//
você está lendo...
ARTIGOS

A vantagem do KERS na altitude de São Paulo

IMAGEM: Flavio Gomes/Blog do Gomesbrasil09-007 (DOIS TIPOS DE ASA: estará a equipe testando componentes para 2010?)

Dias atrás, alguém na sessão de comentários perguntou quanto de vantagem um carro com KERS ganharia dada a perda de potência que os motores à combustão usualmente enfrentam na altitude de São Paulo.

Com menos oxigênio em nossa atmosfera, os motores geralmente perdem 7% de potência por aqui. Se o KERS, alimentado por baterias elétricas, produz os 80HP nos 750 metros de altitude São Paulo, então esses mesmos 80 HP tornam-se uma proporção maior de potência quando usados por aqui.

Estimando que:

650HP + 80HP = ganho de 12% de potência

608HP + 80HP = ganho de 13% de potência

Sim, 1% é aparentemente pouco, mas deve fazer alguma diferença.

Vamos aguardar o que as sessões livres de hoje nos dirão, mas a impressão geral é de que, sem chuva, a McLaren poderá incomodar as favoritas pela terceira vez seguida.

Por que? Porque o ótimo desempenho de Lewis em Suzuka — a pista que mais expôs os defeitos do MP4/24 junto com Silverstone — sugere que a McLaren conseguiu adicionar mais alguns pontinhos de downforce ao carro nessa jornada de Cingapura até aqui.

A configuração de Interlagos — sem curvas que exigem um grande compromisso aerodinâmico em conjunto com o travado miolo — são características que também devem mascarar os “bugs” dos carros de Lewis e Heikki.

Anúncios

Discussão

17 comentários sobre “A vantagem do KERS na altitude de São Paulo

  1. Becken,
    Foi eu quem fiz a pergunta sobre o Kers. Valeu pela resposta.
    Quanto a nova asa, ela já foi testada 3 vezes esse ano, mas n foi usada em corrida.
    Aqui tem um close dela já em Interlagos:

    Parece tb q eles vão testar de novo a asa traseira já experimentada(mas n utilizada em corrida): http://www.sutton-images.com/previews/d09bra158.jpg
    O Fifth Driver(integrante da equipe q costuma twittar sobre detalhes do q acontece no box) entregou:
    “Damp and rainy in the Interlagos paddock – why is it always like this? – lots of work going on in the garage, fitting some more NEW parts…”.
    A Mclaren, na tentativa de bater a Ferrari, não para de desenvolver o carro. Só ano q vem q saberemos se essa foi( ou não) uma decisão certa.
    Detalhe do assoalho:

    Acho q é novo tb pq nele está escrito q é para uso na P1(click na imagem pra ampliar).

    Publicado por Leandro Magno | 16/10/2009, 6:48 am
  2. Becken, extremamente off-topic, mas você leu isso?
    http://www.fia.com/en-GB/mediacentre/pressreleases/FIA/2009/Documents/av_letter_to_fia.pdf

    Me impressiona a coragem do Vatanen. Apesar de ser a coisa certa a se fazer, eu duvidava que alguém ia pressionar a FiA (desta forma) sobre o apoio descarado ao Todt…

    Go Ari!

    Publicado por Guilherme Teixeira | 16/10/2009, 9:16 am
  3. Como eu ouvi na Sport TV e como nada do que a globo diz é confiavel, procede essa informaçao do Lito dada agora no treino?

    Que os motores estao livres para modificações ate o mes de março ????

    No jornal da manha a globo deu a perola que a Formula 1 utiliza o Kers, que é um sistema que aproveita o calor gerado pela frenagem do formula 1 e é reaproveitado para gerar mais potencia.

    Publicado por Claudio CArdoso | 16/10/2009, 12:03 pm
  4. Que os motores estao livres para modificações ate o mes de março ????

    O que eu sei é haverá um “upgrade” para equalizar potência — o que pode até salvar os Cosworth de vexames em 2010…

    Publicado por Becken Lima | 16/10/2009, 12:13 pm
  5. Na verdade Na medida em que vai se permitindo equalizar potencia, nada mais nada menos é que uma padronizacao ne ?

    Daqui a pouco é o mesmo que todo mundo usa o mesmo motor so mudando o nome :-)

    Publicado por Claudio CArdoso | 16/10/2009, 12:22 pm
  6. Cláudio,

    Para um jornal como o Bom dia Brasil até que não é “tanta pérola assim”.

    Na verdade diminui-se parte do calor gerado nos freios, por que se aproveita a energia das frenagens para gerar potência através de um motor elétrico.

    Para os leigos que só estão assistindo por causa do GP Brasil o que eles falaram dá conta do recado para entender o Kers sim.

    Becken,

    Essas estimativas de potência não estão conservadoras demais não ? acho 650 cv num motor atual pouco. Eu chutaria pelo menos uns 750 cv. Você estimou ou pegou esses números de uma fonte confiável ?

    Publicado por Sirlan Pedrosa | 16/10/2009, 12:31 pm
  7. Sirlan, eu tb acho que a pontencia é maior dos motores, to procuando para ver se acho algo a respeito. Enquanto nao acho, encontrei um doido que escreveu essas coisas abaixo, achei interessante, entao copio abaixo pro pessoal. Logica tem, so nao sei de onde ele tirou esse valor ai constante.

    Anote o que vou dizer : A potência de um motor não é um VALOR MEDIDO !! è um valor CALCULADO por uma fórmula, ma qual entram os valores do TORQUE ( este , sim, medido em dinamômetro ) , cilindrada , e …a RPM máxima que ele pode atingir !!

    Então, empregando materiais nobres ( como cerâmica, por exemplo ) e trabalhando com peças móveis pequenas ( pistôes de 8cm de diâmetro e bielas curtíssimas, consegue-se trabalhar em RPM próxima dos 20.000 giros ( um carro popular chega , no máximo, à 6.300 RPM, os carros da Stock Cars vão a 8.500 RPM , os da Nascar vão até 10.000 RPM ….. e o motorzinho do seu dentista pode chegar a 50.000 RPM !!

    Então, nos motores da F1 consegue-se um torque acima do 40 kgmf e assim multiplicando este valor pelos quase 20.000 RPM e dividindo-se pela constante de “860” voce vai encontrar uma potência perto do 900 HP !!!

    Fazendo estas mesmas contas para seu carrinho popular 1.0 , com um torque real ( medido na RPM máxima ) perto de 10.5 Kkmf e que atualmente podem atingir 6.300 RPM , voce vai encontrar …..

    10.5 kgmf X 6.300 RPM, dividido pela “constante = 860” = 77 HP !!

    Viu como é fácil calcular a potência de um motor???

    Então, agora que vc ja entendeu como isso funciona, vai descobrir que as fábricas tem um recurso facílimo para enganar os consumidores !!!

    Você pega o mesmo motor 1,0 que ja equipava o modelo antigo , e que tinha potência ( declarada pelo fabricante ) de 68 HP @ 5.800 RPM , e altera o limitador de RPM , passando de 5.600 para 6.300 RPM ( é so alterar o dado na programação do módulo !!! ) .

    Pronto ! Aquele motorzinho 1.0 , ( com torque de 10.5 Kgmf ) que antes so dava 68 HP @ 5.600 RPM , num passe de mágica vai te dar 75 HP @ 6.300 RPM !!

    Faça as contas:

    ANTES: 10.5 kgmf x 5.600 dividido por 860 = ~ 68 HP !!
    DEPOIS: 10.5 kgmf x 6.300 dividido por 860 = ~77 HP !!

    E sabe quanto custou esta modificação? NADA !!

    Publicado por Claudio CArdoso | 16/10/2009, 12:50 pm
  8. Sim, Sirlan, é só para uma base de cálculo e os números ficarem redondinhos (acho que vou por uma legendinha!). A variaçao hoje, dizem, é de 700 a 780hps, mas é impossível saber com precisão…

    Publicado por Becken Lima | 16/10/2009, 12:53 pm
  9. Se for com uma média de 750 cavalos teriamos a perda em 52,50

    Potencia 697,50 + 80 cavalos = ganho de 11,5 %

    Potencia 750,00 + 80 cavalos = Ganho de 10,7%

    Vantagem de potencia de 11,5 %

    Seria um negocio da china, se nao tivesse um detalhe. Nao podemos esquecer que essa vantagem sao por apenas 12 segundos, nao é isso?

    se considerarmos o tempo de volta de 72 segundos e tendo 12 segundos (16% do tempo de volta) com 11,5 % de potencia a mais, veremos que nao se trata de grandes coisas o Kers em termos de volta. Mas esses 12 segundos fazem diferença para uma ultrapassagem ou defesa de posicao.

    Publicado por Claudio CArdoso | 16/10/2009, 1:18 pm
  10. Cláudio,

    Potência na verdade é a capacidade de realizar trabalho, ou seja numa fórmula matemática é mais ou menos assim :

    Potência = Trabalho / tempo

    Trabalho = Força x deslocamento => Torque kgf (força) x m (deslocamento)

    A rotação é medida em volas por minuto, logo temos a associação de que o aumento da rotação diminui o tempo para o motor dar uma volta no virabrequim, consequentemente aumenta-se o resultado da potência.

    A cosntante 860 está aí para equalizar as medidas em kgf, m e rpm, dando um resultado já em cv.

    Não sei se está correta, mais a fórmula dele faz sentido, só não sabemos de onde ele tirou o valor do torque do motor de F1.

    Kers :

    Quanto ao Kers é usado apenas por 6,5 s por volta, mais imagine a seguinte situação :

    Em Interlagos um carro vira em 72s a volta. Em tese com 10% a mais de potência ele seria 10% mais rápido, mais vamos considerar que nas curvas o ganho é menor, então consideremos a metade disso : 5%.

    Nesse caso o mesmo carro teria uma volta 3,6s mais rápida.

    Como ele só pode usar durante 6,5 s a potência extra na volta total de 72 s, ele usa a potência adicional em 9% do tempo da volta.

    Se o ganho numa volta completa nós estimamos em 3,6s, em 9% da volta o ganho seria de 0,32s. Mais ou menos o que falam na imprensa.

    Essa conta eu fiz baseado apenas na observação, pode estar TUDO ERRADO. risos

    O mais legal disso tudo é nos chegarmos a esse nível de discursão.

    Parabéns para o F1Around !

    Publicado por Sirlan Pedrosa | 16/10/2009, 1:49 pm
  11. Errei feio foi nos 12 segundos.

    Nao sei se onde tirei os 12 segundos do kers

    Mas esses 3 decimos nao funcionam desta forma. Porque embora a potencia aumente 10%, o aumento da potencia nao é na mesma proporcao do tempo de volta.

    Imagina se pegassemos entao um carro com 100% a mais de potencia nao teriamos 100% a menos no tempo de volta :-)

    Modo Maldoso ligado->

    Imagina um debate desse na parte de comentarios la do FG ??

    Publicado por Claudio CArdoso | 16/10/2009, 2:04 pm
  12. É…ainda bem que as caras não aumentaram a potência em 100%…risos

    O FG faz um ano que nem acesso….gosto de automobilismo….lá a estrela é ele….

    Um grande abraço,

    Publicado por Sirlan Pedrosa | 16/10/2009, 2:31 pm
  13. Interessante os posts de vocês.

    Algo que eu estava pensando é quanto a perda de potência em Interlagos, que imagino ser maior na reta oposta e depois da da curva da Junção na subida do morro, exatamente onde o KERS será usado.

    Eu imagino então que, otimizado, o KERS gerará uma vantagem ainda maior do que estejamos calculando por aqui…

    Publicado por Becken Lima | 16/10/2009, 2:36 pm
  14. Becken, tire esses dois daqui, pelo amor de Deus, não entendi nada, kkkkk.

    Mande eles para um forum de mecânica aplicada e engenharia.

    Claudio, no blog fo Gomes o máximo que alguns conseguém fazer é puxar o saco do dono do blog e fazer contas de uma puxada não é igual a duas puxadas de saco.

    Publicado por Claudemir Freire | 16/10/2009, 2:38 pm
  15. “Algo que eu estava pensando é quanto a perda de potência em Interlagos, que imagino ser maior na reta oposta e depois da da curva da Junção na subida do morro, exatamente onde o KERS será usado.”

    Se o Glock tivesse um Kers no ano passado, hoje o n#1 estaria estampado na Ferrari.

    Hahaha

    Publicado por zezinho | 16/10/2009, 2:51 pm
  16. Becken ->

    Ali na subida antes da curva da reta dos boxes é o melhor lugar para ser usado, pois ja ajudara a chegar com o motor cheio no fim da reta, com isso é bem provavel ate que eles consigam diminuir uns dentinhos na 7a marcha. Ali um pouco antes ja é uma puta subida e vem a curva que é feita de pe cravado (ou como o galvao diz é uma reta curva) e vem a reta principal

    o outro unico ponto que consigo imaginar é a reta oposta mesmo logo na saida da curva para pegar a reta.

    o resto do circuito é muito travado, é uma curva em cima da outra

    Publicado por Claudio CArdoso | 16/10/2009, 2:53 pm
  17. Declaração do Barrichello sobre o KERS em Interlagos:

    “Hoje eu sai atrás do Hamilton pra ver o que acontecia quando ele apertasse o botãozinho do Mac5 dele, e ele vai embora, não tem condições, principalmente na subida. Você só sente o cheiro, então é perigoso ficar atrás e não conseguir passar”

    Fonte – Blog do Victal

    Publicado por Luiz Carlos Silva | 16/10/2009, 7:37 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: