//
você está lendo...
ARTIGOS

Em entrevista a Reginaldo Leme, Nelsinho pede desculpas à torcida brasileira (Entrevista na íntegra)

E Nelsinho deu a tão esperada entrevista a Reginaldo Leme. Sim, como era de se esperar, ele não revelou nada do que já não soubéssemos e que não estivesse nos documentos que vazaram da FIA pouco antes da audiência do Conselho Mundial em Paris, no mês passado.

Ao menos Nelsinho nega a acusação de Pat Symonds de que ele houvera sido o homem por trás da idéia do acidente e confirma que o plano realmente partiu de ambos os comandantes da Renault, Symonds e Briatore.

Por fim, Nelson pede desculpas à torcida brasileira que, aqui mesmo no blog,  ainda acha que ele merece, sim, uma segunda chance. Foi uma aprovação de 63% dos leitores daqui.

E você, perdoaria Nelsinho?

Fique à vontade para oferecer o seu perdão ou mandar Nelsinho para o purgatório na sessão de comentários.

Abaixo, a entrevista de Nelsinho para Reginaldo Leme

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Anúncios

Discussão

26 comentários sobre “Em entrevista a Reginaldo Leme, Nelsinho pede desculpas à torcida brasileira (Entrevista na íntegra)

  1. Bem xoxa a entrevista ne. O Reginaldo deu uma de colega, e conduziu as coisas como de interesse pro Nelsinho. Nao digo q deveria ataca-lo, etc, mas sim, poderia ter sido mais incisivo … sei la. Tonto demais, so isso, os dois.

    Publicado por Alexander | 05/10/2009, 2:23 am
  2. Achei a entrevista sincera e palusível e não me merece grandes dúvidas.
    De facto passam-se coisas estranhas na F1 e provavelmente sempre se passaram.
    A campanha anti Kimi está chegando ao fim no seio da Ferrari, iniciada em 2008 com a certeza que Alonso e o seu patrocinador iriam ser presença em 2010.
    Essa campanha passou por denegrir as capacidades de um excepcional piloto que foi campeão no primeiro ano que chegou no time. Até hoje sua boca não se abriu acerca da política estranha que consiste numa equipa de topo não desenvolver mais o seu carro a partir de determinada altura deixando um piloto campeão do mundo entregue à sua sorte com um carro pouco competitivo para ser humilhado. Duas ocasiões bem estúpidas: falhar um Q3 porque estava comnendo gelado e ser chamado para montar pneus de chuva numa corrida seca. O infeliz e imprevisível acidente de Massa vem ainda ajudar mais essa urdidura. O carro não é desenvolvido e Badoer e Fisichella à vez, arrastam-se na cauda do pelotão.
    Michael Schummacher quase é “usado” nessa urdidura, que teria por fim a demolição das capacidades de Kimi, caso ele algum dia pudesse ser mais rápido do que o finlandês. Massa vai levar com Alonso e isso poderá deitar por terra as suas aspirações de alguma vez ser campeão. Resta a Kimi ou sair, ou ter a sorte de ir num team que não faça esse tipo de jogo e pelo menos lhe dê um carro com o qual ele possa provar seu valor. Mas Kimi sabe bem que a melhor hipótese pode ser mesmo sair. E isso é a sua forma de jogar limpo, onde outros fazem sujeira. Como disse Shakespeare “há algo de pôdre no reino da dinamarca”

    Publicado por Ernesto Sousa | 05/10/2009, 7:48 am
  3. Independente do Nelsinho ser “perdoado” ou não, o fato é que ele é um piloto fraco, um garotinho que sempre brincou de piloto às custas do pai e que não ganharia nem campeonato de kart se não tivesse à disposição rios de dinheiro.

    A situação dele é tão cômica que ele só teve lugar garantido na equipe que o pai dele foi montando nos campeonatos. Quando saiu da empresa do papai e começou a trabalhar de verdade (rs), viram no que deu.

    Eu acho melhor sinceramente ele montar uma equipe de Stock Car ou algo assim e brincar nos fins de semana. Talento infelizmente não é hereditário. Já dinheiro……

    Publicado por São Cosmo | 05/10/2009, 9:19 am
  4. Ronaldo fez merda, dá entrevista pro Fantástico e é perdoado.

    Piquet fez merda, dá entrevista pro Fantástico e é perdoado.

    Eu andei fazendo umas merdas. Alguém tem aí o cel da produção?

    Publicado por Daniel Médici | 05/10/2009, 9:24 am
  5. Uau, Ernesto, essa é uma bela teoria da conspiração. Eu adoro teorias da conspiração… :)

    Publicado por Becken Lima | 05/10/2009, 9:31 am
  6. Becken, você viu o post do Joe Saward hoje? (Why Formula 1 should give Nelson Piquet a second chance)?

    Publicado por Bruno | 05/10/2009, 9:35 am
  7. Não, tô correndo lá para ler!! Obrigado, Bruno!!

    Publicado por Becken Lima | 05/10/2009, 9:48 am
  8. Becken,
    Pois tudo indica que tem mais que “vida normal” nesse negócio.

    Publicado por Ernesto Sousa | 05/10/2009, 9:53 am
  9. E aí Becken, que tal?

    Publicado por Bruno | 05/10/2009, 10:35 am
  10. Se essa entrevista é parte da campanha para limpar o nome de Nelson então ficou devendo.

    Não disse nada do que já não soubéssemos fora o pedido de desculpas aos torcedores. Mesmo assim não soou sincero o bastante.

    Nelson vai precisar de um plano de marketing mais agressivo.

    Publicado por Beatle Ed | 05/10/2009, 10:57 am
  11. Acho que ele já não tem muitas esperanças… segundo o mesmo Saward, ele estaria negociando uma vaga em uma das divisões da Nascar. Se for verdade, é um caminho sem volta. Indy, olhe lá; mas da Nascar pra F1, sei não…

    Publicado por Vitor, o de Recife | 05/10/2009, 11:13 am
  12. Tem a chance de se tornar ídolo em um mercado gigantesco, se seguir o caminho do JPM.

    Publicado por Alex-Ctba | 05/10/2009, 11:23 am
  13. Sobre aquela história da McLaren construir seus próprios motores; eles podem comprar a propriedade intelectual da… BMW!

    “There are rumours that McLaren might buy BMW’s engine IP. I asked Dr Mario Theissen if he would sell it. He said yes. I have touched on this in an article in GP+ this week. Basically, this argues that “the door may open for new players. There are plenty of experienced F1 engine designers on the market, there are dynos that are not being used and even intellectual propert that may be available at the right price from manufacturers that are withdrawing from the sport.”

    Retirado do blog do Joe Saward.

    http://joesaward.wordpress.com/2009/10/05/some-random-thoughts-from-an-f1-notebook/

    Publicado por Vitor, o de Recife | 05/10/2009, 11:24 am
  14. Sim Alex. mas o Montoya sofreu pra chegar no estágio em que se encontra (pra quem não sabe, o colombiano está nos play-offs da atual temporada).

    De qualquer forma, é um reinício para a sua carreira.

    Publicado por Vitor, o de Recife | 05/10/2009, 11:25 am
  15. Sim, o caminho é árduo, mas ele é jovem e se realmente focar sua carreira na Nascar, não é o fim de mundo, muito pelo contrário. Já temos brasileiros fazendo sucesso em várias categorias, pq não na Nascar tb ?

    Publicado por Alex-Ctba | 05/10/2009, 11:34 am
  16. o moleque está correto. Tem que ter as benesses das equipes e não dos pilotos.
    E o que está feito está feito. Nada pode mudar. É bola pra frente.

    Publicado por Ron Groo | 05/10/2009, 2:06 pm
  17. Em primeiro lugar, eu não aceito o pedido desculpas do Nelsinho Crash. Não soou verdadeiro arrependimento.
    Em segundo lugar, quem ganha com a saída dele do grid somos nós, apreciadores das corridas de F1, porque ele é um arremedo de piloto. Ou seja, apenas mais um playboyzinho torrador de dinheiro, sem berço e sem escrúpulos.
    Em terceiro lugar, ele pode até fundar uma nova categoria de automobilismo que não irá recuperar seu bom nome. Isso porque para sempre estará estampado em letras garrafais em sua testa: TRAPACEIRO.

    Publicado por Jayme | 05/10/2009, 2:49 pm
  18. Perdoar a gente perdoa mas não esquece.
    Acho que o castigo de nunca vai voltar a ser piloto de F-1 estará de bom tamanho. Se quiser ir pra Nascar comer poeira dos americanos lá que seja feliz.
    Vai ser esquecido por nós em dois tempos, principalmente depois que o outro herdeiro famoso entrar pro circo.

    Publicado por Carlos T. | 05/10/2009, 4:51 pm
  19. Abaixo um comentário do Fábio Seixas sobre a entreveista do Nelson Ângelo Piquet.

    Em linhas gerais reflete minha opinião.

    “Assisti à entrevista de Nelsinho ao Reginaldo, no “Fantástico”. Li a exclusiva dele ao Fred Sabino, no “Lance”. Em ambas, é pungente a frustração do piloto com o que aconteceu. Já dei aqui minha opinião sobre o caso e, em suma, acho que ele teria de ser banido do esporte. Mas é evidente que Nelsinho, hoje, está consciente do tamanho da besteira que fez e do que ele pode ter perdido naquele muro. Chegar à F-1, com a estrutura montada pelo pai desde o kart, foi relativamente fácil, apenas uma questão de esperar o tempo passar. Agora, o caminho é mais árduo. Se voltar um dia à F-1 ou a outra categoria de ponta, Nelsinho será um homem mais maduro, talvez mais amargo. Aquele menino festeiro e displicente, tenho a impressão, não existe mais.”

    Publicado por Sirlan Pedrosa | 05/10/2009, 5:32 pm
  20. É isso aí, Groo.

    Errar, qualquer um erra.
    Condenar…
    Bem, quais mesmos as qualidades necessárias para condenar alguém? Nenhuma.

    Perdoar e seguir em frente, é outra história.

    É preciso ter virtude.
    É preciso ter caráter para enfrentar a avalanche do rótulo fácil. Não seguir a boiada.
    É preciso viver e ter vivido intensamente para se saber que a imperfeição é própria da condição humana.
    É preciso ter amado muito e sido muito amado.
    Só assim compreende-se a finitude da existência e a dimensão de um simples sorriso.
    Em suma, Groo, o perdão é gesto de quem é realmente feliz.

    Parafraseando o imortal Fernando Pessoa, “tudo vale a pena se a alma não é pequena.”.

    Abraço.

    Publicado por Anselmo Coyote | 05/10/2009, 7:08 pm
  21. Em relação ao Alonso saber ou não, dois momentos da entrevista do NAP me chamaram atenção:

    Num primeiro, ele diz que nunca procurou o Alonso, e ele diz bem rapidamente: “o Alonso nunca quis se envolver”.
    No fim da entrevista, ele diz que ele já foi muito punido, por tudo, e outros pilotos envolvidos não foram punidos.

    Fiquei com a sensação que o NAP sabe que o Alonso sabia, mas por algum motivo não quis envolvê-lo. Mas por quê?????? Tenho a sensação que todos os fatos desta história ainda não foram revelados.

    Ffigueiredo

    Publicado por Ffigueiredo | 05/10/2009, 9:14 pm
  22. Figueiredo,

    Pode ser imposição da FIA, da Renault, da Ferrari e de todos que tenham algum interesse nas negociações que se seguiram. Afinal, o Alonso é (e não é de hoje) o “mocinho” da F1. Jovem e já bi-campeão, talentoso, correndo pela equipe mais tradicional do automobilismo, garoto propaganda de um dos maiores bancos do mundo…

    Invertendo a pergunta, quem interessaria queimar a galinha dos ovos de ouro? Ajudaria a FIA, a Renault, a Ferrari, o Santander e a rentabilidade dos negócios dessas pessoas? Então… Acho que é por aí. Faz parte do pacote de delação premiada.

    Eles sabem que as pessoas gostam mesmo é de ídolos de papel, antissépticos, perfeitos, puros… todas essas coisas que não existem na vida real (graças a Deus), embora o outro deus, o Mercado, insista em dizer que sim, por intermédio dos hipócritas.

    Abs.

    Publicado por Anselmo Coyote | 05/10/2009, 9:29 pm
  23. ASSISTI,A ENTREVISTA DO NELSINHO NO FANTASTICO.ELE FOI MUITO FIRME E SINCERO NA SUA COLOCAÇAO EM RELAÇAO AO FATO.ACHO,QUE ELE DEVERIA VOLTAR A FORMULA1,TEM TALENTO É COMPETENTE .NAO VAMOS FICAR SO CONDENANDO O NELSINHO ELE ERROU SIM,PODERIA SER MAIS MADURO EM DIZER NAO.AGORA, ELE DEVER SER PERDOADO PRA SEGUIR EM FRENTE. SOU FA DA FORMULA 1,DESDE AIRTON,NELSON E GOSTARIA MUITO DE CONTINUAR VENDO O NELSINHO E O BRUNO SENNA.DIFICILMENTE PODERA ACONTECER,MAIS NADA É IMPOSSIVEL TAMBEM,SO O TEMPO DIRA. FORÇA NELSINHO,TEMPESTADES NA VIDA EXITEM,SO QUE TAMBBEM PASSAM AI VEM A BONANÇA E A VITORIA DE DEUS.

    Publicado por JANE | 06/10/2009, 12:06 pm
  24. Impressionante o quanto Nelsinho é inarticulado. Parece mesmo um semianalfabeto, pelo menos na hora de conversar.

    Quando escreve, aparentemente conhece a grafia, regras gramaticais, tanto do português quanto do inglês.

    Me pergunto se isso tema ver com grande parte da vida dele ter se passado no exterior.

    Mas que é doído ver esse rapaz falando, é…

    Publicado por Daniel Gomes | 06/10/2009, 9:58 pm
  25. Daniel Gomes,
    Concordo plenamente com vc. Mas é fácil de perceber que ele é assessorado.
    No twitter isso fica bastante claro.
    Percebe?

    Publicado por Jayme | 07/10/2009, 12:32 am
  26. Entrevista do Nelsinho à Autosport. Comenta sobre seu teste na Nascar e afirma ainda estar focado na F1.

    http://www.autosport.com/news/report.php/id/79321

    É um pouco desoladora suas esperanças quanto à F1.

    “I’m speaking to a few teams that have open spaces and the new teams are still open. I am under no illusions about how difficult it will be, but I’m talking to people and if I’m given a chance, I will give 100 per cent. I cannot ignore other exciting driving opportunities, like this NASCAR test, but I will not rest until I have proven myself in F1.”

    Acho muito, mas muito difícil ele achar uma equipe, mesmo nesses timinhos safados que vão (vão?) entrar. A não ser que o Mosley, de saída, lhe dê um presentinho, mas também duvido.

    Publicado por Vitor, o de Recife | 07/10/2009, 10:30 am

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: