//
você está lendo...
ARTIGOS

Lewis Hamilton fala de 2007: ‘eu explodi Alonso’

Lewis Hamilton — que fez 25 anos ontem — pôs fogo novamente em blogs e fóruns de F1 com um longo monólogo de 20 minutos para a Johnny Walker, uma das patrocinadoras da McLaren. O inglês reabriu velhas feridas ao afirmar que “explodiu Alonso” em 2007: “Eu, definitivamente, não me culpo pelo campeonato que perdi. Era minha primeira temporada na F1, ao lado de um campeão mundial. Um bicampeão mundial. E eu o ‘explodi’, o superei.”

Há nessa “observação” sobre Alonso um misto de arrogância e orgulho do que conquistou em 2007. Mas há, sobretudo, a intenção de marcar território na F1 e em sua própria equipe, que se tornarão ambientes mais competitivos em 2010.

Como qualquer piloto no grid, Lewis tem um ego proporcional a sua conta bancária e a necessidade de reafirmar isso para si e, às vezes, para o mundo, o que fatalmente soará arrogante.

Mas o curioso é que essa sua última fala choca-se com a costumeira afirmação de seus detratores que acusam-no de ser um robô com um discurso produzido por sua assessoria de imprensa.

Se Lewis “explodiu” ou não Alonso em 2007, o fato é quase impossível de se discutir dada a equilibrada temporada entre os dois e as histórias paralelas e extra pista que ofuscaram a temporada.

A única pista do quanto Fernando entrou em pânico ao ser batido por um “rookie”, um estreante, foi a recente confissão para Domenicalli de que “não tratou Lewis perfeitamente” quando na McLaren — o que fez a Ferrari alertar Alonso de que em Maranello ele terá que ser, principalmente, um membro da equipe ao lado de Massa.

No fundo, eu encaro a afirmação de Lewis mais como um “teaser”, uma forma interessante de apimentar e promover essa que promete ser uma das mais interessantes e imprevisíveis temporadas dos últimos 15 anos.

Discussão

33 comentários sobre “Lewis Hamilton fala de 2007: ‘eu explodi Alonso’

  1. Becken,

    Quando li esta notícia no Tazio pela manhã, tive a mesma sensação. A afirmação era mais dirigida ao Button do que ao Alonso. Algo do tipo “Bati um bicampeão no primeiro ano, fui campeão no segundo ano, tremei-vos, pois quem manda aqui sou eu.”
    Só discordo de vc com o fato desta fala do Lewis não ser Robotizada. Não existem bobos entre os pilotos de ponta. Os caras são muito profissionais. Para mim todas as falas são robotizadas, até essas pimentinhas que uns jogam nos outros. Tudo isso é manufaturado. Sempre parece haver um interesse por trás de qualquer ação.
    Vimos isso quando o Alonso assinou com a Ferrari, o Massa indo pra todo lado marcar território.

    Ultimamente, que eu me recorde, o único que parece ter desobedecido o assessor de imprensa, foi o Alguersuari ao se cravar naToro Rosso. Mas acho que foi imaturidade. Os caras devem ter acertado apenas de boca, e ele abriu a boca.

    Fernando

    Publicado por Ffigueiredo | 08/01/2010, 10:41 am
  2. Eu vejo como um recado ao Button e não uma agressão gratuita ao Alonso.

    Veja que essa semana já teve declarações do Button dizendo que Hamilton não era o primeiro piloto e agora essa declaração de que ele já explodiu um bi-campeão (me pareceu que ele completaria a frase dizendo: Não custa explodir um campeão) tinha endereço certo.

    Eles estão começando um guerra de nervos logo antes dos primeiros testes sem mesmo saber se terão um carro campeão, isso deveria ser controlado pela assessoria de impressa da Mclaren para não gerar mal “entendidos” como esses que estão pipocando na imprensa.

    Vejam que a Ferrari já calou a boca do Massa para não falar besteiras como foi antes do GP Brasil.

    Publicado por Claudemir Freire | 08/01/2010, 10:54 am
  3. Em tempo, outro que vem falando seguidas besteiras para marcar terreno como disse o Fernando é o Rosberg coisas do tipo:

    Quando Hakkinen corria contra o Schumacher eu torcia para o finlandês ou na equipe não existe primeiro piloto, temos o mesmo status.

    Esse realmente está com medo de apanhar do velhinho Schumi e ter sua carreira destruida de forma sumária e sem piedade por isso alardeia a todos suas chatiações.

    Publicado por Claudemir Freire | 08/01/2010, 11:35 am
  4. Que o Hamilton é um piloto fora de serie penso que quem acompanha a F1 sabe disso.
    O que marcou seu primeiro ano e fica para a história da F1 é como um piloto pode perder um campeonato como ele perdeu, naquele ano até as três ultimas corrida, ele era um piloto de outro planeta, sua queda foi muito parecida com a do lutador Tysson, que também parecia invencível.
    Hoje Hamilton entra na lista dos cinco melhores pilotos da F1 atual, mais por enquanto nunca na lista dos 10 melhores pilotos de todos os tempos.

    Publicado por Luiz Sergio | 08/01/2010, 11:51 am
  5. Concordo com vc Luiz Sergio, realmente o Hamilton parecia perfeito até que cometeu aqueles erros estúpidos pela pressão de ser campeão. Em 2008 também se mostrou frágil sobre pressão, vide o GP do Brasil de 2008 onde por pouco ele não perde mais uma vez.

    Vamos esperar e ver se ele amadureceu na próxima disputa de título, pois em 2009 ele não disputou diretamente o campeonato.

    No entanto, acho que ao fim de sua carreira ele vai estar entre os dez melhores de todos os tempos pois potencial ele tem de sobra.

    Publicado por Flavio | 08/01/2010, 12:12 pm
  6. Claudemir,

    Realmente o Rosberg andou dizendo umas besteiras por aí. Mas ainda assim eu vejo dedo de assessor de imprensa.
    O Glock também falou que era o primeiro piloto, e o DiGrassi respondeu a resposta padrão. É sempre a mesma coisa. O mesmo discurso.

    Cagada mesmo foi o Alguersuari se assinar a Toro Rosso, sem estar com o papel na mão. Até imagino que eles deve ter combinado com ele de boca. Ele se empolgou e saiu falando pelos cotovelos. Ele foi muito “cabaço”, como se diz lá em Teófilo Otoni.

    Publicado por Ffigueiredo | 08/01/2010, 12:44 pm
  7. Oba! Polemica que se resolve na pista! É disto que a categoria precisava… Polemicas assim valem a pena ser acompanhadas.

    Publicado por Ron Groo | 08/01/2010, 12:52 pm
  8. Esse assunto é muito interessante….:
    Vejamos:
    Foram 3 grandes erros nas 2 últimas corridas q o fizeram perder(ou deixar de ganhar) o título daquele ano:

    1º Atolamento na entrada dos boxes na China.
    2º Tentativa de passar o Alonso na Curva do Sol na 1º volta.
    3º Carro no neutro no meio da corrida.

    Esses 3 erros fizeram q ele conseguisse apenas 2 pontos em 20, quando lhe bastavam 9( o q parecia pouco pra um piloto q fez o q fez durante o resto do campeonato) pra ganhar de qq forma o campeonato.

    Análise do 1º erro:
    A corrida começou com chuva e Lewis liderava a corrida com certa folga, começou secar o asfalto e ainda n estava na hora do seu pit, a Mclaren insistiu com ele na pista com pneu pra chuva(já bem slick) pois, apesar de asfalto seco naquele momento, choveria dali a poucas voltas, e se ele trocasse pra seco, cairia pra trás por conta de um pit a mais. Seu pneu chegou na lona(literalmente) e ele foi perdendo algumas posições. Então a Mclaren viu q n dava e mudou de ideia, chamando Ham pros boxes com os pneus traseiros já em frangalhos. Ele atolou na caixa de brita q fica depois da curva de entrada dos boxes, pois o carro entrou escorregando por n ter pneu traseiro.
    Agora, francamente, analisem de quem foi grande parte da culpa.
    Se vc tem um piloto q está a 12 pontos do concorrente, vc n pode arriscar nada. É usar o prime das estratégias e pronto. Com o carro q tinham, n havia problemas em fazer um pit a mais e chegar atrás do Alonso, mas a intenção de Ron era fechar o campeonato ali e foi por isso q ele disse q estavam correndo contra o espanhol.
    Podem ver q quase nenhuma entrada de box tem caixa de brita, nenhum piloto entrava(até então) nos boxes da China considerando a existência daquela caixa de brita.
    Em resumo, foi muito mais erro da Mclaren em insistir com ele na pista(70% da culpa) e 30% do piloto por n lembrar q ali tinha um caixa de brita(Insisto: será q algum piloto no calor da corrida, até então, lembraria dessa maldita caixa de brita?). Ele inclusive pilotou muito com os pneus em frangalhos.

    Análise do 2ª erro:
    Chegaram no Brasil com Alo precisando marcar 5 pontos a mais q Ham. Nos treinos, os pneus do inglês n aguentavam mais q 20 voltas sem se desgastar. E, então, decidem ir pra 3 paradas com o inglês. Ham se classifica em 3º, logo a frente de Alonso q estava para 2 paradas. A meta era: dispare na frente dele(Alonso) na 1ª perna de corrida e n se preocupe com o q vai acontecer com as Ferraris lá na frente pois n temos carro pra acompanhá-las. No final da corida ele(Alonso), com suas duas paradas, deve chegar uma ou duas posições na sua frente, o q n é o suficiente pra nos tirar o campeonato. Repito: dispare na frente dele na 1ª perna de corrida. -Ok, sir, respondeu o calouro.
    É dada a largada e Ham perde a posição pra Alonso e, lembrando da meta de estar na frente dele na 1ª perna de corrida, tenta o ultrapassar logo na 1ª volta, num ponto impossível. Perde várias posições.
    Em reumo, culpa 100% do Ham por ter largado mal e por tentar passar o Alonso onde n era possível. Provavelmente, por ter mais cavalos no motor por estar na 1ª corrida deste, e por estar com menos gasolina, passaria fácil fácil o Alonso no S do Senna ao final da 1ª volta.

    Análise do 3º erro:
    O carro entra em neutro e se arrasta por uns 20 segundos enquanto o sistema se reinicializa e ele consegue encaixar uma marcha.
    Um vídeo mais tarde, mostrou q entrou no neutro sozinho, mas durante a afobação, Lewis manda reinicializar de novo atrasando em mais uns 5 segundos um processo q levaria 15.
    Em resumo: culpa de 90% do carro e 10% do piloto pelo pequeno retardo. O assunto foi abafado pela Mclaren q n queria a ira dos torcedores do piloto contra ela e tb pra n ficar mal perante o próprio piloto. Um belo aumento de salário resolveu tudo.

    Entendem agora p q o Hamilton acabou de dizer q definitivamente n se sente culpado pela perda do título de 2007?

    Publicado por Leandro Magno | 08/01/2010, 1:34 pm
  9. Leandro, e se no lugar de brita fosse muro como é em muitas outras pistas?

    na minha opinião foi culpa 100% dele, pois é ele que pilota o carro e não a equipe, ele sabe as dificuldades do carro, aonde sai de traseira ou de frente.

    Publicado por Marcelo (Cascavel) | 08/01/2010, 1:56 pm
  10. Becken, se for possível faz um comparativo entre Alonso, Hamilton e Kimi na temporada de 2007. voltas mais rápidas, vitórias, pontos, poles, podios….essas coisas ae, para refrescar a memória.

    obrigado.

    Publicado por Marcelo (Cascavel) | 08/01/2010, 1:59 pm
  11. Marcelo, reveja o vídeo se tiver oportunidade . Se ali fosse continuidade do asfalto ou fosse grama, n teria ficado agarrado. Por questão de segurança, n haveria possibilidade de haver muro onde começa a caixa de brita.

    Publicado por Leandro Magno | 08/01/2010, 2:09 pm
  12. F1 2010: Schumacher – campeão; Hamilton – vice. Ou vice-versa (primeira vez que admito isso).

    O Hamilton é, sem dúvida, o 2o melhor piloto da F1, atrás somente do Schumacher. Vamos aguardar para ver como vai estar o Alemão – super ou hiperexcelente.

    Houve (quase) equilíbrio entre Hamilton e Alonso em pontos pódios. Mas, o Hamilton nunca tinha sentado a b*nda num F1 e era um menino. Mesmo com o abalo emocional pela pressão ainda ficou na frente (2o lugar). Isso para mim é muito mais que explodir a prima-dona.

    Abs.

    PS. Quem espera pelo amadurecimento do Hamilton já está colhendo frutos. Quem espera que ele vire um frouxo ou um Alan Prost, puramente cerebral, ESQUEÇA.

    Abs.

    Publicado por Anselmo Coyote | 08/01/2010, 3:02 pm
  13. Leandro, entendo o que quer dizer, estou apenas supondo….

    Assim como Spa 2008 quando ele ultrapassou Kimi e foi parar na grama, e o resto todos sabem.

    Acho que em ambas ele errou, assim como tantos outros pilotos Top erraram ou vão errar, o que é normal.

    abraços!

    Publicado por Marcelo (Cascavel) | 08/01/2010, 3:15 pm
  14. Becken, se for possível faz um comparativo entre Alonso, Hamilton e Kimi na temporada de 2007. voltas mais rápidas, vitórias, pontos, poles, podios….essas coisas ae, para refrescar a memória.

    Lewis Hamilton vs Fernando Alonso em 2007

    MÉDIA DE POSIÇÃO DE CHEGADA
    Lewis: 2.59
    Fernando: 3.18

    POSIÇÃO DE LARGADA
    Lewis: 2.59
    Fernando: 3.18

    VOLTAS NA PRIMEIRA POSIÇÃO
    Lewis: 321
    Fernando: 203

    PODIUS EM 2007
    Lewis: 12 (4×1º/5×2º*/3×3º)
    Fernando: 12 (4×1º/4×2º/4×3º)
    (* Ítem que garantiu sua posição à frente ao fim do campeonato)

    PONTOS EM 2007
    Lewis: 109
    Fernando: 109

    VOLTAS MAIS RÁPIDAS EM 2007
    Fernando: 3
    Lewis: 2

    POLE POSITIONS
    Lewis: 5
    Fernando: 3

    Publicado por Becken Lima | 08/01/2010, 3:40 pm
  15. “Quem espera que ele vire um frouxo ou um Alan Prost, puramente cerebral, ESQUEÇA.”

    Ele aprenderá, assim como o Mansell um dia aprendeu, a diferença é que o Hamilton ganhou seu primeiro titulo com 22 o leão com quase 38.

    Amigos, Hamilton já deixou o Alonso para trás em 2007, suas respostas a perguntas cretinas são direcionadas ao Button não mais que isso.

    “Realmente o Rosberg andou dizendo umas besteiras por aí. Mas ainda assim eu vejo dedo de assessor de imprensa.”

    Está mais para devaneios Fernando, ele nunca fez nada na F1 que não seja bater um Nakajima insipido, e foi alçado a estrela.

    Se o Schumacher abater ele (como “animal” que ele é) acabou a carreira de mais um sobrenome(aliás seu pai foi um campeões alá Button, Hill e Villenueve) que andou pulilando na F1 nas últimas décadas.

    Leandro suas hipóteses são boas mas sem base “legal”.

    Ele, Hamilton errou, cagou e cuspiu na sua falta de experiência e culpar a Mclaren por tudo que aconteceu na pista é bobeira, se há um piloto que poderia reclamar seria o Alonso que disputou a última corrida com 40 cavalos a menos que seus concorrentes por limitações impostas ao motor “pela” Mclaren.

    Já em 2008 não se pode dizer nada, seu carro foi projetado para circuitos de baixa (por ter um entre eixos menor) e claramente em Interlagos não se saíria bem (assim como em 2007) mas graças a intempérie da chuva o caldo foi mais saboroso para ele, que se sagrou campeão. Parabéns e temos que aplaudir e se resignar pela perda do Massa.

    Maior perdedor da década Alonso ou Massa ?

    Década essa dominada por Schumacher com 5 canecos.

    Publicado por Claudemir Freire | 08/01/2010, 3:43 pm
  16. Antes de 2007:

    Lewis 0 corridas.
    Alonso 90 corridas.

    Depois de 2007:

    Lewis 17 corridas.
    Alonso 107 corridas.

    Pontos ao término de 2007:

    Lewis 109 x 109 Alonso.

    Explodiu mesmo. FATO!

    Publicado por djow | 08/01/2010, 4:22 pm
  17. CADÊ A FONTE DISSO?

    “…se há um piloto que poderia reclamar seria o Alonso que disputou a última corrida com 40 cavalos a menos que seus concorrentes por limitações impostas ao motor “pela” Mclaren.

    Publicado por djow | 08/01/2010, 4:23 pm
  18. Claudemir,
    Não estou culpando a equipe apenas.
    Estou dizendo que 2 dos 3 erros aconteceriam com o mais experiente dos pilotos.
    Um dos erros dele eu creditei 100% ao piloto.
    Na China a equipe o deixou na pista até o pneu chegar na lona por desejo da equipe de vencer o Alonso de uma vez e acabar o WDC ali mesmo. Poderia ter feito um pit a mais e ganhar dois pontos q fossem q teriam levado o caneco. Ron, deveria com sua experiência milenar de F1, ter lembrado do episódio do Kimi q dechapou tanto um pneu q a vibração quebrou a suspensão dianteira de sua Mclaren. Quis ganhar muito e perdeu tudo.
    O 3º erro foi falha do carro.
    abs

    Publicado por Leandro Magno | 08/01/2010, 4:33 pm
  19. Lewis foi criado e protegido pelo Ronn Dennis.

    Sentou em uma “Ferrari prateada” (virou um super canhão).

    Foi o melhor estreante da história.

    Perdeu o campeonato na duas últimas corridas por imaturidade.

    É sim um fora de série.

    Alonso correu contra a equipe e ainda assim terminou com o mesmo número de pontos. Perdeu no segundo critério de desempate.

    Kimi só foi campeão com a ajuda do Massa.

    2007 foi um campeonato muito bom, mas não acho que o Hamilton “explodiu” o Alonso. ganhou dele sim, foi um super estreante, mas não acho que foi tudo isso não. contra o Kova coitado, esse nem viu o Hamilton, vamos ver agora contra o campeão (medíocre) Butão como será a disputa interna.

    Publicado por Marcelo (Cascavel) | 08/01/2010, 4:40 pm
  20. Djow,
    Em 2007, cada piloto deveria usar um motor por 2 corridas, a n ser q a usina fosse danificada.
    No Japão, antepenúltima corrida, Alonso rodou, bateu e deve q trocar o motor pra China. Assim, na China, Alonso foi com um motor novo mas preparado pra duas corridas e portanto com peças mais resistentes e q faziam o motor “perder” em rendimento.
    Lewis Hamilton, na China, usou um motor pela 2ª vez(motor tb preparado para duas corridas como todos os motores até então usados).
    No Brasil, q era a última corrida, o motor podia ser preparado para uma corrida apenas, ou seja, com peças menos resistentes, mas q ao contrário, deixava o motor mais potente.
    Todos os carros q estavam com o motor em sua 1ª no Brasil usaram essa tática.
    Em resumo, Alonso além de n levar nenhum ponto no Japão, em função de seu acidente, acabou correndo com um motor mais fraco no Brasil.

    Publicado por Leandro Magno | 08/01/2010, 4:45 pm
  21. Leandro Magno.

    ” djow

    CADÊ A FONTE DISSO?”

    thanks!

    Sobre o nosso debate ainda sim fico no fato dele ser um grande estreante e ter o direito de fazer merdas mas, credito a ele 60/40 e não um terço da culpa apenas é só pensar que um piloto um tanto mais experiente teria feito a curva dos boxes da China com um pouco mais de cautela, ok, perderia tempo mas não os pontos da corrida, faltou-lhe maturidade e a Mr. Ron Dennis faltou ética, não se grita aquilo no rádio de um rookie, (precisamos ganhar do Alonso) jogou toda a pressão nos braços do “negão” bom de volante.

    Becken fazendo um leitura no blog vi que sugeriram um post sobre quem é a mulher mais bonita da F1 e você aceitou a sugestão, opaaaaa, amigão não tem nem que fazer enquete a Hamilton_Pussy_Cat_Dolls já ganhou. :)

    Publicado por Claudemir Freire | 08/01/2010, 5:19 pm
  22. F. Alonso Vs L. Hamilton (A verdade dos factos de 2007)

    QUALIFICAÇÃO 2007

    – Alonso 7 (8)
    – Hamilton 10 (9)

    NOTA: Em pista (sem o tal caso da Hungria)

    CORRIDAS 2007:

    – Alonso 10 (11)
    – Hamilton 7 (6)

    VOLTAS MAIS RÁPIDAS EM CORRIDA 2007:

    – Alonso 9
    – Hamilton 8

    NOTA: Quem é que não se lembra do Sr. Ron Dennis dizer na China em 2007 que o adversário do L. Hamilton para a conquista do título era o F. Alonso e não o K. Räikkönen?!?

    Publicado por Cavallino Rampante | 08/01/2010, 6:47 pm
  23. Um pilantra babaca falando de outro pilantra babaca, portanto, quero mais é que os dois se explodam!!!

    Publicado por Cassius Clay Regazonni | 08/01/2010, 11:57 pm
  24. Leandro ->

    Nao se trata de trocar por peças menos resistentes. e SIm por poder andar a maior parte do tempo com o motor com menos limitacao :-)

    Publicado por Claudio CArdoso | 09/01/2010, 3:03 am
  25. Ah, sim.
    Valeu, Cláudio.
    Abs

    Publicado por Leandro Magno | 09/01/2010, 8:49 am
  26. Becken, “explodi Alonso”?

    Se vc é fluente em inglês, sabe que Hamilton não quis dizer nada nem perto disso.

    “To blew one away” em inglês significa “surpreender a alguém”, dependendo do contexto.

    O comentário de Hamilton stá dando pano pra manga nos fórums gringos, mas lá também, quem quer achincalhar o Hamilton diz que ele quis dizer que arrebentou com o Alonso, mas claramente, numa análise de contexto (inclusive assitindo à entrevista), ele quis dizer que Alonso ficou realmente surpreso com ele, e não que ele “explodiu” o Alonso ou coisas do tipo.

    Até porque, ele NÃO “explodiu” o Alonso.

    O Alonso sim “explodiu” a dupla Piquet/Grosjean e o próprio Hamilton “explodiu” o Kovalainen.

    Agora, 109 pontos e uma diferença de um segundo e um terceiro, significa que ele teve a melhor estreia da história da F1 e que surpreendeu um veterano bicampeão. Nada mais que isso. E com certeza, Alonso deve ter ficado bem nervoso com a situação.

    O resto é intriga da oposição.

    Publicado por Daniel Gomes | 09/01/2010, 11:03 am
  27. Daniel – não tenho a pretensão de ser fluente em inglês — na verdade não sou — mas a expressão é bem ambígua, uma gíria que pode ser realmente traduzida como “explodi”, “destruí” , “detonei”, ou até mesmo, em uma tradução mais light e menos controversa, “surpreendi”.

    O Cambridge tem quase uma página inteira tratando do verbo “to blow” e o exemplo que aborda o esporte fica assim: “They blew the team away= severely defeated them”.

    O dicionário aborda específicamente o “blow away: “to kill a person by shooting them” ou “to become destroyed by a bomb”.

    O que eu acredito é que ele realmente quis dar o tom controvrso que deu a expressão, daí eu optar pelo “explodi”.

    Eu pensei em traduzir como “Detonei,” mas ficaria muito simplório e raso. Não combinaria com o Hamilton, que é conhecido por ter um jeitão “posh” de falar — que é o sotaque da grã finada inglesa, dos que estudaram em boas universidades.

    Publicado por Becken Lima | 09/01/2010, 11:33 am
  28. Sim, pela estatística a luta interna foi equilibradíssima e ninguém explodiu ninguém, agora se levar em conta o fato de q foi um rookie contra um bi-campeão do mundo, podemos dizer q ele realmente “explodiu” o espanhol.

    Publicado por Alex-Ctba | 09/01/2010, 11:36 am
  29. O “explodir” veio exatamente em consequência do handicap inicial entre os dois, e não a diferença de desempenho entre ambos. Ninguém esperava que um Rookie tivesse desempenho próximo ao de Alonso naquela época, quanto mais disputar o título.

    Por isso, Lewis explodiu sim o espanhol. Só o fato de Ron ter optado por ele já é uma explosão bem grande.

    Publicado por Iomau | 09/01/2010, 12:14 pm
  30. Para tener una visión algo más global de los sucedido durante 2007 viene bien revisar:
    http://timesonline.typepad.com/formula_one/2007/10/john-l-sharps-v.html

    Un saludo.

    Publicado por Jors | 09/01/2010, 12:27 pm
  31. Para mim, houve um empate no ano de 2007. Lewis era o queridinho da equipe. Alonso tinha status e era campeão. bom, para mim são dois pilotos medianos. Alonso levou dois titulos, a meu ver, mais pela incompetência dos outros, do que méritos próprios. ele tinha dois foguetes nas mãos. já o Lewis, perdeu um dos títulos mais imperdíveis. não compro essa idéia de que foi pela inexperiência. oras, se fosse tão inexperiente sequer disputaria o título.

    perdeu simplesmente por incompetência. assim como quase perdeu para o Massa no gp do Brasil, quando houve aquela ultrapassagem no mínimo estranha.

    para mim, o Schumacher será campeão. a não ser que haja algum foguete. tecnicamente, ele é bem melhor que os dois pilotos acima listados.

    Publicado por Danilo | 09/01/2010, 1:15 pm
  32. “O Alonso sim “explodiu” a dupla Piquet/Grosjean e o próprio Hamilton “explodiu” o Kovalainen.”.

    Isso é piada?

    O Briatore explodiu o Nelsinho Piquet, sacaneando-o sistematicamente. É uma história que não cabe repetir.

    O Grosjean se ferrou sozinho, uma vez que tinha a proteção do Briatore e da equipe, diferentemente do Nelsinho que foi sacaneado. Mas não podemos culpar muito o Grosjean, porque ele pegou o bonde andando.

    O Kovaleinen não precisa de ninguém para se explodir – ele se explode sozinho.

    O Hamilton, um menino, um molecote, sem experiência alguma em F1 encarou fixamente o bi-campeão e deve ter pensado: se depender de mim vc não ganha mais nenhuma corrida… foda-se. Vá baixar em outro terreiro. Eu vou correr como eu sei e se vc atravessar na minha frente vou atropelar. Fuck and die, Mr Alonso.
    E atropelou mesmo, como faz um legítimo vencedor.

    Coube ao Alonso dar piti, chantagear o Ron Dennis, alcaguetar a equipe e voltar para o velho ninho da mamãe Briatore onde sempre teve proteção. A proteção dele chegou às raias do absurdo – foi ordenado a um segundo piloto, que já tinha feito um pódio, bater para ele ganhar uma corridinha. Ele pensou que teria isso na Mc Laren – não teve, se f*deu.

    Se não lhe derem proteção na Ferrari (o pior é que vão dar) ele vai ser engolido pelo Massa.

    Abs.

    Publicado por Anselmo Coyote | 09/01/2010, 2:52 pm
  33. Olá..Pessoal..sou..novo..aqui..mas..acompanho..o..site..faz..um..bom.tempo.
    Sobre..essa..rivalidade..tenho..uma..materia..importante..que..fala..por..si
    própria…

    O..desespero..de..um..Bi-campeão!

    http://globoesporte.globo.com/ESP/Noticia/Motor/0,,MUL105640-1311,00.html

    Abraços

    Publicado por dorfão | 11/01/2010, 10:12 pm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: