//
você está lendo...
ARTIGOS

A absolvição de Briatore e Symonds e o novo Chefe de Equipe da Renault

IMAGENS: Renault/Divulgação Eric Boullier, o homem que substiuirá Flavio Briatore

Como diriam os ingleses, hoje foi um dia de “mixed emotions” para a Renault. Ao mesmo tempo em que anunciava um novo Chefe de Equipe para 2010 — o jovem e competentíssimo Eric Boullier — a equipe viu o “Nelsinhogate” de volta a mídia com o ruidoso anúncio da absolvição de seu ex-chefe, o italiano Flavio Briatore.

A Autosport publicou um bom perfil de Boullier que, apesar dos parcos 36 anos, tem uma vasta experiência em múltiplas categorias, como Le Mans, GP2, Formula BMW e A1GP. O background técnico é respeitável, com uma graduação em engenharia aerospacial pelo Instituto politécnico francês. O homem é, sumariamente, um técnico, um perfil bem diferente do “gerentão comercial” que era Briatore.

O mais interessante na primeira fala oficial de Boullier no comando da equipe é sua prerrogativa em ter um piloto que seja capaz de pressionar Kubica e trazer pontos valiosos para a equipe. Esqueçam então os noviços e pilotos pagantes. Quem se encaixa nesse perfil, então? Heidfeld, sem dúvida.

Enquanto isso em Paris…

No lado oposto da boa nova que foi a confirmação de Boullier, tivemos a revogação da exclusões de Flavio Briatore e Pat Symmonds da F1. O que mais chama atenção é a forma como a Corte Francesa pautou sua decisão. Segundo Briatore, a corte baseou sua decisão no fato de a FIA não ter competência para tal decisão, infringindo o seu próprio regulamento, nem dando direito de defesa ao dirigente italiano.

Mesmo sob a ainda fresca presidência de Jean Todt, a reação da FIA foi conservadora, mas previsível, apoiando a decisão tomada sob o mandato de Max Mosley: “A decisão da corte [francesa] não é aplicável até que os apelos da FIA esgotem-se. Até lá, a decisão o Conselho Mundial de Automobilismo continuará a ser aplicada.”

Eu acho improvável que Briatore volte à categoria no comando de alguma equipe — mesmo com a sua incontestável competência comercial. Ele é um pária agora, que talvez estenda sua influência apenas ao gerenciamento da carreira de alguns pilotos, como Webber.

A única vergonha em tudo isso é que o maior escândalo da história da F1, e um dos maiores de toda a história do esporte, ainda não tem culpados nem punições.

Anúncios

Discussão

6 comentários sobre “A absolvição de Briatore e Symonds e o novo Chefe de Equipe da Renault

  1. Becken e amigos,

    Interessante… eu gostaria de ver os autos desse processo. Curiosidade, apenas.

    “A única vergonha em tudo isso é que o maior escândalo da história da F1, e um dos maiores de toda a história do esporte, não terá culpados nem punições.”

    Engano seu, Becken. O imbroglio aconteceu. Todos os envolvidos são inocentes até que se prove o contrário. Por isso têm direito a um julgamento com ampla defesa. O Nelsinho é confessou a própria culpa em troca do perdão – a confissão é a auto-punição.

    O Briatore está querendo se defender, se isentar de culpa num eventual julgamento, certamente a la Alonso “eu não sabia de nada etc”.

    Mas, não se preocupe.
    Se a Corte decidiu que a FIA não tem competência para julgar o caso, ela apenas anulou a decisão, sem julgar o mérito. O imbroglio voltou à estaca zero. O Juízo competente (não sei qual) para julgará o mérito, ainda que para declarar eventual prescrição.

    Mas, será que se for absolvido alguma equipe contrataria o Briatore e o Pat? O Nelsinho já dançou. Está na berlinda.

    Abs.

    Publicado por Anselmo Coyote | 05/01/2010, 7:15 pm
  2. Becken, perdoe-me pelo off-topic, mas começaram a ser vendidos os ingressos para o GP do Brasil de 2010 e estou prestes a realizar meu maior sonho: assistir à corrida in loco.
    Gostaria de saber de vocês qual o melhor setor em termos de custo-benefício. Ouço falar muito bem do setor G, que é o mais barato e dizem ter uma ótima visualização do que ocorre na pista.
    Agora, com a possibilidade de parcelar em até 9x no cartão, outras opções estão abertas, como o setor B ou mesmo o E, caso a vantagem seja muito superior e valha a pena.
    Sinceramente, meu maior sonho mesmo é trabalhar lá dentro, como fiscal ou mesmo varrendo os boxes (e falo sério), pode parecer ridículo, mas só de hoje ter a possibilidade de comprar os ingressos para assistir a corrida em Interlagos, estou extasiado, muito feliz mesmo.
    Abraços a todos

    Publicado por Gustavo Perim | 05/01/2010, 8:25 pm
  3. em tempos de F1 econômica, a pergunta seria: inocentado, briatore não compraria uma equipe para administrá-la?

    Publicado por andre | 05/01/2010, 8:25 pm
  4. Bom saber, Coyote.
    Quanto ao Bria voltar à F1, acho que só como empresário de piloto. Isso, óbvio, se a lei permitir.

    Publicado por KBK | 06/01/2010, 2:31 am
  5. http://www.oconsumidoremdebate.blogspot.com

    Essa medida serve para livrar a moral dele (se é que tem alguma)…

    Não se esqueçam que ele tem negócios em outros esportes (como um time de futebol, por exemplo) e corria um sério risco de ser banido de todos os esportes (se é que não foi…).

    Portanto, a medida foi para ‘ficar livre’ para suas armações ilimitadas, não podendo mais ter portas fechadas pela frente.

    Quanto a voltar a F-1, dos 3 que se deram mal, acho que ele é o único que não consegue voltar, ninguém vai quere-lo por perto…

    Publicado por Edgard | 06/01/2010, 7:54 am
  6. A política suja e parcial da FIA é a responsável por tudo que está acontecendo, a anos ela não respeita nem o seus próprios regulamentos, aceita que algumas equipes burlem todas as regras, e quando acontece de serem descobertos algumas dessas trapaças, ela a FIA, coloca pesos diferentes para não punir ninguém, quando foi descoberto a sujeira da Mclaren com a Ferrari, a unica opção da FIA era eliminar os pontos dos dois pilotos da Mclaren, isso não foi feito, no caso da Renault o primeiro responsável por tudo o Angelo Piquet, não foi punido, a vitória roubada não foi cassada, a Renault no fundo não foi punida. Querer que a corte francesa siga as regras sujas da FIA era querer que essa corte seguisse os mesmos absurdos da FIA.
    Penso que a própria Formula Um está punindo os envolvidos, pelo menos isso nós podemos talvez contar.

    Publicado por Luiz Sergio | 06/01/2010, 8:05 am

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: