//
você está lendo...
NOTÍCIAS

Em vídeo, os raros ‘Melhores Momentos’ do tedioso GP do Japão

Para quem não aguentou o horário ingrato da corrida, o vídeo abaixo é o suficiente para se inteirar sobre o que aconteceu durante a madrugada.

Agora, vamos ser sinceros, o editor da Globo teve um trabalho ingrato para encontrar “os melhores momentos” da mais tediosa corrida do ano. Enjoy!

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Discussão

13 comentários sobre “Em vídeo, os raros ‘Melhores Momentos’ do tedioso GP do Japão

  1. Becken e Amigos,

    Aqui jaz, ULTRAPASSAGENS NA F1.

    R.I.P.

    Publicado por Iomau | 04/10/2009, 1:38 pm
  2. Becken e Amigos,

    Aqui jaz, ULTRAPASSAGENS NA F1.

    R.I.P.

    Estou preparando um post a respeito!!!!!!!!!

    Publicado por Becken Lima | 04/10/2009, 1:51 pm
  3. Engraçado era ver como o Keith adorou a idéia de Suzuka voltar em full-time. Eu odiei!!!

    Fuji é uma pista muito melhor. Suzuka é tão apertada quanto Hungaroring. Os esses no início são bonitos, mas é um disperdício de pista, pq ninguém chega perto de ninguém lá. Os únicos “pontos de ultrapassagem” (aspas pq eles praticamente não existem) são o Harpin e a chicane depois da 130R.

    A reta de Fuji era algo que dava prazer de ver. Lembram do Massa com o Webber ano passado? E lá o clima ajuda a ter boas corridas, já que lá chove mais que em Spa.

    Come back Fuji!!

    Publicado por Guilherme Teixeira | 04/10/2009, 2:06 pm
  4. Sem falar que em Fuji a McLaren iria dar muito mais trabalho…

    Publicado por Becken Lima | 04/10/2009, 2:11 pm
  5. Sempre odiei circuitos by Tilke. Sempre clamei pelos circuitos tradicionais, com história e personalidade. Mas há uma coisa que, mesmo com muita resistência, tenho que admitir: algun circuitos não suportam mais os atuais bólidos da F1.

    A primeira amostra disso foi em Silverstone. Alonso por várias voltas colado em um carro, se não me engano a McLaren do Hamilton. O carro não sofria com a perda de downforce, contrariando a teoria dos detratores do difusor duplo; o que faltava era pista. Melhor explicando: faltava uma reta mais longa com breada brusca, que possibilitasse uma tentativa concreta de ultrapassagem. O grande problema é a eficiência dos freios: é muito difícil ultrapassar quando se freia tão em cima das curvas.

    Não, não me renderei ao Tilke. Seus circuitos são todos parecidos e não tem identidade própria. Não bastasse, a maioria deles estão construídos em locais que ignoram a F1. Mas seria estúpido não admitir que, à exceção dos circuitos de rua, são os mais adaptados para os padrões atuais da F1.

    Publicado por Vitor, o de Recife | 04/10/2009, 9:22 pm
  6. Suzuka é rápida, longa e seletiva. Tem tudo que um piloto precisa para demonstrar sua arte. Não é de admirar que seja a preferida por tantos.

    Só que ninguém passa ninguém !

    O problema é velho, e está na origem do acidente entre Senna e Prost em 1989.

    Eu particularmente gosto muito das pista do Tilke, até não entendo as críticas tão ferozes que recebem aqui. São seguros, largos, longos, rápidos e com pontos de ultrapassagem.

    Entre Suzuka e Fuji, gosto mais do último com sua reta de mais de um quilômetro…onde podemos ter as disputas por posições como o Guilherme bem lembrou.

    Não acho Fuji nenhum grande maravilha, é uma pista curta e sem grandes desafios, mais ao menos tem pontos de ultrapassagem….

    Vale destacar que na corrida de ontem tivemos, entre as poucas ultrapassagens, a de Button sobre Kubica na segunda volta, que na minha opinião foi fundamental para a corrida do Inglês. Tivesse ele ficado atrás do Polonês bem mais pesado sua corrida teria tido outro resultado.

    Como a ultrapassagem sobre Hamilton no Barhein na primeira volta, o Inglês mostrou determinação e agressividade necessárias para um campeão.

    Barrichello andou bem, pareceu (como reconheceu) ter se perdido no acerto, mais tem uma temporada de sonho para quem estava desempregado no final do ano.

    A tão sonhada vitória em Interlagos seria mais que merecida !

    Publicado por Sirlan Pedrosa | 04/10/2009, 10:33 pm
  7. Interessante sobre Suzuka é que o fá número 1 do Senna, o Hamilton — que parece ter um interesse incomum pela história da F1 — caiu de amores pela pista, o que é um contraponto interessante entre o que os pilotos devem gostar e o que o público deseja como entretenimento…

    Publicado por Becken Lima | 04/10/2009, 10:42 pm
  8. Cara, muito escroto, o Galvão ficou puto porque o Fisico tomou aquela ultrapassagem pro Kovalento. Mais do que nunca, ele falou como torcedor!

    “Vai deixar passar? Vai deixar passar? Ah, Fisico, vai procurar o que fazer!!!”
    Pra quem tinha dúvidas do porque ele alfinetar a McLaren a anos, desde a época em que o Hakkinen duelava com o M.Schumacher, fica a explicação huahauhauhu…

    Publicado por Alan McLaren | 05/10/2009, 1:11 pm
  9. Galvão é um capítulo a parte. Ele ficar puto tb pq não tiraram o Grosjean q estava entre o Vettel e o Trulli, foi de doer. Tudo bem q tem q realinhar os carros corretamente, agora ele falar q não é JUSTO, q o Trulli tinha o DIREITO de lutar pela posição. Porra o Vettel tinha aberto mais de 10 segundos antes do SC entrar na pista, se pra alguem não era justo, só poderia ser pro Vettel q viu todo o trabalho ser evaporado por causa da batida do Alguersuari. E o rádio ? toda vez q colocavam o áudio do rádio dos carros era de dar pena. O Galvão e o Reginaldo completamente perdido. Fala logo q não consegue entender q é mais bonito, ficar tentando adivinhar o q eles falavam era foda. Não é fácil mesmo entender aquele rádio. Engraçado q os pilotos q são mais difíceis de entender são justamentes os ingleses, Button e Hamilton.

    Publicado por Alex-Ctba | 05/10/2009, 1:41 pm
  10. Os pilotos quando dizem que uma pista é maravilhosa, creio que estão focando primeiramente os desafios que ela produz em sua pilotagem. Ultrapassagens mesmo, eles sabem que no fundo no fundo a culpa é deles mesmos. Coloque a garotada da GP2 em qualquer pista, até Mônaco, e eles vão pra cima de qualquer maneira. Vão bater, fazer barbeiragem mas vão conseguir uma média melhor de ultrapassagens. Agora F-1 é outro nível, a responsabilidade está nas alturas e você fazer barbeiragem na F-1 é um crime hediondo (Hamilton bem sabe disso), então é melhor pra sua imagem ser cauteloso e modorrento e angariar alguns parcos pontos.
    Afinal, a maioria das equipes se refestelam com qualquer pontinho mesmo.

    Publicado por Carlos T. | 05/10/2009, 5:00 pm
  11. “E o rádio ? toda vez q colocavam o áudio do rádio dos carros era de dar pena. O Galvão e o Reginaldo completamente perdido. Fala logo q não consegue entender q é mais bonito, ficar tentando adivinhar o q eles falavam era foda.”

    A tradução intuitiva do Galvão era uma piada. Aliás, o narrador como um todo já se tornou uma piada.
    Ao menos pra mim ainda é engraçada.

    Publicado por Carlos T. | 05/10/2009, 5:03 pm
  12. No final das contas, acho q as unicas pistas q resistem a todo tipo de regra e continuam proporcionando ultrapassagens é Spa e Interlagos. Pena não ter mais Indianápolis no calendário.

    Publicado por Alex-Ctba | 05/10/2009, 5:15 pm
  13. O fato de o Button e o Hamilton serem os mais dificeis de entender deve ser por causa do sotaque carregado dos britânicos. Eu acho maneiro, mas é mais dificil de entender…

    E essa do Trulli ter o direito de disputa foi forte tbm kkkkkkkkk

    Publicado por Alan McLaren | 05/10/2009, 11:41 pm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: