//
você está lendo...
ARTIGOS

McLaren manda recado para Kimi

Imagens: McLaren/Divulgaçãothe ice man (BRRRRRRRBRRRR, QUE FRIO: Kimi fugindo de patrocinadores na McLaren?)

A McLaren mandou em belo recado que, subentende-se, é dirigido a Kimi Raikkonen e seu manager, Steve Robertson:

Kimi é uma opção, mas há muitas opções por aí. Algo é certo, pilotos que estão acima do orçamento não são opções para nós — seja ele quem for.

Não vou apontar ninguém, mas desejamos total comprometimento de alguém que tenha sucesso como meta, não alguém dizendo “tenho um grande nome, me pague muito e pilotarei para você.

A equipe deve estar convencida de que o piloto tem fome de vencer, está motivado, focado e não que o seu primeiro pensamento seja conseguir mais dinheiro.

— Norbert Haugh

O recado é claro: para pilotar na McLaren será preciso baixar o salário e ser mais atuante e envolvido com patrocinadores, algo que não agrada ao talentoso e “cool” finlandês.

O problema para Kimi é o paralelo com Lewis Hamilton, que tornou a McLaren mais “friendly” e ativa em termos de patrocínio. Lewis adora o trabalho e virou uma máquina publicitária ambulante, profundamente comprometido com o portfólio de patrocinadores da equipe.

Sua influência foi decisiva para que o Abbey, a sub-marca do Santander no Reino Unido, permanecesse atado à equipe — mesmo depois do recente acordo do banco com a arqui-rival Ferrari. A McLaren, portanto, não pode prescindir do envolvimento de seus pilotos nas ações de marketing, nem pode concentrar o trabalho nas costas de Hamilton enquanto Kimi disputa Ralis no interior da Finlândia.

Dentro de uma equipe Kimi é um profissional como poucos, ele senta no carro e pilota; sem se envolver em arengas políticas nem em disputas psicológicas por status. Isso foi ótimo para o desenvolvimento de Felipe Massa, mas parece insuficiente com a McLaren hoje, profundamente “Hamiltoniana.”

Fãs da equipe esperam ansiosos pelo finlandês, mas, ao fim, eu realmente não imagino Kimi com a mesma desenvoltura que Heikki ou Lewis demonstram nesse anúncio da Vodafone abaixo:

__________________________________________________________________________

Mais sobre Kimi e McLaren:

Anúncios

Discussão

26 comentários sobre “McLaren manda recado para Kimi

  1. … e pior que isso, tem que ser 2º piloto da McLaren!!!

    Sim, porque na Mclaren há 1º piloto, ao contrário do que dizia o “chefe dos mecânicos” de Woking há uns tempos atrás.

    Publicado por Cavallino Rampante | 24/10/2009, 12:20 pm
  2. Becken,

    A Ferrari assediou o Nelson Piquet por várias vezes e o negócio emperrava quando o piloto dizia sua pretensão salarial. Nunca alguém cedeu.

    Numa entrevista à revista Playboy, em 1988, o jornalista perguntou ao Nelson:
    – Vc gostaria de guiar uma Ferrari?
    – Sim. Qualquer piloto gostaria. Mas, eu só pilotaria recebendo o justo.
    – Por quê?
    – Porque em qualquer equipe que eu correr e ganhar a manchete será: Nelson Piquet vence com o carro tal. Se ganhar com a Ferrari a manchete será: Ferrari vence, com Piquet.
    – Existe no automobilismo algo melhor que correr numa vermelhinha?
    – Claro, pô. Melhor que andar numa Ferrari é batê-las nas pistas, ultrapassando por dentro, por fora, em retas, em curvas. É o que tenho feito esses anos todos… e com carros inferiores aos Ferrari.

    Piquet foi tri campeão com carros inferiores enquanto a Ferrari amargou duas décadas sem ganhar um título e cinco anos sem vencer uma corridinha sequer.

    A esta altura do campeonato, o Kimi tem 30 anos e está no auge de sua maturidade como piloto, como pessoa, enfim. Para qualquer equipe que aspire disputar para vencer o campeonato ele é o piloto indicado. O momento é esse e não vai se repetir.

    Existe uma “falta de respeito” à qual o Kimi não vai se curvar.
    Ele é piloto e trabalha centrado no que faz, sem querer mudar ou exigir da equipe coisas que vão além de ser uma equipe. Mas a Mc Laren insiste em ter um piloto excelente e que seja também um “macaquinho de circo”. Não vai conseguir.

    O Kimi deve ir para uma equipe pequena e encher os bolsos de dinheiro (tal e qual o Piquet fez ao ir para a Benneton) ou ir para uma competitiva e dar um baile na Mc Laren. Ou, então, ir para o rali se divertir e encher a cara de vodca nas baladas, que é o que ele gosta realmente de fazer. Afinal, em 2010 ele vai receber uma fortuna como se tivesse correndo pela Ferrari e ainda estará com uma verdadeira fortuna nos bolsos (multa rescisória).

    E a vida é uma só. Não vale a pena desperdiçá-la arriscando o pescoço e fazendo palhaçadas, de graça, para encher os bolsos do Ron Dennis.

    É o que eu penso.

    Abs.

    Publicado por Anselmo Coyote | 24/10/2009, 12:39 pm
  3. Não, jurei pra mim mesmo tentar responder sem deixar o lado torcedor falar mas alto, mas não dá. Se hoje há um 1º piloto na McLaren, é pq Heikki Kovalainen não consegue fazer frente ao Hamilton e ponto final, oras.

    Uma coisa é ter uma dupla de pilotos como Hamilton x Raikkonen e logo de cara apontar quem é 1º e quem é 2º, outra totalmente diferente é ter Hamilton x Kovalainen. Até minha avó tem condição de responder que no segundo caso, o Hamilton é o primeiro piloto.

    Seria hipocrisia pura desmentir isso, alguém da equipe vir a público e dizer: O Kova não é o segundo piloto…

    E se antes eu não tinha um motivo específico pra gostar do Hamilton, agora tenho: O cara também não vê graça na Ferrari(assim como eu, ele é um herege, muitos vão dizer, um atentado contra as leis da natureza…) http://esporte.ig.com.br/grandepremio/formula1/2009/10/24/diferente+de+alonso+hamilton+ressalta+que+nao+sonha+em+correr+na+ferrari+8927913.html

    Publicado por Alan McLaren | 24/10/2009, 12:40 pm
  4. Só faltava, o cara é piloto McLaren e dizer que gosta da Ferrari…

    Igual ao Fernando, quero ver ele repetir isso em alguns anos…

    Publicado por Lucas | 24/10/2009, 1:10 pm
  5. Ah… hahaha aqui a desenvoltura de Kimi em seus comerciais

    Publicado por Lucas | 24/10/2009, 1:12 pm
  6. Alan,

    Assino embaixo do que vc escreveu.

    Eu gosto da Mc Laren, embora não torça por equipes. Mas, o problema é que ela está se tornando uma Ferrari. Não demora começar a cobrar do piloto para guiar seus carros – não por falta de dinheiro, mas por se “achar” demais. Está na contramão da história.

    Repito: com essa filosofia, a rossa passou 5 anos sem vencer um GP e 20 anos sem ganhar um campeonato de pilotos ou de construtores.

    Existem pontos em comum e pontos divergentes.

    Naquela época a Ferrari tinha carros bons e não tinha piloto.
    Hoje a Mc Laren tem um piloto excepcional mas não tem carro.

    Mas os tempos mudaram e, ao contrário do que dizem, o piloto hoje não tem como interferir efetivamente na construção do carro. O Hamilton, embora excelente, (assim como o Alonso, o Raikkonen e o Massa), não foi piloto para disputar (não estou dizendo “ganhar”) o título com um carro ruim.

    Concluindo, naquela época, com um carro razoável e um piloto/mecânico/preparador/acertador etc “fora de série” como era o Nelsão ganhava-se um campeonato. Hoje é preciso um carro excelente e um piloto excelente.

    Agora, o cúmulo da arrogância, é achar que o piloto corre em função do champanha e dos flashes (se vierem, porque em 2009 a equipe não soube fazer um carro… fará em 2010?), enchendo os bolsos da equipe e dos patrocinadores para depois encerrarem a carreira na m.rda.

    Acorda, Mc Laren – a era Garrincha já foi!

    Abs.
    O que a difere da Ferrari daqueles tempos estúpidos é que ela tem o Hamilton, que é um piloto excepcional.

    Publicado por Anselmo Coyote | 24/10/2009, 1:17 pm
  7. Na boa, o Kimi está muito certo, ele com certeza é um dos melhores pilotos da F1 atual. E para ter os seus serviços é preciso pagar. Ele não é nenhum Jenson Button (que correu praticamente de graça ) ou Barrichelo (que se humilhou pra conseguir uma vaga pra essa temporada), se não pagarem, ele vai se divertir correndo no WRC.

    Publicado por iDavid | 24/10/2009, 2:18 pm
  8. É chover no molhado.

    Manchetes.

    Kimi quer muito dinheiro pra dirigir um Toyota, afirma presidente John Howett, não iremos pagar.

    Kimi quer contrato “cool” com a Mclaren, se não, não assina. Equipe diz que se ele quiser correr terá que fazer as peças publicitárias.

    Kimi pode ir para Red Bull. Red Bull que Webber esta garantido para 2010.

    Kimi pode substituir Button ma Brawn. Ross afirma não ter grana pra pagar o finlandês.

    Button se sente desvalorizado na Brawn, que não quer pagar 15 mi de dolares, Ross afirma não ter dinheiro.

    Button está em conversas com a Toyota, que afirma que não existe conversas.

    Button e alguns funcinários da Brawn estão insatisfeitos com a equipe.

    Barrichello afirma que novas coisas aconteceram no fim de semana do GP Brasil, em relação a contratos em 2010.

    Algumas notícias divulgadas recentemente que leva a crer que nada, absolutamente nada esta decidido quanto a essas 3 pilotos, é um jogo de valoriza, desvaloriza danado, até que cheguem a um denominador comum, que no caso do Kimi não deva ser dinheiro na Mclaren, e sim o contrato.

    Então a Mclaren quer desvalorizar agora pra comprar depois.

    Publicado por Claudemir Freire | 24/10/2009, 2:21 pm
  9. http://www.oconsumidoremdebate.blogspot.com

    Claudemir, como você, também fiquei encucado com essa afirmação do Barrichello, nas entrelinhas. Confesso que na hora o que me veio à cabeça foi um convite para ele (Rubens) ir para a Toyota…depois vieram com a conversa que a McLaren quer o Button, somada a esta indefinição do Raikkonen.
    Se pararmos pra tentar juntar as peças, capaz de no próximo ano não termos as ditas combinações que estamos esperando.
    Ah, ainda tem a questão da Sauber/??? que ninguem me tira da cabeça que ainda vai dar pano pra manga…

    Publicado por Edgard | 24/10/2009, 3:20 pm
  10. Esse recado já tinha sido dado por Montezemolo, Domenicali e cia… foi dispensado exatamente por esse tipo de atitude.

    Muitos fãs adoram esse jeitão do Raikkonen e acham que é uma bela demonstração de personalidade mas sempre achei que isso não combina com alguém que trabalha em equipe.

    É óbvio que o piloto pra arriscar a vida todo o fim de semana precisa ser bem remunerado mas numa atividade competitiva (qual não é?) é preciso um pouco mais do que ser muito competente.

    Kimi está no auge de sua forma, é um piloto muito rápido, excepcional! O que ele andou em Interlagos… principalmente depois de tomar um banho de gasolina e ter seu Ferrari envolto em chamas!

    Mas talvez seja ainda um pouco imaturo.

    Imagina um cara ganhando um salário de algumas dezenas de milhões e não querer ir à festas, eventos e jantares organizados pelos patrocinadores que lhe pagam.

    É chato? Claro, é muita mala sem alça querendo tirar fotos, jornalistas perguntando a mesma coisa noventa vezes, gente chata com quem você tem que conversar e fingir interesse… mas são ossos do ofício.

    Sair do carro e ir tomar sorvete no box pode ser engraçado (e foi mesmo) mas se eu sou o chefe de equipe ficaria muito puto da vida de ver uma cena dessas.

    Meu ponto é: espero que esse episódio sirva para o amadurecimento de Raikkonen.

    Aliás Becken, você bem que poderia fazer um post analizando o porque de Kimi ter melhorado muito seu desempenho depois do acidente de Massa. É uma coisa que ainda não entendi.

    Sempre achei que talvez o carro prejudicasse seu estilo de pilotagem ou que Felipe tivesse se adaptado melhor…

    Mas depois que o brasileiro foi hospitalizado Kimi simplesmente passou a andar muito!

    Mesmo com um carro sem desenvolvimento.

    abraços

    Publicado por Beatle Ed | 24/10/2009, 3:44 pm
  11. Edgard, esqueci desta notícia do Button na Mclaren, obrigado por lembrar, mas na minha opinião isso é notícia de empresário.

    Button tem chances de fazer dupla com Hamilton em 2010.

    Impossível, nem nessa vida muito menos em outra, eles são antagônicos, a equipe quer outro piloto forte pra disputar o mundial de construtores que não vencem a 10 anos.

    Notícias de empresário não tenha dúvida que ele comprou um lugar no jornal pra divulgar essa infamia.

    Publicado por Claudemir Freire | 24/10/2009, 4:17 pm
  12. Becken… verdade, gostaria de um post sobre o desempenho de Kimi depois do acidente do Massa… ele melhorou muito mesmo, e com um carro que está estacionado em desenvolvimento…

    Publicado por Jack | 24/10/2009, 5:51 pm
  13. É, foi um ultimato ao homem de gelo.
    Oos prateados já estão com uma lista bem grande de quem será o companheiro de Hamilton. São eles, se n estou esquecendo ninguém:
    Button
    De la Rosa
    Di Resta
    Glock
    Heidfeld
    Kovalainen
    Paffett
    Raikkonen
    Rosberg
    Senna
    Sutil

    Publicado por Leandro Magno | 24/10/2009, 6:04 pm
  14. Meu caro Beatle Ed,

    Liga não. É só meu lado “fã” falando sobre isso que vc comentou abaixo.

    “Sair do carro e ir tomar sorvete no box pode ser engraçado (e foi mesmo) mas se eu sou o chefe de equipe ficaria muito puto da vida de ver uma cena dessas. Meu ponto é: espero que esse episódio sirva para o amadurecimento de Raikkonen.”.

    Primeiramente, esclarecendo, e vou falar uma vez só (e espero que esse comentário seja publicado, ouviu Becken? É. Porque tem um pendurado na cerca aí).

    Retomando, esclarecendo, Beatle Ed, naquela corrida (a do sorvete com coca-cola) o carro do Kimi estava com problemas no kers – dando choques. Por isso a Ferrari recolheu o carro dele para a garagem tão logo a corrida foi interrompida. Então, mesmo que a corrida recomeçasse, o Kimi não voltaria à pista.

    Agora, o lado “fã”.
    Ok? Beatle Ed, vc entendeu, ou quer que eu desenhe?

    Espero que esse episódio sirva para vc se informar melhor antes de sair detonando o cara que é o melhor piloto do grid.

    Abs, meu amigo.

    Publicado por Anselmo Coyote | 24/10/2009, 6:15 pm
  15. Copiei isto de alguem no qual eu não me recordo o nome…
    ´´Olhem que beleza o pessoal que vai apoiar Todt, pessoal com longa tradição em corridas como Nova Zelandia, Equador,Malasia,China,PARAGUAI ,Filipinas,Eslovenia,NovaZelandia,Tanzania..(alguém sabe aonde fica a Tanzania…)

    Presidente do Senado

    Nick Craw, Presidente, Comité para a Competição Automóvel dos Estados Unidos (EUA)

    Vice-presidente para a area da mobilidade

    Brian Gibbons, director-executivo, Associação Automóvel da Nova Zelândia

    Vice-presidente do Desporto

    Graham Stoker, Council Chairman, Associação de Desporto Motorizado (Reino Unido)

    Membros do Senado

    Hernan Gallegos Banderas, Presidente, Automóvel Clube do Equador (Equador)
    HH Tunku Mudzaffar bin Tunku Mustapha, Director, Associação Automóvel da Malásia
    S.H. Rudolf Graf von der Schulenburg, Presidente, Clube Automóvel da Alemanha
    Carlos Slim Domit, Presidente, Associação Mexicana de Automobilismo (México)
    Jainchang Yan, Deputy Presidente, Federação do Desporto Automóvel da China

    Vice-presidentes para a Mobilidade

    Carlos Barbosa, Presidente, Automóvel Club de Portugal (Portugal)
    Victor Dumot, Presidente, Clube Automóvel do Paraguai
    Ignacio Gonzalez Fausto, Presidente, Associação Mexicana de Automobilismo (México)
    Gus Lagman, Presidente, Associação Automóvel das Filipinas
    Franco Lucchesi, Delegado da FIA, Automóvel Clube de Itália
    Jorge Rosales, President, Automóvel Clube da Argentina
    Danijel Starman, President, Clube Automóvel da Eslovénia

    Vice-Presidentes para o desporto

    José Abed, Presidente, Organização Mexicana do Automobilismo Internacional (México)
    Michel Boeri, Presidente, Clube Automóvel do Mónaco
    Morrie Chandler, Presidente-honorário, Automobilismo da Nova Zelândia
    Enrico Gelpi, Presidente, Automóvel Clube de Itália
    Carlos Gracia, Presidente, Real Federação Espanhola de Automobilismo (Espanha)
    Mohamed ben Sulayem, Presidente, Clube Automóvel dos Emirados Árabes Unidos
    Surinder Thatthi, Associação Automóvel da Tanzânia

    È o fim do mundo mesmo…abraços à todos Lion“
    É realmente uma galera muito boa mesmo…

    Publicado por Leo | 24/10/2009, 6:44 pm
  16. Quando o Piquet saiu da Willians e foi para a Lotus, foi para “ganhar” dinheiro.
    Mas a quantidade de dinheiro era infinitamente menor do que os pilotos de ponta ganham hoje.
    Naquela época os pilotos “sentavam e corriam”. Época romântica.

    Hoje além de pilotos, eles são máquinas publitárias de fabricar dinheiro.
    Eles são extremamente bem pagos justamente para emprestar suas imagens aos patrocinadores. Regras do jogo. Infelizmente.
    Ou se enquadra, ou vai correr Rally.
    O Kimi não pode correr destas obrigações…faz parte do pacote. Até para ele o melhor piloto hj no grid.

    Fernando

    Publicado por Ffigueiredo | 24/10/2009, 6:55 pm
  17. Fico pensando se no Rally o Kimi vai também querer cobrar os tubos pra correr e, principalmente, se alguém lá vai ter essa grana toda.

    Pra McLaren não acho que ele seja a melhor opção custo/benefício disponível. Pode até causar um atrito com o Lewis que ganha menos. Afinal, quem tirou a equipe do jejum de títulos foi este, enquanto aquele só vivia de quebrar motores. Kimi pode ainda pilotar muito mas não está mais na crista da onda em se tratando de F-1.

    Agora, essa postura da McLaren de focar excessivamente os patrocinadores, na minha opinião, é questionável. Já fizeram seus pilotos pagar cada mico…

    Publicado por Carlos T. | 24/10/2009, 7:55 pm
  18. É verdade Anselmo, ainda bem que tem sempre você pra me corrigir!
    Realmente, no GP da Malásia caiu o maior dilúvio, dá pra ver no vídeo o carro de Kimi inundado pela pista.

    Desculpas sinceras ao IceMan Fã Clube. :-)

    Apesar do equívoco mantenho o que disse no post anterior quando afirmo que Kimi foi demitido da Ferrari pela sua atitude, (ou falta dela) mesmo motivo pelo qual a McLaren mandou-lhe o singelo recadinho.

    Claro que Haugh não é bobo e também quer com isso desvalorizar o passe do finlandês pra não ter que gastar demais.
    E se você lembrar que a Ferrari desembolsou um caminhão de dinheiro pra tirá-lo da equipe e outro para pôr Alonso verá que o cacife de Raikkonen não anda lá tão bem assim.

    Dinheiro não é tanto o problema da McLaren/Mercedes, mesmo numa época de crise.

    Raikkonen é bom?

    Evidente, mas talvez sua atitude no ambiente de trabalho precise mudar um pouco.

    Talvez tenha que comparecer mais a jantares, aturar uns chatolas bêbados, tirar algumas fotos com a família do neto do vice-presidente do Santander da Venezuela…

    Muitas vezes bem é pior não se envolver em políticas…Sobretudo na equipe de Hamilton.

    Publicado por Beatle Ed | 24/10/2009, 8:25 pm
  19. Correção: Muitas vezes é bem pior não se envolver em políticas

    Publicado por Beatle Ed | 24/10/2009, 9:14 pm
  20. O Kimi é o único dos Top Drivers que está disponível no mercado.

    Os outros (Alonso, Massa, Hamilton, Button, Kubica e Rosberg) estão com seus lugares certos.

    Caso a política da Mclarem seja ter uma dupla de pilotos de ponta, o homem é o filandês, caso contrário manter o Heikke Kovalain ou trazer um Glock ou um eidfeld seria a opção.

    O Anselmo comparou o Kimi ao Piquet. É verdade. O tri-campeão brasileiro tinha um estilo muito particular e diferente dos seus colegas de profissão : morava num barco, vivia cercado e trocando de mulheres o tempo todo, não gostava dos eventos comerciais e não dava muita bola para a imprensa.

    Entretanto, o Piquet talvez tenha sido o piloto mais comprometido com as equipes e o desenvolvimento dos carros. Na Brabhan desenvolveu os motores BMW, os pneus Pirelli eajudou a criar as paradas de box. Na Williams pilotou milhares de km desenvolvendo a suspensão ativa. Na Benetton, mesmo em final de carreira, encantou o John Barnard e teve os melhores resultados da equipe até então, mesmo correndo com um motor V8 inferior aos V10 e V12 da Renault e Honda.

    O Kimi nunca demonstrou esse envolvimento com o time. Principalmente na Ferrari isso ficou muito evidente. Na Mclaren talvez por ser uma equipe mais “fria” esse comportamento do piloto não aparecesse tanto, mais está claro que se na pista o Kimi é muito rápido, fora da pista parece faltar um envolvimento que motiva e canaliza as atenções de todos.

    Não estou falando de politicagem, especialidade de Prost por exemplo, mesmo porque o Piquet nunca foi muito bom político, estou falando de envolvimento com o time.

    No site Última Volta tem uma entrevista com Gordon Murray, projetista da Brabhan e da Mclaren, onde entre outras coisas ele comenta os relacionamentos e a maneira de se envolver com o time dos pilotos com que conviveu…e foram apenas Pace, Lauda, Piquet, Prost, Senna….risos

    Quanto ao Kimi estar melhor depois do acidente do Massa isso é impossível de avaliar. Ele andou boa parte do ano atrás do brasileiro, depois do acidente apenas perdeu sua referência…ou teve sua referência muito enfraquecida em Badoer e Fisichella.

    Acho que sem o acidente Felipe Massa estaria andando na frente do Kimi durante o ano todo, salvo raras excessões como Spa, onde o filandês é sempre muito rápido.

    Abaixo os links da entrevista e uma colagem de um trecho onde ele(Gordon Murray) fala de Piquet :

    http://ultimavolta.com/formula1/noticias/2009_07_29_UV_Entrevista_Gordon_Murray.html

    http://www.ultimavolta.com/formula1/noticias/2009_08_06_UV_Entrevista_Gordon_Murray.html

    “Mas eu acho que a principal questão sobre Nelson é que, entre todos os pilotos com os quais eu já trabalhei algum dia – qualquer um –, ele foi o melhor no que se refere a integrar-se à equipe. Sob o ponto de vista da engenharia, do entendimento com os mecânicos, do trabalho com os mecânicos, e de se fazer parte de uma equipe. Ele era 100% comprometido com o time.

    Quando ele era muito jovem, ele não tinha um inglês muito bom. Então ele foi morar num apartamento muito perto da fábrica da Brabham, e ele ia lá todos os dias perto das 16h, sentava-se ao meu lado em minha escrivaninha, e me observava na prancheta (risos). Todos os dias. E quando nós íamos para o túnel de vento fazer testes, ele ia conosco e sentava-se no túnel de vento todas as vezes também.

    Então isso demonstra todo o seu comprometimento, mas muito mais importante do que isso, eu penso que Nelson estava aprendendo. Você sabe… Tudo a respeito do carro, e por que as coisas tinham sido projetadas daquela forma, e qual o propósito sob um ponto de vista aerodinâmico… Eu acho que isso deu a ele uma condição realmente boa.

    Mas eu tenho que dizer, dentre todos os pilotos com os quais trabalhei – e eu trabalhei com muita gente, como Graham Hill, Niki Lauda… Todo mundo… Prost, Senna… –, ele foi aquele que realmente se integrou à equipe da melhor forma, eu acho.”

    Publicado por Sirlan Pedrosa | 24/10/2009, 10:43 pm
  21. Obrigado pelo link Sirlan, muito boa a entrevista de Murray.

    Voltando ao assunto Kimi acho que você definiu muito bem o tipo de relação que é preciso ter com uma equipe e me parece que nesse ponto o finlandês deixa um pouco a desejar.

    É claro que os tempos são outros, na época em que Piquet corria na Brabham o piloto era antes de tudo o piloto, hoje é impossível pensar em Kimi, Massa ou Kubica sentados no túnel de vento, ou ao lado do projetista enquanto esse trabalha. Hoje são tantos os compromissos que muitos acabam perdendo até um pouco da atenção na pilotagem que é a sua principal atividade.

    Mas é imprescindível envolver-se com a equipe de uma maneira natural, o estímulo que isso gera é inestimável.

    Lembro de uma temporada em que Senna resolveu visitar a fábrica da GoodYear, fornecedora de pneus na época. Passou bastante tempo falando com os funcionários e no final um engenheiro disse que aquilo tinha sido muito bom porque tinha dado à eles a sensação de fazer parte do time e também responsável pelos êxitos, coisa que quando se está numa fábrica há milhares de quilômetros do circuito onde se está correndo é difícil de se ter.

    Achei que o Senna foi gênio!

    Publicado por Beatle Ed | 25/10/2009, 12:12 am
  22. A história da Ferrari vs Kimi é patética. E a da McLaren vai no mesmo sentido.

    “A equipe deve estar convencida de que o piloto tem fome de vencer, está motivado, focado e não que o seu primeiro pensamento seja conseguir mais dinheiro.”

    Se assim fosse, já muitos tinham passado pela F1 ao invés de militarem em campeonatos menores. Basta ver o início de carreira deKimi na F1 (basta perguntar ao Peter Sauber) e o de Lewis por exemplo para perceber a falácia de tais afirmações. São recados sim, mas de comerciante. Aliás a única coisa dessas afirmações que se pode levar a sério é que a Mercedes ficará com a McLaren fornecendo o seu motorzão. Se querem continuar assim, fiquem com o Kovalainen ou vão buscar um piloto com vontade de vencer como o Grosjean por exemplo.
    São mesmo declarações de palhaço de circo rico. Aliás a McLaren com todos os erros que cometeu quando Kimi andou por lá levando o nome do team bem alto é natural que tenha dificuldade em engolir o título dele na Ferrari que também foi precário mas ao menos foi um título melhor que o de Jenson porque dependeu mais do piloto que do carro. Kimi é um piloto e entende que é pago para isso e que isso basta para se justificar. Como diz uma célebre campanha publicitária “brutally honest”. Outros contribuem para a expressão “circo da fórmula 1” com o que Bernie tanto gosta.

    Publicado por Ernesto Sousa | 25/10/2009, 7:57 am
  23. Beatle Ed. Que bom que vc entendeu a “esculhambada” de brincadeira… rsrs.

    Fernando, meu caro amigo, admirador e fã do grande Elomar Figueira Melo.

    Ah… e por falar em Elomar (assunto de um post anterior), não caiamos na besteira de compará-lo a U2, Led Zeppelin ou Rolling Stones ou outros equivalentes.

    Estes são músicos que fazem arte popular, menos elaborada, para o povão (que muitas vezes curte sem saber o que é um compasso ou mesmo entender uma palavra que está sendo cantada).

    Elomar é fina erudição. Não dá para comparar uma balada de rock, por melhor que seja (e eu também gosto), com uma antífona ou uma opereta, por exemplo, coisa que o Elomar faz com as mãos atadas atrás. ;)

    Voltando ao post e ao seu comentário, tenho algumas reservas.

    “Hoje além de pilotos, eles são máquinas publitárias de fabricar dinheiro.“

    Não são. Por vontade própria se tornaram pilotos. Só isso. Sem adjetivos.
    Máquinas publicitárias serão, também, por vontade própria. Senão, não.

    “Eles são extremamente bem pagos justamente para emprestar suas imagens aos patrocinadores.”

    Inversão de valores. A bíblia do mercado diz que vale o escrito. Enquanto isso não constar do contrato o cara é só piloto.

    “Ou se enquadra, ou vai correr Rally. O Kimi NÃO PODE CORRER DESTAS OBRIGAÇÕES … FAZ PARTE DO PACOTE.” (destaquei).

    Pode. A obrigação contratual é fruto de comunhão de vontades (contrato). O cabra PODE e DEVE evitar se obrigar contratualmente se isso não lhe é conveniente.

    O mercado transformou ALGUNS pilotos em peças publicitárias, independentemente de haver um contrato que garanta isso.

    Para a tristeza de alguns e desencanto de outros, a verdade é que nossos ídolos não são sobre-humanos. São pessoas comuns, analfabetas, ignorantes e neófitos. Meros comedores de capim, embora endinheirados e envolvidos numa aura de glamour.

    Se não fossem saberiam por suas vontades e valores acima desse artificialismo.

    Infelizmente essa cultura (ou falta dela) está tão arraigada que quando aparece um piloto igual ao Kimi ou ao Nelson Piquet que, mesmo sem formação acadêmica, sabe se valorizar e negociar com as coisas em seus devidos lugares, imediatamente aparecem frases como essas destacadas acima, como se fossem o supra-sumo da sabedoria.

    Com todo o respeito, não são.

    Como demonstrado, essas frases estão fora do contexto até do próprio mercado livre, para o qual VALE O ESCRITO.

    E para terminar e ilustrar, um pequeno trecho do mestre Elomar:

    “Se eu tivesse de vivê obrigado,
    Um dia antes desse dia eu môrro,
    Deus fez os ômi e os bicho tudo fôrro.

    Apois, meu cantadô e violêro,
    Só hay trêis coisas nesse mundo vão.
    Amor, furria, viola, nunca dinhêro.
    Viola, furria e amor, dinhêro não.”

    Abs.

    Publicado por Anselmo Coyote | 25/10/2009, 9:52 am
  24. Gente,

    To achando que essas 3 equipes estao interessadas no Kimi mas ninguem
    quer pagar o que anda pedindo.

    Sabem que ele tem a grana da Ferrari ($ 25mi?), nao precisa correr pra elas, mas se
    ele quiser,ótimo, nao dispensam mas tambem nao querem pagar um
    caminhao de dinheiro por isso!

    Entao, acho que o Kimi deve ir mesmo pro WRC, a Mac deve ir de Sutil ou Heidefeld
    (que sonhava em correr por la), a Brawn segura o Button (está jogando pra
    nao ter que pagar muito mais pelo campeao, que deve ficar sem opçao melhor) e o Barrica deve ir de Toyota ou Williams (ambas precisando de um piloto pra desenvolver o carro).

    Agora se a Maca quer 2o piloto barato pra desenvolver o carro, pra mim o melhor seria levar o Barrica! Barato e melhor que o Kova acho que ele é!

    Publicado por F1Slick | 25/10/2009, 11:40 am
  25. Bacana mesmo seria se as equipes dispensassem Raikkonen, Hamilton, Alonso, Massa, Kobayashi, Vettel, Kubica etc e formassem a F1 2010 com somente com Grosjean, Alguersuari, Buemi, Barrichello, Badoer, Fisichella, Nakajima e ainda contratassem Di Grassi, Bruno Senna, Hulkenberg, Petrov e mais nove para completar o grid.

    Os pilotos que ficassem pagariam fortunas para correr e dariam verdadeiros shows, tanto nas pistas quanto nos palcos, nos studios, nos circos etc.

    O resto iria para WRC, onde o mais fraquinho seria o Kobayashi, que arrebentou em Interlagos… rsrsrs.

    Abs.

    Publicado por Anselmo Coyote | 25/10/2009, 12:21 pm
  26. Tudo acaba se resumindo ao mercado.
    E existem vários mercados de pilotos de F1.
    Existe o mercado de pilotos pagantes, existe o mercado dos pilotos de suporte(segundo pilotos) e existe o mercado dos Top Drivers. Neste último encontram-se o Alonso, Kimi, Hamilton, e o Button, em sua recente condição de campeão do mundo.
    No mercado de pagantes, o cara tem que ter bala. Tem que ter patrocínio.
    No mercado de pilotos de suporte o cara tem que ser constante.
    E no mercado de top drivers, o cara tem que ser estrela, e ser bom de mídia.
    Está certo, está errado, não sei. Mas é assim que o mercado funciona.

    Fernando

    Publicado por Ffigueiredo | 25/10/2009, 3:51 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: