//
você está lendo...
ARTIGOS

A vitória de Jenson em fotos

Discussão

5 comentários sobre “A vitória de Jenson em fotos

  1. Eram os Deuses Astronautas – Foto 3 – primeira foto da terceira coluna.
    Pode beijar a taça, canguru – foto 4.
    Por enquanto – foto 8.
    Alguém viu o Wally, quero dizer, o Miltim? – foto 9.
    Aladim e a Lâmpada Maravilhosa – foto 10 – (o gênio vai sair da gar…opss, da lâmpada).
    El pordiosero – foto 12 – (massa estende o chapéu e pede por diós).
    Olha a retaguardaê, Miltim – foto 13.
    É só.
    Abs.

    Publicado por Anselmo Coyote | 31/03/2010, 1:01 am
  2. Felizes são os torcedores de um país que tem mais de um piloto que possa vencer.
    Infeliz é o país que tem pilotos para vencer, são ótimo pilotos e muitos torcedores desse país torcem por pilotos de outra nação.

    Publicado por Luiz Sergio | 31/03/2010, 11:32 am
  3. Cadê o Hamilton na foto de toda a equipe? O Kova, mesmo na derrota, aparecia nas fotos quando o Lewis ganhava…

    Publicado por Andy | 31/03/2010, 1:38 pm
  4. “Infeliz é o país que tem pilotos para vencer, são ótimo pilotos e muitos torcedores desse país torcem por pilotos de outra nação.”

    Então todos os países que tem/tinham pilotos são infelizes.

    Primeiro, porque potencialmente, qualquer piloto pode vencer. Lembro ainda que só de pertencer à categoria máxima do automobilismo, estar em os 26 melhores do mundo, já é uma vitória incontestável para qualquer um.

    Segundo, porque o Senna tem torcedores em todos os países onde existam pessoas que gostam da F1.

    Considerando-se que nossa grande busca nesta é ser feliz, eu prefiro dizer que:

    Infeliz é toda e qualquer pessoa homófoba, que não sabe viver com a diversidade, que não suporta o seu semelhante ter vontade própria e preferência diferente da sua.

    Infelizes são os torcedores que tentam impor a ferro e fogo suas vontades sobre a vontade alheia.

    Infelizes são os torcedores que depositam nas costas de um simples esportista que nem os conhece a responsabilidade por fazer sua felicidade e livrá-lo de suas frustrações, como se isso não fosse obrigação alheia e não própria. Como se buscar a felicidade pelas próprias mãos não fosse um dos maiores prazeres da vida.

    Infeliz é o ser humano não respeita o outro, a sua individualidade e sua liberdade, natural, inalienável, Divina, de fazer as próprias escolhas.

    Infeliz sou eu que, a esta altura da vida, em vez de estar discutindo em alto nível outros assuntos – ainda que seja a influência da menstruação da baleia na formação do mar vermelho -, tenho que escrever sobre coisa tão básica quanto o dever do ser humano de respeitar o outro para uma convivência, tolerante, sadia, feliz e fraterna.

    Putz!

    Publicado por Anselmo Coyote | 31/03/2010, 2:07 pm
  5. Perfeito, Anselmo. Concordo em gênero, número e grau!

    Sempre incisivo e direto, e sendo coyote, se fosse lobo então…(hahahaha, desculpe o trocadilho, mas não consegui me segurar!)

    Publicado por Alan McLaren | 31/03/2010, 4:58 pm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: