//
você está lendo...
ARTIGOS

Preview para o GP da Austrália — Red Bull

IMAGEM: Red Bull/Divulgação — Será que essa cena se repetirá em Melbourne?

Nesse início de temporada a Red Bull é, de longe, o time mais fascinante do grid. Eles podem não ter tido o melhor carro no Bahrein — capaz de equilibrar na mesma medida velocidade, consistência e confiabilidade —, mas parecem ter à disposição o “foguete” do momento.

Assim como no ano passado, gerenciar a força desse carro é o grande desafio da jovem e inexperiente Red Bull, que tem ese ano a vantagem de ter à sua disposição as atuais regras da F1 que potencializam ainda mais os pontos fortes do seu carro.

No Bahrein, por exemplo, o RB6 pareceu imbatível sob uma volta lançada e surpreedentemente consistente de tanque cheio e pneus macios. Mesmo a bordo do eficiente F10, Fernando Alonso não teve reação para a primeira fase de corrida de Vettel, como ele mesmo admitiu na coletiva de imprensa após a prova.

Vettel e seu carro mostraram-se tão ameaçadores na primeira prova de 2010 que, no rastro do seu desempenho, surgiu uma teoria conspiratória para explicar a queda de desempenho no meio da segunda perna de corrida.

Segundo a imprensa espanhola — inflada por uma suposta declaração de Ron Dennis — a Red Bull teria montado um complô para mascarar um erro estratégico grosseiro da equipe, que houvera subestimado o consumo do RB6. O carro teria bebido mais do que o estimado no primeiro stint, o que obrigaria Vettel a tirar o pé na volta 32 em diante sob pena de pane seca ao fim da prova.

Oficialmente, a equipe citou uma vela de ignição como problema, deixando o pepino nas mãos da sua principal fornecedora, a Renault.

Curioso que no vídeo editado pela FOM, e postado no site Formula 1.com hoje, Sebastian comunica a equipe, via rádio, o exato momento em que o carro supostamente perde potência, o que furaria a teoria do “Erro estratégico da equipe.”

Será que a Red Bull poria em ação uma bem intrincada manobra para por a já tão criticada falta de confiabilidade dos motores Renault uma vez mais na berlinda e assim esconder um erro estratégico interno? Por que a fábrica francesa deixaria algo tão grave sem resposta?

Teorias conspiratórias à parte, o fato é que depois do Bahrein, a Red Bull promete, novamente, ser a pedra no sapato da poderosa Ferrari.

Discussão

61 comentários sobre “Preview para o GP da Austrália — Red Bull

  1. Por que temos uma absurda tendência de criar teorias conspiratórias? Nada na F-1 é honesto…
    O RB6 não pode ser ultra-rápido em volta lançada e suficientemente consistente para barrar o poderoso F10?
    De cara já lançamos mão das dúvidas…
    Ou é apenas vontade do campeonato ser equilibrado?

    Publicado por Will | 22/03/2010, 8:27 pm
  2. Por que temos uma absurda tendência de criar teorias conspiratórias? Nada na F-1 é honesto…

    O limite aqui, para mim, é: por que a Renault se aquietaria como bode expiatório de uma estratégia equivocada da Red Bull?

    RB6 não pode ser ultra-rápido em volta lançada e suficientemente consistente para barrar o poderoso F10?

    Eu sinceramenet acho que pode e isso surpreendeu a todos, inclusive à Ferrari…

    Publicado por Becken Lima | 22/03/2010, 8:33 pm
  3. Will,

    certamente essa sua pergunta será respondida no domingo.
    Eu realmente acho estranho a história do consumo. Isso foi testado e retestado na pré-temporada. Só se os caras erraram e abasteceram o carro a menor…mas isso é muito difícil. Não acredito.
    O que houve realmente foi uma quebra mecânica, e os RDBLL virão voando no domingo na austrália.
    É bom a turma da Ferrari abrir os olhos.

    Fernando

    Publicado por Ffigueiredo | 22/03/2010, 8:37 pm
  4. “Eu sinceramenet acho que pode e isso surpreendeu a todos, inclusive à Ferrari…”

    Porque tanta desconfiança na Red Bull?
    A Ferrari trabalhou como maluca inventando engenhocas para o F10 e teve dobradinha.
    Ok, tudo devido ao problema de Vettel (vela, motor, consumo, enfim), porque senão o dia seria RedBulliano.

    Mas, como sempre, a Red deve dar trabalho, aposto que poderemos ter Vettel na frente.

    Publicado por tomasf1 | 22/03/2010, 9:01 pm
  5. Porque tanta desconfiança na Red Bull?

    É mais ou menso a pergunta que eu faço no post…

    A Ferrari trabalhou como maluca inventando engenhocas para o F10 e teve dobradinha.

    Quais “engenhocas”?

    Publicado por Becken Lima | 22/03/2010, 9:04 pm
  6. Eu não acho que a Red Bull foi de longe a melhor do grid, vimos a consistencia de um carro Ferrari!

    Publicado por Luiz Felipe | 22/03/2010, 9:08 pm
  7. A RedBull surpreendeu na volta lançada, no ritmo de corrida foi o que se esperava, foi veloz com pneus macios e um pouco mais lenta com os duros, e teve problem de confiabilidade. Que só não foi pior porque o Vettel tirou tempo no segundo trecho.

    Hamilton e Massa estão certos, um pq afirma que RBR tem o carro mais rápido, e o segundo, que a Ferrari pode alcança-los.

    Mas alcançar, podem também a McLaren e Mercedes. Torço por isso.

    Publicado por Alexandre Gomes | 22/03/2010, 9:42 pm
  8. Becken,

    O carro quebrou e pronto. Como aconteceu muito na pré-temporada e também no ano passado. Nada muito anormal em projetos de Adrian Newey em início de temporada.

    O Newey é uma espécie de Collin Chapmam contemporâneo, inclusive na fragilidade dos carros.

    Não acredito em teoria de consumo excessivo, armação no audio de Vettel para mascarar o erro, etc.

    O que pode ter acontecido, isso é bem normal na F1, é terem informado o problema errado, para despistar a concorrência.

    Acho que o Vettel teria vencido com “os pés nas costas” a corrida do Barhein e desde já é o favorido para Melbourne, mesmo considerando que os carros de aerodinâmica refinada façam menos diferença em pistas de rua.

    Como surpresa acredito na Renault. Quem sabe até com pódio….

    Um abraço,

    Sirlan Pedrosa

    Publicado por Sirlan Pedrosa | 22/03/2010, 9:57 pm
  9. Sinceramente, não entendo este espanto de toda essa gente em relação ao desempenho da Redbull. O staff técnico deles são dos melhores, senão o melhor. Acertaram a aerodinâmica do carro, mesmo sem o benefício do difusor duplo ano passado e com a proibição do KERS para este ano, ficaram com a faca e queijo na mão. Na minha opinião, o Adrian Newey ficou como último gênio da F1, pois Rory Byrne se retirou, que era o diferencial da Ferrari em muitos anos. Muitos falam do Ross Brawn, mas ele sempre teve ao seu lado o gênio criativo de Rory Byrne, tanto na Benetton, como na Ferrari e sozinho não acho que se compare com estes dois. A Ferrari, ainda está se estruturando com seu pessoal e a Mclaren, isto só para ficar nas duas gigantes da F1, se baseiam mais em sua tecnologia, bases futurísticas, muitos recursos tecnológicos, mas faltam-lhes o líder em seus projetos. Será que todos conhecem quem projetou o MP4/25? Na Ferrari, ainda podemos falar em Nikolas Tombaziz e Aldo Costa e ainda recrutaram Giuseppe Azzolini que dizem trazer uma idéia de um super difusor. Vamos ver.

    Publicado por Ilton Fernandes | 22/03/2010, 10:15 pm
  10. Vamos analisar.
    Era uma jogada boa da RebBull com vista ao aumento de potência do motor por parte da Renault.
    Ninguém diz o que sabe na F1. Imaginem que sim, o motor comeu muita gasolina. É possível. Assim, dos 3 da frente só Alonso não sentiu esse problema já que Massa também passou por ele e teve que abrandar. Como se sabe, estes 3 iam num ritmo diabólico, nada a poupar. Começa a ser possível. Era muito fácil, a Red Bull, cortar potência no motor, e mesmo assim, fazer passar o sucedido por um erro mecânico.
    Desta forma, queixava-se, a Renault ficava com as culpas, choramingava-se por falta de fiabilidade, e assim a Renault talvez consiga obter autorização de mexer no motor e tentar sacar os 30 cavalos que tem a menos que o mercedes. Era e é uma boa jogada.

    E não é nada surreal, já que depois de estar em quarto lugar, Vettel, não mais perdeu potência e não se deixou passar por mais ninguém. O que corrobora mais esta tese, é que ele encostou o carro logo após terminar a corrida. Oficialmente, foi dito que ele encostou para poupar mecânica, mas, com o carro a trabalhar em 7 cilindros, chegava e sobrava para fazer 5 km a ritmo baixo sem danificar qualquer componente. Quem percebe bem de motores, sabe do que falo.

    Começo a desconfiar que foi mesmo falta de gasolina.

    Estou para ver, assim, se Vettel vai voltar a fazer na Australia o que fez no Barhain. Se sim, é porque era mesmo falha mecânica. Se não fizer, é porque era treta, e afinal era jogo. Como sempre na F1, as coisas só se sabem em cima do momento.

    Quero mesmo ver.

    Publicado por Marco Gonçalves | 22/03/2010, 10:19 pm
  11. Ilton,

    Seu comentário foi muito oportuno.

    Também considero o Rory Byrne um dos maiores rsponsáveis pelas vitórias de Benetton e Ferrari.

    Os carros eram projetos do sulafricano e sua responsabilidade . O Ross Brawn sempre cuidou mais da coordenação técnica e das estratégias de boxe.

    Desde seus primeiros carros o Rory Byrne mostrou que era diferenciado. A Tolemam que Senna pilotou em 84 e que foi um dos melhores chassis daquele ano era obra dele.

    Os carros da Benetton sob sua responsabilidade sempre foram muito bons e competitivos.

    O Ross Brawn só se juntou a Benetton mais tarde. Antes ele teve uma passagem nada bem sucedida pela Arrowns.

    Juntos, Brawn e Byrne, potencializaram o que cada um tinha de melhor e fizeram coisas maravilhosas.

    Acho que tanto Ross Brawn quanto a Ferrari se ressentem muito da ausência do discreto e competente Rory Byrne.

    Um abraço,

    Sirlan Pedrosa

    Publicado por Sirlan Pedrosa | 22/03/2010, 10:56 pm
  12. A Red Bull tem o carro mais rápido, para ser mais exato, VETTEL é o mais rápido… Depois vem as Ferraris seguidas de McLaren e Mercedes…
    Esse blefe é estranho, Ron Dennis conhece muito bem um carro de F1, vimos que após a bandeirada, Vettel voltou a pé para os Boxes… resumindo… foi falta de combustivel sim… ele tirou o pé… Massa, Alonso e Hamilton ultrapassaram Vettel, mas para não perder a posição para Rosberg, ele deu uma sigurada, pra mim o pessoal da Renault com a Red Bull se equivocaram achando que o motor Renault é economico, pode até ser, mas nem tanto assim…

    Publicado por Jackson | 22/03/2010, 11:29 pm
  13. Lá vai a Red Bull, entregar mais um mundial por conta da confiabilidade da Renault…

    Publicado por Ylan Marcel | 22/03/2010, 11:56 pm
  14. Na primeira volta que o Vettel passou na reta com problema de motor, o Martin Brundle (comentarista da BBC) disse:
    “Oh, that car is sick! That car is sick, I know it for sure!”

    Fiquei com a impressão que o Vettel estava mais lento que as Ferraris com pneu duro porque estava com medo do desgaste dos pneus. Se for realmente isso, eles têm um carro “ridiculamente mais rápido”, palavras de Hamilton.

    Publicado por KBK | 23/03/2010, 12:06 am
  15. Na primeira volta que o Vettel passou na reta com problema de motor, o Martin Brundle (comentarista da BBC) disse:
    “Oh, that car is sick! That car is sick, I know it for sure!”

    O Lewis também falou à BBC que o carro parecia “roncar” como se houvesse um cilindo a menos…

    Publicado por Becken Lima | 23/03/2010, 12:12 am
  16. Bem, não sei como é ter um f-1 nas mãos com um cilindro a menos.

    Mas já estive com apenas 3 cilindro em meu gol G3. E é uma sensação horrível cara. Problema no cabo de vela.

    O carro vibra de modo estranho. Tu chama no acelerador o carro não te responde.

    Não acho que é gambelagem da Red Bull. Pode ser isso sim, problema estrutural, do carro atrapalhando o motor.

    Lembremos que Newey tá fazendo de tudo para diminuir o perfil do carro. Coloca suspensão pull-rod embutido na caixa de câmbio para rebaixar a carenagem. E deve ter aproveitado o fato do propulsor Renault ser econômico para dimensionar tanque de combustível menor que as outras equipes e conseguir desempenho aerodinâmico.

    Se o consumo do motor de repente se comporta de modo não previsto como andam dizendo (consumo acima do esperado) a equipe do Newey vai ter dor-de-cabeça.
    Afinal, não seria necessário mudar a estrutura do carro toda para caber mais tanque de gasosa?

    Publicado por Bruno | 23/03/2010, 12:44 am
  17. Gostaria eu de ver a RBR com um motor de verdade. Como eram os motores BMW ano passado. Ou então uma Peugeot, VW, Porsh, lamborghini ou mesmo um motor Honda como existem os da IRL, não aquele lixo que deixou a F1, colocando um motor e trabalhando quase que exclusivamente para a RBR. Só não queria ver a Toyota de volta :P
    Porque Renault tá feio!
    Espero que os problemas de confiabilidade se resolvam ou que a falta de confiabilidade chegue para todas as equipes e a chatisse do campeonato tenha ficado apenas na primeira corrida do ano.
    *falta de confiabilidade em todos os carros seria divertido de se ver. seria algo como fim dos anos 80 inicio dos 90!

    Publicado por Demetrius | 23/03/2010, 1:47 am
  18. Poupar gasolina não faz o motor roncar diferente, até a Globo falou do barulho estranho.

    Se ele encostou no final da corrida, talvez a falha mecânica tenha feito o carro andar menos e gastar mais, não?

    Publicado por Costanza Yada Yada (fernando-ric) | 23/03/2010, 8:23 am
  19. Amigos,

    Numa comparação das mais grosseiras…

    Meu irmão tem um Palio 1.0 Fire… mas a versão com mais acessórios, dentre eles um computador de bordo.
    Numa viagem que fizemos de Curitiba para Porto Alegre, na ida a média estava em torno de 9 a 10 km/litro.
    Meu irmão ficou p… pois os cálculos dele era de abastecer menos, ou seja, deveria fazer pelo menos 13 a 15km/litro… mas aí que está a sacada… ele gastaria menos se estivesse andando numa velocidade menor, e forçando menos o motor…
    Penso que assim ocorreu com Vettel e seu motor Renault.
    Realmente são rápidos, mas ele exigiu um pouco a mais do motor durante a primeira perna da corrida, assim, aumentou o consumo de combustível e deve ter realmente danificado algo mais no motor, o que ocasionou o barulho diferente que até o Galvão registrou isso.
    Acredito que houve uma somatória de eventos e erros que causaram o declínio do rendimento da RedBull.
    Não tanto a terra nem tanto o céu, mas a combinação das duas.
    E realmente para a próxima corrida espero uma disputa mais acirrada entre os Ferrari e a RedBull, pois vem coisa nova nas equipes…

    Abraço à todos…

    Alcides – Curitiba

    Publicado por Alcides Araújo | 23/03/2010, 8:24 am
  20. Ola Sirlan ->

    Todos sabem que nao sou fan da Mclaren. Mas a declaracao do Ron Dennis tem um certo peso. Alguem que ja esta a anos na formula 1, e conhece os blefes de todos os tipos ao longo dos anos.

    Falaram aqui que uma equipe nao iria errar o consumo de combustivel, pois foi extremamente testado isso.

    Pergunta :

    Nao aconteceu exatamente isso com o MASSA ?

    o carro nao tinha combustivel suficiente para chegar ao fim naquele ritmo.

    Porque nao poderia ter acontecido o mesmo com Vettel ?

    Ok ja falaram que a Renault nao iria aceitar levar a culpa.

    2a Pergunta. O Problema nao foi a vela ?

    tiraram o da Renault da reta…

    A Dupla Galvao e Reginaldo escutar o barulho do motor diferente, nao pode ser levado a serio, quantas e quantas vezes eles ja nao falaram essas besteiras e no fim nao era nada.

    Publicado por claudio cardoso | 23/03/2010, 8:37 am
  21. RBR the team to beat!

    Publicado por Ernesto Sousa | 23/03/2010, 8:47 am
  22. Consumindo mais, ou consumindo menos, o fato é que o Vettel só tem sete motores pro resto do ano.
    Já estourou um motor. Alguém sabe se a Renault também vai trocar o motor do Webber por precaução?

    fernando

    Publicado por Ffigueiredo | 23/03/2010, 9:00 am
  23. Bons dias Meus F1 Freaks Like Me

    Marco Gonçalves

    A Renault já recebeu autorização para mexer nos motores portanto a sua teoria bate certinho só quem não quer ver..

    Abraço

    Publicado por SennaCeccotto | 23/03/2010, 9:08 am
  24. Teorias Conspiratórias a parte, eu tô com o Becken e a grande maioria dos comentaristas aqui. A Red Bull e Vettel são o carro e o piloto a serem batidos no momento. Só espero uma corrida menos previsível para Melbourne. O Safety Car costuma dar as caras no Albert Park e a Renault com seu entre eixos mais curto, pode surpreender realmente como a quinta equipe. A conferir…

    PS: Teorias Conspiratórias e F1 são realmente indissociáveis.

    Publicado por Alex-Ctba | 23/03/2010, 9:18 am
  25. Meus Caros

    Team to beat é quem fez a dobradinha..quem especulou com rapidez na saída e tentando abrir buraco com macios.. se ferrou…

    A RBR sabia que era mais rápida que a Ferrari com pneu macio, sabia ela e toda a gente, que é que fez? Tentou abrir o máximo enquanto estava calçada com o tal pneu, da Ferrari, e conseguiu um pouco, achava que seria suficiente mas não foi, a vantagem não foi a esperada e o Alonso com a Ferrari com pneu duro encurtou bastante, há aí umas contas para se ver em posts anteriores, achavam que mesmo com consumo excessivo no início daria para gerir a vantagem.. não deu.. e depois teve que refrear ritmo e ainda deu para nas últimas voltas aguentar o Rosberg com tempos baixos a vela aí já estava boa…

    E depois tem de se ver escrito que ganharia com “as pernas nas costas” foi pena não dar para ganhar com combustível criado pelo próprio piloto e não de geração espontânea…

    Abraços

    Publicado por SennaCeccotto | 23/03/2010, 9:19 am
  26. Vamos ver se o Webber reage. As vezes o fator “casa” dá uns cavalinhos a mais no carro. Se Existe uma possibilidade de ele vencer seu GP caseiro, a oportunidade é agora.

    Publicado por Alex-Ctba | 23/03/2010, 9:24 am
  27. Figueiredo, eu li que o Vettel vai usar o mesmo propulsor…

    Na entrevista do Ron Dennis ele afirma que nas voltas finais do carro do Vettel começou a virar tempos bem baixos conseguindo seguros o Rosberg…

    Tá meio no ar essa Vela ai…

    abraços

    Publicado por Marcelo (Cascavel) | 23/03/2010, 9:24 am
  28. Senhores, nos últimos 4 anos o vencedor em Albert Park foi WDC…será?

    Publicado por Will | 23/03/2010, 9:47 am
  29. Yo no creo en las brujas, pero que las hay, las hay…

    Publicado por Alex-Ctba | 23/03/2010, 10:22 am
  30. ” O limite aqui, para mim, é: por que a Renault se aquietaria como bode expiatório de uma estratégia equivocada da Red Bull? ”

    Hellas Lima para ter permissão da FIA para poder modificar o Motor.. como aconteceu ESTRATÉGIA SIMPLES E PERFEITA, se vão conseguir mesmo melhorar…é o que vamos ver

    Abraço

    Publicado por SennaCeccotto | 23/03/2010, 11:13 am
  31. O problema aqui é descobrir por que a nossa torcida da Ferrari aqui do blog está tão engajada em tentar provar que a Red Bull não é tão boa quanto parece…

    Publicado por Becken Lima | 23/03/2010, 11:15 am
  32. Olha Becken não estou tentando provar nada contra a Red Bull até porque eles tem o melhor carro, o mais rápido. (ponto final)

    mas eu ainda acho que em ritmo de corrida as Ferraris estão melhor

    Publicado por Marcelo (Cascavel) | 23/03/2010, 11:19 am
  33. Marcelo (Cascavel) – Não me interprete mal, mas essa minha impressão não vem desse post aqui exatamente — que afinal é para o tema estar em pauta mesmo —, mas essa novela da “Vela de ignição X Pane Seca” vem de dias atrás sendo intensamente discutida no blog.

    Publicado por Becken Lima | 23/03/2010, 11:25 am
  34. Estranha essa história da Red Bull. Eu, sinceramente, não vejo motivos para ela “mascarar” um erro próprio. Enfim, isso não muda fato de que o RB6 é sim um bom carro e tende a crescer bastante ao longo do ano – assim como na temporada passada.

    Esse fato – aliado a aparente superioriadade de Vettel dentro da equipe – me faz acreditar no favoritismo dele ao título.

    Sobre a Austrália, como disse Kevin Eason (Times), a temporada começa aqui. O Bahrein não passou de um warm-up. Um ponto importante para o fim de semana será as curvas de alta, que exigirão bastante dos freios.

    Estou curioso para ver o comportamento do Button, cujo problema no Bahrein foi justamente nos freios…

    Publicado por Willian | 23/03/2010, 11:41 am
  35. Apesar de a teoria que o Vettel voltou a acelerar no fim ter alguma lógica, a vantagem que o alemão conseguia em cima do outro alemão era no segundo setor, a parte mais travada da pista.
    Se não me engano, o segundo setor de Vettel era de 0.4 a 0.6 melhor que o Rosberg. A mercedes recuperava 0.2 tanto no primeiro como terceiro setor.

    Publicado por KBK | 23/03/2010, 1:48 pm
  36. Felipe Massa afirmou que a Red Bull já tinha mostrado nos testes de inverno um bom ritmo nos long runs, mas que a equipe não está tão à frente como disse Lewis Hamilton.

    “Nos testes, a Red Bull pode não ter sido o carro mais rápido em termos de tempo por volta, mas eu percebi que o ritmo deles nos long runs era muito forte, então a velocidade que eles mostraram na classificação do Bahrein não foi uma surpresa”, declarou o brasileiro. “No geral, nós fomos muito semelhantes, o que reforça a necessidade de tentar melhorar o nosso carro em todas as corridas da temporada”, acrescentou.

    Por fim, Massa afirmou que a Ferrari pareceu ser ainda mais rápida do que a Red Bull no circuito de Sakhir com os dois tipos de pneus usados no calor da pista barenita

    http://esporte.ig.com.br/grandepremio/formula1/2010/03/22/massa+contesta+hamilton+e+diz+que+ritmo+da+red+bull+era+esperado+9435506.html

    Publicado por wilson | 23/03/2010, 2:01 pm
  37. Button: “Red Bull y Ferrari son los más fuertes”.

    Creo que los Red Bull son muy fuertes, los Ferrari son muy fuertes y después es probable que estemos nosotros, pero espero que con los cambios en el circuito y algunas pequeñas mejoras podamos estar cerca de ellos y quizá desafiándoles aquí”, expresó. Button, campeón con Brawn GP, y ahora en Mercedes, no estuvo muy brillante en Bahrain el pasado 14 de marzo, mientras que Hamilton, su predecesor en el palmarés, fue tercero por detrás de los Ferrari, después de que un problema en el motor relegara a Sebastian Vettel del primer al cuarto puesto.

    Publicado por wilson | 23/03/2010, 2:03 pm
  38. O que pensam os fãs e seguidores da formula um?

    Por isso a LG e a revista F1 Racing levaram a cabo uma interessante sondagem junto dos adeptos da Fórmula 1, no sentido de tentar perceber o que estes pretendem voltar ver na disciplina. Responderam cerca de 85.000 adeptos, de 174 países, com o jornal espanhol Marca a ter acesso aos resultados do inquérito, que irá ser divulgado publicamente dentro de dias.

    Entre as conclusões, destaque para o factos dos adeptos não gostarem muito de corridas urbanas nem nocturnas, e preferirem claramente corridas “clássicas”, como Mónaco, Monza, Silverstone, Hockenheim, Spa-Francorchamps. Para os adeptos, as novas localizações carecem de falta de interesse e ‘carácter’.

    A tecnologia é do agrado dos adeptos, portanto limites de orçamento não ‘jogam’ bem com esta questão. Outro dos detalhes referidos pelos adeptos são a pouca informação que é disponibilizada através da TV ou Internet. O ideal seria poder partir repartir o ecrã e seguir os pilotos eleitos por cada espectador, com abundante informação gráfica, com muito mais tempo de imagens ‘onboard’. Tudo isto é possível se a era digital avançar rapidamente, com a tecnologia multi câmara.

    Para muitos adeptos a corrida perfeita passava também por poderem ouvir os diálogos entre as boxes e os pilotos. A alta resolução é um ‘must’ e poder seguir as corridas pela Internet, não só através de PC, como já acontece, mas também smartphones ou outros dispositivos que entretanto surjam no mercado.

    Publicado por wilson | 23/03/2010, 2:07 pm
  39. Becken ->

    Eu acho que a Red Bull é mais rapida.

    A unica coisa é que ela tambem ficou com o problema de consumo acima do previsto, exatamente como ficou o Massa.

    Eu nunca vi uma vela quebrar, e depois voltar a funcionar. Na verdade isso seria até um milagre, pois devida a forma como é construida a vela, se ela quebrar nao volta mais a funcionar.

    se ainda tivessem dito o cabo da vela, ok poderia ser que vibrou e entrou numa posicao que voltou a fazer o contato, agora a vela é dificil.

    E quem tambem acha isso é o Mentor da sua amada equipe :-)

    Publicado por Claudio Cardoso | 23/03/2010, 2:17 pm
  40. Eu acho que a Red Bull é mais rapida.

    Amém…

    Publicado por Becken Lima | 23/03/2010, 2:20 pm
  41. “O Newey é uma espécie de Collin Chapmam contemporâneo, inclusive na fragilidade dos carros.”

    Analogia perfeita Sirlan! Lembram quando Newey fez o McLaren “bico de tamanduá”, um conceito ousado e moderno demorou para dar certo? Pois bem, era um carro que fugia de todos os padrões da época e não deu resultados imediatos.

    Uma pergunta: por que os motores Renault só quebram com a Red Bull? Obviamente a Renault não sacanearia a equipe que mais chances de ter sucesso com sua marca, portanto… acredito que só possa ser algum problema do projeto de Adrian Newey ao adaptar o motor. Ano passado eles tiveram problemas de refrigeração… quem sabe agora?
    É bom lembrar também que eles postergaram bastante a confirmação da continuação ou não da parceria com a Renault, vislumbrando a possibilidade de contarem com os Mercedes. Talvez isso tenha prejudicado um projeto que adaptasse inteiramente o carro aos propulsores franceses.

    Publicado por Vitor, o de Recife | 23/03/2010, 2:22 pm
  42. Vitor ->

    “Uma pergunta: por que os motores Renault só quebram com a Red Bull?”

    Simples a resposta. Porque a outra equipe que usa os mesmos motores, esta fazendo o tempo de volta 1 segundo mais lento.

    Publicado por Claudio Cardoso | 23/03/2010, 2:30 pm
  43. Uma pergunta: por que os motores Renault só quebram com a Red Bull?

    Será que foi por causa da dispensa do Geoff Willys, responsável pela “confiabilidade” dos projetos do Newey? Eu aposto que SIM…

    Publicado por Becken Lima | 23/03/2010, 2:32 pm
  44. Claudio, seria um verdadeiro tiro no pé. Você acha que uma montadora jogaria milhões ganhos em publicidade pela janela? Veja o exemplo da Brawn; a Mercedes comprou a equipe ao fim da temporada, verdade, mas desde o início deu força à escuderia, mesmo com o time prioritário da marca (McLaren) tendo um desempenho pífio que teve em 2009. E por que? Porque ganhava e com isso colocava o nome da montadora no alto do pódio.

    Publicado por Vitor, o de Recife | 23/03/2010, 2:41 pm
  45. Becken, bem lembrado. Aliás, por onde anda o Geoff Willis?

    Publicado por Vitor, o de Recife | 23/03/2010, 2:42 pm
  46. Na Hispania do nosso Bruno…

    Publicado por Becken Lima | 23/03/2010, 2:48 pm
  47. Oi Vitor ->

    Nao foi isso que eu quis dizer.

    Mudando as Palavras foi o seguinte.

    o Outro carro anda 1 segundo mais lento, é de se imaginar que ele esta forçando menos o motor do que quem esta andando 1 segundo mais rapido. Por isso que o que quebra é o da Red Bull.

    Publicado por Claudio Cardoso | 23/03/2010, 3:01 pm
  48. Esse negócio de “pane seca” parece mais uma desculpa para tentar desmerecer o projeto da Red Bull, que é sem dúvidas o melhor no momento.

    Várias equipes testaram o consumo dos carros na pré-temporada, deixando os carros pararem por pane seca propositalmente. Vocês acham realmente que uma equipe ia menospresar o consumo de seus próprios propulsores?

    Eu acredito que a vela do carro quebrou mesmo – há quem diga que não dá pra confiar no que o Galvão e o Reginaldo falaram sobre o som estranho do motor, mas lembrem-se, quem falou primeiro foi o Luciano Burti (que com certeza tem muito mais experiencia no assunto do que quem diz que a história do barulho estranho é besteira), e além dele, Martin Brundle e Lewis Hamilton também – e que o Vettel segurou o Rosberg no braço.

    Como disse o KBK, o Vettel fazia a diferença no ‘twisty’ segundo setor, e deu o tudo ou nada no final para não perder a posição pro Rosberg, e só parou o carro na volta pros boxes por, creio eu, precaução. Aquele motor ainda não vai pro lixo…

    Publicado por Guilherme Teixeira | 23/03/2010, 3:07 pm
  49. Guilherme ->

    “Várias equipes testaram o consumo dos carros na pré-temporada, deixando os carros pararem por pane seca propositalmente. Vocês acham realmente que uma equipe ia menospresar o consumo de seus próprios propulsores?”

    A Ferrari nao testou ?

    Entao so pode acontecer com o Massa com o Vettel nao pode.

    Vc ja viu vela quebrar e depois voltar a funcionar ?

    Publicado por Claudio Cardoso | 23/03/2010, 3:16 pm
  50. Becken ->

    Digamos que a Vela realmente quebrou.

    Entao onde entra a culpa da Red Bull ?

    Eles nao fabricam vela, e com certeza nao devem ter colocado vela velha no carro. Nem equipe de kart usa vela velha para corrida.

    entao o que o Geoff Willis poderia ter feito ?

    Publicado por Claudio Cardoso | 23/03/2010, 3:38 pm
  51. Claudio – Se vc tem experiência no mundo corporativo, deve saber que homens em cargos de comando não botam a mão na massa. Eles administram processos e procediementos.

    Um simples pedido do Willys para que a Renault fizesse um duplo check in da montagem do motor resolveria o problema…

    Publicado por Becken Lima | 23/03/2010, 3:53 pm
  52. Este brinquedinho que o Webber tá usando ai é chique heim?
    Ah um destes lá em casa…

    Publicado por Ron Groo | 23/03/2010, 3:57 pm
  53. Becken ->

    Se a Equipe precisa fazer duplo Ckeck IN tem algo errado.

    Ou o Ckeck in nao é eficiente.

    ou a Equipe é ruim que nao consegue por em pratica o Check In, ai é melhor demitir todo mundo.

    E fora que o cara ainda tinha uma “mae dinah”, pois ia advinhar que o duplo check in tinha de ser na montagem do motor.

    Se for fazer duplo Check in para montar o carro todo, o carro nem vai sair da garagem porque nao irá dar tempo.

    Seguindo esse raciocioniom na aviação teriamos de fazer 3 check in´s de cada fase do voo. Afinal a responsabilidade de levar a bordo mais de 200 pessoas é muito maior que um unico piloto.

    ——————————— x—————————— x—————————————–

    Desde que a Formula 1 existe que os carros quebram.

    Se a vela realmente quebrou, pode ter sido um problema de fabricação dela.

    Quantas vezes na historia nao vimos equipes perderem campeonatos por quebra de peças de menos de 1 dollar.

    Alias o Schumacher perdeu um campeonato por conta disso, e com o Ross Brawn
    —————— x —————————– x——————————————————–

    Obs:EU nao acredito na historia da vela.

    Publicado por Claudio Cardoso | 23/03/2010, 4:14 pm
  54. Desculpem o texto longo
    Mas por ser uma opinião, teria que fundamentar.

    Em pré temporada, tudo, mas tudo mesmo é testado, fazendo-se simulação de tudo. Mas todos dizem, que só em corrida, é que as coisas acontecem como devem acontecer.

    Volto ao mesmo.
    Aqueles 3 da frente, iam com um ritmo diabólico. Diabólico mesmo. 2 deles tiveram problemas (Massa e Vettel). Um por consumo, o outro por causa de vela. Os diferentes tipos de mapas de cartografia de aceleração do motor, provocam sim, sons diferentes no trabalhar do motor. Pouco perceptíveis, mas ainda assim, audíveis. Um motor que consome mais, faz um barulho diferente do que o mesmo motor que consome menos. Eu já duvido da vela partida. Acredito naquilo que enunciei acima. Todos os factores inesperados se juntaram, e assim, surgiu uma forma de mexer no motor e tirar mais potência dele. A Renault não se importa das culpas, mexe no motor, e torna mais possível ainda no fim do ano poder escrever nos vidros dos Meganes a publicidade “motor campeão do mundo de 2010”. Faz tudo sentido.

    Não menosprezo a Red Bull. Tem de facto o melhor carro em velocidade pura. No entanto, julgo a Ferrari com o melhor carro em corrida. Talvez tenha sido isso que aconteceu na Red Bull. Egos são egos. Era o que faltava dizer ao nosso piloto para abrandar o ritmo. Não. O Vettel que puxe pelo carro para ver se a Ferrari desiste deste ritmo e assim que abrande o ritmo que nós também abrandaremos, pois se terminarmos assim não será possível terminar a corrida.

    O problema é que todos sabem que o motor Ferrari é o mais guloso, e no entanto, eles iam prevenidos com isso, com mais gasolina no tanque. A Red Bull, tendo o carro mais rápido, e com 10 quilos a menos de gasolina que o Ferrari sendo pelo que dizem 4 décimos mais rápido que eles, porque decidiram jogar no limite? Levavam mais 5 quilos, e assim tinham a vitória no papo. 5 quilos para o mais rápido, traduziam-se nuns insignificantes décimos de segundo. Para o carro mais rápido do plantel, e por aquilo que vi, isso não era nada tal a superioridade do carro de Vettel.

    Só que acho que a Red Bull ficou surpresa pelo ritmo de corrida da Ferrari que é superior ao seu.

    De facto aquele carro da Red Bull é uma bala em velocidade. No entanto, em corrida julgo-os atrás do carro de Massa e Alonso.

    Publicado por Marco Gonçalves | 23/03/2010, 4:15 pm
  55. Claudio Cardoso,

    Pelo contrário. A renault por ter um carro pior em sua aerodinâmica faz com que se exija mais do motor. Quanto maior o arrasto, maior potência do motor para empurrar. É claro que não é só por este fator, mas considerando a sua análise do motor do RB6 em comparação com com o R30, seria até covardia comparar a fluidez de ambos os carros.

    Publicado por Ilton Fernandes | 23/03/2010, 5:18 pm
  56. Ilton ->

    Mas voce esta se esquecendo, que a renault contorna as curvas mais lentamente, freia antes e acelera depois.

    a questao nao esta na eficiencia aerodinamica. ate pq a carga que empurra teoricamente é a mesma pq embora o RBR tenha melhor fluidez aerodinamica, ele tambem é empurrado para uma velocidade acima, e como em aerodinamica cada kilometro mais rapido nao é o kilometro x força a partir de velocidades mais altas, é km x força+força/2 por exemplo.

    Publicado por claudio cardoso | 23/03/2010, 6:50 pm
  57. ano passado a red bull só não ganhou o campeonato fácil por causa da trapaça dos difusores.

    esse ano todo mundo esperava que ela largaria na frente, portanto.

    qual é o espanto em ver o vettel voar, então?

    cada equipe tem que focar na parte em que está fraca: a red bull, na confiabilidade; e as demais, em deixar seus carros mais rápidos que um RB6.

    Publicado por andre melo | 23/03/2010, 7:21 pm
  58. Caracas que comentários loucos!!!

    Vela que quebra não volta a funcionar mesmo…alguém falou o contrário?

    Publicado por Will | 23/03/2010, 7:32 pm
  59. Will ->

    eu me referi que a vela nao volta a funcionar, com isso a teoria da Vela é furada. O Vettel no fim da corrida voltou a acelerar, logo se o problema dele era a vela e perdeu rendimento, ele nao poderia no fim da corrida voltar a virar junto com os ponteiros. Pois se a vela quebrou, quebrou, nao iria voltar a funcionar no fim da corrida :-)

    Publicado por claudio cardoso | 24/03/2010, 12:58 am
  60. Sebastian confirma, já na Austrália, o porblema com a vela de ignição:

    “…”The failure on Sunday, it is seldom that happens – maybe it happens only every 10 years,” he said. “It shouldn’t happen again. It is quite rare that the spark plugs fail…

    LINK: http://www.autosport.com/news/report.php/id/82321

    Publicado por Becken Lima | 24/03/2010, 7:38 am
  61. A Red Bull é uma realidade queiram ou não, o que de certa forma é bom para a F-1, pois tira um pouco aquele ambiente pesado das grandes equipes, como a McLaren e Ferrari.

    Publicado por Rodrigo Pedrosa | 24/03/2010, 8:06 am

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: