tentando o tempo todo. Hoje nao tem mais isso.

    As ultrapassagens sao no boxe, ou entao o cara é muito mais rapido que o outro e passa na reta, nao temos mais aquelas brigas no miolo, apesar que tivemos Piquezinho x Hamilton mas que eu continuo creditando isso ao fato de nao valer nada e ninguem estar preocupado se iria ser punido ou nao.

    Publicado por Claudio CArdoso | 22/07/2009, 8:53 am
  15. @ 1:34

    Aquilo é a saída dos boxes? Se for, é lindo… Mas é só isso o que esse circuito tem mesmo: belas construções.

    Uma legítima “Mickey Mouse track”, que com certeza não será tão estreira quanto no vídeo, mas é “brochante”. Totalmente plana, travada, varias curvas de 90°. Totalmente sem graça.

    Sobre as ultrapassagens, é um pouco de tudo:

    -As pistas não ajudam
    -Os carros não ajudam
    -Os pilotos não ajudam
    -O sistema de pontuação não ajuda
    -Nossa mentalidade não ajuda

    Se formos para para pensar, pistas com curvas de alta não ajudam nas ultrapassagens, devido à alta carga aerodinâmica que seria objetivada no setup dos carros. Pistas de baixa também não ajudam, pois os carros freiam tarde demais, quase dentro da curva.

    Os carros, como disse acima, freiam forte demais, além de ajudas como o anti-lock, mas não sei até que ponto diminuir a potência dos freios e tirar ajudas como o anti-lock afetariam a segurança dos pilotos. Mesmo que não afete, seria usado como desculpa para não mudar nada nessa área. Eu também não acho que foi um “fracasso” o trabalho do OWG. Talvez tenha sido impressão minha, mas vocês se lembram como os carros contornavam as curvas de Albert Park quase parando? Nem parecia Fórmula 1. Agora, por meio de upgrades requintados no pacote aerodinâmico dos carros, eles estão começando a ficar cada vez mais e mais rapidos em curvas, dificultando ultrapassagens. O erro mesmo do OWG foi o jeito que eles encontraram para mudar as coisas. Ouvi uma entrevista de um aerodinamicista americano, onde ele dizia que era um erro limitar o tamanho do difusor e aumentar a asa dianteira, pois o difusor gerava menos turbulência que as asas, o que deixaria que os carros andassem mais próximos, e fornecia tanto grip aerodinâmico quanto as asas podem fornecer. Mas isso é uma área que eu não entendo… só estou reproduzindo o que eu li.

    Os pilotos realmente não ajudam. Não têm interesse em ultrapassar. Têm medo de bater ou levar uma punição e perder os pontos que têm garantido, mas outra questão é até que ponto o infeliz da frente dificulta a ultrapassagem. Todos nós sabemos como é difícil ultrapassar gente tipo o Trulli, o Fisichella, o Webber… Prefiro não culpar certos pilotos e endeusar as habilidades de ultrapassagem de outros, apesar de tais diferenças se tornarem claras nas corridas (tá lendo aí Vettel?). A fatores que impedem ultrapassagens, e mesmo gente como Hamilton e Alonso (dois pilotos que eu, pessoalmente, não tenho simpatia) encontram-se trancados as vezes.

    O sistema de pontuação também é uma legítima merda, que não estimula em nada a “ambição” dos pilotos, mas também acho que não precisamos de exageiros como o Claúdio Cardoso sugeriu. Isso favorece tanto o primeiro colocado que chega a ser pior que a idéia das medalhas. Eu sugeriria 20 pontos para o primeiro, 15 para o segundo, 12 para o terceiro, 8, 6, 4, 2, 1.

    E nossa mentalidade não ajuda porque temos a idéia de que a Fórmula 1 antigamente tinha mais ultrapassagens que a NASCAR, e queremos a todo custo que os carros da F1 ultrapassem uns aos outros constantemente. Ultrapassagens não devem ser fáceis. Caso fosse, seria como na NASCAR: algo banal e sem graça.

    Esse é o meu ponto. Abraço a todos!

    Publicado por Guilherme Teixeira | 22/07/2009, 9:54 am
  16. Enfim, o que poderia ser feito para mudar esta situação?

    -O primeiro passo é mudar os carros, mas desta vez de uma forma efetiva, diminuindo a potencia dos freios e rever a questão do tamanho das asas/difusor. Mas isso também deve ser acompanhado por uma mudança nas pistas, algo meio distante de acontecer, infelizmente…

    Mudar este maldito sistema de pontos, estimulando mais brigas, também é fundamental, além de parar de punir pilotos que estejam brigando pelo título ao sinal de qualquer toque. Até eu teria medo de ultrapassar assim.

    Sobre a nossa mentalidade (peço perdão por generalizar, eu sei que a maioria aqui, senão todos, não pensa assim), temos que parar de ver ultrapassagens como algo comum e corriqueiro. Não que isso vá realmente fazer alguma diferença pros pilotos, mas talvez assim certas pessoas iriam parar de criticar a Fórmula 1 por não ter ultrapassagens a cada volta.

    E ah, me desculpem pelo post quilométrico… ficou tão grande que eu poderia ter escrito ele no meu blog…

    Abraço!

    Publicado por Guilherme Teixeira | 22/07/2009, 10:07 am
  17. E nossa mentalidade não ajuda porque temos a idéia de que a Fórmula 1 antigamente tinha mais ultrapassagens que a NASCAR, e queremos a todo custo que os carros da F1 ultrapassem uns aos outros constantemente. Ultrapassagens não devem ser fáceis. Caso fosse, seria como na NASCAR: algo banal e sem graça.

    Eu concordo Guilherme e isso foi tema de um interessante debate entre entre Peter Windsor, comentarista de F1 e Darrel Waltrip, comentarista da NASCAR:

    No fundo, poucas ultrapassagens é tão ruin quanto muitas e por isso nós tendemos a eternizar momentos maravilhosos, como a ultrapassagem do Hamilton no Kimi e Monza em 2007 ou a do Alonso no Massa em Nurburgrig em 2007 ou a do Piquetzinho no Lewis na Turquia. Ultrapassar deve ser difícil (mas não impossível), por isso deve ser valorizado…

    Publicado por Becken Lima | 22/07/2009, 10:08 am
  18. Bravo, Guilherme. Bravo.

    Quanto ao muro na saída dos boxes, achei um pouco preocupante o risco do piloto q sai do pitlane ser “solto” na pista de forma cega e podendo, mesmo estando dentro da linha branca, se enfiar na frente de quem estiver disputando posições por ali. Claro, me baseando apenas na simulação. Imagino q n deve ser exatamente daquele jeito.
    Quanto as mudanças, o grande problema é q n se quer mais fazer mudanças radicais no regulamento pois isso é sinônimo de gastos. Contudo, todas q vc citou são interessantíssimas. Acrescentaria o sistema de descartes dos dois piores resultados, e pontos pra todo mundo – pra estimular as ultrapassagens lá atrás. Porém, como citado pelo Becken, o problema é o espectador médio.
    Mas, covenhamos, alguém q n entenda a regra do impedimento do futebol n deixa de assistir aos jogos só por causa disso, concorda?. rs
    Becken, sugestão de post para as férias até o GP da Europa: quais as regras o leitor do blog alteraria na F1?

    Publicado por Leandro Magno | 22/07/2009, 10:36 am
  19. Becken, sugestão de post para as férias até o GP da Europa: quais as regras o leitor do blog alteraria na F1?

    Ótima sugestão, Leandro :)

    Publicado por Becken Lima | 22/07/2009, 11:04 am
  20. Isso se assemelha à proposta da Alianora la Canta, com o Rainbow Ruleset. A diferença é que ela não altera o regulamento… ela está criando outro mesmo, desde o início :P
    Mas é uma ótima idéia mesmo.

    http://alianoralacanta.wik.is/Rainbow_Ruleset

    Leandro, bem lembrado sobre as mudanças de regulamento e interesse financeiro. Mas aposto que algumas equipes também lutam por estabilidade técnica para não ter que passar vexame, como as três grandes do ano passado.

    Sobre pontos para todos, não é algo que eu gostaria de ver. Ia ser do mesmo jeito que ultrapassagens em excesso (sem graça). Perderíamos a vontade de torcer pelos primeiros pontos da Force India ;)
    Mas sem brincadeiras, eu acho um pouco “radical” demais isso. Além de não garantir as ultrapassagens no fundo do grid, desestimularia as ultrapassagens no meio do pelotão, entre o 9º e o 12º. Fora a quantidade abrupta de pontos que deveria ser dado aos primeiros pilotos. Estragaria qualquer comparação estatística entre a pontuação dos pilotos (não que isso fosse importante, mas como eu sou louco por dados e estatísticas, eu ficaria bem chateado com isso)

    Off-topic: Becken, que tal adicionar Schumacher vs Kimi no GP do Brasil de 2006 nessa sua listinha de “momentos maravilhosos eternizados”? xD

    Publicado por Guilherme Teixeira | 22/07/2009, 1:05 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: