//
você está lendo...
ARTIGOS

Estará a Ferrari tentando resolver seus problemas de consumo nesses últimos testes com Valentino e Massa?

IMAGEM: Ferrari/Divulgação VALENTINO a bordo da F2008: o que a Ferrari tanto testa essa semana?

Valentino Rossi completou ontem 300 km de testes com uma Ferrari F2008 em Barcelona. O multi campão da Moto GP prossegue hoje com o seu “divertido” programa de testes e será substituído por Felipe Massa na sexta-feira. O brasileiro pretende ganhar ainda mais “confiança” conforme o início da temporada bate à sua porta.

É bem provável que Massa e Valentino rodem mais de 1.000 km para a Ferrari essa semana e muita gente já começa a coçar a cabeça conjecturando se há muito mais nesses testes do que entretenimento para Rossi e preparação para o convalescente Massa.

O ponto é que a Ferrari está, estritamente, sob o regulamento. O carro testado é um F2008 devidamente calçado com pneus “slicks” da GP2.

Sim, um carro bem diferente do de 2009 e provavelmente de 2010, mas com motores não tão diferentes assim.

Se vocês bem lembram, o desenvolvimento dos propulsores está congelado e, excetuando-se alguns componentes periféricos que foram “evoluídos” nesses últimos dois anos, o bloco inteiro do motor permanece o mesmo. Se a Ferrari está utilizando esta boa quilometragem de pista para testes objetivando 2010, é mais provável que a Shell seja a chave, com a equipe avaliando novas misturas focadas na eficiência de consumo de seus motores, sua grande dor de cabeça no momento.

Curioso que é exatamente nesse fato — ter um motor essencialmente o mesmo de dois anos atrás — onde jaz o problemão da Ferrari.

A margem para diminuir a gastança fica estreita com regras que delimitam desenvolvimento. Como bem apontou Alonso, Domenicalli e Massa recentemente, é na parceria histórica com a Shell que a Ferrari deposita grandes esperanças para vencer esse desafio.

Ou a Shell faz um belo trabalho ou a Ferrari terá que esculpir um carro com uma aerodinâmica soberba, capaz de compensar em alguns décimos o peso extra de combustível que Massa e Alonso terão que carregar a mais que a concorrência em 2010.

Anúncios

Discussão

10 comentários sobre “Estará a Ferrari tentando resolver seus problemas de consumo nesses últimos testes com Valentino e Massa?

  1. Olá Becken;
    muito interessante esse post…
    se for assim, tomara que eles arrumem logo e façam um carro decente..
    para o nível de pilotos, eles merecem…
    abraço;
    Tomas, do Blog Fórmula 1
    http://theformula1-blog.blogspot.com/

    Publicado por Tomas | 21/01/2010, 2:38 am
  2. Realmente Becken, a Ferrari sempre teve esse problema de consumo. Desde os tempos do V12 até os atuais V8, os motores da Ferrari são historicamente “beberrões”. Pelo gráfico apresentado aqui alguns dias atrás, Mercedes e Renault saem na frente. Se o gênio Adrian Newey encontrar uma bela solução aerodinâmica para as novas regras, aliadas a um motor Renault econômico, James Allen vai estar certo em apostar na Red Bull como a equipe a ser batida.

    Publicado por Alex-Ctba | 21/01/2010, 7:23 am
  3. Becken,

    Vejo um dilema sempre presente.
    Comercialmente e a curto prazo a F1 não pode ser muito cara para as equipes, senão afasta as pequenas, sem contar a diferença tecnológica gritante que haveria entre os carros. Neste caso as nanicas estariam fadadas a andar atrás do fundão do grid

    Por outro lado, essa restrição de testes é incompatível com uma categoria que pretende (?) continuar sendo um laboratório para produção de tecnologia de ponta a ser usada (vendida) na produção em série dos carros de rua.

    Ferrari e Mercedes estão testando dentro do regulamento. Então…

    Abs.

    Publicado por Anselmo Coyote | 21/01/2010, 8:02 am
  4. Becken,

    O engraçado nessa foto aí, é que o carro do Valentino está com a “barbatana de tubarão”. Porém a Ferrari a usou muito pouco em 2008.
    A Red Bull é uma grande entusiasta deste elemento. E Dizem aos quatro ventos que a Ferrari é um CtrlC+CtrlV do RB5. Será que a Ferrari estava testando também, por “debaixo dos panos” a sua barbatana?

    Fernando

    Publicado por Ffigueiredo | 21/01/2010, 10:24 am
  5. Offtopic: A Williams pelo jeito vai tentar algum pulo do gato neste ano quanto à areonidâmica. Sam Michel prometeu um pacote bastante agressivo.

    http://esporte.ig.com.br/grandepremio/formula1/2010/01/21/dirigente+da+williams+promete+pacote+aerodinamico+agressivo+em+2010+9371462.html

    Vamos ver no que dá. Seria uma grata surpresa ver a Williams brigando por vitórias novamente.

    Becken,
    Tem alguma informação mais apurada sobre o desenvolvimento do carro da Williams?

    Publicado por Galkadesh | 21/01/2010, 11:32 am
  6. Tem alguma informação mais apurada sobre o desenvolvimento do carro da Williams?

    Não, nada. Eles estão quietos!

    Publicado por Becken Lima | 21/01/2010, 11:47 am
  7. O congelamento criou situações injustas para algumas equipes. Tanto que a Renault conseguiu dar um upgrade, diante de visível déficit de potência em relação aos outros propulsores.

    A Ferrari pode até entrar em uma fase como a do final dos anos 80 início dos 90. Anos negros, aqueles. A combinação de congelamento no desenvolvimento dos motores, motor gastador e proibição de reabastecimento pode criar um cenário apocalíptico no time de Maranello. Mas acredito que tudo vá correr bem e eles andarão na ponta em 2010.

    Mudando de assunto, as regras aerodinâmicas de 2009 já foram incorporadas pelos meus olhos. Achei muito estranho o cofre do motor tão alto em relação à asa traseira… Quem diria.

    Publicado por The Stig | 21/01/2010, 12:53 pm
  8. The Stig – “Achei muito estranho o cofre do motor tão alto em relação à asa traseira… Quem diria.”
    É impressão sua. Acho que já nos acostumamos com o novo modelo de carro de F-1. Em 2008 a asa traseira era bem baixa mesmo. http://lh4.ggpht.com/siteograf/SCrlAYV8ycI/AAAAAAAAAMg/I17kiI7HITM/bmw-f1car-2008_www.rsportscars.com.jpg_thumb.jpg

    Voltando ao tópico, talvez essa seja mesmo uma estratégia a lá Mercedes (vide Queixada andando de GP2) para a Ferrari testar componentes e quem sabe melhorar o consumo de seus motores… Valentino Rossi fazendo teste de f-1…. com certeza há mais nisso que apenas a diversão do motociclista italiano….

    Publicado por König | 21/01/2010, 4:18 pm
  9. pois é, agora sexta feira é dia do massa testar com carro de 2008. Rossi e massa não estão andando só pra se divertir e fotógrafos realizarem seu trabalho. Com congelamento de motores (desenvolvimento) aplicar novas tecnologias, redução de peso, materiais mais leves etc… não vai ser possível, então tem que ser da forma tradicional, ou seja: lubrificantes especiais, gasolina resfriada/congelada (daí não sei até onde vai o regulamento quanto a gasolina, mas é sabido que gasolina congelada ocupa menos espaço, portanto um tanque um pouco menor), trabalho especial de suspensão e freios (na largada o carro vai estar quase colado do chão, do meio da corrida pra frente comportamento do carro vai ser bem diferente) se o sistema de usar dois tipos de compostos estiver valendo esse ano é evidente que as equipes usarão o mais macio no fim da corrida com o carro já bem leve.
    Imaginar que o peso a mais porque o motor é gastador não vai atrapalhar também está acredito sendo meio que super estimado. Se eu tenho um carro com peso x, motor de potencia y, e quero ser melhor que o carro z, vou ter que ter uma velocidade, aceleração maior que z. Se o motor não pode ser desenvolvido (em tese) maior velocidade, aceleração só pode ser conseguido com um chassi muito bem acertado, bem neutro e que possa acabar descobrindo algo não explorado anteriormente (vide interpretação da brawn ano passado com tal difusor duplo que acabou lhes dando uma boa vantagem inicial). Lembrar tambem que não está muito fácil na f1 moderna se fazer ultrapassagens, é bem possível que vejamos trenzinhos em algumas corridas durantes algumas voltas. Se o problema da ferrari for só tres décimos (segundo calculos deles e até do domenicali) não vai ser um bicho dificil de lidar, agora problema se não for só isso e for mal nascido, daí pode ser como 2009 ou como a Renault que não acertou mais a mão nos seus carros.

    Publicado por wilson costa | 21/01/2010, 6:25 pm
  10. König…foi isso que eu disse.

    Não entendi essa.

    Publicado por The Stig | 21/01/2010, 7:30 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: