//
você está lendo...
ARTIGOS

Suspeitas sobre corrupção na campanha de Jean Todt a presidente da FIA

O ex-chefe da Ferrari, o francês Jean Todt, parece estar usando das mesmas táticas e artifícios que “consagraram” a sua liderança na Ferrari: que é atingir seus objetivos a qualquer custo, não importando quais meios sejam necessários.

A história mais fresca e interessante sobre a eleição até aqui, publicada no Daily Mail inglês, reporta que Jack Wavamunno, presidente fundador da Federação de Esporte a Motor de Uganda, acusou Surinder Thatthi, braço direito de Todt e potencial vice-presidente em sua chapa, de fazer “indireta intimidação” por telefone logo após a indicação dos candidatos a eleição da próxima sexta-feira.

Wavamunno afirma que Thatthi lhe telefonou por duas vezes: na primeira, para ser orientado a não apoiar Ari Vatanen contra Todt, o que “seria algo contra os interesses dele [Jack Wavamunno] e da Federação Ugandense de Automobilismo.

No segundo telefonema, Wayamunno acusa o vice-presidente de Todt de sugerir que um patrocinador houvera sido encontrado para financiar os 2.820 euros dos custos da assinatura da Federação Ugandense com a FIA, mas que seria oferecido apenas sob a condição de que Wayamunno desse o voto de Uganda para Todt.

A Resposta para o vice-presidente da candidatura Todt foi: “a Federação (Ugandense) está fazendo acordos para pagar essa conta e não precisa vender o voto.”

Surinder Thatthi — que por acaso é um dos três comissários que tiraram a vitória de Lewis Hamilton na Bélgica em 2008 — obviamente, negou as acusações, mas o Daily Mail rebateu, afirmando que tem gravações das conversas telefônicas entre os dois dirigentes.

Estas acusações reforçam ainda mais a inadequação e os conflitos de interesses por trás da candidatura de Todt a presidente da FIA, um homem cercado de polêmicas, longamente atado à Ferrari e a escândalos na F1, como a pressão feita na Sauber, que usava motores Ferrari, durante a decisão do campeonato de 1997.

Todt, ele mesmo, foi aos boxes da Sauber ordenar que o piloto argentino Norberto Fontana, retardatário na corrida, “segurasse” Jacques Villeneuve que disputava o título com Michael Schumacher naquele ano.

Este é o “modus operandi” de Jean Todt: intimidação inescrupulosa, o que provavelmente o fará presidente da FIA na próxima sexta-feira.

Discussão

13 comentários sobre “Suspeitas sobre corrupção na campanha de Jean Todt a presidente da FIA

  1. Becken ->

    .O ex-chefe da Ferrari, o francês Jean Todt, parece estar usando das mesmas táticas e artifícios que “consagraram” a sua liderança na Ferrari: que é atingir seus objetivos a qualquer custo, não importando quais meios sejam necessários

    O cara ja é culpado de tudo antes ate de ser ouvido na historia. Ta certo que tu tem Raiva dele, so pq ele impos um Periodo Negro na Mclaren do todo ultra mega eficiente diretor Ron Dennis, que segundo nosso amigo Claudemir apurou, tem menos campeonatos por temporada que ele.

    Será que tb nao existe a possibilidade do nosso amigo Uganense nao estar do outro lado nao ? Será que ele tb nao pode ter sido comprado pelo outro lado para ventilar essa historia para poder conturbar as eleições ?

    Estranho ne, alguem propor uma intimidação por apenas 2.820 euros nao acha ?

    E mais estranho ainda que o cara vai propor isso e nem vai dar nada para a outra pessoa. Vai somente pagar a taxa da federação.

    No minimo algo estranho tem.

    Uma obs: Se uma federção de esporte a motor nao tem 2.820 euros, como ela faz corridas ??

    Antes de qualquer coisa o cara é culpado, quando é algo com o Ron Dennis ele é incocente ate de infidelidade com Batom na Cueca.

    Publicado por Claudio Cardoso | 20/10/2009, 8:09 am
  2. Hahahaha.

    Eu sabia que o Claudio não ia resistir a esse post.

    Publicado por Claudemir Freire | 20/10/2009, 9:14 am
  3. um cara como esse vai ser tão rium ou pior que o Max chicotinho

    Publicado por Joao | 20/10/2009, 9:19 am
  4. Depois de mais este episódio, algo me diz que isto não vai acabar na sexta-feira… o prolongamento começa no Sábado.

    Publicado por Speeder_76 | 20/10/2009, 10:06 am
  5. Aonde é que eu assino, Cláudio Cardoso?

    Publicado por Jayme | 20/10/2009, 10:27 am
  6. Denúncia e merda para mim é a mesma coisa… quero ver é prova de que esse lero-lero seja verdade.

    Becken tá morrendo de medo do baixinho assumir a bagaça…rs… Vai gostar da Mclaren assim lá em woking…rs…

    Publicado por Cassius Clay regazzoni | 20/10/2009, 10:50 am
  7. 2.820 euros?? Pô isso é suborno ou salário?
    Assim até eu compro uns votinhos! ;-)

    Publicado por Beatle Ed | 20/10/2009, 11:08 am
  8. Interessante é ver que as opiniões estão divididas, achei que seria uma chuva de críticas sobre o nanico napoleônico, será que é complexo de baixinhos franceses, querem dominar o mundo a qualquer custo ?

    Publicado por Claudemir Freire | 20/10/2009, 11:33 am
  9. Essa eu tenho que rir. A reportagem diz que existem escutas telefônicas e o escambau. Ainda sim, parece ser mais fácil deduzir que o pessoal do Vatanen pagou mais ao presidente da Federação de Uganda.

    E o que tem o Ron Dennis a ver com tudo isso? Aliás, por falar em período negro, é bom lembrar que de 2000 a 2003 a McLaren se envolveu no processo de construção de um novo centro de tecnologia. E só no fim de 2006 a equipe quitou as dívidas desse empreendimento. Foi de 2000 a 2005 fechando nas contas no vermelho, enquanto que a Ferrari por ano leva 80Mi a mais do que qualquer outra equipe, ou seja, uma equipe ganha X pelo campeonato de construtores, a Ferrari ganha X + 80Mi! http://ultimosegundo.ig.com.br/paginas/grandepremio/materias/505001-505500/505072/505072_1.html

    O Jean Todt não é nenhum santo. Isso qualquer um pode ver. O Ari Vatanen, não sei, mas não ouvi nenhum antecedente dele…

    Publicado por Alan McLaren | 20/10/2009, 12:10 pm
  10. Alan ->

    Na verdade o Ron Dennis so entra na historia para quem acompanhou o post anterior. Onde o Becken demonstrava o odio ao Jean Todt.

    Ai coloquei pilha no Becken que ele estava puto com o Todt por ele ser melhor que o Ron Dennis, e impor o periodo negro por la.

    Ai o Claudemir no trabalho brilhante de estatistica, que remeteu ate o Enzo Ferrari, fez todas as estatisticas, e descobrimos que no Periodo de Jean Todt a frente da Ferrari, se dividirmos por numero de anos, a média dele é maior que a do Ron Dennis a frente da Mclaren.

    Vale a pena ler o trabalho imenso de pesquisa do Claudemir la, que inclusive remete a todos os titulos de mundiais da Ferrari e da Mclaren.

    Agora que situacao heim, o pessoal envolver a federaçao da Uganda nessa historia. Caramba os caras nem existem, nao tem 3.000 euros para pagar uma inscrição, como eles pretendem fazer uma corrida de carros ?
    So se for de Rolimã

    Ta na cara que isso ai foi coisa comprada para tentar derrubar candidatura.

    Publicado por Claudio Cardoso | 20/10/2009, 5:08 pm
  11. Disputa eleitoral na maioria das vezes tem ações sujas de todos os lados. Difícil achar quem só se utilize de armas limpas e éticas.
    Essa história toda achei meio furada, mas vai saber…

    Publicado por Carlos T. | 20/10/2009, 10:30 pm
  12. Caro Becken,

    Uma das melhores coisas do F1Around é a precisão das notícias e a imparcialidade das análises, além da média elevada dos comentários.

    Mais nesse post vc se equivocou.

    Uma coisa são denúncias, e outra bem diferente SÃO OS FATOS.

    Nós estamos longe, em todos os sentidos, para termos uma visão cristalina dos fatos ao ponto de levar a uma conclusão que defina o carácter e o valor de alguém.

    Aliás, nem com pessoas próximas temos a capacidade e a insenção para emitirmos opinião sobre suas qualidades como seres humanos, como você por várias vezes se arriscar emitir sobre o Jean Todl.

    O que sabemos do Francês é que veio dos ralies como navegador, foi um dirigente de sucesso na Peugeot, e na Ferrari conseguiu dar um norte à equipe, criando uma atmosfera de estabilidade e as bases sólidas para todo o sucesso que a equipe veio a ter.

    Jean Told entrou na Ferrari em 1993, após um dos piores anos da história da equipe, e sob seu comando criou todas as condições para os sucessos que vieram a partir de 2000. Sete anos depois. Não foi com soluções mágicas nem com a sorte de um carro bem projetado, foi com trabalho, planejamento e competência.

    Após 15 anos como dirigente da equipe italiana se coloca como canditado a presidência da FIA, anseio ao qual o seu currículo lhe garante a legitimidade. É alguém do automobilismo, com liderança comprovada, resultados para mostrar, e conhecimento do esporte desde o Raly a F1, passando pelos carros de protótipos.

    Ele é bom, honesto, simpático, ou sincero ???? Não sabemos, nem saberemos, talvez apenas sua família mais próxima possa emitir uma opinião asssim.

    Alguém seria capaz, dos que leem esse blog, de falar que Pat Simonds da Renault faria o que fez ? Alguém tinha conhecimento da índole dele para supor algo assim ???

    Quem é Ari Vatanem para o esporte ? O que já fez ? Onde teve funções de liderança ? Qual os resultados ? Conhece o automobilismo a fundo ?

    Isso é o que importa.

    O apoio do Max Mosley ao Jean Told também é legítimo, qual o problema ???? O que o Max fez que acabou com a F1 ??? e se fez, aqueles que acham que não votem no seu canditado….

    Quando o advogado inglês entrou na FIA ele vinha como um grande salvador, para acabar com os anos “negros” do colaboracionista e facista Jean Marie Balestre…. A história se repete…só os personagens mudam de lugar…

    Wiston Churchil perdeu uma eleição em 1945 e não assistiu, como primeiro ministro, o final ga grande guerra da qual foi personagem fundamental….

    Uma coisa, amigo Becken, fica clara : Ninguém é santo nem demônio, apenas temos opiniões à respeito do que podem fazer num cargo como o de presidente da FIA. A minha opinião é baseada na história e nos resultados e competências demonstradas ao longo dessa história. Jamais em fofocas ou suposições sobre o caráter de alguém.

    Eu votaria em Jean Told para presidente da FIA.

    Publicado por Sirlan Pedrosa | 20/10/2009, 11:59 pm
  13. Que historinha da carochinha. Vale tudo.

    Publicado por Mario Ruivo | 21/10/2009, 7:42 am

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: