//
você está lendo...
ARTIGOS

Com apoio do Youtube USF1 dá mais um passo para dentro da Formula 1

IMAGEM: JAMD/Reprodução chadhurley(CHAD HURLEY: Interesse na USAF1 ajuda a cristalizar futuro da equipe)

Os céticos duvidaram — e ainda duvidam — que a Formula 1 terá uma equipe com “expertise” e “know-how” americano, mas pouco a pouco Ken Anderson e Peter Windsor, os homens por trás da operação, mostram que são realmente sérios  e estão fundando uma equipe do zero.

O anúncio feito ontem de que Chad Hurley — co-fundador e CEO do Youtube — mergulha de cabeça no projeto, significa algo além de um bem vindo aporte financeiro, mas também a prova definitiva da viabilidade comercial do projeto nos Estados Unidos, meio passo para alinhar um carro na Austrália em 2010.

Quanto ao papel de Hurley, além de investidor o homem será o responsável por um dos principais conceitos formulados por Anderson e Windsor e anunciados desde o início da empreitada: que será transformar em entretenimento as operações por trás de uma equipe de Formula 1, tornado-se assim mais transparente para os fãs nos “States” e no resto do mundo.

Ferrari e McLaren, as duas mais populares equipes da Formula 1, começaram esse ano a usar o Youtube para divulgar seus “briefings” e “debriefings” de corrida — mas com um estilo ainda muito corporativo. Espera-se que a parceria entre Youtube e USF1 leve essa ferramenta de marketing e exposição a outro nível.

Discussão

9 comentários sobre “Com apoio do Youtube USF1 dá mais um passo para dentro da Formula 1

  1. Pra mim o grande barato do Chad entrar na F1 é finalmente fazer um acordo com o Bernie e disponibilizar conteúdo exclusivo da F1 na internet com acesso ilimitado!!!

    Mas é claro que o YouTube teria uma seção (devidamente PAGA) para login e acesso a este conteúdo.

    Mas vou te falar, se houver algo assim, eu pago NA HORA.

    Além, é claro, de vários vídeos onboard, câmeras exclusivas, escolha de câmeras, etc etc etc. O céu seria o limite.

    Eu realmente espero que esse velho chato desse Ecclestone perceba que ele nunca teve uma chance tão clara de entrar na internet botando pra quebrar, ganhando milhõe se milhões e tornando a F1 ainda mais popular!

    Publicado por Daniel Gomes | 20/08/2009, 10:52 am
  2. Pra mim o grande barato do Chad entrar na F1 é finalmente fazer um acordo com o Bernie e disponibilizar conteúdo exclusivo da F1 na internet com acesso ilimitado!!!

    É verdade… O que eu sei é que Bernie e Chad conversaram a respeito em Silvertone. O Youtube tem se mostrado uma plataforma flexível para disponibilizar conteúdo em vídeo online. Eles agoram fornecem vídeos em HD e na campanha do Obama permitiram que usuários pudessem baixar os vídeos gratuitamente.

    O céu realmente seria o limite e eu acho que o Bernie até tem aberto a cabeça para isso, Daniel, o único problema é o conflito com a Vaca Sagrada da Formula 1, a televisão…

    Publicado por Becken Lima | 20/08/2009, 11:07 am
  3. Becken, basta as TVs terem exclusividade de transmissão do conteúdo ao vivo, como acontece hoje.

    O conteúdo add-on seria disponibilizado pelo YouTube, que poderia inclusive disponibilizar uma espécie de Red Button à la BBC, ou seja, vc acompanharia a transmissão ao vivo pela TV, e teria informações exclusivas e replays instantâneos de determinados momentos das corridas pela internet.

    Seria uma bela integração entre TV e internet, no meu entendimento.

    Sonhar não custa nada…

    Outra coisa, na entrevista do Chad, ele disse que conversou com o Ecclestone exclusivamente sobre a USf1, e não sobre o YouTube, o que é uma lástima.

    [i][b]Q: You met with Bernie Ecclestone. He has come down hard on the users of YouTube in the past – were your discussions very constructive with him?[/b]

    CH: We had a productive conversation. We just talked about the opportunities for US F1 and the future of F1 in general. Obviously there have been controversies and they’ve finally ironed out their differences, and it’s great that we can finally move forward. But our conversation just focussed on US F1.[/i]

    Publicado por Daniel Gomes | 20/08/2009, 12:59 pm
  4. “O céu realmente seria o limite e eu acho que o Bernie até tem aberto a cabeça para isso, Daniel, o único problema é o conflito com a Vaca Sagrada da Formula 1, a televisão…”

    Bernie é tão bem sucedido não a toa. Ele está preocupado com um fenômeno que que é a “canibalização de mídias”. Isso está acontecendo com os filmes, os que são consumidos atualmente de forma caótica, com as janelas de lançamento entre cinema, locação, venda direta, internet, tv a cabo , tv aberta etc. se sobrepondo entre si sem um gerenciamento focado na maximização dos lucros. Não vou me estender ao assunto porque não interessa aqui, mas quem acompanha este mercado sabe que a crise e a pirataria cada vez maiores e o futuro agora está nas mãos do Blu-ray porque o DVD depois da bolha está em queda vertiginosa.

    Bernie também receia que algo assim possa ocorrer com a F-1. Tem que se realizar uma estratégia organizada, bem pensada, de fornecer o material na rede, de forma que seja um apoio e não um motivo de evasão dos espectadores da televisão. Vamos acompanhar o que o You Tube pode fazer nesse sentido.

    Publicado por Carlos T. | 20/08/2009, 1:06 pm
  5. Prezados, não se animem muito com esta parceria, pois o financiador da equipe não é o YouTube (comprado pelo Google) mas apenas Chad Hurley, co-fundador e multi-milionário após a venda do site.

    Se houver algum acordo entre Hurley e Ecclestone, o YouTube não será o canal a ser utilizado. E não há qualquer garantias de que seria for free.

    Publicado por Thiago Leopoldo | 20/08/2009, 2:25 pm
  6. Falando em USF1, Robin Miller – que é um dos raros jornalistas americanos que cobrem monopostos – cravou na coluna dele esta semana que a equipe já escolheu seu jovem piloto americano. Desconfio que não é coincidencia que Jonathan Summerton estreou coluna no site do Speed (onde Windsor trabalha) esta semana apesar de correr numa seria (a Atlantic) que o site mal faz cobertura.

    Publicado por Filipe Furtado | 20/08/2009, 3:03 pm
  7. Falando em USF1, Robin Miller – que é um dos raros jornalistas americanos que cobrem monopostos – cravou na coluna dele esta semana que a equipe já escolheu seu jovem piloto americano. Desconfio que não é coincidencia que Jonathan Summerton estreou coluna no site do Speed (onde Windsor trabalha) esta semana apesar de correr numa serie (a Atlantic) que o site mal faz cobertura.

    Publicado por Filipe Furtado | 20/08/2009, 3:03 pm
  8. Falando em USF1, Robin Miller – que é um dos raros jornalistas americanos que cobrem monopostos – cravou na coluna dele esta semana que a equipe já escolheu seu jovem piloto americano.

    Posta o link!

    Publicado por Becken Lima | 20/08/2009, 3:09 pm
  9. Dentro da coluna de resposta de mails dele perguntaram sobre o Marco Andretti e ele respondeu bem direto: “The US F1 team already has picked an American and it’s not Marco”. Vale apontar que ele trabalha na msema emissora que Windsor e tem contato no minimo razoavel com todos os possiveis candidatos a vaga com exceção de Scott Speed. Não acrescenta muito mais indica que o procesa a USF1 deve estar bem adiantado mesmo. O link é este:
    http://auto-racing.speedtv.com/article/indycar-millers-mailbag-for-8-19/

    Publicado por Filipe Furtado | 20/08/2009, 3:26 pm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: