//
você está lendo...
ARTIGOS

Pilotos mandam mensagem para Massa

O vídeo acima já vem circulando em blogs e sites nos últimos dias, mas essa versão, postada no canal da Ferrari no youtube, é sem dúvida a melhor.

Pontos interessantes no vídeo da Sky: a mensagem mais articulada é a de Hamilton; Nico Rosberg prova a sua habilidade linguística (ele fala, alemão e inglês com fluência e um pouco de finlandês) e manda a mensagem em italiano, língua que vem estudando já faz algum tempo. O seu companheiro, Kazuki Nakajima, junto com Sebastien Buemi, têm os dois um inglês sofrível.

O italiano, aliás, é definitivamente a segunda língua do automobilismo. Nada menos que cinco pilotos mandam as suas mensagens na língua de Dante: Kubica, Alonso, Rosberg e, obviamente, os dois italianíssimos Trulli e Fisichella.

No final, a mensagem é comovente e prova o carisma de Felipe em todo o paddock, algo raro em tempos de competitividade exacerbada e irracional.

Discussão

10 comentários sobre “Pilotos mandam mensagem para Massa

  1. Acho que todos os pilotos foram sinceros, uns mais atenciosos, outros falando no piloto automático mas deu pra sentir a sinceridade e o carinho de todos com o brasileiro.
    Também achei Hamilton o mais articulado, mas Webber falou muito bem.
    Apesar de não ter um inglês de encher os ouvidos, achei bastante claro o que Buemi falou, até porque foi o basicão desse tipo de mensagem. Agora se alguém conseguir traduzir o que o Naka disse ficarei grato pois só peguei algo “I really hope you recover soon”.

    Publicado por Carlos T. | 30/07/2009, 11:10 am
  2. por que tem que criar até num vídeo legal desses uma espécie de competição entre os pilotos? por favor…

    Publicado por andre | 30/07/2009, 1:27 pm
  3. Eu entendi algo desse tipo: ‘Então! Olá, Felipe. Ahh! É realmente muito bom te ver aí. Yeah! Foi… yeah! um acidente terrível. Mas pelo menos você ainda está aí. Então…yeah! Eu realmente espero que você fique bem logo. E espero te ver logo numa pista de corrida.’

    As últimas palavras foi por dedução e lógica. kkkkk

    Publicado por Larissa Oliveira | 30/07/2009, 1:47 pm
  4. por que tem que criar até num vídeo legal desses uma espécie de competição entre os pilotos?

    Qual competição?

    Publicado por Becken Lima | 30/07/2009, 2:05 pm
  5. Valeu Larissa!heheheh, quando eu fazia ensino médio veio uma vez um coreano por intercâmbio estudar na minha sala e ele tinha um inglês bastante peculiar, como o do Nakajima. Era hilário!

    Publicado por Carlos T. | 30/07/2009, 9:53 pm
  6. A mensagem de Hamilton é sem dúvida – para quem estuda comportamento humano- a mais sincera e sentida. Sinal que ele está amadurecendo muito esse ano sobre todos os aspectos.
    Atenção que me refiro ao momento captado, sem fazer avaliação de sentimento alheio. Ou seja, a sua mensagem consegue transmitir televisamente algo de forte, ponderado, com conforto e carinho e, é dos poucos, o melhor que parece ter parado no seu próprio tempo para dar tempo a outro.

    Publicado por Ernesto Sousa | 31/07/2009, 9:06 am
  7. O inglês de Nakajima e Buemi está longe de ser sofrível e deve ser melhor do que o de muita gente aqui. Dá para entender ambos perfeitamente. A diferença é que ambos falam com sotaques, o que não é demérito algum.

    Experimentem ouvir Ayrton Senna, Emerson Fittipaldi e Nelson Piquet (o pai) falando inglês e aí, sim, vocês saberão o que é um inglês sofrível de verdade.

    Sofrível ou não, o que importa é a intenção de passar uma mensagem positiva ao Felipe, desejando-lhe uma rápida recuperação. Nesse ponto, concordo com o André que estão querendo transformar uma boa ação em uma competição ridícula e desnecessária sobre quem foi mais sincero ou não. Façam-me o favor!

    Publicado por Alexandre Carvalho | 01/08/2009, 1:25 am
  8. Nesse ponto, concordo com o André que estão querendo transformar uma boa ação em uma competição ridícula e desnecessária sobre quem foi mais sincero ou não. Façam-me o favor!

    Não há menor intenção de se fazer uma competição entre os pilotos, mas sim atentar para como eles falam o inglês, a língua universal na Formula 1. Nenhuma das pessoas que comentou acima observa isso, todas tocam no tema do inglês…

    Ou vc não leu que ao fim do post que eu digo que “a mensagem é comovente e prova o carisma de Felipe em todo o paddock, algo raro em tempos de competitividade exacerbada e irracional”?

    Curioso que quando eu publique um post sobre o garoto Liam Fairhurst, um bravo fã da McLaren que morreu de câncer, você não me pareceu tão sentimental, no fundo demostrou total indiferença. Se não se recorda, dá um pulinho lá no post:

    https://f1around.wordpress.com/2009/07/01/uma-lagrima-por-liam/

    Ou será que eu li nas entrelinhas equivocadamente a sua indiferença com o Liam? Ou será que vc quer tulmutuar o ambiente como eu venho notando nos seus últimos comentários por aqui?

    Sinceramente, eu achava que vc era um sujeito bacana…

    Publicado por Becken Lima | 01/08/2009, 8:38 am
  9. “Nenhuma das pessoas que comentou acima observa isso, todas tocam no tema do inglês.”

    O André atentou para isso.

    Quanto ao Liam, não foi indiferença alguma. Eu disse apenas que o assunto em si, no meio de tantas outras notícias relacionadas à Fórmula-1, não me chamaria a atenção, uma vez que eu nunca tinha ouvido falar no Liam, e tenho certeza de que boa parte das pessoas aqui no Brasil também não. Além disso, pessoas morrem de câncer todos os dias, da mesma forma que fãs da Fórmula-1 também devem morrer diariamente, em qualquer parte do mundo, o que por si só transforma o tema “Liam” em uma notícia comum, especial apenas para aqueles que o conheceram, como o próprio staff da McLaren.

    Quanto à competição, foi essa a impressão que ficou, tanto que não fui o único a relatar isso aqui. Como eu disse antes, tanto faz se um fala o inglês bem ou não, ou se fulano é mais articulado do que o outro. Isso é o que menos importa nessas horas.

    Sobre tumultuar o ambiente, aí é uma interpretação sua, Becken. E equivocada, devo dizer. Ou será que só se pode comentar aqui se for sempre para concordar com tudo o que for publicado e com o que as outras pessoas comentam? Em vários posts, aliás, eu prefiro nem comentar quando vejo que o debate está perto de se transformar em uma conversa de botequim. De forma alguma você ou qualquer um aqui são obrigados a concordar com as minhas opiniões.

    Inté!

    Publicado por Alexandre Carvalho | 01/08/2009, 10:08 am
  10. Meu inglês é bem básico também. E achei o Nakajima bem simpático, não foi nenhuma crítica ao seu inglês apenas como o Carlos T achamos a situação engraçada. Bobagem apenas!

    Publicado por Larissa Oliveira | 01/08/2009, 3:09 pm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: