//
você está lendo...
ARTIGOS

A declaração de Nelsinho Piquet à FIA na íntegra

capanelsonsigned

Todos os sites e portais especializados em automobilismo estão publicando a declaração na íntegra de Nelsinho Piquet, em que ele relata os pormenores do plano que levou ao acidente no GP de Cingapura em 2008. A declaração vazou (quem terá sido o responsável…?) inexplicavelmente dos autos da FIA e corre o mundo nesse momento.

Como era de se esperar, Fernando Alonso declarou hoje a Autosport que nada sabia sobre a conspiração arquitetada por Nelsinho, Pat Symonds e Flavio Briatore, o que provavelmente será o suficiente par a FIA livrar a cara de um dos  mais populares e rentáveis pilotos para a categoria.

CLIQUE AQUI para ler o texto extraido de tradução feita no Tazio e também os originais publicados no F1sa.com.

_________________________________________________________________________

Tradução do texto original extraído do site Tazio

Eu, Nelson Ângelo Piquet, nascido em 25 de julho de 1985, em Heidelberg, na Alemanha… direi o seguinte:

1. Salvo prova em contrário, os fatos e declarações contidas neste depoimento são baseadas em fatos e assuntos de meu conhecimento. Creio que tais fatos e declarações contidos neste depoimento são verdadeiros e corretos. Sempre que quaisquer fatos ou declarações não estiverem dentro de meu próprio conhecimento, eles serão verdadeiros ao melhor de meu conhecimento e crença e, se este for o caso, indico a fonte deste conhecimento e desta crença.

2. Faço esta declaração voluntariamente para a FIA, a fim de permitir que a FIA exerça suas funções de supervisão e regulamentação no que diz respeito ao Campeonato Mundial de F-1.

3. Estou ciente de que existe um acordo entre todos os participantes do Campeonato Mundial de F-1 e todos os titulares tem sua Super Licença para assegurar a justiça e a legitimidade do campeonato, e estou ciente de quais graves consequências podem se seguir caso eu forneça à FIA qualquer informação falsa ou enganosa.

4. Entendo que a minha declaração completa foi gravada em fita de áudio e que uma transcrição completa da minha gravação de áudio será disponibilizada para mim e para a FIA. O presente documento constitui um resumo dos principais pontos abordados durante minha declaração verbal.

5. Gostaria de trazer os seguintes fatos ao conhecimento da FIA.

6. Durante o GP de Cingapura de F-1, realizado em 28 de setembro de 2008 e válido pelo Campeonato Mundial de F-1 de 2008, fui convidado pelo Sr. Flavio Briatore, que é tanto meu ‘manager’ quanto diretor da equipe ING Renault F-1 Team, e pelo Sr. Pat Symonds, diretor técnico da mesma equipe, a bater deliberadamente meu carro, a fim de influenciar positivamente o desempenho do ING Renault F-1 Team no evento em questão. Concordei com esta proposta e conduzi meu carro para acertar o muro, provocando um acidente entre as voltas 13 e 14 da corrida.

7. A proposta de provocar deliberadamente um acidente me foi feita pouco antes da corrida, quando fui convocado pelo Sr. Briatore e pelo Sr. Symonds no escritório do Sr. Briatore. O Sr. Symonds, na presença do Sr. Briatore, me perguntou se eu estaria disposto a sacrificar minha corrida pela equipe por um “carro de segurança”. Todo piloto de F-1 sabe que o ‘safety car’ entra na pista quando há um acidente que a bloqueia ou joga detritos, ou quando há um carro parado onde é difícil resgatá-lo, como foi o caso, aqui.

8. No momento desta conversa, eu estava em um estado mental e emocional muito frágil. Este estado de espírito foi provocado pelo estresse intenso devido ao fato de que o Sr. Briatore se recusou a informar-me da existência ou não da renovação de meu contrato de piloto para o próximo ano (2009), como habitualmente ocorre no meio da temporada (por volta de julho ou agosto). Em vez disso, o Sr. Briatore repetidamente pediu-me para assinar uma “opção”, o que significava que eu não estava autorizado a negociar com outras equipes no mesmo período. Ele repetidamente me colocou sob pressão para prolongar a opção que eu tinha assinado, e iria me chamar regularmente em seu escritório para discutir esta renovação, mesmo em dia de corrida _um momento que deveria ser apenas para concentração e relaxamento antes da prova. Este esforço foi acentuado pelo fato de que, durante o GP de Cingapura, eu tinha me classificado em 16º no grid, então eu estava muito inseguro sobre o meu futuro na equipe Renault. Quando me pediram para bater o carro e provocar a entrada do ‘safety car’ a fim de ajudar a equipe, eu aceitei porque esperava que pudesse melhorar minha posição dentro da equipe neste momento crítico da temporada. Em nenhum momento fui informado por qualquer pessoa que, ao concordar em provocar um incidente, eu teria garantido a renovação de meu contrato ou qualquer outra vantagem. No entanto, no contexto, pensei que seria útil para alcançar este objetivo. Por isso, concordei em provocar o incidente.

9. Após a reunião com o Sr. Briatore e o Sr. Symonds, o Sr. Symonds me puxou para um canto tranquilo e, usando um mapa, apontou-me para a curva exata da pista onde eu deveria bater. Esta curva foi escolhida porque aquele local específico da pista não possui guindastes que permitiriam que um carro danificado pudesse ser rapidamente removido da pista, nem possui entradas laterais, o que permitiria que um fiscal de pista pudesse empurrar rapidamente o carro para fora dela. Assim, considerou-se que um acidente nesta posição específica seria quase certo de provocar uma obstrução da pista e que, portanto, seria necessária a implantação do ‘safety car’ a fim de permitir que a pista fosse limpa e para assegurar a continuidade da corrida.

10. O Sr. Symonds também me disse em que volta, exatamente, eu deveria provocar o incidente, de modo a poder disponibilizar ao meu companheiro de equipe, o Sr. Fernando Alonso, uma boa estratégia, já que ele faria seu reabastecimento pouco antes da entrada do ‘safety car’, durante a 12ª volta. A chave para esta estratégia reside no fato de que o conhecimento de que o carro de segurança entraria na pista entre as voltas 13 e 14 permitiu que a equipe fizesse no carro do Sr. Alonso uma estratégia agressiva de combustível, suficiente para chegar a 12 voltas, mas não muito mais. Isso permitiria que o Sr. Alonso ultrapassasse o máximo de carros possível, sabendo que os carros teriam dificuldade em recuperar o tempo perdido depois do pit stop devido à implantação posterior do ‘safety car’. Esta estratégia foi bem sucedida e o Sr. Alonso venceu o GP de Cingapura de F-1 de 2008.

11. Durante estas discussões, não foi feita qualquer menção de quaisquer preocupações no que diz respeito à segurança desta estratégia, quer para mim, para os espectadores ou para os outros pilotos. O único comentário feito neste contexto foi realizado pelo Sr. Pat Symonds, que me alertou para “ter cuidado”, dizendo que eu não deveria me ferir.

12. Eu, intencionalmente, causei o acidente, deixando o carro sair lateralmente pouco antes da curva. A fim de me certificar que eu provocaria o acidente durante a volta certa, perguntei para a minha equipe por diversas vezes, através do rádio, para confirmar o número da volta, algo que eu não faria normalmente. Não fiquei ferido durante o acidente, nem ninguém.

13. Após as discussões com o Sr. Briatore e o Sr. Symonds, citados acima, a “estratégia do acidente” nunca foi discutida novamente com qualquer um deles. O Sr. Briatore discretamente disse “obrigado” após o final da corrida, sem falar mais nada. Não sei se alguém tinha conhecimento desta estratégia no início da corrida.

14. Após a corrida, informei ao Sr. Felipe Vargas, um amigo e conselheiro da família, o fato de que o acidente tinha sido deliberado. O Sr. Vargas ainda informou meu pai, o Sr. Nelson Piquet, algum tempo depois.

15. Depois da corrida, vários jornalistas fizeram perguntas sobre o acidente e me questionaram se eu havia feito de propósito, porque sentiram que eu era “suspeito”.

16. Na minha própria equipe, o engenheiro do meu carro questionou a natureza do incidente, porque ele achou incomum, e eu respondi que eu tinha perdido o controle do carro. Eu acredito que um engenheiro inteligente notaria que os dados de telemetria do carro indicam que o acidente foi causado de propósito, já que continuei acelerando, enquanto que o “normal” seria frear o mais rapidamente possível.

Declaração de Verdade

Eu acredito e juro que os fatos citados nesta declaração são verdadeiros.

A afirmação foi feita na sede da FIA em Paris, em 30 de julho de 2009, na presença do Sr. Alan Donnelly (Presidente dos comissários da FIA), Martin Smith e Sr. Jacob Marsh (Investigadores da empresa Quest, mantidos pela FIA para ajudar na investigação). As notas foram tomadas pela Sra. Dondnique Costesec (Sidley Austin LLP).

Assinado:

Nelson Piquet Jr.

LINK: http://tazio.uol.com.br/f-1/textos/13420/

 Originais

Nelsonstatemente 1

Nelsonstatemente 2

Nelsonstatemente 3

Nelsonstatemente 4

Discussão

52 comentários sobre “A declaração de Nelsinho Piquet à FIA na íntegra

  1. E o Alonso não sabia de nada…

    Publicado por Shikus | 10/09/2009, 1:10 pm
  2. Sendo a F1 e a FIA uma grande máfia eu não me espantaria se a Renault, Nelsinho e Alonso fossem atirado ao fundo de um rio com sapatos de concreto.
    X9, cagueta e outras nomenclaturas para estes tipos que sujam as coisas que nós gostamos.

    E não pense que o entojo com Alonso é gratuito. Afinal ele já é sujo na rodinha desde o caso da maclata.

    Publicado por Ron Groo | 10/09/2009, 1:19 pm
  3. Becken, Coyote e amigos.

    Eu imaginava ingenuamente que havia ocorrido uma discussão do tipo, ou bate ou rua.
    Ou quem sabe, se bater eu te renovo. Ou qualquer coisa do tipo.
    Mas nem isso houve. Reafirmo minha posição. Todos sujos.

    Esse caso não se trata de um simples jogo de equipe. Prática esta que apesar de “não ocorrer” pelo regulamento, é uma prática tácita e plenamente aceita por todos os competidores.

    Esse caso é muito pior. É manipular o resultado esportivo. É forçar a “sorte”. Muito feio. E o intuito era um só. Conseguir um melhor posicionamento dentro da equipe. “Ganhar uma moral”.

    Meu Pai me ensinou isso quando eu era pequeno lá em Teófilo Otoni – MG meus bons amigos, Se vc não se respeita e não se valoriza, Ninguém te valoriza.

    Fernando Figueiredo

    Publicado por Ffigueiredo | 10/09/2009, 1:32 pm
  4. Que diferença irá fazer se Alonso sabia ou não? Para mim, nenhuma. Ele iria dizer “Não vou correr”, “Vou deitar-me na frente dos carros antes da largada”, não acredito que piloto algum faça ‘realmente’ isso. Essas decepções com a F1 sempre ocorrem porque insistem em vender um produto que não condiz com a realidade, de que a F1 é um esporte INDIVIDUAL, nunca foi e nunca será.

    Publicado por Larissa Oliveira | 10/09/2009, 1:35 pm
  5. Este jovem (Nélson Piquet jr) é um catraio!!!

    Retirado do Twitter dele com a data de 31 de Agosto de 2009:

    Tem gente dizendo que bati de propósito em Cingapura. Na verdade o Groselha estava no muro naquele momento. Tentei acerte ele, só isso.

    Fonte: http://twitter.com/nelsonpiquetjr2

    Ora bem, no dia 30 de Julho para a FIA diz uma coisa e para os seus seguidores diz isto no dia 31 de Agosto.

    Publicado por Cavallino Rampante | 10/09/2009, 2:10 pm
  6. Cavallino Rampante

    Esse não é o twitter do Nelsinho.

    O dele é: http://twitter.com/NelsonPiquet

    Publicado por Claudemir Freire | 10/09/2009, 2:19 pm
  7. O desenrolar dessa denuncia será de tamanho proporcional ao stepneygate.

    Publicado por Claudemir Freire | 10/09/2009, 2:34 pm
  8. Becken e Amigos,

    Antes de tudo, QUE FURO DO REGINALDO LEME!
    Não se desvirtuou uma palavra do que ele havia divulgado, parecia até que já tinha conhecimento deste depoimento do NAP.

    Olha, é profundamente desanimador, ver o filho do Tricampeão Mundial de F1 Nelson Piquet, pessoa e esportista que admiro demais, envolvido até as orelhas nesta história que revela muito mais que um baixo jogo de equipe.

    A conduta de todos os envolvidos – e nada me faz crer de modo diverso, que são eles: nesta ordem, Briatore, Symonds, NAP e Alonso -, é extremamente reprovável.

    Mas como disse ateriormente, o maior prejuízo nessa história toda, será debitado da conta da F1 como evento esportivo. Um esândalo como esse, vem na fila de tantos outros já cediços dos torcedores e entusastas.

    Um escândalo como esse, nos revela o quanto a F1 se tornou um meio nocivo ao esporte. O quanto lhe virou as costas em nome de dinheiro e poder. O quanto o capitalismo exacerbado de montadoras, managers e uma selva de publicidades sedentas por mídia, pisam no espírito competitivo.

    Por isso, tenho agora a convicção, com a clareza solar, de que pouco importa o quanto nos importamos. A F1 é um circo fechado, e quem dita seus desígnios não é o limite imposto por seus atletas, ou por suas máquinas. É inocente não atentar para a evolução espetacular das máquinas, e o automobilismo é um esporte de máquinas, não mais de pilotos.

    A F1 é um casino.

    Me arrepiava quando ouvia Mosley falar sobre motores padrão e etc. Talvez ele fosse o maior preocupado em preservar a identidade da F1.
    A F1 parece realmente um galinheiro, cuja chave ficou nas mãos das raposas. E um escândalo como esse deixará uma mancha muito forte, mais forte do que qualquer punição aos seus envolvidos.

    E agora?

    Publicado por Iomau | 10/09/2009, 2:58 pm
  9. First of all superb work by Becken, you were the first to break this news.

    Confessions of a Dangerous Mind part 2!!! Never ever have i seen anything like this! This might be the biggest scandal of all time !! Ooh this has to be the mother of all scandals. This will be spoken for years to come. Everything pales into insignificance before this!!OMG, we are all fucked up!! What a sham. Even Mario Puzo couldn’t have written this script. Its a thriller letter, Dan Brown must bend his head in shame !!
    ………………………………………………………………………………………………………………….

    Confissões de uma Mente Perigosa parte 2! Nunca nunca vi nada assim! Este pode ser o maior escândalo de todos os tempos! Ooh isso tem de ser a mãe de todos os escândalos. Esta será falado para os próximos anos. Tudo se reduz à insignificância perante esta! OMG, estamos todos fudidos! O que uma farsa. Mesmo Mario Puzo não poderia ter escrito este script. Sua carta um thriller, Dan Brown deve dobrar sua cabeça na vergonha!

    Publicado por mp4-19b | 10/09/2009, 3:00 pm
  10. Nice job Becken!

    Publicado por Keith Collantine | 10/09/2009, 3:12 pm
  11. Nice job Becken!

    Thanks, Keith!

    Publicado por Becken Lima | 10/09/2009, 3:16 pm
  12. Becken,

    Meu comment (DESABAFO) não aparece.

    Valeu.

    Publicado por Iomau | 10/09/2009, 3:19 pm
  13. concordo em gênero, número e grau com mp4-19b. Essa tem q virar filme, livro e o escambau. É realmente O MAIOR ESCANDALO NA F1 QUE SE TEM NOTÍCIA…

    Publicado por Alex-Ctba | 10/09/2009, 3:19 pm
  14. Becken, Now I’m convinced you are the Keith of south America :D

    Publicado por mp4-19b | 10/09/2009, 3:22 pm
  15. Becken! Puta que la merda! Como diria Macaco Simão “buemba buemba”!

    É o melhor blog de F1 do Brasil, mas de longe.
    Só me ajude com uma coisa: Quem jogou a bosta no ventilador foi o Nelson Piquet (pai), não? Agora, eu fico me perguntando se ele realmente esperava que seu filho saísse vítima dessa papagaiada toda.
    Se foi isso, acho de uma ingenuidade absurda, pq é evidente que o Piquet Júnior tá até o nariz de culpa nessa história e, querendo ou não, a verdade viria à tona.
    A minha outra hipótese é a de que o Nelsinho se fez de vítima para o pai, já que no depoimento nota-se que o Piquetzão ficou sabendo por um terceiro.
    Querendo ou não, o delator acabou puxando o tapete do próprio filho. Como disse o próprio Reginaldo Leme “acho muito difícil o Nelsinho continuar na F1, talvez até mesmo no Automobilismo”.
    Bom, tal pai tal filho, o Nelsão nunca foi flor que se cheirasse. Citando mais um, o Chico Serra, no documentário ” A Era Dos Campeões” disse: “eu tenho certeza que o Nelson ganhou muita corrida fora do regulamento”. Eu também.

    Parabéns, Becken. Parabéns mesmo.

    Nice to see both Keith and MP4-19b here, very nice indeed.

    Publicado por The Stig | 10/09/2009, 4:05 pm
  16. Caro Becken,

    Parabéns pelo blog, conheci-o a partir de ontem e o estou adorando. Já te lia e admirava através dos seus comentários no blog do Livio (do qual você parou de se manifestar após as mudanças que ocorreram por lá) e no f1fanatic.

    Você recebeu até comentário do Keith do f1fanatic.co.uk, do qual sou fã. Agora só falta outro cara que admiro e respeito muito comentar por aqui também: Livio Oricchio.

    Falando no homem, veja o que ele disse sobre Alonso na Ferrari em 2010:

    ————————————————————————–
    http://blog.estadao.com.br/blog/livio/?title=nao_descarto_massa_voltar_ainda_este_ano&more=1&c=1&tb=1&pb=1#comments

    Comentário de: Alfredo Aguiar, Orlando FL USA [Visitante]
    04.09.09 @ 02:37

    … corte no texto de Alfredo …

    Resposta de LIVIO ORICCHIO:
    Alfredo:
    Acho que quem não entendeu foi você. O Fernando Alonso já assinou com a Ferrari. Será o companheiro de Felipe Massa em 2010. Não há dúvida sobre isso. Teremos notícia todos os dias com os dois na Ferrari.
    Abraços!
    ——————————————————————————

    Becken, conhecendo Livio como conhecemos, dificilmente Alonso não correrá na Ferrari no ano que vem. Lamento por isso.

    Um grande abraço,

    Sandro Rocha

    Publicado por Sandro Rocha | 10/09/2009, 4:09 pm
  17. É verdade, mas o Lívio escreveu também que o Nelson Piquet comprou a BMW. Em 2010 saberemos se foi um furo ou uma barriga estrondosa.
    Abs.

    Publicado por A. Coyote | 10/09/2009, 4:28 pm
  18. Coyote,

    To contigo. Não duvido que o Alonso tenha até assinado um contrato com a Ferrari. Mas ninguém tem essa informação ainda.

    Ffigueiredo

    Publicado por Ffigueiredo | 10/09/2009, 4:37 pm
  19. Coyote, logo depois de anunciar que Piquet comprou a BMW, Livio postou o seguinte:

    “Quanto ao título da reportagem no Estadão, em geral não é o repórter que faz, sem retirar minha responsabilidade no caso.
    Obrigado ”

    Livio é um jornalista sério, experiente e bem relacionado. Acho que se precipitou no caso, mas ainda tem crédito e até onde deu pra saber o Nelsão tentou de fato comprar os espólios da BMW junto com o Peter Sauber, mas Theissen pediu muito alto. Por sinal, que diabos será da BMW em 2010??

    Publicado por Vitor, o de Recife | 10/09/2009, 4:42 pm
  20. Sorry Guys eterno! Acabou, acabou. Nome no lixo. Nem Stock Car vai querer esse sujeitinho.

    Só tem uma solução: Piquet Sports de novo pra ele !!!!

    Publicado por fernando-ric | 10/09/2009, 5:05 pm
  21. Wow, the almighty K. Collantine has entered the building! That was awesome.

    Quanto ao caso, Ayrton Senna deve estar rindo no caixão da cara do Nelsão e seu protegido.

    Eu, como fã do Piquet Sr., estou de luto.

    Publicado por Daniel Gomes | 10/09/2009, 5:07 pm
  22. If i were Nelson Jr i would have kept my big fat mouth shut for the sake of the sport. Maybe would have blackmailed Flavio for a few billion dollars, gone and settled on the foot hills of the Andes

    ……………………………………………………………………………………………………………………..

    Se eu fosse Nelson Jr eu teria mantido minha boca grande e gordo fechou por causa do esporte. Talvez teria chantageado Flavio de alguns bilhões de dólares, ida e estabeleceu-se no sopé da Cordilheira dos Andes

    Publicado por mp4-19b | 10/09/2009, 5:09 pm
  23. Caraca, o Piquet (pai) joga pesado mesmo hein?

    Bariatore e Symonds vão ter que rebolar um pouco agora.

    Aguardo ansioso pelos desdobramentos futuros!

    Hahaha!

    Publicado por Beatle Ed | 10/09/2009, 5:17 pm
  24. Isso aqui esta igualzinho a Stock Car, uma zona.

    No post da Ferrari anunciando o Santander tem comentáristas falando do cado Renault-Nelsinho, aqui tem falando do Alonso-Santander-Ferrari. Mas esta bom, todos os comentários são de bom nível. Mas…

    Bom na F1 nunca digam nunca, e nunca diga que alguém esta acabado.

    Apesar de execrar o que ele fez ainda acho que ele estará no grid da F1 no ano que vem, razão, ele esta sob delação premiada, o que pode lhe render um assento em 2010 por força política dos caçadores do Briatore e Symonds que estão realizando um sonho tirando as raposas do caminho, mas se eles não cairem a força dos caçadores não será suficiente para dar um assento ao dedo-duro.

    Publicado por Claudemir Freire | 10/09/2009, 5:18 pm
  25. Pqp, tem treino amanhã, rsrsr.

    Publicado por Claudemir Freire | 10/09/2009, 5:23 pm
  26. Ghosn quer a cabeça de Nelsinho numa bandeja.

    http://tazio.uol.com.br/f-1/textos/13432/

    Publicado por Leandro Magno | 10/09/2009, 5:26 pm
  27. Pqp, tem treino amanhã, rsrsr.

    Treino? Que treino? Ah… é verdade!

    Publicado por Becken Lima | 10/09/2009, 5:39 pm
  28. Se o Ecclestone n infartar esse ano, n o faz nunca mais.
    Depois de conseguir salvar a F1, agora deverá acodir pra n perder mais uma montadora.
    Em qual nome vcs apostam pra novo tesoureiro da Fota?

    Apesar de ter sido duramente criticado quando disse isto acerca de duas semanas atrás, volto a afirmar: Nelsinho, se lhe restar um pouco de hombridade, tem de vir a público pedir desculpas pela cagada q fez, e um pedido especial de desculpas ao Massa e a Ferrari.
    N sei qual cagada foi a maior: A do Nelsinho em ter feito o q fez, ou do pai dele por ter contado e queimado o seu filho.
    Aliás, aposto q a Ferrari vai processar o Briatore. Claro, n vai dar em nada.

    Publicado por Leandro Magno | 10/09/2009, 5:44 pm
  29. Leandro Magno,
    Vc viu o Alonso pedindo desculpas por ter espionado a Ferrari e usado a delação premiada para entregar a Mc Laren e também agora por ter participado em benefício próprio dessa presepada?

    Vc viu o Fisichella pedir desculpas por ter batido no Schumacher em 2006 em Interlagos para o Alonso ganhar o campeonato?

    Vc viu o Senna, o Prost ou o Schumacher pedir desculpas por terem batido uns nos outros para ganhar corridas e campeonatos?

    Abs.

    Publicado por A. Coyote | 10/09/2009, 6:38 pm
  30. Grande amigo Coyote Sanguinário,
    N vi nenhum dos exemplos q vc citou, mas vi o Hamilton convocar uma coletiva de imprensa pra fazer isso e, portanto, entendo, o bom exemplo foi dado, e por alguém da geração dele(NAP).
    Forte abs

    Publicado por Leandro Magno | 10/09/2009, 7:05 pm
  31. Ok Leandro,

    Vc mordeu a isca (no bom sentido, claro).
    O piloto que mais sofre esculhambações na F1 foi o único a pedir desculpas. E o pior é que fora o fato de ele ser negro as esculhambações são quase sempre por que ele deu pau no Alonso.
    Era só isso.
    Abs.

    Publicado por A. Coyote | 10/09/2009, 7:20 pm
  32. Leandro, Becken e amigos,

    Esse lance de opinião pública é muito mais complicado do que pensamos.
    Primeiro, porque o piloto tem que se valer da imprensa para se comunicar com o grande público, o que o torna refém dela de uma certa forma.

    Minha opinião sobre isso é a seguinte:

    Não existe opinião pública. Existe opinião publicada.

    O Alonso espionou a Ferrari, foi descoberto e para vingar da equipe que não lhe dava bola, fez a delação premiada.

    O Nelsinho bateu o carro para a equipe e para o Alonso, não foi descoberto, foi sacaneado e, para vingar da equipe que não lhe dava bola, fez a delação premiada.

    O Alonso voltou para o ninho do velho comparsa, participou e se beneficiou de mais uma presepada, e ainda se catapultou para a Ferrari.

    O Alonso está sendo inocentado mais uma vez.

    O Nelsinho pode ter enterrado a carreira de vez.

    A diferença que existe é que o Alonso é reincidente na criminalidade. Por isso tinha que receber uma pena maior.

    Nelsinho é réu primário. Pena menor.

    Acrescente-se que o Alonso escamoteou a falcatrua até ser descoberto. O Nelsinho ficou puto e se entregou voluntariamente.

    Mas tem um detalhe – Alonso é bi-campeão, enquanto o Nelsinho é apenas um novato.

    Esse detalhe é que é o fio condutor da opinião a ser publicada e que vai se tornar “opinião pública”.

    Então o termômetro, ou o criminômetro, não passa pela conduta do piloto, mas pelo que ele pode render em termos de marketing e outros interesses.

    Qualquer um pode confessar o maior crime. Se a grande imprensa o inocentar, morreu o assunto. A recíproca é verdadeira.

    Abs.

    Publicado por A. Coyote | 10/09/2009, 7:36 pm
  33. Alguém aí não acha que o Alonso devia ter sido “macho” e dito:

    Eu não bandido e por isso não vou espionar ninguém (caso stepneygate)? ou,
    Eu não sou picareta, sou piloto, e não preciso que o Nelsinho bata o carro para eu ganhar (caso atual)?

    Será possível que todo mundo não vê isso?

    E por quê não falam?

    É difícil ficar contra todo mundo. Hummm.

    E ficar contra o Todo Poderoso Briatore sendo empregado dele e sendo chantageado por ele? Não é difícil também?

    São muitas as coisas que devem ser consideradas antes de um julgamento. Mas quando existe uma grande imprensa á frente conduzindo o processo a massa passa a ter comportamento de boiada.

    Preste atenção:

    Quando Pilatos pôs Jesus ao lado do ladrão, bandido e sanguinário Barrabás ele perguntou ao povo:

    Quem eu devo crucificar? A resposta foi uníssona – Jesus!!!

    E quanto a Barrabás? Novamente uníssona – soltem-no.

    Então, meus amigos, vejam que a coisa é desse jeito não é de hoje.

    A massa insana não pensa.

    Abs.

    Publicado por A. Coyote | 10/09/2009, 7:47 pm
  34. Coyote,
    Quando alguém bola uma idéia dessas, a coisa só funciona se ficar bem restrita. Se vc for parar pra pensar, n havia nehuma necessidade do Alonso saber do caso.
    Veja, nem o engenheiro do Nelsinho sabia, segundo este.
    Entendo q colocaram o Alonso vazio calculando q rolaria um safety car no início da prova por conta das características da pista.
    Chegaram no domingo à tarde e pensaram: Poxa se n rolar um safety car, q tal providenciarmos um por nossa conta?
    Aí chamaram o Nelsinho e o cara tremou e topou.
    Eu imaginei q tinham bolado o plano já com a anuência do NAP antes do treino de classificação, mas pelo q foi dito por ele, seu ok só veio no domingo.
    Gosto do Alonso dentro da pista, mas acho ele bem chorão.
    Portanto, n estou o defendendo.
    Apenas creio q a coisa ficou restrita aos 3(Nap, Pat e Flavio), pois bastava.
    Acredito q após o ocorrido, deve ter rolado muitas conversas de corredor por conta da telemetria “baton na cueca”. Aí, sim, o Alonso deve ter ficado sabendo, mas na forma de forte suspeita.

    Agora, francamente, n entendo pq vc ainda continua advogando a causa do NAP.
    ok, ok…ainda q réu confesso, ele continua com seu direito à ampla defesa, etc, etc.

    Publicado por Leandro Magno | 10/09/2009, 8:00 pm
  35. Tem muita coisa a favor do Nelsinho. E uma delas é a analogia, ou seja, ter tratamento igual ao que foi dado a outros em casos iguais ou semelhantes.

    Vc acha que como Juiz terá o respeitado de alguém tratando diferentemente casos iguais, ou igualmente casos diferentes? Isso só mostrará o quanto vc é venal e sem critérios. Vc poderá ser temido, mas nunca respeitado. O dia que um destemido te encontrar ele vai te derrubar e certamente fazer com vc o mesmo que vc fez com os outros.

    Largar em 15o lugar, com meia gota de gasolina para 12 voltas, naquela pista travada é batom na cueca também, meu caro. Não existe explicação para isso.

    O Alonso está demorando para falar porque está queimando a mufa e ainda não conseguiu arranjar uma história convincente para justificar essa estratégia suicida. Ainda mais num momento em que a equipe precisava de algum pontinho.

    Abs.

    Publicado por A. Coyote | 10/09/2009, 8:09 pm
  36. Sem querer tocar fogo na conversa, duas coisas:
    1) o que o filho/sobrinho/afilhado/irmão faz não atinge seu pai/tio/padrinho/irmão… porque tem gente colocar a culpa no Piquet-pai, sobre uma coisa que ele sequer teve participação? Estão querendo ressucitar aquela ridicula rivalidade?
    2) sendo ou não culpado o NAP – o que ele fez não tem desculpa – porque meio mundo o repudia tanto, em discurso pseudo-moralista? Senão, vejamos:
    Prost bateu em Senna, na entra de uma chicane, a 80 km/h e foi campeão;
    Senna bateu em Prost, a 300km/h, na entrada da curva, e foi campeão;
    Schumacher atropelou Hill, a 80 km/h, na chicane, e foi campeão;
    Scumacher atropelou Villeneuve, a 300km/h e foi desclassificado, perdendo uma disputa de titulo;
    Barrichello parou o carro na linha de chegada e entregou a corrida para Schumacher;
    Hamilton mentiu, foi pilhado, continuou mentindo e ficou por isso mesmo…
    Ué, não é o caso de banimento do esporte, para todo o sempre?
    Esse moralismo todo é porcausa do sobrenome, ou agora todo mundo resolveu se enojar com as falcatruas que sempre existiram na F-1?

    Publicado por Edgard | 10/09/2009, 8:19 pm
  37. Coyote, desculpe-me o que eu vou falar agora, mas suas análises acima distorcem os fatos. Alonso não é reincidente na criminalidade porque desta vez é inocente. A investigação feita pela FIA, até agora, mostrou isso. Pode-se até duvidar mas usar uma suposição pessoal para embasar toda uma argumentação torna-a furada.

    “Nelsinho é réu primário. Pena menor. ”
    Em que pese a pena ser mais branda para réus primários, o Direito que utilizamos estabelece penas proporcionais aos crimes cometidos, analisando primeiro vários fatores, como o nível de gravidade do crime, para se chegar a uma punição. Tudo é levado em conta para que a pessoa seja julgada com justiça. Você certamente sabe disso.
    Quando começamos a misturar alhos com bugalhos, usando exemplos do passado (e o Senna e o Prost? e o Schumacher e o Fisichella? e o Stepneygate?) como justificativa para não punir Briatore, Piquet etc., estamos então afirmando que todos os crimes devam ter penas iguais. Tudo passa a ser a mesma coisa. A mesma punição (ou a falta dela) para todos. Perde-se a graduação de gravidade e a análise dos demais fatores.
    Mas não é assim que as coisas funcionam. Cada caso tem que ter seu julgamento e com isso uma pena apropriada.

    Publicado por Carlos T. | 10/09/2009, 8:22 pm
  38. Tem como resumir tudo isso em uma palavra só??

    Acho que não… sei lá cara, nunca vi um negócio desses, é vergonhoso, um verdadeiro vexame… isso fez o caso do Stepneygate parecer história de gibi da Mônica…

    Publicado por Hugo Becker | 10/09/2009, 8:41 pm
  39. Hugo, em uma palavra não.
    Mas, o MP4-19b resumiu de forma brilhante em algumas:
    OMG, we are all fucked up!!

    Publicado por Leandro Magno | 10/09/2009, 8:50 pm
  40. Carlos T.
    Não tem que se desculpar não.
    Nós estamos conversando tranquilamente e queremos que o justo prevaleça. Então estamos do mesmo lado, embora aparentemente não pareça assim.
    Já já eu lhe mostro quem está misturando alhos com bugalhos e creio que não preciso me desculpar por isso.
    Abs.

    Publicado por A. Coyote | 10/09/2009, 11:22 pm
  41. Carlos T.,

    Desculpe-me o atraso, mas é que estou de plantão e enfim.

    Vamos lá:

    1) “Alonso não é reincidente na criminalidade ‘porque desta vez é inocente’.”.
    – Culpado em ambas as vezes. Mas, só para argumentar, digamos que vc tem razão. Da outra vez era culpado – e qual pena ele recebeu? Nenhuma. O Nelsinho, também culpado, merece o mesmo tratamento porque está sendo julgado sob a mesma lei.

    2) “A investigação feita pela FIA, até agora, mostrou isso (ele é inocente). “.
    – É? Ele já explicou porque concordou, sem questionar, com a estratégia suicida da corrida “maquinada” pelo Nelsinho (segundo a Renault…rsrs)? Isso é investigação ou circo? Outra coisa – investigação auxilia na apuração dos fatos e foi feita por uma empresa independente. Quem julga se é culpado ou inocente é o julgador, no caso a FIA. Vc pôs na mesma panela coisas absolutamente distintas em conteúdo e forma – investigação, julgamento, empresa independente e FIA. Em suma, vc misturou alhos com bugalhos.

    3) “Pode-se até duvidar mas usar uma suposição pessoal para embasar toda uma argumentação torna-a furada.”.
    – Suposição é válida se usada para ambos os pilotos, para o bem ou para o mal. As temporadas 2008 e 2009 mostram que o Nelsinho esteve sob intensa pressão do Briatore. Mostram também que a estratégia do Alonso em Cingapura era absolutamente esdrúxula, absurda e suicida. Vc aceita a suposição de que o Nelsinho não estava sob forte pressão e o condena sem qualquer atenuante. Mas não aceita a condenação do Alonso baseada na suposição de que ele sabia e participou de todo o imbróglio, apesar de toda a lógica mostrar que piloto nenhum faria uma estratégia tão absurda sem questionar o porquê.

    4)”“Nelsinho é réu primário. Pena menor.” Em que pese a pena ser mais branda para réus primários, o Direito que utilizamos estabelece penas proporcionais aos crimes cometidos, analisando primeiro vários fatores, como o nível de gravidade do crime, para se chegar a uma punição.”
    – Eu gostaria que vc me mostrasse no regulamento da FIA onde estão, separadamente, as condutas ilegais e as respectivas penas para (1) casos de espionagem do Alonso e para (2) este agora do Nelsinho. Mas não perca o seu tempo. Para estes casos aplica-se apenas a cláusula 151 do regulamento e o único tipo legal que existe lá é “conduta anti-desportiva”. Isto põe no mesmo patamar cuspir no chão, mostrar a língua para o adversário, xingar a mãe do Juiz, bater o carro no muro ou cometer a mais alta espionagem aos projetos ultra-secretos e legalmente protegidos de outra equipe.
    Algum energúmeno fez essa lei, mas é a que está valendo e que tem que ser usada para este caso. Veja que não fui eu quem misturou alhos com bugalhos. Foi o legislador.

    5) “Tudo é levado em conta para que a pessoa seja julgada com justiça. Você certamente sabe disso.”.
    – Já que vc está dizendo, então talvez vc possa nos contar o que foi levado em conta para a absolvição do Alonso quando ele foi pilhado com a boca na botija em atos de alta espionagem contra a Ferrari e confessou o crime.
    Vc mostra não querer tudo seja levado em conta quando fala que isso é “misturar alhos com bugalhos”. Afinal, vc quer ou não quer que “tudo seja levado em conta”? Julgar com Justiça para vc é levar em conta somente aquilo que prejudica o Nelsinho ou somente o que beneficia o Alonso? A contradição é sua.

    6) “Quando começamos a misturar alhos com bugalhos, usando exemplos do passado (e o Senna e o Prost? e o Schumacher e o Fisichella? e o Stepneygate?) como justificativa para não punir Briatore, Piquet etc…”.
    – Lamento ter o doloroso mister de lhe informar que o julgamento baseado em casos passados é a essência do Direito Consuetudinário. Aplicar esse recurso é fazer analogia, o exercício mais legítimo do Direito Comparado, segundo determinam os princípios orientadores do Direito Internacional Público e Privado. Isso garante a equidade aos réus e enobrece o julgador.

    7) “…estamos então afirmando que todos os crimes devam ter penas iguais. Tudo passa a ser a mesma coisa. A mesma punição (ou a falta dela) para todos.”.
    – Vou repetir: o regulamento da FIA não é específico. Não se pode inventar crime. Então é preciso usar a analogia acima citada. A máxima ditatorial de Luiz XIV que dizia L’Était c’est moi (O Estado sou eu) não mais impera desde a Revolução Francesa, em 1789, cujo lema era Liberdade, IGUALDADE e Fraternidade. Luiz XIV? Foi guilhotinado em Paris, berço da Revolução Francesa, onde está a Sede da FIA. Nas sociedades civilizadas só a lei pode dizer o que é “crime”. Não há lugar para o “eu acho” ou “L’Était c’est moi”. Consulta-se a lei.

    8) Perde-se a graduação de gravidade e a análise dos demais fatores.
    – Concordo. Mas quem se perdeu foi o legislador. O julgador não pode inventar crime nem julgar contra a lei, muito menos para condenar o réu. Havendo dúvida a absolvição é o justo.

    9) “Mas não é assim que as coisas funcionam. Cada caso tem que ter seu julgamento e com isso uma pena apropriada.”.
    – Concordo. A pena apropriada para o Alonso foi a absolvição. Para o Nelsinho também o será, pelos mesmos motivos.

    Abs.

    Publicado por A. Coyote | 11/09/2009, 2:44 am
  42. Só um lembrete para os nobres jurisconsultos que estão debatendo este post: vocês estão se baseando em normas do Código Penal brasileiro…

    Publicado por Edgard | 11/09/2009, 9:48 am
  43. Notaram que o documento tem início com o nome Nelson Ângelo Piquet, e ele finaliza assinando Nelson Piquet Jr?? Com uma assinatura que parece de uma criança de 6 anos?

    Será mesmo verídico esse documento?

    Publicado por André Távora | 11/09/2009, 10:05 am
  44. Edgard,

    Falei sobre a cláusula 151 do Regulamento da FIA.
    Falei também sobre Direito Consuetudinário, que é anglo-saxão, sem qualquer vínculo com o Direito Romano sobre o qual repousa todo o ordenamento jurídico brasileiro, inclusive nosso Código Penal.
    Falei de princípios do Direito Internacional, aplicável a corte que julga uma competição internacional, com pilotos e equipes de várias nacionalidades.
    Por fim, falei de integração legal do Direito Comparado.
    Se fôssemos usar o Código Penal Brasileiro o Nelsinho estaria absolvido há muito tempo.
    Ah… obrigado pelo “nobre” e pelo “jurisconsulto”, embora eu não seja nem uma nem outra coisa….rsrsrs. No máximo eu seria um rábula.
    Abs.

    Publicado por A. Coyote | 11/09/2009, 10:25 am
  45. Não entendo de direito, mas… Direito Consuetidinário? Aquele costume bárbaro-germânico do século II ou III, baseado apenas em costumes, no que era certo pro líder do grupo? Aquilo influciou o direito até hoje? Meu Deus…

    (off-topicness for the win)

    Publicado por Guilherme Teixeira | 11/09/2009, 10:37 am
  46. Guilherme,

    Direito Consuetudinário.
    Sim. Isto mesmo. Ele é o sistema jurídico utilizado na Inglaterra até hoje.

    Assim como o Direito Romano ele também acompanha a dinâmica das civilizações e por isso é constantemente aperfeiçoado, não restando nele o ranço de seus primórdios. Por exemplo, o direito à prima noche* já não existe há séculos.

    O Direito Romano também tinha por princípio o “dente por dente, olho por olho”, bem como tornar seu escravo aquele que lhe devia e não tinha como pagar. Isso era fazer justiça com as próprias mãos, o que foi banido do Direito Romano há séculos também.

    (*) Prima noche – direito do Senhor Feudal de ser o primeiro a transar com qualquer mulher que fosse se casar ou tivesse casado e de exibir o lençol sujo de sangue como prova da (ex) virgindade da dita cuja.

    Abs.

    Publicado por A. Coyote | 11/09/2009, 11:30 am
  47. Algumas pessoas têm falado que a carreira de Nelsinho na F1 acabou.

    Muito pelo contrário ! Acredito que não ! E exponho o porquê.

    Primeiro, Nelsinho fez o que deveria ter feito. Foi leal à equipe, mesmo contrariando toda a sua formação moral, em função de continuar pilotando (aliás, é o que ele mais gosta de fazer). Foi coagido por Briatore e Pat Symondes, principalmente pelo primeiro em todo o tempo na Renault, pelo que chamamos de ASSÉDIO MORAL, isto é, abusar da sua função de chefe imediato para humilhar, destratar, coagir, desrespeitar, enfim, enganar, como enganou a família PIQUET todo esse tempo.

    Segundo, muitos criticam o Nelsinho. Vamos parar para analisar. Se ele, antes da corrida, resolvesse não correr ou corresse e não fizesse o que pediram, o que vocês acham que aconteceria ? Ele seria demitido e tudo o que ele dissesse depois seria desculpa de quem foi preterido, foi mandado para a rua e queria descontar todas as favas de sua desgraça nos seus patrões. Gente, vamos raciocinar ! Seria isso o que iria acontecer ! Acredito que a imagem do Nelsinho seria pior dessa forma aludida a atual, pois além da Renault e Briatore disserem que ele não correspondeu às expectativas, alegariam que ele estava em um plano onírico, no plano dos sonhos de um perdedor. E sabemos que Nelsinho não é um perdedor. Se eu fosse ele, faria o mesmo. Faria não por ser um mal caráter, mas faria por saber que os teria no “bolso” futuramente, como é o caso agora. Nelsinho foi genial ! Se ele tivesse não aceito, teriam feito pior ! Teriam chamado ele de “perdedor falastrão”, como fazem como o Rubinho costumeiramente. Vejo alguns pseudos críticos de Fórmula 1, novos, com apenas 34 anos por exemplo na UOL, falarem bobagem e dando uma de “correto”. Ora, o cidadão crítico não está na pele dele. Mas é como um professor meu dizia : ” Ninguém está nem aí para o problema alheio.” E complemento: o importante para a raça humana é criticar.

    Vejo que nas últimas corridas Nelsinho estava mais forte, preparado, amadurecido e constante, pois teve um algoz, um “carrasco”, como “manager” e chefe de Equipe.

    O que Nelsinho passou, eu não desejo para o meu pior inimigo.

    A Renault diz que vai processar a família PIQUET. Essa é a maior piada. Baseada em quê ? Nas palavras de um “mafioso” italiano. Essa é de rir ! A Renault é que deveria processar Flávio Briatore por expor a marca a isso.

    Eu, particularmente, não gosto de Francês, visto o passado não muito bom para os brasileiros (Allan Prost, Jean Balestre, França eliminando o Brasil e a empáfia dos franceses). Mas é uma particularidade minha, uma opinião minha. Os respeitaria do mesmo jeito aqui no Brasil. Mas tenho minhas dúvidas se eles respeitam o povo brasileiro lá fora !

    Se você não gosta do Nelsinho, é um problema seu. Se você gosta, um problema seu também. Se gostam ou não do Brunno Senna, problema de cada um ! Esse nem sei se fará parte do grid em 2010 ! E se fizer, desejo toda a sorte do mundo, por ser um brasileiro e não por ser sobrinho de Ayrton Senna. Sucesso igual não se transfere pela genética. Nelsinho sendo campeão na F1 ou outra categoria, será um outro tipo de sucesso. Se Brunno Senna for campeão na F1 ou outra categoria, será um outro tipo de sucesso. Não será igual a do pai e do tio, respectivamente.

    Então, vamos parar de crucificar o rapaz. Aliás, um bom rapaz !

    Vivam a sua vida e observem o seu umbigo e nariz para ver se não há algo sujo.

    Publicado por Charlles | 11/09/2009, 11:33 am
  48. Charlles,

    “A Renault diz que vai processar a família PIQUET. Essa é a maior piada. Baseada em quê ? Nas palavras de um “mafioso” italiano. Essa é de rir !”.

    Eu lhe respondo:
    A Renault vai processar o Nelsinho Piquet porque ele falou a verdade, coisa PROIBIDA naquela equipe.

    Primeiro eles MENTIRAM dizendo que isso não ocorreu.
    Depois MENTIRAM dizendo que o Nelsinho que fez a estratégia do Alonso se propondo a bater.

    Agora o Alonso está MENTINDO dizendo que não sabia de nada.

    O Goshn não quer limpar a Renault. Quer continuar a MENTIR.
    Ele não põe o Briatore e o Pat pra fora porque também tem rabo preso com eles, certamente.

    Abs.

    Publicado por A. Coyote | 11/09/2009, 11:52 am
  49. Sandro Rocha, é preciso criar uma conta para ler esse artigo que você linkou…

    Publicado por Moz | 11/09/2009, 1:31 pm
  50. Briatore parte para o lado pessoal e insinua caso homossexual de Nelsinho – site esportes uol fórmula 1

    Vejam o nível que esse ridículo do Briatore jogou no ventilador. Ele vai processar quem agora ? Ele é que será processado. Marginal da Itália !

    Publicado por Charlles | 11/09/2009, 1:52 pm
  51. Coyote, nobre jurisconsulto, e demais amigos do blog…aproveitando a deixa da levada com toadas de juridiques que este post acabou enveradando, aproveito para convidar a todos, se Becken assim permitir, a visitarem meu blog, que trata de defesa dos direitos do consumidor, para conhecimento dos seus direitos (que o Coyote bem deve defender, de igual modo):

    http://www.oconsumidoremdebate.blogspot.com

    Abraços

    Publicado por Edgard | 12/09/2009, 8:09 am

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: