//
você está lendo...
ARTIGOS

Pedro de la Rosa finalmente volta à F1 pela Sauber/BMW

Uau… ao contrário do que se acreditava até ontem, o espanhol Pedro de la Rosa, veteraníssimo piloto de testes da McLaren de 38 anos, bateu Giancarlo Fisichella pelo segundo cockpit da revivida Sauber/BMW.

Quais os benefícios que o experiente Pedro oferecerá as Sauber? O proprietário da equipe, Peter Sauber, explica bem:

“Pedro passou muitos anos trabalhando para uma equipe grande no mais alto nível técnico. Nós, como equipe, estamos em posição para ganhar com sua experiência e o mesmo aplica-se a Kamui [Kobayahsi].

A combinação de um veterano e um novato tem repetidamente provado-se frutífera. Eu não espero desapontamento de nenhum dos dois em 2010.”

— Peter Sauber

Com a F1 sob duras medidas de corte de gastos, a função de piloto de testes tornou-se menos influente que há dois anos, já que grande parte do desenvolvimento técnico aplicado aos carros de 2009 foi feito pelos pilotos titulares. A oportunidade para de la Rosa é, portanto, um achado para um piloto que sempre clamou por uma nova chance na categoria.

Segundo James Allen, além da grande experiência que Pedro trará para a Sauber, o apoio financeiro de US$ 1,5 milhão da Universia, fundação ligada ao Banco espanhol Santander (também patrocinador da McLaren), foi outro fator importante para sua volta a um campeonato de F1.

Pedro já participou de 71 Grandes Prêmios e sua última corrida foi no Brasil em 2006. Junto com Alonso e provavelmente Alguersuari, o novo piloto da Sauber formará agora uma inédita armada espanhola na Formula 1.

Anúncios

Discussão

15 comentários sobre “Pedro de la Rosa finalmente volta à F1 pela Sauber/BMW

  1. Pôxa, e nada de vaga para o Nick Heidfeld. Quantas vagas ainda restam agora?

    Publicado por Andy | 19/01/2010, 9:50 am
  2. http://www.oconsumidoremdebate.blogspot.com

    Como já comentei no post anterior, achei horrivel a escolha. Se fosse pela experiência, deveriam ter insistido no Nick Heidfeld, pois pelo menos tem ritmo (e, aposto, maior conhecimento).

    Esse espanhol de meia-tigela nunca fez nada. Quando substituiu o Montoya, sequer conseguiu fazer alguma coisa. É só pra ter mais um no grid…lembram do Thierry Boutsen? Não andava nada, não tinha nenhum valor e todo mundo falava que tinha futuro…esse aí não é muito diferente.

    Sinceramente, não entendi porque fizer tanto alarde por alguém que não tem nada demais a somar…

    Publicado por Edgard | 19/01/2010, 9:56 am
  3. Edgard.

    O Heidfeld não tem patrocinadores que queiram bancar um banco na F1, concordo com você que ele é melhor que o de la Rosa e tem mais condições de tocar um projeto, mas…

    Não tem dinheiro.

    Sobre o de la Rosa faço minhas as palavras do Edgard.

    Publicado por Claudemir Freire | 19/01/2010, 10:02 am
  4. Bom dia

    Péssima escolha, concordo com tudo o que foi dito no comentários até agora…

    Publicado por Marcelo (Cascavel) | 19/01/2010, 10:06 am
  5. Dizem que o Nick que ser pago e não pagador…

    Vagas restantes:

    Renault: uma
    Campos: uma
    USF1: duas

    Publicado por Becken Lima | 19/01/2010, 10:10 am
  6. Acho que para a Renault seria uma ótima opção contrar o todesco, já que sua experiência e principalmente por já ter corrido ao lado do Kubica, será importante, já que a Renault não vai ter um carro vencedor, mas terá 2 pilotos consistentes para somar pontos preciosos para o campeonato de construtores…
    Não sei pq a Renault está com tanto mistério para anunciar o companheiro do polonês…

    Publicado por Jackson | 19/01/2010, 10:31 am
  7. Becken

    Uma escolha, com o perdão da palavra, broxante. Faço coro com os demais companheiros e não vejo talento especial nenhum nele. O Nacional Kid vai fazer o espanhol perder o rumo de casa, rápidinho.

    Apenas mais um figurante, IMHO.

    saudações

    Publicado por celso gomes | 19/01/2010, 10:34 am
  8. Becken ,

    Onde estao o Pastor Maldonado, Vitaly Petrov, Alvaro Parente e alguns outros pilotos pagantes…..eh a volta dos pilotos experientes que nao destroem equipamento, tem bom feedback e podem ter melhor perfomance que os meninos pagantes…

    Abraco

    Publicado por Fernando | 19/01/2010, 11:12 am
  9. Duvido que o De La Rosa seja mais rápido que o Pastor Maldonado, Vitaly Petrov ou o Alvaro Parente. Ele só ficou com a vaga porque é também pagante, e poderá fazer melhor o papel de afinador, pois que o colega Japonês é rápido, mas irá destruir muito mateiral e de afinações não terá grande experiência.

    Mas o De La Rosa vai ser consistentemente mais lento que o Koboyachi. Só terá chance se poupar mais os pneus e evitar toques e acidentes…o que para a F1 é pouco e sem sal.

    Publicado por Miguel Direito | 19/01/2010, 12:03 pm
  10. Sinceramente tudo o que disse Peter Sauber não passa de falácia,o que mandou mesmo foi a grana,afinal de contas por mais experiencia que tenha como test driver,tem gente bem melhor disponivel no mercado.

    abraço

    Publicado por marcelonso | 19/01/2010, 12:08 pm
  11. Segundo o James Allen o De La Rosa nao levou tanta grana assim… bem menos que os novos da GP2 poderia oferecer vale a pena ler o que ele escreve tambem.

    O ponto eh que para uma equipe que necesita e nao acho que tem gente que possa estar por ahi… que tenha $$$ e possa desenvolver o carro… eu honestamente preferia un Nick Heildfeld ao De La Rosa ou un Fisichella mas que loucuga , agora falamos sempre ou de aposentados ou de velhinhos… rs rs rs

    ONde esta o Takuma Sato ?

    Onde esta o Anthony Davidson ?

    POr que o Mika Hakkinen nao volta ???

    Irvine cade vc ?

    Soh falta agora o Ralf Schumacher reaparecer dos mortos !!!!

    Publicado por Fernando | 19/01/2010, 12:55 pm
  12. A Sauber e Williams apostaram na mescla experiência e juventude em suas duplas. Parece um bom caminho para preparar seus jovens talentos. Hulkenberg e Kobayashi, podem tirar proveito dos seus experientes team mates.

    Publicado por Alex-Ctba | 19/01/2010, 1:02 pm
  13. http://www.oconsumidoremdebate.blogspot.com

    Becken, pelo burburinho menos uma vaga disponivel: parece que a Renault está em franca negociação com o russo, o tal do Petrov, aquele que ficou quase duas décadas na GP2 e tem dinheiro grosso pra bancar a brincadeira…vamos ver.
    Pena pelo Heidfeld. Confesso, nunca fui com a cara dele, mas perto dessas melecas aí, ele seria primordial para o desenvolvimento de qualquer equipe…mas, como disseram antes, quer ser pago, não pagante.

    Publicado por Edgard | 19/01/2010, 1:24 pm
  14. Eu sou de Portugal e digo-vos uma coisa: O Àlvaro Parente não é pagante. Ele é mais talento que dinheiro. Quanto ao de la Rosa, detestei a escolha e estou a ver que o Nick Heifeld vai ficar apeado.

    Publicado por João Pedro CQ | 19/01/2010, 5:50 pm
  15. Nas corridas que fez substituindo o Montoya, Dela Rosa mostrou-se competitivo e arrojado, é claro que faltou um pouco de ritmo, que possivelmente viria com as corridas durante um longo tempo de competição.
    Seja bem vindo, pois com certeza tornará a F1 mais atrativa de se assistir!

    Publicado por Rodrigo | 20/01/2010, 4:40 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: