//
você está lendo...
ARTIGOS

Vettel vence fácil, McLaren e Ferrari dão show e Massa é o novo líder do campeonato

IMAGEM: Red Bull/Divulgação

As Red Bulls foram intocáveis e irretocáveis agora há pouco na Malásia. A corrida, que prometia chuva torrencial do meio para o fim, foi inteirinha disputada sobre pista seca, sem nada que atrapalhasse o passeio de Sebastian Vettel. O único real trabalho de alemão foi fazer valer a vantagem de largar do lado limpo da pista para deixar seu compatriota Rosberg para trás e, em seguida, ultrapassar o apático Mark Webber na primeira curva do circuito de Sepang.

A dominante dobradinha da Red Bull lava a alma da equipe e de Vettel, assombrados por sucessivas quebras nas primeiras provas do campeonato.

Ao lado de Vettel e Webber, Rosberg completou o pódio na Malásia, seguidos de Robert Kubica em quarto, Adrian Sutil em quinto e Lewis em sexto Hamilton.

Um espetáculo dado por McLaren e Ferrari

Com a tranquila liderança das Red Bulls muito à frente, o foco da corrida concentrou-se na batalhar particular e espetacular entre Ferraris e McLarens, que largaram do fundão.

Entre os pilotos das grandes, foi Lewis Hamilton quem fez a melhor corrida. Vindo da 20ª posição, o inglês foi, novamente, o “show man” da prova, iniciando uma escalada por posições já na largada — de onde ganhou oito posições, deixando pelo caminho os campeões Fernando Alonso e Jenson Button. Em seguida, o campeão de 2008 predou as duas Toro Rossos, Vitaly Petrov e Kamuy Kobayashi, sendo ao fim parado apenas pela boa Force India de Adrian Sutil, também empurrada pelos motores Mercedes-Benz.

A bordo da outra McLaren, Jenson Button arriscou uma longuíssima segunda perna de corrida com pneus duros, com espaço aberto disponível para poupar pneus e ultrapassar ambos os pilotos da Ferrari. Com os pneus desgastados desse longo stint, BUtton foi presa fácil para Felipe Massa no fim da prova, além de tomar sonora pressão de Fernando Alonso.

Vindo da 21ª posição Felipe Massa recuperou tantas posições quanto as de Hamilton na largada, mas ficou preso na Toro Rosso de Buemi durante quase toda sua primeira perna de corrida. No fim, sua bem concatenada parada nos boxes lhe rendeu boas posições e a ultrapassagem em um Button com pneus “no arame” foi a cereja no bolo de uma ótima corrida.

Já o Alonso, pelas condições extremamente adversas enfrentadas, fez uma corrida estupenda. O espanhol levou no braço uma Ferrari capenga e com o câmbio avariado — sem embregaem — da volta de apresentação até sua quebra, no finalzinho. O único ponto de inflexão na prova de Fernando é a dúvida se o seu ataque final a Button não foi desnecessário, o que acabou causando a quebra definitiva do F10.

Com o bicampeão fora de combate, sobrou mais emoção para o campeonato, com sete pilotos separados por nove pontos e aí Massa saiu no lucro. O brasileiro assume a ponta, afasta rumores sobre seu futuro na Ferrari e cala seus críticos… Pelo menos até a próxima prova na China, em duas semanas.

Resultado do GP da Malásia

1 5 Sebastian Vettel Red Bull-Renault 56 3
2 6 Mark Webber Red Bull-Renault 56 4.849 4.849 1
3 4 Nico Rosberg Mercedes 56 13.504 8.655 2
4 11 Robert Kubica Renault 56 18.589 5.085 6
5 14 Adrian Sutil Force India-Mercedes 56 21.059 2.470 4
6 2 Lewis Hamilton McLaren-Mercedes 56 23.471 2.412 20
7 7 Felipe Massa Ferrari 56 27.068 3.597 21
8 1 Jenson Button McLaren-Mercedes 56 37.918 10.850 17
9 17 Jaime Alguersuari Toro Rosso-Ferrari 56 70.602 32.684 14
10 10 Nico Hülkenberg Williams-Cosworth 56 73.399 2.797 5
11 16 Sebastien Buemi Toro Rosso-Ferrari 56 78.938 5.539 13
12 9 Rubens Barrichello Williams-Cosworth 55 1 lap 1 lap 7
13 8 Fernando Alonso Ferrari 54 2 laps 1 lap 19
14 25 Lucas di Grassi Virgin-Cosworth 53 3 laps 1 lap 24
15 20 Karun Chandhok HRT-Cosworth 53 3 laps 17.748 22
16 21 Bruno Senna HRT-Cosworth 52 4 laps 1 lap 23
17 18 Jarno Trulli Lotus-Cosworth 51 5 laps 1 lap 18
Não finalizaram a prova
18 19 Heikki Kovalainen Lotus-Cosworth 46 10 laps 5 laps 15
19 12 Vitaly Petrov Renault 32 24 laps 14 laps 11
20 15 Vitantonio Liuzzi Force India-Mercedes 12 44 laps 20 laps 10
21 3 Michael Schumacher Mercedes 9 47 laps 3 laps 8
22 23 Kamui Kobayashi Sauber-Ferrari 8 48 laps 1 lap 9
23 24 Timo Glock Virgin-Cosworth 1 55 laps 7 laps 16
24 22 Pedro de la Rosa Sauber-Ferrari 0 56 laps 1 lap 12

Classificação do Campeonato

Pos. Piloto Pontos
1 Felipe Massa 39
2 Fernando Alonso 37
3 Sebastian Vettel 37
4 Jenson Button 35
5 Nico Rosberg 35
6 Lewis Hamilton 31
7 Robert Kubica 30
8 Mark Webber 24
9 Adrian Sutil 10
10 Michael Schumacher 9

Discussão

194 comentários sobre “Vettel vence fácil, McLaren e Ferrari dão show e Massa é o novo líder do campeonato

  1. Gostei das RedBull fazendo o “dever de casa”. Massa mostrou que merece uma renovaçao de contrato, pois o Alonso nào esta mostrando muita superioridade! E o Rubens e sua “porcaria” hoje decepcionaram… Pena.

    Publicado por Vinicio | 04/04/2010, 7:09 am
  2. O Rubens falando de sua “porcaria de carro” hoje foi demais!

    Red Bull’s sobraram, Rosberg foi bem, assim como Kubica e Sutil. Hamilton andou, andou, e chegou na mesma do Massa, que foi muito bem na parte final. Button se defendeu bem das duas Ferraris, também mereceu.

    Mas o que eu queria mesmo era deixar um recado para as alonsetes: O Massinha passou o Botão, o espanhol não! Hahaha! Agora vão vir falar que o carro dele estava baleado, e tal e tal, mas que não passou, isso não passou, sem contar as espalhadas e o X, uma manobra mais linda que a outra!

    Publicado por crisman | 04/04/2010, 7:18 am
  3. Bom dia amigos,principalmente os entendedores de F1 Wilson e Nelson(o fã dos Simpsons)
    Acabei de comer uma bella paella e agora vou comer um cremme das asturias de sobremesa.Quando terminar comento sobre a corrida.

    Abraço!!

    Publicado por Daniel Lima | 04/04/2010, 7:18 am
  4. Bom dia a todos.

    Corrida movimentada no fundão.

    A quanto tempo um brasileiro não liderava o mundial, parabéns ao Massa, corrida irretocável, uma largada beirando a perfeição, pontual ultrapassagem sobre o Button e hoje os detratores terão que pegar leve.

    Alonso, mesmo com o problema de câmbio fez uma boa corrida, mas demonstrou o que muitos já sabem, não tem cabeça quando está perdendo para seu companheiro de equipe, e talvez seja esse o calcanhar de aquiles do espanhol, se se conformasse com o 9º e poupasse a peça estaria empatado, mas se afobou.

    Hamilton foi perfeito, uma pena não ter conseguido passar o Sutil poderia ter tido uma grande briga com o Kubica.

    Button, tentou o pulo da Austrália para pelo menos chegar a frente do rivais, não deu certo.

    Destaques na frente não houve, foi tudo muito chato.

    Olho na Renault, o carro é bome com a atualização de motor vai galgar mais posições.

    Uma pergunta básica, açaguém acha que Vettel não leva o mundia ?

    É só uma questão de tempo para ele chegar na frente, passar e abrir vantagem fácil, fácil. O carrod da Red Bull sobram em pista, e hoje Mclaren e Ferrari estão a 5 décimos atrás dos austríacos.

    E vamos ao quebra pau.

    Publicado por Claudemir Freire | 04/04/2010, 7:21 am
  5. Ah, já ia esquecendo, o Petrov dando trabalho pra todo mundo hoje foi muito bom! Mas melhor ainda o troco que ele deu bonito no Lewis =)

    Publicado por crisman | 04/04/2010, 7:24 am
  6. Moderação ?

    Publicado por Claudemir Freire | 04/04/2010, 7:27 am
  7. E pensar q o Vettel poderia estar com 75 pontos…
    Alonso poderá ter problemas com a quantidade de motores no final do campeonato, heim?!

    Publicado por Leandro Magno | 04/04/2010, 7:32 am
  8. para mim, os destaques foram: vettel, pela perfeição, e massa, pela competência e inteligência.

    minha impressão foi de que hamilton e alonso erraram a estratégia. alonso muito mais.

    hamilton poderia ter escalado mais, se não tivesse sido tão agressivo no início. tivesse o ingles feito uma primeira perna limpa, seu final seria mais glorioso.

    já o espanhol (que tem minha torcida) deveria ter-se contentado com a nona posição, pois terminar a corrida com a liderança do campeonato é muito lucro para quem tem um carro avariado. alonso não conseguiu passar o button principalmente porque perdia potência nas saídas de curva, o que é fundamental para preparar a ultrapassagem. no entanto, insistiu em ficar no vácuo do button e daí todo mundo já sabe. alonso não é dos melhores no quesito ultrapassagem; seu trunfo é a leitura da corrida, e nisso ele pecou muito dessa vez.

    Publicado por andre melo | 04/04/2010, 7:41 am
  9. Moderação ?

    Aqule velho problema com o Akismet. Pelo menos agora eu consego fazer com que os comentários não vão para a caixa de anti spam.

    Ainda estou trabalhando nisso.

    Publicado por Becken Lima | 04/04/2010, 7:44 am
  10. Claudemir, eu também estava pensando hoje se a Red Bull não pode ser de repende a Brown desse ano… Mas acho cedo pra apostar ainda. Já quebraram várias vezes, temos que ver se foi coincidência ou falta de acerto por ser começo de ano e a partir de hoje dará tudo certo, ou se hoje deu tudo certo por sorte mas continua suscetível aos mesmos problemas.
    E também não tenho certeza de que a turma no energético esteja mesmo 5 décimos à frente. Hoje não deu pra ter a noção exata, não tinha ninguém perto deles pra fazê-los andar, e não dá pra precisar o quanto estavam se guardando exatamente. Em classificações já vimos, mas não é tudo. É esperar pra ver, ainda acho que dá briga.

    Publicado por crisman | 04/04/2010, 7:48 am
  11. claudemir, com certeza o alonso não gosta de perder para o companheiro de equipe (ninguém gosta, na verdade), e você pode ter razão quando diz que ele se afobou por causa disso. no entanto, eu penso que ele se afobou porque estava muito mais rápido que o button e, por isso, não se conformou em terminar atrás do inglês. mas concordo que seria melhor ele ter ficado quieto ali onde estava mesmo.

    Publicado por andre melo | 04/04/2010, 7:51 am
  12. Corrida bastante boa também, apesar do piso seco. Ou seja, molhado ou seco, quando a pista é BOA, a competição flui.

    Estratégias de box bem menos predominantes no resultado final da prova e, isto é ótimo. A pilotaida já está vendo que o negócio agora é, principalmente, na pista. Por isso estamos tendo pegas bastante interessantes em toda a corrida. A televisão nem conseguiu acompanhar direito todas elas, de tantas que foram, em todos os níveis do grid.

    Atuações excepcionais de vários pilotos, além dos melhores, com destaques para Alguersuari, Petrov e o Hulk do pelotão traseiro e Kubica, Sutil, Hamilton e Massa – bastante consistente , não? – da turma da frente.

    Vettel, Webber e Rosberguinho, corrida à parte e nem obtiveram nenhum destaque durante toda a transmissão. Parabéns à Red Bull por ter, pelo menos dessa vez, levado os seus dois “Neweys” até a bandeirada.

    Vou rever a corrida mais tarde para poder desfrutar, uma vez mais, dessa boa competição. Que continue assim. Para mim, campeonato para ser decidido no sonolento Yas Marina.

    saudações e feliz páscoa a você Becken e a todos os companheiros bloguistas.

    Publicado por celso gomes | 04/04/2010, 8:10 am
  13. Felipe Massa esse é o nome da corrida!

    1ºFoi sagaz ao colocar sua Ferrari no lado direito da pista seguindo Hamilton.

    2º Soube manter posições com os pneus duros os quais não eram os melhores naquele momento.

    3º Foi preciso na ultrapassagem em cima do Button.

    4ºGuiou melhor que Alonso, sabendo condicionar melhor o carro.

    Publicado por Rafael Aragão | 04/04/2010, 8:11 am
  14. Grandes corridas: Kubica, Sutil, Alguersuari e Hulkenberg. Grande azar Vitali Petrov.
    Grande borrada Hamilton imitando Webber a tapar o adversário mudando de trajectória as vezes que quis para prjudicar o Petrov e total complacência da direcção de corrida. Imcompreensível.
    Os restantes não merecem sequer grande comentário porque de facto não fizeram nada de extraordinário face às circunstâncias.
    Para os que falam mal de Massa, lembrar que lidera agora o campeonato.

    Publicado por Ernesto Sousa | 04/04/2010, 8:29 am
  15. Feliz Pascia a todos!

    GO VETTEL

    agora sim, finalmente os RBR tão mostrando a que vieram…

    se o restante não correr atrás vão começar a comer poeira dos Taurinos.

    Boa corrida, mas detalhe o que deu movimento foi o pessoal vindo de trás, com estratégias diferente, na frente ninguem passou ninguem (exceto na largada, GO VETTEL), vejam que o Lewis com o carro quase 2 segundos mais rápido que o Sutil, com pneus moles contra duros e menos desgastados, não conseguiu ultrapassa-lo.

    O Drama das ultrapassagens continuam..

    Boa corrida de Massa, Alonso, Hamilton e Button, (demorou pros amigos da Globo perceberem que o Butão parou primeiro por que tinha largado de macios, ao contrário dos demais).

    e a manobra do Hamilton? o que acharam? Só o galvão que acha que ele merecia punição maior?

    Publicado por Felipinho | 04/04/2010, 8:32 am
  16. ah..

    comentário a parte para o Grande Piloto Rubens Barrichelo, que empacou na largada, o grande problema dele no campeonato passado, não chegou aos pontos, e ainda viu seu companheiro novato pontuar, chamou o carro de porcaria? hahahha o Frank vai ficar muito feliz com esta…

    O problema desse cidadão é ter uma boca muito maior que o talento (que ele e mais alguns acham que ele tem).

    Publicado por Felipinho | 04/04/2010, 8:36 am
  17. Andre Melo.

    Ele errou, foi como disse afobado poderia pensar no mundial e não dar essa chance mesmo que mínima ao Felipe Massa.

    Apesar de muitos aqui achar que o Alonso é extremamente superior ao Massa a minha opinião é contrária, vejo o brasileiro como o mais duro concorrente que o espanhol enfrentou na sua carreira na F1, Hamilton vão dizer alguns, não foi um oponente tão forte por um motivo simples, Alonso perdeu a cabeça em 2007 para seu ego para imprensa de seu país e para sua inconpetência em gerir uma situação adversa.

    Alguns pontos contra o espanhol citados acima e minhas considerações.

    Imprensa de seu país – Por mais que ele diga que não leva em consideração as manchetes e discussões da imprensa ibérica isso é mentira, e lê vê e ouve com assiduidade, até mesmo para saber o que falam por lá (e hoje vão falar oquê ?) e isso cria um aspecto psicológico intenso sobre ele, que sempre pareceu um piloto frágil nessa área.

    Ego – Ele tem sem dúvidas o maior ego da categoria, acha-se a última garrafa de aguá do deserto, e isso o derrubou na Mclaren que é uma equipe dotada de extrema imparcialidade e mesmo com o patrocínio do Santander levado para a equipe de Woking (o que faz seu ego crescer ainda mais) não teve os previlégios que seu ego requeria, perdeu a equipe e perdeu o mundial. E na Ferrari uma equipe latina muito passional, ele tem que ter um extremo cuidado para não se perder novamente, e mesmo com o Banco ao seu lado vejam que ele não foi determinante na sua demissão da equipe de Ron Dennis.

    Psicológico – Ele se perde quando não tem total controle da situação, ficou claro em 2003 com o Trulli e em 2007 com o Hamilton, toma decisões ruins para sí e para equipe, se afoba como afobou hoje e começa a usar as duas outras “qualidades” que tem, a imprensa de seu país e seu ego enorme e no mundo como hoje é perca de tempo tentar se impor por pura opulência vinda de seus dois títulos.

    É um grande piloto, é melhor que o Felipe Massa, mas é emocionalmente instável, já seu oponente hoje é o seu inverso, será uma temporada mais dura que ele Alonso esperava e a imprensa de seu país tanto queria.

    Publicado por Claudemir Freire | 04/04/2010, 8:44 am
  18. Moderado novamente, estou me sentindo um troll.

    Publicado por Claudemir Freire | 04/04/2010, 8:51 am
  19. Farei uma simulação do comentario dos detratores do Massa do blog,caso o piloto da F10 n7 fosse o Alonso e F10 n8 fosse o Massa.

    Alonso-Genial,mostrou o bi-campeão que é-ultrapassou o companheiro de equipe antes da primeira curva,segurou o Button com pneus macios,ainda com os duros-foi consistente a corrida toda,depois ultrapassou brilhantimente o Button.Enfim é um piloto completo,larga melhor com todos,poupa equipamento como ninguém,ultrapassa como ninguém.Mesmo largando atrás,não tem jeito-supera o companheiro de equipe.Parabéns,Lider do campeonato!

    Massa-Pilotinho mediocre-ultrapassado antes da 1 curva pelo companheiro de equipe,depois não conseguio segurar o Button,ao contrario do Alonso que é uma barreira e segurou até que o Button ir aos boxes.
    Não sabe poupar equipamento,não sabe ultrapassar mesmo com um carro mais 2 segundos mais rapido ficou atrás do Button,alem de ter tomado o Xis mais lindo do campeonato até agora.Enfim largou na frente do companheiro de equipe,foi ultrapassado na largada,ficou atrás a corrida inteira e ainda por ser um pessimo poupador de equipamento estorou o motor da Ferrari.É um escudeiro mesmo.

    Publicado por Daniel Lima | 04/04/2010, 8:58 am
  20. Tudo que disse o Claudemir Freire, eu assino em baixo.

    Publicado por Edgas Mutute | 04/04/2010, 9:26 am
  21. claudemir, suas impressões sobre o alonso são muito próximas do que se lê com frequência nos comentários de blogs e fóruns. concordaria totalmente com elas se não fossem sempre na linha do “maior ego de todos”, “precisa total controle da situação”, “se afeta pelas opiniões da imprensa mais do que os outros”. essas afirmações são repetidas tão exaustivamente, que todo mundo passa a achar que são verdades absolutas. se formos pensar com calma, nenhum piloto está livre dessas pressões, mas o alonso é sempre mais criticado que os demais. quantas vezes não vimos hamilton, massa, rosberg, raikkonen, etc, danificar seus equipamentos ou cometerem outras falhas por vontade exagerada de vencer ou por simples erros? considero um equívoco dizer que alonso é MUITO superior a todos, não é, assim como considero um erro agarrar-se a erros normais para já se adiantar em dizer que o espanhol é um piloto qualquer.

    em tempo, alonso correu sem embreagem desde a volta de apresentação.

    Publicado por andre melo | 04/04/2010, 9:33 am
  22. Andre Melo.

    Não me referia a corridas, esse claramente não é problema do Alonso, dentro de um carro ele é o melhor piloto, eu disse piloto atualmente da categoria.

    Seu problema consiste no extra pista no extra cockpit, e corrobora o que falei com o fato de não ter a embreagem a 100%. Se não fosse seu afã de querer passar o Button para não sair atrás do Massa poderia estar empatado com seu rival se poupasse equipemanto. No Bahrein o Massa tinha um problema e poupou o carro, em Melbourne não acertou o carro, fez o que podia.

    Sobre o ego ele perde apenas para o que era o do Senna que era a maior prima-dona da época, isso não o faz um piloto pior de todos, mas o faz perder a cabeça e o campeonato.

    E eu aposto (aposto no sentido da palavra, não estou apostando nada com ninguém) que se ele Alonso estiver atrás do Massa nos pontos até meados do mundial, ele fará a mesma pressão da época na Mclaren para que o Massa seja preterido e que não renovem seu contrato (se não levo meus 7 décimos e o Santander comigo) para ele ser o primeiro piloto em 2011.

    Aos mais velhos, Alonso me lembra muito nas suas atitudes o Alesi, era mais piloto na imprensa e nos bastidores do que dentro do carro, logo caiu em descrédito.

    Publicado por Claudemir Freire | 04/04/2010, 9:55 am
  23. Caramba, isso é perseguição ? Moderado novamente, vou parar de comentar.

    Publicado por Claudemir Freire | 04/04/2010, 9:56 am
  24. Apesar da prometida chuva não ter dado as caras, a corrida teve seus momentos de emoção com os pilotos dando uma aula de pilotagem em vários momentos. Começa a se desenhar um campeonato bem competitivo onde 9 pontos separam o primeiro do sétimo colocado. É disso que a Formula 1 precisa.
    Pra mim ficou claro que a McLaren tem melhor desempenho de tanque cheio, haja vista o Hamilton abrindo caminho com muita facilidade (e pneus duros) após a largada, e a Ferrari consegue melhor desempenho no terceiro terço da corrida. PS: Adorei o “X” do Petrov sobre Lewis.
    Jenson Buton mostrou mais uma vez que “come” mais pneus do que Hamilton, ao contrário do que a imprensa vem (ou vinha) dizendo.
    Alonso superaqueceu seu motor Ferrari ao ficar muito tempo colado atrás de Button, foi displicente e jogou fora a liderança do campeonato. Deveria ter administrado sua corrida e ter se contentado em ficar atrás do inglês.
    Felipe Massa está na ponta da tabela (e com méritos) pra calar a boca de muita gente, principalmente da imprensa espanhola e francesa. Como diria GB: na disputa entre Alonso e Massa está 2×1 pro brasileiro. Bela ultrapassagem sobre o atual campeão, coisa que o Alonso não conseguiu fazer.
    Schumacher não está com a mesma sorte que o levou a conquistar seus 7 títulos mundiais, mas a diferença de 24 pontos para seu companheiro de equipe Rosberg dá pra ser tirada com uma unica vitória, caso Nico não pontue. Não é nada desesperador a ponto de pensar que sua volta não foi uma decisão acertada, mas tenho certeza de que ele está com saudades da época em que Rubens era seu fiel escudeiro na Ferrari.
    Não tenho tanta certeza de que a Red Bull daria o passeio que deu se Ferrari e McLaren tivessem largado na frente, mas não há dúvidas de que o RB6 está fortíssimo na briga pelo título.
    Já a Hispania deveria começar a pensar no carro do ano que vem, porque esse aí é tão ruim quanto feio.
    Feliz páscoa a todos, vou agora comer meu ovo com recheio de creme das astúrias.

    Publicado por Paulo Patullo Neto | 04/04/2010, 10:10 am
  25. Grande corrida do Lewis, Massa e dos conjuntos da RBR.

    A dobradinha que todos já esperavam, mas não queriam, pelo menos eu não queria um carro do “ano”.

    A liderança coroa o Felipe, que se ele não tenha tido exibições tão convicentes nas duas etapas anteriores, nesta mostrou a que veio, correu com o cérebro e com a ultrapassagem magistral no Button, espantou todos os fantasmas que rondava o carro número 7 , e sendo ele o único que carimbou duas vezes o pódio, está na rota certa, e com sua melhor campanha inicial.

    De outro lado, ele sabe que não é nada ainda para o campeonato, mas dá moral para cima do Alonso. Alonso sem uma marcha ou com um problema na embreagem, fez uma corrida dura, mas poderia ter sido mais conservador, não o culpo, é de sua natureza arriscar, isso o faz um grande piloto na maioria das vezes.

    Hamilton foi Hamilton, genial, muleque, mas demonstrou na segunda perna, que mesmo quando os carros disputam voltas mais rápidas, os circuitos modernos iguala carros equivalentes, e a história dos pneus ainda e fundamentoal, não dá para se enganar. Petrov segura para aparecer na foto, mas o russo é bom.

    Sutil, terrível! Kubica, o mineirinho! Rosbergue fez o dever de casa, trabalho duro brindado com a sorte. Schumi que coloque o queixo de molho.

    Button, em corrida que contava com a sorte/chuva, fez bonito com a tourada em Alonso e a final das Mclaren nas retas.

    Rubinho, Pô, banho de sal!”Carro porcaria”, eu ri! E o Hulk vem aí!

    As outras, corrida cumprindo tabela de aprendizado, e teve uns pegas na segundona, e Wolverine-Digrassi mostra as unhas. Senna eo indiano trouxeram o carro para casa. Mas o Chandock na frente.

    Que venha a China, e queria que fosse o próximo FDS! A molecada está arrebentando.

    Publicado por Alexandre Gomes | 04/04/2010, 10:23 am
  26. Claudemir,

    sim, alonso errou ao forçar um carro que estava danificado. todo mundo erra. até grandes campeões. mas toda vez que o espanhol não faz algo perfeito, os anti-alonsistas correm para apontar o dedo para ele e gritar que ele não passa de garoto mimado. eu não vejo muita lógica nisso. hamilton já ganhou um campeonato (com todos os méritos) no mesmo ano em que bateu num carro parado. se afobar numa ultrapassagem numa corrida não é o fim do mundo para ninguém. ainda há muito campeonato pela frente. e, ao contrário do que repetem à exaustão, alonso é um piloto que também aprende. evoluir não é uma exclusividade do massa.

    Publicado por andre melo | 04/04/2010, 10:24 am
  27. O Hamilton fez “A” ultrapassagem no russo, parecida com a que eu acho que Alonso iria levar na Austrália. Não me apedrejem, sou um mero torcedor.

    Publicado por Alexandre Gomes | 04/04/2010, 10:29 am
  28. André, não confunda as coisas meu querido.

    O que acontece dentro das pistas é de fato algo normal e que todos devemos aceitar.

    Reclamo do Hamilton por suas atitudes anti-desportivas como a de hoje como as da Alemanhã em 2008, as mentiras em 2009 ou o franco desrespeito sobre o Alonso em 2007 (sou daqueles que respeita qualquer pessoa, por mais que não goste) por andar na frente de seu companheiro.

    Mas veja são quase todos defeitos fora da pista.

    E é fora da pista que estão os problemas do Alonso, dentro dela ele é o melhor do grid atual. Mas as vezes isso reflete na pista, como hoje refletiu.

    Já os fans do Alonso sofrem do mesmo mal de seu ídolo, ego enorme, assim como os do Senna, não adimitem a derrota ou o fracasso momentânio. O mundial não acabou e se a Ferrari melhorar o carro ele pode ser campeão, mas terá que primeiro ganhar a dura batalha que terá contra seu companheiro.

    Publicado por Claudemir Freire | 04/04/2010, 10:38 am
  29. E aí, 3 motores Ferraris com problema na mesma corrida , mesmo considerando a inconsequência do Alonso?

    Algum sinal de fumaça?

    Publicado por Alexandre Gomes | 04/04/2010, 10:39 am
  30. Dois comentários, pra chamar o assunto: a manobra do Hamilton pra não levar o troco do russo foi totalmente ilegal e ele merecia uma punição, não só advertência (de um comissário inglês), mas isso não esconde o fato de ter sido novamente o showman da corrida…
    Outra coisa que me chamou a atenção foi o primeiro-sobrinho ter levado uma lavada sistemática, durante todo o final de semana, do seu companheiro indiano. Não foi fraco o show de bola que ele tomou…em três corridas já estão parando de justificar a ruindade do carro e notando que na realidade é do piloto, isso sim…
    No mais, a corrida, mesmo sem a prometida chuva foi divertida, cheia de mudanças, do meio do pelotão pro fim, já que os lideres nem apareceram tanto…aliás, se o Vettel não quebrar, ele ganha qualquer corrida, acho que vai ser dificil desbanca-lo este ano.

    Publicado por Edgard | 04/04/2010, 10:40 am
  31. Claudemir,

    fique tranquilo, que ficar preso na moderação não é exclusividade sua. eu sempre fico também! haha. mas no meu caso deve ter sido porque eu já perde a compostura algumas vezes. no seu caso, deve ser apenas um gancho automático do sistema do blog. acontece.

    Publicado por andre melo | 04/04/2010, 10:41 am
  32. correção: *já perdi.

    Publicado por andre melo | 04/04/2010, 10:42 am
  33. Desisto, não comento mais, vai moderar outro…..

    Publicado por Claudemir Freire | 04/04/2010, 10:46 am
  34. Palavras de Hamilton, no live da Mclaren, “Eu mudei para tirar ele do vácuo, e não impedir a ultrapassagem”.

    Publicado por Alexandre Gomes | 04/04/2010, 11:01 am
  35. “Jenson Buton mostrou mais uma vez que “come” mais pneus do que Hamilton, ao contrário do que a imprensa vem (ou vinha) dizendo.”

    Desculpe mas acho que não vimos a mesma prova, Jenson largou com estratégia diferente, pneus macios, como ficou para trás na largada, tentou mudar a estratégia, mudando para os duros bem cedo, e com estes pneus foi até o fim da prova segurando Massa (enquanto deu) e Alonso, bem mais rápidos que ele, provavelmente foi o piloto que mais voltas fez com o mesmo tipo de compostos.

    Publicado por Felipinho | 04/04/2010, 11:06 am
  36. “Palavras de Hamilton, no live da Mclaren, “Eu mudei para tirar ele do vácuo, e não impedir a ultrapassagem”.”

    E o nariz continua crescendo…

    Publicado por Felipinho | 04/04/2010, 11:09 am
  37. Se o Hamilton tivesse sido punido com um drive-thru por ter mudado o traçado tantas vezes frente ao Petrov, Massa seria ainda mais lider!

    Publicado por Paulo Patullo Neto | 04/04/2010, 11:12 am
  38. Um mentiroso e tanto, logo depois da bandeira de advertência ele falou.

    Bem, não achei nada demais, vi pega mais duros e “amorais” no passado.

    Publicado por Alexandre Gomes | 04/04/2010, 11:13 am
  39. Queria ver se fosse o Petrov “dançando” na frente do Hamilton o que teria acontecido…..

    Publicado por Paulo Patullo Neto | 04/04/2010, 11:13 am
  40. Maior parte dos comentários são a deitar abaixo Alonso e levar em ombros o Massa por esta corrida.

    Parece-me que, para um piloto que numa corrida, contando desde o inicio com uma falha crucial em sua caixa de velocidades, fez o que fez, quase não se notando essa falha, e terminou na penúltima volta da corrida com motor partido, acho que é muito bom.

    Não sou por um nem por outro, mas para os brasileiros que deitam abaixo Alonso e a ridicula imprensa espanhola, diria, cuidado com o que dizem, pois o vosso piloto preferido além de perder um campeonato na última curva para o maior desafecto dessa altura, pode desta vez perde-lo na ultima volta de motor partido para o vosso maior desafecto.

    Mais calma. O campeonato é longo. Tenham calma, e não cantem de galo com o azar do adversário.
    E actualmente, o campeonato, é uma questão de tempo até que Vettel tome conta da liderança.

    Publicado por Marco Gonçalves | 04/04/2010, 11:20 am
  41. Petrov dançando a dança do cossaco!

    Hamilton passava na próxima curva, depois de Petrov levar uma advêrtencia. Normal.

    Igual o ano passado em Mônaco, quando o Massa insistia em pular a chicane da piscina.

    Publicado por Alexandre Gomes | 04/04/2010, 11:24 am
  42. O Massa não fez algo parecido na frente do Webber na Austrália?

    Publicado por Becken Lima | 04/04/2010, 11:26 am
  43. Eu até percebo por que o Hamilton não foi penalizado, porque até merecia. Só pode mudar de trajetória em recta uma vez e ele mudou três, evidentemente para não ser de novo ultrapassado pelo espectacular Petrov!
    Mas o Hamilton é o piloto mais espectacular do grid e talvez o melhor a seguir ao saudoso Senna!
    Quer dizer, no que toca ao show, porque melhor, melhor foi o Schumacher (azar hoje, mas está a melhorar).
    Eu estou torcendo pelo Massa e, apesar de ele ter feito uma excelente prova, o Hamilton mostra uma garra que parece mais de brasileiro do que de britânico. Acho que se enganaram na nacionalidade…

    Publicado por Luís Oliveira | 04/04/2010, 11:31 am
  44. Becken, ele até pode ter feito. Mas nao deve. é perigoso e contra as regras. Mas a decisão do Charlie favoreceu o show, o que também é importante. O Hamilton ia acabar por passar de qualquer jeito. Hoje ninguém o parava, só o Sutil!

    Publicado por Luís Oliveira | 04/04/2010, 11:33 am
  45. Alonso sempre tem uma desculpa quando fica atras do companheiro, é, é…sei.

    Publicado por marcelle | 04/04/2010, 11:36 am
  46. Olha! Ouvi hoje na Sporttv de Portugal, onde comenta o Tiago Monteiro (lembra do português que só deu pau para o Kartikian). Ele, que é amigo do Webber disse para quem o quis ouvir que o Webber já começa a ficar chateado com o Vettel. Que por ser mais experiente já não está a gostar mesmo nada de ser passado pelo miúdo. Aliás, se repararem, eles hoje mal se cumprimentaram antes, durante e depois do pódio. Viu quando o Vettel disse para a imprensa que passou o Webber e que ele teria feito o mesmo. O cara estava com uma cara de pau tamanha! Vem aí briga! Sorte para a F1!

    Publicado por Luís Oliveira | 04/04/2010, 11:37 am
  47. Luis – Absolutamete concordo com vc com relação a favorecer o show. A decisão foi acertada, mas é curiosa a memória seletiva do perseguidor número do Hamilton, o Galvão Bueno.

    Publicado por Becken Lima | 04/04/2010, 11:40 am
  48. A largada mal fadada do Rubens? Carro ou piloto?

    Na Brawn, o Brawn reclamou que ele era muito ousado na configuração do sistema de embreagem, no limite do erro.

    A porcaria e a porca atrapalhou os oldschool… Hehehe!

    Publicado por Alexandre Gomes | 04/04/2010, 11:44 am
  49. Minha última tentativa antes do moderador me bloquear de vez.

    Hamilton não merecia ser punido, porque esse negócio de não poder defender a posição é babaquice.

    Mas Becken em tempo, o Galvão é um idiota, mas hoje ele tinha razão.

    E os que disseram a mesma coisa que o babão.

    Lito – Sportv
    Felipe Motta – Jovem Pan
    Ico – Rádio Bandeirantes

    Não foi apenas o perseguidor número 1 do Hamilton.

    Publicado por Claudemir Freire | 04/04/2010, 11:45 am
  50. Ah, vai se @#%¨& moderador.

    Publicado por Claudemir Freire | 04/04/2010, 11:46 am
  51. Luiz Oliveira,

    Xará de um amigo meu, eu até contei com isto, na segunda perna o Wbber partir para cima do Vettel, e na sala de imprensa, ele não estava com cara de muitos amigos.

    Mas com um carro daqueles, saiu na frente, já era. Perder na largada com toda experiência dele… Humpf!

    Seria a briga interna o calcanhar de aquíles da RBR? Vettel parece ser o cara… de pau!

    Publicado por Alexandre Gomes | 04/04/2010, 11:48 am
  52. alguem comete a a frase do barrichello, bem como sobre os motores cosworth eles já estão congelados ou ainda podem se desenvolver?

    Publicado por agcjus | 04/04/2010, 11:51 am
  53. Claudemir – Te passei e-mail a respeito do moderador!

    Publicado por Becken Lima | 04/04/2010, 11:54 am
  54. Eu sabia! Eu sabia!

    Massa mostra que é melhor que o Alonso mais uma vez! Mesmo tendo que se preocupar com um câmbio com mais marchas pra tirar sua atençao, não quis nem saber e detonou o espanhol!

    Comi uma deliciosa paella de sardinha com teta de nega com creme das astúrias!

    Publicado por Nelson (fernando-ric) | 04/04/2010, 12:01 pm
  55. Boa Páscoa a todos e vou aos meu pitacos depois de ter lido o post e os comentários dos amigos.

    Para Alonsetes e Massetes: Sábado não é Domingo ( dá-lhe nelson-constanza-fernando-ric). Talvez agora os torcedores dos dois Ferraristas se contenham um pouco antes de achincalhar o outro.

    Mais um show do Hamilton, explorando o máximo seu Asa-Duto, enquanto tinha pneus e carro pesado. No final, com carro leve e dois segundos mais rápido do q o Sutil, não conseguiu ultrapassar a Force India, provando q ultrapassagem é ainda um drama sim na F1

    Para os Alonsistas q correram pra defender o problema de embreagem do piloto, q o Burti cantou no começo da corrida, qdo ele buscava a aproximação ao Button e Massa, fez a melhor volta da corrida na volta 42, 1:37.231 colou no Button na 44 qdo era dois segundos mais rápido do q o inglês q já estava com pneus desgastados e o Alonso com pneus macios novinhos, já q foi o último a trocar. Viu o Massa conseguir uma estupenda ultrapassagem no Button e achou q passaria tb. Tentou de todas as formas e tomou dois Xis, ficou 12 voltas colado na Mclaren e só poderia superaquecer o motor mesmo.

    Como disse o Claudemir, o EGO INFLADO do espanhol, não poderia admitir q o companheiro conseguisse passar o Botão e ele não. Então, se tivesse poupado equipamento, chegaria nos pontos e lideraria ainda o campeonato, pois ele tinha aprendido se virar com o problema q apareceu ainda no início da prova.

    Massa fez a MELHOR ULTRAPASSAGEM DA PROVA, simplesmente pq foi em cima de uma McLaren com Asa-Duto e td. Hamilton fez mais ultrapassagens, mas qdo chegou numa Force India, não passou. Se a pista estivesse molhada ele iria pro pódio, pq ninguém ultrapassa mais do q ele na F1 atual.

    Button arriscou a estratégia de pneus moles e não foi feliz. Hamilton, Massa e Alonso, com pneus duros, fizeram o certo. Destaque para Alonso q andou 37 voltas com o duro, Massa 27, antecipou a parada pq não conseguia passar a STR e Hamilton andou 31 com duros.

    Red Bulls como sempre ressaltamos, mostrou q em condições normais de corrida, são ainda as mais velozes, mas a McLaren, nessa pista com duas longas retas, mostrou q seu Asa-Duto é um grande artifício e q todos terão q copiar ou desenvolver algo similar, já q o Hamilton até chegar no Sutil, era mais rápido do q o Vettel. Não vejo o Mp4/25A tão distante assim do RB6 e a F10, é a q trata melhor os pneus sem dúvida.

    Publicado por Alex-Ctba | 04/04/2010, 12:02 pm
  56. Hamilton: esse é O CARA!

    Rubinho: ainda não aprendeu a usar a embreagem. Talvez mais uns 5 anos de F1.

    Publicado por Nelson (fernando-ric) | 04/04/2010, 12:07 pm
  57. Tou preso no FDP do moderador :-(

    Publicado por Alex-Ctba | 04/04/2010, 12:07 pm
  58. A McLaren tinha um carro 2 segundos mais rápido que a Force India?

    Publicado por Becken Lima | 04/04/2010, 12:10 pm
  59. Nelson

    A equipe do Hamilton, empolgada com mais um show de seu piloto, deram show na troca tb e cravaram 3,5 s no trabalho, perda total de 23,043 . Recorde esse ano. a do Rosberg q foia segunda melhor, com 3,9s foi o melhor em perda total, 21,802. Já está estabelico um novo padrão de excelencia na troca. Ferrari vai ter q correr atrás…

    Publicado por Alex-Ctba | 04/04/2010, 12:10 pm
  60. Hum se as Red Bulls pegarem confiabilidade a coisa vai ser mais ou menos como foram as Brawns no começo do ano passado. Estão absurdamente dominadoras.
    A única equipe que está em melhores condições de chegar ao mesmo nível e brigar é a Ferrari e a McLaren
    Gostei muito da agressividade do Hamilton, mas não do Massa preso atrás da STR. Tinha que ter atacado, acho que poderia ter até brigado no final com o Hamilton.
    Mas valeu.
    Um abraço a todos.

    Publicado por Diego | 04/04/2010, 12:12 pm
  61. Rapaziada – Um pouco de paciência com o plug in que gerencia os comentários. Estou trabalhando nele e é isso o que vai prevenir o blog de ser atacado por Troll e gente mal intencionada.

    No fundo, vai ajudar a manter os comentários lá em cima e em alto nível como sempre foram.

    Apenas um pouquinho de paciência, please.

    Abs

    Publicado por Becken Lima | 04/04/2010, 12:13 pm
  62. Becken, no momento da aproximação do Hamilton ao Sutil ele tirou 2 segundos na volta 32 / 1,6 s na volta 33 e colou na volta 34. Ficou até o final atrás da Force India.

    Publicado por Alex-Ctba | 04/04/2010, 12:14 pm
  63. O que eu estranho é o seguinte: a nova pontuação beneficia os vencedores de GP. Mas o novo líder da temporada não venceu nenhum GP. Vai entender…

    Publicado por Ylan Marcel | 04/04/2010, 12:23 pm
  64. Impressoes:

    Red Bull – com certeza o carro mais rapido da pista, porem essa foi uma corrida que ainda nao temos condições de avaliar se o carro nao quebra mais. Eles passaram a corrida inteira sem ser ameaçados por ninguem, a situacao seria completamente diferente se as Ferraris tivessem largado na frente junto com as Mclaren. Se olharmos os tempos de volta, podemos dizer que correram quase sempre em ritmo de passeio, com Ferrari e Mclaren na frente, no minimo eles teriam de andar 1 segundo a 1 segundo e meio mais rapido, ai vem a questao. Iriam Quebrar ?

    Balanço dos meus comentarios do final de 2009.

    Senna -> um Nada. Nunca venceu ou se destacou em nenhuma categoria que andou antes. CONFIRMADO ATE AGORA.

    COSWORTH ->Falei que nao ia ser nenhum canhao. Disse que aquele papo de dinamometro do Frank Williawns era coisa do velho mao de vaca para pagar menos e justificar. CONFIRMADO.

    WILLIANS / RUBINHO – Comentei sobre os Boatos do Rubinho que o carro ia ser isso aquilo outro, que o motor era impressionante. Na epoca disse que o Carro nao ia andar nada, e que o Rubinho foi para la pq tomou foi é pe na bunda mesmo do Brawn. RESULTADO. Ate o Rubinho ja anda criticando o carro. CONFIRMADO.

    esses 3 comentarios na epoca a maioria aqui acreditavam no que esses caras falavam, e eu era o DO CONTRA

    Publicado por Claudio Cardoso | 04/04/2010, 12:23 pm
  65. “A McLaren tinha um carro 2 segundos mais rápido que a Force India?”

    Não. O Sutil pegou tráfego, nas voltas Alex. Mas concordo com o que você disse, a ultrapassagem entre equivalentes ainda não está resolvida na F1.

    Agora, eu estou achando estranho como Petrov, Massa e Alonso pegava fácil o vácuo das McLaren.

    Publicado por Alexandre Gomes | 04/04/2010, 12:28 pm
  66. “Mas o novo líder da temporada não venceu nenhum GP. Vai entender…”

    Essa é fácil… Nínguém ganhou duas vezes ainda, se Vettel tivessa ganho as 3 corridas, teria acumulado 75 pontos.

    Eu fiz até uma planilha aqui para acompanhar o campeonato em real-time. Para não esperar a trupi global.

    Publicado por Alexandre Gomes | 04/04/2010, 12:32 pm
  67. “Mas o novo líder da temporada não venceu nenhum GP. Vai entender…”

    Essa é fácil… Nínguem ganhou duas vezes ainda, se Vettel tivessa ganho as 3 corridas, teria acumulado 75 pontos.

    Eu fiz até uma planilha aqui para acompanhar o campeonato em real-time. Para não esperar a trupi global.

    Publicado por Alexandre Gomes | 04/04/2010, 12:33 pm
  68. Alguma informação do que aconteceu com o câmbio do Alonso? Na câmera onboard parecia falhar o carro (ou pulando marcha?), mas no final pareceu motor explodindo……

    Já trocaram motor na primeira corrida, e agora, como fica?

    Publicado por Nelson (fernando-ric) | 04/04/2010, 12:33 pm
  69. Alex-Ctba …Vc tem os numeros das trocas?achei que a mais rapida teria sido do Alonso.

    Publicado por Daniel Lima | 04/04/2010, 12:34 pm
  70. Em relação a manobra do Hamilton, um dos comissários era o ex-piloto inglês Jonny Herbert. Essa regra de não poder mudar o traçado mais do q uma vez, parece aquela regra dos 6 segundos q tem no futebol. Pra quem não sabe se o goleiro segurar a bola por seis segundos o juiz tem q apitar falta com tiro-livre indireto. Nenhum juiz marca essa falta.

    Nítidamente o Hamilton ‘dançou’ na frente do Petrov, mudando o traçado três vezes na reta. Se a regra existe, precisa deixar claro tb qual é a punição. Se é drive-throught, ou q quer q seja.

    Quem defendeu a posição com classe foi o Button sobre o Alonso, q tomou brilhantemente a linha de dentro, deixando o espanhol ultrapassar por fora, pra tangenciar melhor e recuperar a posição, mesmo com pneus duros desgastados

    Publicado por Alex-Ctba | 04/04/2010, 12:34 pm
  71. Alexandre,
    Button tava de pneu duro( e bem rodados – desde a volta 10) e as Ferrari de macio e frescos quando seus pilotos pegaram o vácuo do Botão.
    Renault e FI tem asas q privilegiam velocidade de reta – onde é possivel ultrapassar. Por isso são pouco ultrapassadas e se aproximam com facilidade de quem está na frente delas.
    Forças hj:
    RBR
    Ferrari e Mclaren
    Mercedes
    FI e Renault
    Williams
    STR
    Sauber
    Lotus
    Virgin
    Hispania

    Publicado por Leandro Magno | 04/04/2010, 12:38 pm
  72. Daniel Lima, vamos as trocas:

    piloto-volta-tempo total-troca

    But – 10 – 23,406 – 5,4
    Hul – 14 – 29,555 – 11,2
    Pet – 14 – 25,241 – tv não colocou (+ou-) 6,0s
    Bue – 15 – 24,377 – 6,4
    Sut – 21 – 23,442 – 5,2
    Kub – 22 – 22,958 – 4,9
    Ros – 23 – 21,802 – 3,9
    Vet – 24 – 23,102 – 4,8
    Web – 25 – 25,565 – 6,2
    Mas – 27 – 22,758 – 4,4
    Ham – 31 – 23,043 – 3,5
    Alo – 37 – 22,350 – 4,2

    Publicado por Alex-Ctba | 04/04/2010, 12:42 pm
  73. Leandro, mesmo assim, o grip mecânico é nas curvas, só se o pneus tivesse uma bagaça até para tracionar.

    Sobre o Renault é verdade, por um sistema parecido, e a outra, Force, pela solução aerodinamica e motor, parecia que tinha um elástico puxando o Sutil na frente do Hamilton.

    Bem lembrado.

    Publicado por Alexandre Gomes | 04/04/2010, 12:45 pm
  74. Voltas mais rápidas:

    1 Mark Webber Red Bull-Renault 1′37.054
    2 Fernando Alonso Ferrari 1′37.231 0.177
    3 Sebastien Buemi Toro Rosso-Ferrari 1′37.610 0.556
    4 Lewis Hamilton McLaren-Mercedes 1′37.745 0.691

    Em segundo Alonso, com câmbio avariado e tudo… Das 7 voltas mais rápidas ele marcou 5… PQP

    Publicado por Becken Lima | 04/04/2010, 12:45 pm
  75. Nelson fã da serie Seinfeld (fernando-ric simpsons)

    Que sacanagem o Massa e o Button fizeram com o espanhol?
    Ninguém deixa ele passar ((;
    Fora que o Massa tá com a mania de passar o espanhol na largada e ainda tomou a liderança do campeonato.Vamos fazer um abaixo assinado e pedindo pro Domenicale mandar o Massa não passar mais na largada e estacionar a Ferrari pro Bi-campeão passar ((;
    O problema é que mesmo que o Massa deixe tem os moços das Mclaren que não deixam tb.
    O jeito é combinar jogo de equipe da Ferrari e Mclaren,pedindo pra todo mundo deixar o asturiano passar rsrs
    Massa e Hamilton exterminadores de Asturiano rsrs

    Publicado por Daniel Lima | 04/04/2010, 12:49 pm
  76. Vocês acham que seria relevante um post pós-corrida com essas informações?

    Publicado por Becken Lima | 04/04/2010, 12:52 pm
  77. os mais rapidos:
    Tempo total -Rosberg
    pneus-Hamilton

    Parece que as porcas magicas da Ferrari ainda não mostraram seu valor.

    Publicado por Daniel Lima | 04/04/2010, 12:56 pm
  78. Daniel Lima,

    Perfeita colocação. O Alonso está simplesmente detonado. Onde já se viu, menos marchas pra ter com que se preocupar, e NEM ASSIM chegou na frente do Massa? Fazer volta mais rápida assim é fácil, quero ver chegar na frente!

    Pior, não sabe nem poupar o equipamento, só conseguiu dar 55 voltas com o câmbio avariado!

    Parabéns Felipe, pela merecida vitória!

    Publicado por Nelson (fernando-ric) | 04/04/2010, 12:57 pm
  79. Claro, Becken, um resumo técnico, demonstrando o que a transmissão não mostra e fica só na mão de alguns.

    Dando um olhar diferenciado da corrida, veja, eu sinto falta de saber sobre as trocas e os pneus… Só pegoa estas informações catando nos sites.

    Seria uma boa, e com a galera ajudando, como o Alex e seu Banco de dados SQL onde ele anota tudo da corrida, como so tempos de paradas, parabéns, Alex!

    Publicado por Alexandre Gomes | 04/04/2010, 1:03 pm
  80. Valeu Becken, achei q a volta mais rápida tinha sido do Alonso, não me atentei a volta do Webber q para o Hat-Trick só faltou o mais importante q foi vencer. Mas, tomou uma ultrapassagem do Vettel na largada, o q definiu o vencedor e viu suas chances de lutar, acabarem no enrosco da porca da roda dianteira direita, perdeu 1,4 s para o Vettel.

    Mas como vc comentou, o Alonso aprendeu a se virar rápido com o problema do câmbio e era muito rápido qdo colou no Button. Tomou uma dose do próprio veneno. Semana passada defendeu como poucos a posição para a McLaren do Hamilon e Hj não conseguiu ultrapassar o atual campeão do mundo.

    Acho q ficar 12 voltas andando colado na McLaren, comprometeu sua corrida, nas duas tentativas feroz q ele empreendeu sobre o Button e não passou, deveria ter controlado melhor seu equipamento e garantido 2 pts pro wdc.

    Vamos saber logo mais sobre essa quebra

    Publicado por Alex-Ctba | 04/04/2010, 1:15 pm
  81. Ok, a partir da próxima corrida. Se o Alex desejar colaborar com esse post, seria bacana…

    Publicado por Becken Lima | 04/04/2010, 1:17 pm
  82. Alexandre Gomes

    Faço coro as informações. O tempo das trocas eu acho importante, pq vamos ter posições definidas pelas trocas em disputas mais apertadas daqui pra frente. É praticamente impossível obtermos essas informações da transmissão global, visto q Galvão e Leme, simplesmente não conseguem mais acompanhar uma corrida de F1. Isso é fato. O Burti, consegue fazer uma boa leitura e apesar de ter se embananado com alguns rádios hj, na média, conseguiu salvar a duplinha Senil.

    Dos carros importantes, perdi a troca do Alguersuari, q diga-se de passagem, fez uma excelente corrida, com duas grandes ultrapassagens sobre Petrov e Hulkenberg e conquistou uma merecida nona posição.

    Sobre os pneus, é importante tb. Não informaram q entre as McLarens e Ferrari, só o Button estava de macio, e q os outros três largaram de duros.

    Os únicos q tentaram uma estratégia diferente foram as STRs q largaram de duro, trocaram muito cedo para macio e foram até o final.

    O q mais andou como macio foi o Webber q trocou para duros na 25º volta.

    Quem mais andou de duros foi o Button q trocou na volta 10 e rodou 46 voltas. Mas o mérito foi do Alonso q rodou 37, já q dos q saíram com duros, foi ele quem mais andou,portanto com carro mais pesado no início.

    E destaque para o Rosberg, q foi o melhor em perda total, já q fez 21,802 com troca de 3,9 contra 23,043 do Hamilton com troca de 3,5. Perdeu 4 décimos na troca, mas recuperou 2 no trabalho de desaceleração e aceleração.

    Publicado por Alex-Ctba | 04/04/2010, 1:28 pm
  83. A corrida de Alonso foi de assustar, vendo os números e trocas, trabalho de Sísifo.

    Publicado por Alexandre Gomes | 04/04/2010, 1:32 pm
  84. Realmente, destaque para a Mercedes, com o pit stop do Nico… me surpreendeu…

    Publicado por Jackson | 04/04/2010, 1:33 pm
  85. Tive a impressao que pelo fluxo da fumaça do carro do Alonso a quebra foi de cambio mesmo, nâo?
    E o Schumi, correu?

    Publicado por Vinicio | 04/04/2010, 1:38 pm
  86. Maldade, Vinicio!

    A porca e a porcaria acabaram com a corrida dos oldschools.

    Blz, bom domingo de páscoa!

    Publicado por Alexandre Gomes | 04/04/2010, 1:46 pm
  87. Nelson fã da serie Seinfeld (fernando-ric simpsons)

    Vai começar o choro barrical
    A culpa é dos freios,cambio,elementos na natureza etc.
    Massa tava com falta de grip na Australia e o passou na largada e chegou na frente não foi?
    Alonso teve a segunda volta mais rapida da prova-o cambio não interferio,pilotos já venceram corridas com o cambio avariado.Ou seja mesmo 2 segundos mais rapido-ele não teve competencia pra passar o Button.
    A verdade é que ele tá tendo que encarar um dos top 4-Massa,Hamilton,Vettel e Kimi.Fora que o chefe de equipe não é mais seu empresario Briatore.As pistas que ele é favorito pra superar o Massa estão acabando.
    Foi como eu disse,Alonso vai dar menos trabalho que o Kimi.
    Eu repito essa fraze desda contratação do Alonso.”Se Massa trucidou o Kimi que é melhor,mais rápido e mais piloto que o asturiano-imagine o que fará com Alonso”

    Pra terminar vou repetir as classicas (:

    1-Massa não é o nelsinho.
    2-Domenicali não é o Briatore.
    3-Ferrari não é Renault.

    PS:O proximo Gp é o da China,uma das poucas pistas que eu disse que o Alonso superaria o Massa.Se ele tomar um chocolate lá tb amigo desista (;

    Publicado por Daniel Lima | 04/04/2010, 1:48 pm
  88. Daniel Lima

    As porcas mágicas da Ferrari, todos já copiaram, o trabalho dos mecânicos é q tá pegando mesmo. Agora o elemento humano é q vai fazer a diferença. Por enquanto orecorde da temporada é da McLaren : 3,5s com o Hamilton. Óbvio q é o tempo gasto com cada pneu, mas se fôsse fazer uma média, daria menos de 1 segundo por pneu :D

    Publicado por Alex-Ctba | 04/04/2010, 1:56 pm
  89. Disputa Top Four Teams:

    Farrari: Classificação: Alonso 2×1 / Corrida: Massa 2×1 – Massa na frente no wdc

    McLaren: Classificação Button 2×1 / Corrida: Hamilton 2×1- Button na frente no wdc

    Red Bull: Classificação Vettel 2×1 / Corrida: Vettel 2×1 – Vettel na frente no wdc

    Mercedes: Classificação Rosberg 3×0 / Corrida: Rosberg 3×0 – Rosberguinho 26 pts de diferença, a dupla mais desequilibrada até agora . Vale ressaltar q Schumacher teve problema na Austrália e hj na Malásia novamente.

    Publicado por Alex-Ctba | 04/04/2010, 2:08 pm
  90. Alex-Ctba………”As porcas mágicas da Ferrari, todos já copiaram”
    É aquele dito popular,nada se cria tudo se copia.
    E na Formula 1 então!!!Nemm se Fala!!!

    Publicado por Daniel Lima | 04/04/2010, 2:13 pm
  91. Engraçado que so consideraram a frase “porcaria”…como sempre…

    Nem se deram ao trabalho de ver mais nada, considerar mais nada. Esporte comum bater no Barrichello.

    Lá no tazio o Ico fez questão de ressaltar o que ele respondeu no resto da entrevista, que o carro NÃO era porcaria, que ele não sabe o que aconteceu com o carro, mas ressaltou que o Hulkenberg teve problemas tb na largada dele.

    Aí deu o discurso de sempre, de trabalhar duro, de ver com a equipe o que fazer.

    Mas a imprensa é sensacionalista demais. Mermão que coisa imbecil…nem relevei. Foi falta de tato dele, e só. Frank num vai nem ligar, sabe do que era a brincadeira. E se ligar, Rubens vai explicar a ele o contexto, vai receber um puxão de orelha, um tome-cuidado-com-o-que-diz e tchau.

    E aí ficamos todos discutindo algo irrelevante.

    Vale msm a pena ressaltar que a Williams tinha um rendimento mal, que os motores Ferrari não aguentam calor, que Massa está onde está pela regularidade e que a Red Bull, se estiver inteira ao final da corrida, vai estar na frente msm…

    e que aparentemente voltou a ser possível andar no vácuo de alguém, algo que era impossível alguns tempos atrás.

    Publicado por Ridson de Araújo | 04/04/2010, 2:33 pm
  92. Meu comentário foi moderado tb =/

    tinha dito isso aqui, ó

    Engraçado que so consideraram a frase “porcaria”…como sempre…

    Nem se deram ao trabalho de ver mais nada, considerar mais nada. Esporte comum bater no Barrichello.

    Lá no tazio o Ico fez questão de ressaltar o que ele respondeu no resto da entrevista, que o carro NÃO era porcaria, que ele não sabe o que aconteceu com o carro, mas ressaltou que o Hulkenberg teve problemas tb na largada dele.

    Aí deu o discurso de sempre, de trabalhar duro, de ver com a equipe o que fazer.

    Mas a imprensa é sensacionalista demais. Mermão que coisa imbecil…nem relevei. Foi falta de tato dele, e só. Frank num vai nem ligar, sabe do que era a brincadeira. E se ligar, Rubens vai explicar a ele o contexto, vai receber um puxão de orelha, um tome-cuidado-com-o-que-diz e tchau.

    E aí ficamos todos discutindo algo irrelevante.

    Vale msm a pena ressaltar que a Williams tinha um rendimento mal, que os motores Ferrari não aguentam calor, que Massa está onde está pela regularidade e que a Red Bull, se estiver inteira ao final da corrida, vai estar na frente msm…

    e que aparentemente voltou a ser possível andar no vácuo de alguém, algo que era impossível alguns tempos atrás.

    Publicado por Ridson de Araújo | 04/04/2010, 2:33 pm
  93. Na minha humilde opinião: Eu no mínimo refletiria ao ver que meu companheiro de equipe terminasse a prova perto de mim mesmo com problemas no câmbio.

    Massa sai líder, mas as voltas “perdidas” atrás da STR me passa a impressão que ele ainda deve quando comparado ao Espanhol. E a desculpa esfarrapada do Galvão Bueno dizendo que a dificuldade do Massa era porque a STR tinha o mesmo motor era ridícula.

    Contudo… Acho que tem que se considerar a boa prova do Alguersuari. Pela primeira vez eu notei a existência do muleque.

    Na média, nas 3 corridas do ano, até agora Alonso foi melhor que Massa. E sim, eu torço pelo Massa.

    Publicado por Bruno Said | 04/04/2010, 2:34 pm
  94. Turma,

    Acabei de chegar, então ainda não li todos os comentários. Então peço desculpas antecipadas se por acaso estiver sendo repetitivo:

    Sei não, mas tô achando o Felipe um piloto muito pragmático. Se antes eu reclamava que ele era “Win or Wall”, agora eu tô achando ele muito pragmático. (como diria o Zé Simão: Tucanaram o Felipe Massa, rsrsrs).

    A corrida dele foi a mesma do Lewis. Só que um foi eficaz, e o outro eficiente. Deu certo…deu. Ele é o Líder…é. Torci para ele não tomar o X do Jenson…torci. Mas sei lá…faltou espetáculo….Felipe tá mais pra Prost que para Senna.

    Vamos esperar as próximas corridas pra ver se essa minha impressão se confirma.

    Mas que dá gosto ver o Lewis correr…isso dá.

    Fernando

    Publicado por Ffigueiredo | 04/04/2010, 2:52 pm
  95. Ha…ha…ha… nada como uma corrida depois da outra… é só alegria…

    Não vou negar que Alonso é o cara, não vou negar que ele é, depois de Vettel, o favorito ao título, não vou negar que Hamilton é o atual show man da F1, mas, depois de ouvir de muitos “entendidos” de F1 que Massa seria massacrado pelo espanhol e não estaria entre os ponteiros, que Massa não está no mesmo nível dos dois…

    É muito bom ver que esses não entendem porcaria nenhuma de nada, são torcedores típicos de futebol que não conseguem enxergar qualidades em ninguém que não sejam o espanhol ou o inglês….

    Alonso deve estar arrependido de não considerar Massa um dos candidatos, afinal, como explicar estar atrás de um coadjuvante…

    E o Hamilton, será que precisava daquilo tudo para segurar o Petrov? Não poderia esperar e tentar de novo? E a direção de prova, privilegiar o espetáculo em detrimento das regras e da segurança foi o certo? Ah, discordo que a defesa de Massa na Austrália foi igual…

    Recadinho para a imprensa espanhola, Francesa e italiana: VAI TOMAR NO C…

    O Brasil tem 7 títulos mundiais e muita tradição nessa merda de categoria para desprezarem seu principal piloto, está na hora de vocês respeitarem Felipe Massa, que é piloto de ponta e candidato ao título…

    Bom, vamos aos pitacos:

    RedBull está sobrando, e, não fossem os problemas de confiabilidade Vettel estaria destruindo a concorrência, bom para o campeonato que existiram os imprevistos…

    Kubica está merecendo uma menção à parte, pois, com uma Renault que Alonso nunca conseguiu extrair muita coisa (principalmente no início do campeonato), está indo muito bem…

    McLaren e Ferrari estão merecendo o prêmio idiotas do ano, eis que, com as melhores duplas de pilotos, estão desperdiçando pontos preciosos quando a RedBull está vacilante, se a RedBull aprumar vai enxergar a concorrência pelo retrovisor e bem distante…

    Barrichello, ah… Barrichello, estava indo tão bem, mas eis que foi superado pelo Hulk e, novamente, entrou em surto… chamar o próprio carro de porcaria não é bem o que esperam dele Frank e Head, ele não é o tal acertador de carros? Cadê a competência? Deviam por uma rolha naquela matraca…

    Schumacher deve estar bem arrependido de ter voltado, pois, daqui a pouco, os “entendidos” vão começar com a baboseira de que ele nunca foi “isso tudo”, que seus títulos não foram merecidos, que nunca teve adversários, por outro lado é bom para entender que a idade pesa, não tem jeito, mesmo assim vou esperar mais umas duas corridas para decretar a falência técnica do supercampeão…

    Rosberg está fazendo o seu papel sem alarde, mas com certeza se consolidando com um dos melhores, isso vai garantir um futuro promissor em equipes grandes…

    Force India está muito bem, Sutil mostrou como segurar o Show Man Hamilton e os indianos estão mostrando como gerenciar uma equipe com dignidade e competência…

    Por falar em indiano, Bruno Senna deve estar tendo pesadelos com o Rio Ganges, pois está sendo jantado pelo Chandok com o mesmo equipamento, não tem desculpa, os dois são novatos e se Bruno fosse bom como muite gente acredita, estaria pelo menos à frente do Chandok…

    DiGrassi é outro, tá tomando uma sova do Glock, está apanhando que dá até dó, e teve muitos defensores falando que ele era o tal, único sem sobrenome famoso a chegar por seus próprios méritos, que ele ia mostrar o verdadeiro automobilismo nacional, tadinho…

    Isso me lembra alguns que destruíram Nelsinho porque tomava 4 décimos do Alonso na Renault de Briatore, tenho de repetir em capslock para os “entendidos”: 4 DÉCIMOS DE ALONSO BI CAMPEÃO MUNDIAL NA RENAULT. E aí galera que sabe tudo de F1, como é ver o Bruno tomar 1 segundo do “fera” Chandok e DiGrassi tomar pau do “extraordinário” Timo Glock…

    Bom, a temporada está espetacular e Massa terá 15 dias para curtir a posição que conquistou com muito trabalho e competência, enquanto isso, tem uma galera que precisa rever seus conceitos…

    abraços a todos!!!

    Publicado por ccregazzoni | 04/04/2010, 2:55 pm
  96. Vi a corrida agora a pouco. Boa prova para os padr~es de Sepang, graças a McLarens e Ferraris largando de trás já que o quarteto da frente deve ter batido o recorde negativo de exposição na TV.

    Concordei com a punição do Hamilton, me pareceu exata. Só acho que Whiting devia instrui-lo que ele escapou só com uma bandeira hoje, mas que se repetir a manobra num dos proximos GPs vai ser considerado reincidente.

    Ninguém comentou mas a prova do Di Grassi desmentiu o papo do tanque pequeno da Virgin.

    Massa e Hamilton fizeram excelente corridas. Bom observar também que existiu alguma variedade de estrategia.

    Publicado por Filipe | 04/04/2010, 3:02 pm
  97. Ainda não consegui aceitar o fato de não terem punido o Hamilton pela defesa em zig e zag!

    É como se o atacante fizesse um gol de mão e o juiz validasse o gol, aplicando somente um cartão amarelo.

    Ficou MUITO esquisito!!!

    Publicado por iGOR BdA | 04/04/2010, 3:35 pm
  98. É besteira justificar o erro do Alonso com o problema do carro.

    Se o carro estava com problemas desde o início, que ele poupasse o equipamento.

    Errou, que ele e seus fans assumam o erro.

    Publicado por Claudemir Freire | 04/04/2010, 3:59 pm
  99. “Ninguém comentou mas a prova do Di Grassi desmentiu o papo do tanque pequeno da Virgin.”

    Ele pode ter empobrecido a mistura para economizar combustível. Dá pra chegar ao final mas o carro não fica competitivo. Tomou 3 voltas do líder. Vão ter que trocar o tanque de qquer forma.

    Publicado por Paulo Patullo Neto | 04/04/2010, 4:45 pm
  100. Paulo supostamente o tanque deles era 15-20% menor e se tivessem achado formas de economizar eles não teriam velocidade para ser o melhor do resto. Numa mistura diluida ele nunca teria potencia para superar as HRTs.

    Publicado por Filipe | 04/04/2010, 4:58 pm
  101. “Felipe tá mais pra Prost que para Senna.”

    Bom pro Felipe então, Prost tem 4 títulos e Senna tem 3! ;-)

    Brincadeiras à parte, achei boa a prova, bom número de ultrapassagens mesmo sem o esperado dilúvio.
    Não sei se os pilotos estão com mais fome de bola mas gostei de ver que não é preciso pista molhada pra uma boa corrida.

    Chato é ter que esperar duas semanas…

    Publicado por Beatle Ed | 04/04/2010, 5:00 pm
  102. Lima Lima Lima… até não doer

    Você é doente. É até pior que um garoto.

    Publicado por Macarrão com Spaghetti | 04/04/2010, 5:01 pm
  103. Esse Macarrão com Spaghetti é owilson disfarçado (;

    Publicado por Daniel Lima | 04/04/2010, 5:13 pm
  104. Meu comentário continua moderado =/

    Publicado por Ridson de Araújo | 04/04/2010, 5:18 pm
  105. Saindo do assunto MassaxAlonso
    O Bruno Senna e o Lucas di Grassi não mostraram pq estão na F1.Como os carros ainda estão mais pra GP2 que F1-eles tinham que pelo menos superar seus companheiros-coisa que não esta acontecendo.No caso do Lucas,pelo menos tem a desculpa que o Timo Glock tem 3 anos de F1.Já o Karun Chandhok é tão novato como nosso Bruno Senna.
    Espero que eles virem o jogo.

    Publicado por Daniel Lima | 04/04/2010, 5:27 pm
  106. A irregularidade do Lewis.

    Baixem logo, a FIA vem aí!

    Publicado por Alexandre Gomes | 04/04/2010, 5:57 pm
  107. [b] “Paulo supostamente o tanque deles era 15-20% menor e se tivessem achado formas de economizar eles não teriam velocidade para ser o melhor do resto. Numa mistura diluida ele nunca teria potencia para superar as HRTs.” [\b]

    Filipe, em condições normais eu concordo plenamente com você, mas pra bater a HRT até eu com meu “possante”.

    Publicado por Paulo Patullo Neto | 04/04/2010, 6:32 pm
  108. De qualquer forma a briga entre as pequenas foi novamente interessante, com destaque para o Di Grassi q foi o melhor dos piores hj na Malásia. Muitas disputas, roda a roda entre Lotus, Vurgin e HRT. Tá bacana as pequenas q começam a adquirir confiabilidade.

    Publicado por Alex-Ctba | 04/04/2010, 6:43 pm
  109. Becken, que tal um post sobre o áudio dos Brasileiros ao final da corrida no ping pong entre o C Gil e o F Motta ? http://blogs.jovempan.uol.com.br/f1/

    Publicado por Alex-Ctba | 04/04/2010, 7:00 pm
  110. Olá,

    Alonso guiou a corrida inteira sem embreagem:

    http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Formula_1/0,,MUL1556320-15011,00-ALONSO+AFIRMA+QUE+GP+DA+MALASIA+FOI+A+CORRIDA+MAIS+DIFICIL+DE+SUA+VIDA.html

    só o burti conseguiu perceber, qdo ele ia reduzir o carro quase morria, é obviu que isto custa desempenho e equipamento, claro q o motor ia quebrar, quebraria até um trator de esteira não usar a embreagem.

    Quem achar que não é verdade que veja as imagens da camera onboard dele.

    Só quero saber como a ferrari vai se virar nos trinta pra conseguir ser competitiva, pois entre as Tops RBR la na frente passeando, agora tem, Renault´s, Force India e Mercedez, se continuar assim, os pontos do massa e do alonso serão pulverizados entre no minimo 8 pilotos, e ai domenicali?

    Abraço

    Publicado por Anderson Dorneles | 04/04/2010, 7:32 pm
  111. Fantástica a atuação do Massa. Abriu vantagem quando era necessário, agora está aí na liderança. Rumo ao título !

    Publicado por Nelson (fernando-ric) | 04/04/2010, 7:51 pm
  112. Se a Ferrari não se ligar… vai perder terreno, agora temos mais de uma equipe brigando pelo título, e várias brigando por pontos…

    Acabaram-se os tempos onde Ferrari pontuava sózinha, e se desse um vacilo, as outras não acompanhavam…

    Publicado por Jackson | 04/04/2010, 9:35 pm
  113. PAULO PATULLO E FILIPE,

    O que foi dito sobre o tanque do DiGrassi: o volume do tanque PODE ser insuficiente para ALGUMAS corridas do ano, aquelas mais longas, com maior quilometragem.
    Na Malásia foram cerca de 310km, para quem completou todas as voltas. Ele deve ter feito umas 3 voltas a menos.
    Interessante ele ter terminado justamente esta corrida, pois É A MAIS LONGA (empatada com algumas outras como Cingapura).
    Outro detalhe: o carro dele tem apresentado constantes problemas no “pescador” de combustível (o canudo é menor do que a garrafa), o que o obrigaria a andar com mais combustível que o necessário.
    Já vimos tanta coisa na Formula 1 que isso merece uma “teoria conspiratória”. Tá muito mal explicado.
    Será que estão modificando outra coisa no carro e para isso precisaram mudar o tanque e daí inventaram essa de tanque pequeno demais?

    Parece mais plausível do que uma equipe profissional de Formula 1 errar no cálculo do volume do tanque.
    O que acham?

    Publicado por Vito | 04/04/2010, 9:39 pm
  114. Muitos caem matando no Galvão Bueno, principalmente por causa suposições impensadas dele. Pois muita gente AFIRMOU que o Alonso estourou o motor por andar colado demais no Button. Nós não temos nenhuma certeza disso. Antes de estourar, acho eu, que a temperatura ia subir e a equipe ia avisa-lo para reduzir o ritmo (como fez com Massa em outra situação).

    Acredito que a quebra tenha sido consequencia do problema na embreagem. Imagino eu que ele não teve culpa nenhuma nisso.

    P.S. Sou torcedor do Massa e não gosto nenhum pouco do Galvão. Mas prefiro ser cauteloso nos comentários.

    Publicado por Vito | 04/04/2010, 9:59 pm
  115. Olá,

    Esqueci de comentar, o Galvão falou de novo o nome Virgin ao inves de VRT, e outra, nessa transmissão eu achei ele mais comedido…, ou foi impressão minha?

    Abraço

    Publicado por Anderson Dorneles | 04/04/2010, 10:13 pm
  116. Trecho retirado do site do NYTimes:
    “A big relief, sorry,” said Vettel, before apologizing that he felt a little tipsy from drinking too much champagne on the podium to cool down from the extreme heat.

    Após Mika Hakkinen (Keep Walking, Johnnie Walker) e Kimi Raikkonen (não fazia a festa do champanhe para sobrar mais na garrafa), parece que temos mais um João-Cana-Brava…

    Publicado por Vito | 04/04/2010, 10:15 pm
  117. Becken,

    Todos já comentaram.

    Foi uma corrida muito boa, com ultrapassagens e muitas disputas. Tirando os quatro primeiros que andaram sempre próximos mas sem disputas diretas, todos os outros pilotos tiveram que suar muito a camisa (macacão) para manter ou ganhar posições.

    O Hamilton mais uma vez fez uma corrida de encher os olhos, mas a manobra com o Petrov foi digna de FFord. Acho que nem na F3 se permite aquele comportamento. Ele precisa entender que apesar de seu enorme talento não é DONO DO DIREITO DE VENCER.

    Entretanto uma coisa tem me incomodado. Parece ser um concenso geral a mídia e aqui no blog que a Red Bull sobra no grid. Eu discordo. Não consigo ver esse domínio total nas corridas que assisti.

    A Red Bull é o carro mais veloz do grid e fez as três poles, mas de maneira alguma possui uma vantagem tal para se dizer que sobra em relação às outras equipes.

    No Barhein a pole de Vettel foi por pouca margem e na corrida as Ferrari andaram sempre no mesmo ritmo. Na Austrália a equipe fez a primeira fila, mas também a Ferrari com Alonso estava muito próxima. A chuva e a rodada do Alonso na corrida mascararam qualquer análise de performance comparativa entre Ferrari e Red Bull.

    Desconfio pelos treinos de sexta e sábado que na Malásia a Mclarem tinha um carro tão veloz quanto a Red Bull. A classificação na chuva deixou a Mclarem e Ferrari com a tarefa de fazer uma corrida de recuperação e facilitou muito a vida de Vettel e Webber.

    Acho que existe uma hierarquia entre as equipes e a Red Bull segue na frente, seguida pela Ferrari e Mclarem, mas com uma diferença entre elas muito pequena e que pode variar ou até ser revertida a depender das caracteristicas de cada pista e da temperatura ambiente nas corridas.

    Um abraço,

    Sirlan Pedrosa

    Publicado por Sirlan Pedrosa | 04/04/2010, 10:23 pm
  118. Becken,

    Agora há moderação nos comentários ?

    Publicado por Sirlan Pedrosa | 04/04/2010, 10:24 pm
  119. Sirlan – Isso foi uma mudança recente que eu fiz nos parâmetros do Akismet, o plug in que gerencia os comentários do WordPress.

    Muita gente anda contrariada com isso, mas são apenas alguns testes que estou fazendo para evitar que o blog seja atacado por Trolls, gente má intencionada que anda sendo ofensiva, fazendo agressões racistas contra alguns pilotos e outros comentaristas.

    Se algum comentário seu ficar sob moderação, não se preoupe, às vezes é apenas a junção de alguma palavra que pode se assemelhar a um palavrão em inglês ou português e o Akismet o lê errado.

    Geralmente esses comentários são liberados rapidamente, mas estou avaliando o quanto essa rédea curta pode afetar a fluência e interatividade entre os comentaristas.

    Durante a semana, se tudo andar bem, afrouxo esse parâmetros do Akismet.

    Abs

    Publicado por Becken Lima | 04/04/2010, 10:38 pm
  120. A equipe Ferrari está preocupada com os problemas de confiabilidade.

    Pegou a maldição da RBR?

    Estou estupefado com a corrida de Alonso.

    Publicado por Alexandre Gomes | 04/04/2010, 10:40 pm
  121. Tá certo que o Alonso tinha problemas no câmbio, mas dizer que foi a corrida mais dif’ícil da vida dele já é demais… Se estivesse tão difícil assim de pilotar ele não teria feito a 2a melhor volta da prova, por mais genial que fosse. Pra mim, ele disse isso por causa da pressão-Massa, mais uma vez aquela pressão extra-pista que ele não consegue lidar. Ah, e se o motor quebrou por causa do câmbio ou do superaquecimento provocado pelo vácuo do Button, qualquer coisa que não venha da Ferrari é pura especulação.

    Quanto à punição ao Hamilton, ficou barato demais. Dizer que não o puniram em nome da esportividade, do espetáculo, é absurdo! Um dos raros acertos do Galvão foi esse: “e se todo mundo resolver sambar na frente do outro pra não permitir o vácuo?” Aí onde é que vai parar a esportividade e o espetáculo? Ele deveria ter sido punido sim, drive through (?) nele!

    E Becken, um resumo técnico a cada corrida seria relevante sim. Pelo menos eu até hoje não achei um site que traga essas informações de forma plausível (preguiça de procurar mais talvez), e sempre acrescenta muita coisa.

    Publicado por crisman | 05/04/2010, 12:20 am
  122. Achei que a McLaren podia segurar o Hamilton mais tempo na pista. E achei que o Button errou na sequencia de pneus, era pra ser duros->macios, como todo mundo fez…

    Publicado por Alan McLaren | 05/04/2010, 12:38 am
  123. Engraçado é que a Ferrari parece ter voltado ao normal!!!Ao cometer seus erros peculiares de anos anteriores!!!Mas contra Massa, não tem problema que o impeça de brilhar!!!
    De longe o melhor piloto da temporada!!! Melhor em largadas, melhor em regularidade, melhor em adaptação a problemas e dificuldades do carro!!!Melhor Equilibrio em Conservador/Arrojo, veja sua ultrapassagem sobre Button!!! Melhor braço, em segurar pilotos com desempenho superiores ao seu (Australia)!!! Melhor atitude fora das pistas!!! Melhor declarações de bom senso e defendendo a equipe (Vide Rubens e sua brincadeira)!!! Melhor pé nõs chão (enquanto Alonso dizia para todos apostarem dinheiro nele) Felipe lider hoje, afirma que ainda faltam 16 corridas!!!

    Melhor evolução em sua limitação para determinados Gps assumidamente que não curte!!!Monaco (fez pole 2008), Australia (fez podio)!!! Bahrein (1º podio na abertura de um mundial)

    Publicado por Sheldon | 05/04/2010, 1:03 am
  124. Caramba, não tinha atentado para esse detalhe: Alonso terminou na frente do Di Grassi, Chandhok, Senninha e Trulli, quebrado e tudo… Eu nem sabia que isso podia acontecer, mas como os caras (ou os carros) são tão ruins que conseguiram! Melhor levá-los pra GP2 mesmo.

    Publicado por crisman | 05/04/2010, 1:46 am
  125. Quanto vale o show? No final das contas a corrida do Hamilton foi muito, muito, muito mais espetacular que a do Massa e qual a diferença de pontos? Muito boa a corrida, valeu a pena acordar cedo.

    Publicado por Will | 05/04/2010, 7:20 am
  126. Concordo com o Sirlan. Acho q nessa pista, se as McLarens largam na frente, poderiam incomodar sim as Red Bulls. Até mesmo a Ferrari, q sempre tem uma condição melhor de pneus no final das corridas. O carro do Massa parecia muito bom no final da prova ontem, mas ele parece q se contentou com o sétimo lugar depois q o Alonso abandonou.

    Vamos ver na China dia 18/04 como vai ser. Parece ser uma pista q favorece a Red Bull e a temperatura não costuma ser tão alta como foi ontem na Malásia.

    Publicado por Alex-Ctba | 05/04/2010, 8:30 am
  127. “…depois q o Alonso abandonou”

    E as duas Sauber… Domenicali fala em perda de confiabilidade, mas não foi claro, se é o sistema de embreagem ou motor.

    Publicado por Alexandre Gomes | 05/04/2010, 9:22 am
  128. Falando no capo ferrarista, Massa fez uma boa corrida e Alonso foi extraórdinario…

    Vai entender, alguém tenta?

    http://br.esportes.yahoo.com/noticias/esportes-domenicali-ferrari-nao-ficar-feliz-04042010-40.html

    Publicado por Alexandre Gomes | 05/04/2010, 9:26 am
  129. Alex,

    parece que no quesito pneus as equipes tem as condições abaixo:

    – RBR – equilibrado com os dois tipos de compostos.
    – Ferrari – não consegue andar bem com os duros, ótimo desempenho com os macios e com pouco desgaste.
    – McLaren – ótimo desempenho com os duros mas tem problema com o desgaste acentuado dos macios.

    Publicado por Felipinho | 05/04/2010, 9:27 am
  130. extraordinário@

    Publicado por Alexandre Gomes | 05/04/2010, 9:27 am
  131. É Sirlan, também pensei nisso. A corrida de Kuala Lumpur foi bacana, mas ainda mascarou qual o verdadeiro potencial das equipes… e da própria F1. Com McLaren e Ferrari atrás, o GP da Malásia foi outra corrida atípica. Shows de Hamilton, sempre ousado, Button arriscando na estratégia, Massa endiabrado, Alonso em outro bom GP… mas partindo de trás, coisa que em condições normais não aconteria. Seria a corrida tão divertida em condições normais? Como no ano passado, vou esperar o GP da Espanha, a pista mais previsível do ano, para ter uma real noção do que é a atual F1.

    Sobre os destaques da corrida, palmas para o Massa que vem fazendo um campeonato que o consagra definitivamente como um piloto de ponta. Talvez alguns ergam as pedras para mim e digam “só você não viu isso, ele sempre foi”, mas o fato é que mesmo em 2008, quando o Felipe perdeu o título na última volta, ainda não era um piloto completamente maduro. PAra mim, ele só deixou o seu estilo “win or wall” para trás no GP da Bélgica daquele ano, quando o próprio afirmou que “dirigiu como um bundão”. Em outras palavras, com inteligência.

    Hamilton foi o Hamilton. Aguerrido, até mesmo além da conta. Não, sua defesa com o Petrov não foi leal, mas o instinto fala mais alto. Pilotos com o DNA de Hamilton não se contentam em perder, nem que isso signifique mandar as regras às favas. O mesmo valeu para o Alonso. Para que poupar o carro se ele poderia estar o mais próximo de seu principal rival: o próprio companheiro de equipe? É o instinto falando mais alto que a razão. É o que fez Raikkonen arriscar a própria segurança em Nurburgring em 2005 e o que fez Schumacher e Senna mancharem suas biografias em atitudes desleais. Só o que vale é vencer.

    Destaques dos coadjuvantes: Force India (os dois pilotos: Liuzzi foi o pontuador da equipe até a Malásia), uma equipe que chegou com toda a desconfiança de ser mais uma aventureira e vem mntrando ser um time sério. E a Toro Rosso, com Buemi fazendo a terceira volta mais rápida e Alguersuari mostrando a que veio. Essas equipes estão surpreendendo.

    Publicado por Vitor, o de Recife | 05/04/2010, 9:27 am
  132. O q me chamou a atenção foi o tempo q o Hamilton perdeu em desaceleração e aceleração na troca. Sua troca foi a mais rápida mas ele foi mais lento do q todos os principais pilotos no trabalho de entrada e saída dos boxes. Se comparar com o Rosberg ele tomou um banho:

    Ham – 23.043 – 3,5s
    Ros – 21.802 – 3,9s

    Note, ele foi 4 décimos mais rápido na troca e no final o tempo de perda total do Rosberg foi 1,241 mais veloz, ou seja, o Rosberg foi 1,641 mais rápido do q o Hamilton no trabalho de aceleração e desaceleração. Será q já faz parte do aprendizado com o Schumi?

    Como ele foi mais lento do q todos os pilotos de Ferrari, Red Bull e do Kubica, imaginei q poderia ser o limitador da McLaren, ajustado para ser conservador e evitar um penalty aos pilotos, porém ele foi muito mais lento do q o próprio Button:

    Ham – 23.043 – 3,5s
    But – 23,406 – 5,4s

    Notem q a troca do Button foi 1,9 mais lenta do q o companheiro e no final ele foi só 0,363 mais lento em perda total, ou seja, ele foi 1.537 mais rápido do q o Hamilton no trabalho de entrada e saída dos pits.

    E para essas trocas não foi aplicada a regra dos 55m, já q eles todos entraram isoladamente para o pit.

    Publicado por Alex-Ctba | 05/04/2010, 9:42 am
  133. É verdade Felipinho. O próprio Massa declarou isso após a corrida. Disse q não conseguia aderência com os duros e q depois q trocou para os macios, seu carro ficou incrivelmente bom. Ele nem precisava falar, a distância q ele pulverizou do Button e a ultrapassagem em cima do mesmo, falam por si só.

    Vítor, vc está certo e o Alonso tb declarou algo parecido. Ele disse q arriscou e continuou forçando pq se acontecesse algo, ele perderia só 2 pts e q se estivesse na ponta, seria mais cauteloso.

    Qto ao zigue zague do Hamilton, precisa deixar claro se pode ou não pode e qual a punição. Dançar daquele jeito na frente do Petrov é fácil, difícil é fazer igual ao Button q fez uma manobra defensiva espetacular contra o Alonso, duas vezes na corrida.

    Publicado por Alex-Ctba | 05/04/2010, 9:57 am
  134. Alex, a defesa do Button foi linda. Aliás, Button é um piloto econômico. Incrível como ele é discreto mas, quando o momento exige, mostra que sabe muito mais do que demonstra.

    Ele e Hamilton são os opostos perfeitos. A McLaren montou uma belíssima combinação para montar sua dupla.

    Publicado por Vitor, o de Recife | 05/04/2010, 10:03 am
  135. “McLaren e Ferrari estão merecendo o prêmio idiotas do ano, eis que, com as melhores duplas de pilotos, estão desperdiçando pontos preciosos quando a RedBull está vacilante, se a RedBull aprumar vai enxergar a concorrência pelo retrovisor e bem distante…”

    Tinha passado batido. Certíssimo, Ccregazzoni!

    Publicado por Alexandre Gomes | 05/04/2010, 10:11 am
  136. Essa conquista do Massa é uma resposta a quem achava que só ia dar Alonso neste ano. O espanhol tem uma vitória a mais, mas e daí? No campeonato do Hamilton o Massa ganhou mais e não levou. Aliás, só não levou porque o campeonato estava “comprado” com o Glock.

    O Massa é sim o melhor piloto do grid atual, e as red bulls que se cuidem, porque a tendência agora é abrir mais e mais pontos.

    Publicado por Alfred Newman | 05/04/2010, 10:12 am
  137. Achei interessante a dinâmica da nova pontuação. O Vettel, tava com 12 pts lá embaixo, bastou um vitória com o líder não pontuando pra ele ir pras cabeças.

    Por isso q o Massa está com essa atitude ‘pés no chão’, já q 2 pts com esse atual sistema, não quer dizer nada.

    Publicado por Alex-Ctba | 05/04/2010, 10:31 am
  138. Eu sou puxo pela Ferrari , e o massa para mim não passa de um piloto mediano. Se virem o Hamilton a passar e a abafar como fez ontem. Eu até bufava, o massa com o carro direito e nem um ataque de jeito ao toro rosso !!!! Ainda a gente aqui que diz que ele fez uma boa corrida! Meu deu começaram a ver corridas em 2000!
    Mau de mais, sem agressividade! Alguersuari já na Ferrari, o pior piloto “como muitos e não foram poucos disseram” do circo, a meter a massa no bolso! Este sim com agressividade de um campeão!

    Publicado por Jonas | 05/04/2010, 10:40 am
  139. Caraca….Eu adorava a Revista MAD.

    Eu tinha várias, Tinha camisetas do Alfred Newman, que eu “tirava” o desenho e mandava Silcar. ( Caraca…pirataria é crime ).

    Tinha coleção das MAD, Chiclete com Banana, do Angeli, Geraldão do Glauco, Piratas do Tietê do Laerte…

    Parabéns pela lembrança viu Newman….me fez lembrar minha adolescência de Nerd em Teófilo Otoni.

    Fernando

    Publicado por Ffigueiredo | 05/04/2010, 10:47 am
  140. Becken, não vai ter post pra gente meter o pau na transmissão da Globo?

    Publicado por Alex-Ctba | 05/04/2010, 11:14 am
  141. Se o Luis foi o “showman” da corrida, aquele passadão do Kubica merece o oscar de efeitos especiais.

    Publicado por Jayme | 05/04/2010, 11:14 am
  142. Pô, Becken, postei o link errado…

    Apaga o post.

    Publicado por Alexandre Gomes | 05/04/2010, 11:37 am
  143. Lucas Di Grassi foi cumprimentado pelo pessoal da Virgin pelo 14.º lugar. “Como nosso tanque é pequeno, precisei economizar gasolina na segunda metade da corrida e passei a frear na placa dos 200 metros em vez de nos 50 metros”, contou.

    http://blogs.estadao.com.br/livio-oricchio/notas-do-gp-da-malasia-3/

    Publicado por Alexandre Gomes | 05/04/2010, 11:37 am
  144. Eu sou do partido do Sirlan, se as McLaren largam entre a segunda e quarta-filas as RBR iriam ter que suar um pouquinho. E se o cauteloso Witmarsh já anda falando abertamente que o MP4-25 já está no nível do RB6, eu boto fé…

    Publicado por Will | 05/04/2010, 11:49 am
  145. “1º podio na abertura de um mundial”

    Com um piloto que tem quase 5 anos de Ferrari… Eu não colocava isto não.

    Publicado por Alexandre Gomes | 05/04/2010, 1:20 pm
  146. Sobre o movimento do Hamilton, o curioso é que o Petrov ficou seguindo o
    Hamilton, nao tentando passar ele. Nao me pareceu que o russo quis
    tentar a ultrapassagem, apenas pegar o vacuo.

    O Vettel ultrapassou em bandeira amarela, tbm foi relevado!

    O Felipe tá mineiramente se aproveitando das oportunidades, vamos
    ver o que a prima-dona vai aprontar se a diferença aumentar!

    Publicado por F1Slick | 05/04/2010, 1:24 pm
  147. Insisto. Se a nova pontuação serve para valorizar a vitória, o que Felipe Massa está fazendo na liderança do certame!?

    Publicado por Ylan Marcel | 05/04/2010, 1:59 pm
  148. “Sobre o movimento do Hamilton, o curioso é que o Petrov ficou seguindo o
    Hamilton, nao tentando passar ele. Nao me pareceu que o russo quis
    tentar a ultrapassagem, apenas pegar o vacuo.”

    ah.. tranquilo então, era só ele ter ultrapassado ao invés de tentar pegar o vácuo, moleza…

    Publicado por Felipinho | 05/04/2010, 2:13 pm
  149. Aproveitando o comentário do F1SLICK, aí vai o link do vídeo da disputa entre Lewis e Petrov:

    F1 2010 Malaysian GP – Lewis Hamilton fights and overtakes Vitaly Petrov

    Alguém perguntou em posts anteriores para que serve esse pequeno detalhe no bico do carro de F1.

    Bom, eu também não sabia e descobri a resposta hoje por acaso, neste vídeo:

    F1 Grand Prix Insights Malaysia 2010

    Descobri também que “balaclava” em inglês é… “balaclava”, basta falar com a língua picada por abelha.

    Publicado por Vito | 05/04/2010, 2:23 pm
  150. A nova pontuação valoriza um pouco mais a vitória do q a anterior. Tomando só o pódio como exemplo, a pontuação antiga atribuia relativamente, 80% ao segundo e 60% ao terceiro. Atualmente a pontuação atribui 72% ao segundo e os mesmos 60% ao terceiro. Mudou pouca coisa.

    Felipe lidera pq, diferente dos vencedores conseguiu dois pódios. Alonso e Vettel tiveram abandonos e Button além da vitória, conseguiu sómente um 7º e um 8º

    Massa foi 2º, 3º e 7º

    Publicado por Alex-Ctba | 05/04/2010, 2:35 pm
  151. Ylan Marcel,

    Pensei de outra forma:
    Massa fez 2x segundo e 1x top10…
    Outros 3 pilotos venceram 1x e não mais foram ao pódio (quebraram ou top10)
    E os 4 estão praticamente empatados.
    Nico fez 2x quinto e 1x terceiro, e tá no bolo.

    Minha conclusão: A vitória vale tanto que, quem venceu, pode se dar ao luxo de quebrar uma e permanecer na ponta. Quem não vence, não pode quebrar, tem que pontuar sempre.

    Consegui convence-lo? :)

    Publicado por Vito | 05/04/2010, 2:42 pm
  152. O antigo sistema 10-6-4-3-2-1, defendido pelo Reginaldo Leme, valorizava muito mais a vitória, atribuindo 60% ao segundo e 40% ao terceiro. Pelo antigo sistema o campeonato estaria assim:

    1- Alonso – 13pts
    2- Vettel – 13pts
    3- Button – 10pts
    4- Massa – 10pts

    Publicado por Alex-Ctba | 05/04/2010, 2:43 pm
  153. E olha q curioso se fosse pelo sistema do ano passado:

    1-Massa 16pts
    2-Alonso 15pts
    3-Button 15pts
    4-Vettel 15pts

    Publicado por Alex-Ctba | 05/04/2010, 2:50 pm
  154. Boa a ironia, Felipinho…

    Ele já estava no vácuo, quis se aproximar mais/ficar mais tempo e foi isso que o zig-zag
    queria evitar!

    Por isso os comissarios teriam dado advertencia e nao punição: nao houve bloqueio.

    Ninguem precisa concordar com isso, mas o movimento até que foi engraçado!

    Publicado por F1Slick | 05/04/2010, 2:59 pm
  155. Alex-Ctba,

    Respeito muito o Reginaldo Leme, mas penso que o método atual traz 3 vantagens sobre o método proposto por ele.

    1- Gera disputas no pelotão intermediário (ontem tinha gente se engalfinhando pelas 7a e 8a posições)

    2- Teríamos (e no proximo ano teremos) 26 carros no grid… é muito carro para apenas 6 levarem pontos.

    3- Mais interessante comercialmente: Possibilita pontos das novatas. A Virgin, com freio de mao puxado, ficou em 14. Se cai uma chuva no meio da corrida, ia rodar tanta gente que eu botava fé no DiGrassi pontuar. Isso vende jornal e atrai patrocinador.

    Publicado por Vito | 05/04/2010, 3:07 pm
  156. Vito

    Concordo com vc. Com um grid inchado, é justo q muito mais carros sejam contemplados com a pontuação. Os dez primeiros parece uma atitude acertada da FIA. Mas se quisessem valorizar realmente a vitória, poderiam atribuir o percentual do antigo sistema defendido pelo RL, e ficaria assim a pontuação: 25-15-10-8-6-5-4-3-2-1. Dessa forma o campeonato estaria assim entre os líderes:

    1- Alonso 33 pts
    2- Vettel 33 pts
    3- Button 32 pts
    4- Massa 29 pts

    Mas me parece q a atual pontuação vai ficar por muito tempo, então o negócio é nos acostumarmos com ela :-/

    Publicado por Alex-Ctba | 05/04/2010, 3:18 pm
  157. Ano passado quando a FIA mudou a regra um mes antes da temporada começar, todo mundo xiou e reclamou…dizendo que era injusto, o piloto com mais vitorias vencer o que tem mais pontos…Dizendo que a regularidade é quem mostra quem é o melhor, e hj como Massa é o mais regular, e ta na liderança, todos querem o contrário!!!

    Não dianta, o mais regular sempre estará no pareo

    Publicado por Sheldon | 05/04/2010, 8:52 pm
  158. Alex-Ctba, Vito, Sheldon,
    sei que é chover no molhado, mas acho que o sistema de pontuação merecia um post exclusivo (que tal em Becken:), discutindo as distorções que podem haver com isso. Mas vamos lá.
    Na minha opinião, o sistema de 2003 e o de 2010 são falhos. Primeiro, premiam muitos carros, logo, ficar fora dos pontos deixa de fazer parte do jogo. Segundo, um carro que termina na frente não garante o campeonato de construtores, pois se outra equipe colocar seus dois carros imediatamente atrás daquele esta equipe fará mais pontos. Terceiro, não há carros suficientes para premiar os dez mais bem colocados. Nesta corrida apenas 11 carros terminaram dentro da mesma volta. A FIA forçou a mão.
    Acho que preferia um sistema de pontuação à moda antiga com três no pódio e seis nos pontos. Estilizando um pouco, é como se o pódio premiasse os três melhores pilotos e os pontos premiassem os seis melhores carros.
    A meu ver, a classificação atual não reflete o campeonato, para mim, a ordem do campeonato seria esta (o que seria obtido aproximadamente com o sistema de pontutação de 1991):
    PILOTOS:
    01. Alonso (13)
    02. Vettel (13)
    03. Button (10)
    04. Massa (10)
    05. Kubica (9)
    06. Rosberg (8)
    07. Webber (6)
    08. Hamilton (6)
    09. Sutil (2)
    10. Schumacher (1)

    CONSTRUTORES:
    01. Ferrari (23)
    02. RedBull (19)
    03. McLaren (16)
    04. Renault (9)
    05. Mercedes (9)
    06. ForceIndia (2)

    (Notem que em um hipotético campeonato de motores, o motor Renault estaria à frente dos outros, enquanto que hoje o motor Mercedes está disparado na frente, o que sabemos que não reflete a realidade atual.)

    Em resumo, tomara que o Todd mude isso… Não gosto totalmente do sistema de 1991. Acho que a principal falha é que uma equipe que consiga a 5. colocação (2) e a 4. colocação (3) fará mais pontos que uma equipe que coloque apenas um carro na 3. colocação (4), ou seja, um construtor que não foi capaz de chegar no pódio (ou à frente de outro construtor) terá feito 5 pontos enquanto que o outro que chegou na frente terá feito 4 pontos. Evidentemente, esse tipo de distorção (se assim for visto) só pode ser anulado com um sistema de classificação nessa ordem:
    01-02-03-05-08-13
    O que também influenciaria o campeonato de pilotos, por exemplo, a 2. e a 3. colocações do Massa equivaleriam a uma 1. colocação, mas não a ultrapassariam e o Massa ficaria abaixo por não ter vitórias.
    Abraços

    Publicado por Alexandre Pires | 05/04/2010, 10:07 pm
  159. Alexandre Pires
    PILOTOS:
    01. Alonso (13)
    02. Vettel (13)
    03. Button (10)
    04. Massa (10)
    05. Kubica (9)

    O Alonso hj merece estar na frente de Massa e Vettel??? Seria justo, depois de ter rodado na largada da Australia, depois de ter sido deixado para trás por Massa e outros na Malasia???
    Alias Vettel que quebrou duas vezes, merecia ser segundo colocado???
    E o Massa mais regular, e dois podios seguidos, merecia mesmo ser o 4º???
    Interessante, como o sistema de ponto só esta sendo analisado por quem vence…Se hj apenas vence o melhor carro, como um piloto poderia tirar a diferença se o sistema de pontuação não o ajudaria???

    Publicado por Sheldon | 05/04/2010, 10:18 pm
  160. Sheldon,
    eu entendo seu ponto. Na verdade, nem estou discutindo isso por causa da liderança do Massa. Inclusive, no sistema de pontuação de 1991, o Massa teria sido campeão em 2008 (este seria o único resultado alterado na era do sistema de 2003). Mas acho que se olharmos o quadro todo, quer dizer, campeonato de pilotos e de construtores, a situação dada pela pontuação de 1991 é muito mais condizente.
    Vamos fazer outras perguntas: o Kubica não é no mínimo o quinto melhor piloto dessas três corridas? A Renault não foi equivalente ou um pouco melhor que a Mercedes nas mesmas corridas? O Hamilton não deveria estar em 8º, mesmo tendo sido espetacular, ainda que pouco eficiente nos resultados?
    Na verdade, acho que em três corridas tão peculiares, os três vitoriosos deveriam figurar no topo da tabela, sim. Pelo menos por enquanto.
    Vamos colocar as coisas assim: se em três corridas um piloto chegou na 2ª e 3ª colocações e outro chegou na 1ª e 4ª colocações, quem foi melhor? No primeiro caso, temos Massa, no segundo, temos Alonso e Vettel.
    A meu ver, o problema maior aqui é a quantidade de pontuadores e só depois vem a proporção entre os pontos. (Se só valessem os seis melhores resultados, Massa não estaria na liderança mesmo na atual proporção.)
    Abraços

    Publicado por Alexandre Pires | 05/04/2010, 10:47 pm
  161. Respeito sua opnião…Alias vc tem mt conhecimento que me falta, pois em 1991 eu ainda tinha 9 anos e apenas assistia sem entender muita coisa!!!
    Mas a pontuação atual ou qualquer que seja a pontuação, vai beneficiar o melhor, concerteza!!! E quem pontuar mais, sempre será o campeão!!!Salvo exceções quando a vitoria era mais importante, e quando se descartava as piores colocações no ano!!!!

    Publicado por Sheldon | 06/04/2010, 7:45 am
  162. Vito, inclusive tem uma ótima música do Artic Monkeys chamada ‘Balaclava’.

    Publicado por Will | 06/04/2010, 10:09 am
  163. Sheldon,
    Isso que você falou é verdade. As equipes irão fazer estratégias tendo em vista a pontuação vigente. (Por isso é difícil falar de resultados alterados, como eu falei, pois se a pontuação fosse outra, as estratégias mudariam.) E irá vencer quem mais pontuar.
    Mas é duro aceitar que se o campeonato chegar empatado antes da última corrida, um piloto que terminar em 10º e outro em 11º, aquele levará o campeonato e este não, mesmo que tenha tido mais posições de pódio que aquele, por exemplo.
    E estamos falando numa situação de pouco mais de 10 carros dentro da volta, pelo visto, será assim o campeonato todo.
    Temos de lembrar que tudo que a FIA promoveu até 2002 era premiando no máximo os seis melhores colocados. Alguma razão tem isso.
    Enfim, acho que ficar fora dos pontos deveria ser um risco para as equipes de ponta e não só quando alguma dessas quebrassem.
    Com quatro equipes fortes e dois azarões (Kubica e Sutil), premiar dez é tirar o efeito de zerar um oponente. Quando Kubica ou Sultil ou ambos enfiassem o carro deles entre os seis, eles zerariam um ou dois pilotos das equipes mais fortes. Isto é muito melhor para eles do que apenas tirar diferença, já que às vezes o concorrente não pode nem pontuar. (Basta lembrar que Kubica já estaria em quinto, a quatro pontos do líder.)

    Acho que podemos seguir a pista que você deixou sobre o maior pontuador sempre vencer e pensarmos se os sistemas de pontuação influenciam as estratégias das equipes e a corrida que assistimos.
    Eu acho que sim. Já esbocei um pouco meus motivos para acreditar nisso.
    Sempre vemos comentários de que os traçados dificultam ultrapassagens. Hamilton parece não se importar muito com isso, especialmente, quando está fora dos pontos.
    Agora se tivéssemos menos pontuadores será que não veríamos mais ousadia e, até mesmo, acidentes para forçar as ultrapagens? Será que alguém em sexto ou em quinto baixaria os giros dos motores ou pouparia pneu correndo o risco de ser ultrapassado e ficar zerado na prova?
    A minha hipótese é que o elemento que influencia primeiramente a estratégia de corrida é a quantidade de pontuadores e depois a proporção entre os pontos. O Ecclestone pensa o contrário e muita gente também (eu também já pensei assim) de que a proporção entre os pontos é o mais importante, mas acho que não é.
    Abraços

    Publicado por Alexandre Pires | 06/04/2010, 12:33 pm
  164. Alexandre Pires

    Muito interessante seu ponto de vista e cabe sim uma discussão em relação a própria questão da ultrapassagem, já q sempre colocamos os fatores, pista, aerodinâmica, freios etc como os vilões. Nunca vi a questão do sistema de pontuação por essa ótica.

    Ainda acredito q contemplar os dez primeiros seja uma decisão acertada, porém deveriam valorizar mais a vitória do q atualmente, mas entendo as razões da FIA, já q os campeonatos anteriores, foram decididos com uma margem pequena e isso para os interesses comerciais da categoria é o q importa. Ainda não estão privilegiando os pilotos mais ousados e sim os mais regulares. Por isso, Alonso é o grande candidato ao título, mas não descarto Button, Massa e Vettel. Hamilton talvez pague por sua agressividade em algum momento do campeonato.

    Abs

    Publicado por Alex-Ctba | 06/04/2010, 12:53 pm
  165. Alex-Ctba, tomara que não!

    Alexandre, muito boa a exposição…para mim o melhor sistema era o de 6 pontuadores com o vencedor levando 9 e em seguida: 6-4-3-2-1.

    Publicado por Will | 06/04/2010, 1:33 pm
  166. Alex-Ctba,

    Não sou contra dez pontuadores de modo absoluto. Acho que em competições com um maior número de postulantes ao título é sempre possível premiar um número maior.
    Embora ache que acabaram colocando um pouco de água no chopp desse campeonato, pois justo quando temos quatro equipes competitivas e dois azarões, alargaram ainda mais a faixa de pontuadores. Isto que me incomoda.
    Será que a postura em pista não seria outra se os atuais dez carros competitivos tivessem que se digladiar por apenas seis colocações nos pontos? E quando estivessem ali, não ia se comer pra tentar chegar em um pódio com pontos mais valorizados e mais ainda num primeiro lugar ainda mais valorizado?
    Acho que ocorreria mais vezes a seguinte pergunta: Entre zerar ou quebrar pra arriscar chegar nos pontos, vamos arriscar? E não a constatação: Estamos nos pontos, na próxima tentamos largar mais à frente no grid, agora, tragam os carros para a garagem!
    É um pouco chato saber que a classificação de sábado concentra a maior parte do risco e do acaso do fim de semana da Fórmula 1. (Eu não perco uma classificação.)
    Será que os projetistas pensariam de modo diferente: é melhor um carro que às vezes quebra, mas também pontua, ou um carro que não quebra, mas que não chega nos pontos?
    Vou exagerar um pouco: hoje, um carro competitivo é o que chega entre os dez primeiros; por um bom tempo, um carro competivo era aquele que chegava entre os cinco ou seis primeiros; e um carro vencedor, era o que conseguia vencer corridas.
    O que quero dizer com isso, acho que o sistema de pontuação (que é o que decide um campeonato) está primando pela mediocridade e não pelos extremos.
    É diferente começar a pensar em um carro que todos querem vencedor, mas que no mínimo tem de chegar entre os dez primeiro; e pensar em um carro que para ter alguma chance tem de chegar entre os cinco ou seis primeiros para ter alguma chance.
    Será que a Williams (que parece não ter o pior chassis do mundo) teria arriscado um ano da sua história para testar motores Cosworth? Talvez tenham pensado que o importante era estar entre os dez primeiros. Sei lá.

    Vou ilustrar o que estou dizendo: num sistema mais restritivo, os carros competitivos seriam Ferrari, RedBull, McLaren, Renault, Mercedes, e Force India. Hoje, o campeonato de construtores nos informa que também Williams e ToroRosso têm carros competitivos. Sabemos que isso não é verdade. Mas não é o que a pontuação diz. Então, para que serve uma pontuação que não consegue representar a relação de forças entre as equipes? Essa é minha objeção com os sistemas de pontuação de 2003 e de 2010.

    Qualquer que acompanha Fórmula 1 sabe que Williams e ToroRosso não são carros competitivos. Além disso, todos diriam que a RedBull e Vettel são o melhor carro e piloto e que se não fossem alguns contratempos estariam liderando ambos os campeonatos e complementariam dizendo que mesmo com os problemas, já seriam vice-líderes em ambos. O que a pontuação atual ainda não reflete.

    Acho que há muitos poréns com relação aos pontos. A proporção entre eles é algo importante, mas sobretudo na tática de corrida, mas acho que na estratégia para o ano seguinte e para cada fim de semana, o número de pontuadores é mais decisivo. Primeiro pontuar, e depois pontuar o máximo.

    Para fechar, acho que quando o campeonato era decidido entre Ferrari e McLaren, fazia todo sentido falar no peso da vitória. Com apenas duas equipes, logo, quatro carros, estar na primeira das quatro colocações quase certas seria algo razoável como fator de decisão. Mas já ali a coisa estava exagerada, oito pontuadores, agora, temos dez.

    Pra mim, sou a favor de poucos pontuadores e de maior peso pra vitória. (Competição é isso, não: poucos bancos para muitas bundas?)

    Abraços

    Publicado por Alexandre Pires | 06/04/2010, 1:46 pm
  167. Will,

    Valeu. Olha, também torço para que não! O Hamilton tem animado o fim de semana. Mas concordo com o Alex-Ctba, o Alonso é muito regular e versátil. Nem sem embreagem o cara saiu. Teve de estourar tudo de vez para ele encostar. Agora, se o Hamilton acertar na classificação, vai engolir muita gente com esse ritmo de corrida. O Massa já é nosso campeão moral e é consistente (na verdade, acho que o Massa conseguiu entrar pra categoria dos pilotos rápidos também). Candidatos. Mas convenhamos o Vettel vai ser carne de pescoço. Já está com o braço esticado para pegar a taça…
    Abraços

    Publicado por Alexandre Pires | 06/04/2010, 1:54 pm
  168. Alex-Ctba,

    Não sou contra dez pontuadores de modo absoluto. Acho que em competições com um maior número de postulantes ao título é sempre possível premiar um número maior.
    Embora ache que acabaram colocando um pouco de água no chopp desse campeonato, pois justo quando temos quatro equipes competitivas e dois azarões, alargaram ainda mais a faixa de pontuadores. Isto que me incomoda.
    Será que a postura em pista não seria outra se os atuais dez carros competitivos tivessem que se digladiar por apenas seis colocações nos pontos? E quando estivessem ali, não ia se comer pra tentar chegar em um pódio com pontos mais valorizados e mais ainda num primeiro lugar ainda mais valorizado?
    Acho que ocorreria mais vezes a seguinte pergunta: Entre zerar ou quebrar pra arriscar chegar nos pontos, vamos arriscar? E não a constatação: Estamos nos pontos, na próxima tentamos largar mais à frente no grid, agora, tragam os carros para a garagem!
    É um pouco chato saber que a classificação de sábado concentra a maior parte do risco e do acaso do fim de semana da Fórmula 1. (Eu não perco uma classificação.)
    Será que os projetistas pensariam de modo diferente: é melhor um carro que às vezes quebra, mas também pontua, ou um carro que não quebra, mas que não chega nos pontos?
    Vou exagerar um pouco: hoje, um carro competitivo é o que chega entre os dez primeiros; por um bom tempo, um carro competivo era aquele que chegava entre os cinco ou seis primeiros; e um carro vencedor, era o que conseguia vencer corridas.
    O que quero dizer com isso, acho que o sistema de pontuação (que é o que decide um campeonato) está primando pela mediocridade e não pelos extremos.
    É diferente começar a pensar em um carro que todos querem vencedor, mas que no mínimo tem de chegar entre os dez primeiro; e pensar em um carro que para ter alguma chance tem de chegar entre os cinco ou seis primeiros para ter alguma chance.
    Será que a Williams (que parece não ter o pior chassis do mundo) teria arriscado um ano da sua história para testar motores Cosworth? Talvez tenham pensado que o importante era estar entre os dez primeiros. Sei lá.

    Vou ilustrar o que estou dizendo: num sistema mais restritivo, os carros competitivos seriam Ferrari, RedBull, McLaren, Renault, Mercedes, e Force India. Hoje, o campeonato de construtores nos informa que também Williams e ToroRosso têm carros competitivos. Sabemos que isso não é verdade. Mas não é o que a pontuação diz. Então, para que serve uma pontuação que não consegue representar a relação de forças entre as equipes? Essa é minha objeção com os sistemas de pontuação de 2003 e de 2010.

    Qualquer que acompanha Fórmula 1 sabe que Williams e ToroRosso não são carros competitivos. Além disso, todos diriam que a RedBull e Vettel são o melhor carro e piloto e que se não fossem alguns contratempos estariam liderando ambos os campeonatos e complementariam dizendo que mesmo com os problemas, já seriam vice-líderes em ambos. O que a pontuação atual ainda não reflete.

    Acho que há muitos poréns com relação aos pontos. A proporção entre eles é algo importante, mas sobretudo na tática de corrida, mas acho que na estratégia para o ano seguinte e para cada fim de semana, o número de pontuadores é mais decisivo. Primeiro pontuar, e depois pontuar o máximo.

    Para fechar, acho que quando o campeonato era decidido entre Ferrari e McLaren, fazia todo sentido falar no peso da vitória. Com apenas duas equipes, logo, quatro carros, estar na primeira das quatro colocações quase certas seria algo razoável como fator de decisão. Mas já ali a coisa estava exagerada, oito pontuadores, agora, temos dez.

    Pra mim, sou a favor de poucos pontuadores e de maior peso pra vitória. (Competição é isso, não: pouco banco pra muita gente?)

    Abraços

    Publicado por Alexandre Pires | 06/04/2010, 1:55 pm
  169. Verdade Alexandre, o bom disso tudo que você falou é que o campeonato fica fantástico. Um número de variáveis absurdo…competamente diferente de:

    (a) Schumacher vai ganhar
    (b) Schumacher vai ganhar
    (c) Schumacher vai ganhar
    (d) Schumacher vai ganhar
    (e) Schumacher vai ganhar

    Que há pouco tempo assolava a F1.

    Publicado por Will | 06/04/2010, 2:17 pm
  170. Eu gosto do atual sistema de pontuação. O único porém que eu coloco é em relação às estatísticas, como comentou o GB, em um raro momento de lucidez durante a transmissão da corrida. Fora isso, acho que o sistema possui um critério mais justo; a vitória é valorizada, assim como a regularidade. Alonso deixou de pontuar uma corrida, mas ainda está bem no páreo; o conjunto da Red Bull demonstrou ser veloz, mas frágil, e com a vitória na Malásia Vettel se aproximou dos lideres. Massa pontuou em todas as corridas, incluindo dois pódios. Por ser o mais regular de todos os ponteiros, está na liderança. Como um título é decidido pelo conjunto da obra, eu acho justo. Sandice seriam as medalhinhas do Tio Bernie, querendo fazer do campeonato uma celebração ao “win or wall”.

    Gosto do espetáculo, por isso minha lista de pilotos favoritos é encabeçada por Senna e contém nomes como Montoya e Hamilton, mas não questiono de modo algum os 4 títulos de Alain Prost, um dos pilotos mais chatos de se assistir da história, mas um mestre na condução de um carro (tirando o fato de ser hidrofóbico, fruto de um trauma de um acidente). Ele conquistou os 4 títulos porque era regular ao extremo e evitava riscos desnecessários, em uma época em que os carros quebravam com uma frequência muito maior do que hoje.

    “Mas convenhamos o Vettel vai ser carne de pescoço. Já está com o braço esticado para pegar a taça…”

    Não podemos subestimar a capacidade de Ferrari e McLaren. E ainda não sabemos como o Vettel lida com a pressão de um campeonato.

    Publicado por Vitor, o de Recife | 06/04/2010, 2:23 pm
  171. Will

    Já q vc é a favor da variedade em relação a campeões, veja:

    2006 – Alonso
    2007 – Kimi
    2008 – Hamilton
    2009 – Button
    2010 – Massa :D

    Continuaremos no rodízio de campeões. Blz? Tá fechado assim?

    Publicado por Alex-Ctba | 06/04/2010, 2:28 pm
  172. Variedade de campeões e equipes… parece até que foi armado para compensar a supremacia de Schumacher/Ferrari. Mas não, Bernie não é tão genial assim, pelo contrário. Seu grande trunfo é conseguir comissões gordíssimas para organizar GPs, em especial com fundos públicos…

    Mas a temporada foi fraquinha em termos de emoção.

    Publicado por Vitor, o de Recife | 06/04/2010, 2:38 pm
  173. Alex-Ctba,

    Eu tinha comentado seu primeiro comentário antes de responder o Will… mas ainda não apareceu!
    Vocês estão tendo alguma demora pra postar? É o segundo meu que demora pra aparecer… Se não entrar, envio de novo.

    Mas com relação ao que você e o Will falaram, a variação tem sido bem maior nos últimos anos.
    Embora digam que mudaram as coisas em 2003 por causa da hegemonia d0 Schumacher, ele ainda ganhou naquele ano e no seguinte. E acho que aquela seqüência de campeonatos teve a ver também com as quebras da McLaren do Raikonnen e o fato da Williams ter perdido a mão depois do título do Irvine em 1997. Basta lembrar que foi a Renault que destronou Schumacher. Às vezes as equipes se perdem… Ah, tenho a impressão que a trajetória da Renault foi muito parecida com o caminho que a RedBull está trilhando (comprar uma equipe inglesa, investir pesado, contratar gente, um plano de médio e longo prazo…).

    Victor, o de Recife,

    Você tem razão, Mclaren e Ferrari parecem ser as melhores equipes. Embora ache que a McLaren tenha se tornado a equipe com maior capacidade de inovação. Como equipe a RedBull ainda não está no mesmo nível. Mas o Vettel desequilibra (quem não lembra da vitória com uma ToroRosso). E ele já vem embalado desde o ano passado.

    Abraços

    Publicado por Alexandre Pires | 06/04/2010, 2:43 pm
  174. “E ainda não sabemos como o Vettel lida com a pressão de um campeonato.”

    Vítor, acho q o Vettel já aprendeu a lidar com a pressão ano passado e já está pronto pra ser campeão, apesar da pouca idade. Me dá a impressão q ele não sente essa pressão. Depois do erro infantil na batida com o Kubica na abertura do mundial em 2009, ele amadureceu bastante e se o RB6 se confirmar esse foguete q o Livio Oricchio, James Allen, Claudemir Freire acham, ferrou.

    Ainda acho q a disputa vai ser pau a pau com Ferrari e McLaren na briga.

    Publicado por Alex-Ctba | 06/04/2010, 2:44 pm
  175. (Postando novamente, vamos ver se agora aparece…)

    Alex-Ctba,

    Não sou contra dez pontuadores de modo absoluto. Acho que em competições com um maior número de postulantes ao título é sempre possível premiar um número maior.
    Embora ache que acabaram colocando um pouco de água no chopp desse campeonato, pois justo quando temos quatro equipes competitivas e dois azarões, alargaram ainda mais a faixa de pontuadores. Isto que me incomoda.
    Será que a postura em pista não seria outra se os atuais dez carros competitivos tivessem que se digladiar por apenas seis colocações nos pontos? E quando estivessem ali, não ia se comer pra tentar chegar em um pódio com pontos mais valorizados e mais ainda num primeiro lugar ainda mais valorizado?
    Acho que ocorreria mais vezes a seguinte pergunta: Entre zerar ou quebrar pra arriscar chegar nos pontos, vamos arriscar? E não a constatação: Estamos nos pontos, na próxima tentamos largar mais à frente no grid, agora, tragam os carros para a garagem!
    É um pouco chato saber que a classificação de sábado concentra a maior parte do risco e do acaso do fim de semana da Fórmula 1. (Eu não perco uma classificação.)
    Será que os projetistas pensariam de modo diferente: é melhor um carro que às vezes quebra, mas também pontua, ou um carro que não quebra, mas que não chega nos pontos?
    Vou exagerar um pouco: hoje, um carro competitivo é o que chega entre os dez primeiros; por um bom tempo, um carro competivo era aquele que chegava entre os cinco ou seis primeiros; e um carro vencedor, era o que conseguia vencer corridas.
    O que quero dizer com isso, acho que o sistema de pontuação (que é o que decide um campeonato) está primando pela mediocridade e não pelos extremos.
    É diferente começar a pensar em um carro que todos querem vencedor, mas que no mínimo tem de chegar entre os dez primeiro; e pensar em um carro que para ter alguma chance tem de chegar entre os cinco ou seis primeiros para ter alguma chance.
    Será que a Williams (que parece não ter o pior chassis do mundo) teria arriscado um ano da sua história para testar motores Cosworth? Talvez tenham pensado que o importante era estar entre os dez primeiros. Sei lá.

    Vou ilustrar o que estou dizendo: num sistema mais restritivo, os carros competitivos seriam Ferrari, RedBull, McLaren, Renault, Mercedes, e Force India. Hoje, o campeonato de construtores nos informa que também Williams e ToroRosso têm carros competitivos. Sabemos que isso não é verdade. Mas não é o que a pontuação diz. Então, para que serve uma pontuação que não consegue representar a relação de forças entre as equipes? Essa é minha objeção com os sistemas de pontuação de 2003 e de 2010.

    Qualquer que acompanha Fórmula 1 sabe que Williams e ToroRosso não são carros competitivos. Além disso, todos diriam que a RedBull e Vettel são o melhor carro e piloto e que se não fossem alguns contratempos estariam liderando ambos os campeonatos e complementariam dizendo que mesmo com os problemas, já seriam vice-líderes em ambos. O que a pontuação atual ainda não reflete.

    Acho que há muitos poréns com relação aos pontos. A proporção entre eles é algo importante, mas sobretudo na tática de corrida, mas acho que na estratégia para o ano seguinte e para cada fim de semana, o número de pontuadores é mais decisivo. Primeiro pontuar, e depois pontuar o máximo.

    Para fechar, acho que quando o campeonato era decidido entre Ferrari e McLaren, fazia todo sentido falar no peso da vitória. Com apenas duas equipes, logo, quatro carros, estar na primeira das quatro colocações quase certas seria algo razoável como fator de decisão. Mas já ali a coisa estava exagerada, oito pontuadores, agora, temos dez.

    Pra mim, sou a favor de poucos pontuadores e de maior peso pra vitória. (Competição é isso, não: poucos lugares para muitos pretendentes?)

    Abraços

    Publicado por Alexandre Pires | 06/04/2010, 2:46 pm
  176. (Acho que ficou grande, vou dividir…)

    Alex-Ctba,

    Não sou contra dez pontuadores de modo absoluto. Acho que em competições com um maior número de postulantes ao título é sempre possível premiar um número maior.
    Embora ache que acabaram colocando um pouco de água no chopp desse campeonato, pois justo quando temos quatro equipes competitivas e dois azarões, alargaram ainda mais a faixa de pontuadores. Isto que me incomoda.
    Será que a postura em pista não seria outra se os atuais dez carros competitivos tivessem que se digladiar por apenas seis colocações nos pontos? E quando estivessem ali, não ia se comer pra tentar chegar em um pódio com pontos mais valorizados e mais ainda num primeiro lugar ainda mais valorizado?
    Acho que ocorreria mais vezes a seguinte pergunta: Entre zerar ou quebrar pra arriscar chegar nos pontos, vamos arriscar? E não a constatação: Estamos nos pontos, na próxima tentamos largar mais à frente no grid, agora, tragam os carros para a garagem!
    É um pouco chato saber que a classificação de sábado concentra a maior parte do risco e do acaso do fim de semana da Fórmula 1. (Eu não perco uma classificação.)
    Será que os projetistas pensariam de modo diferente: é melhor um carro que às vezes quebra, mas também pontua, ou um carro que não quebra, mas que não chega nos pontos?
    Vou exagerar um pouco: hoje, um carro competitivo é o que chega entre os dez primeiros; por um bom tempo, um carro competivo era aquele que chegava entre os cinco ou seis primeiros; e um carro vencedor, era o que conseguia vencer corridas.
    O que quero dizer com isso, acho que o sistema de pontuação (que é o que decide um campeonato) está primando pela mediocridade e não pelos extremos.
    É diferente começar a pensar em um carro que todos querem vencedor, mas que no mínimo tem de chegar entre os dez primeiro; e pensar em um carro que para ter alguma chance tem de chegar entre os cinco ou seis primeiros para ter alguma chance.
    Será que a Williams (que parece não ter o pior chassis do mundo) teria arriscado um ano da sua história para testar motores Cosworth? Talvez tenham pensado que o importante era estar entre os dez primeiros. Sei lá.

    (continua…)

    Publicado por Alexandre Pires | 06/04/2010, 2:48 pm
  177. (…continuação)

    Vou ilustrar o que estou dizendo: num sistema mais restritivo, os carros competitivos seriam Ferrari, RedBull, McLaren, Renault, Mercedes, e Force India. Hoje, o campeonato de construtores nos informa que também Williams e ToroRosso têm carros competitivos. Sabemos que isso não é verdade. Mas não é o que a pontuação diz. Então, para que serve uma pontuação que não consegue representar a relação de forças entre as equipes? Essa é minha objeção com os sistemas de pontuação de 2003 e de 2010.
    Qualquer que acompanha Fórmula 1 sabe que Williams e ToroRosso não são carros competitivos. Além disso, todos diriam que a RedBull e Vettel são o melhor carro e piloto e que se não fossem alguns contratempos estariam liderando ambos os campeonatos e complementariam dizendo que mesmo com os problemas, já seriam vice-líderes em ambos. O que a pontuação atual ainda não reflete.
    Acho que há muitos poréns com relação aos pontos. A proporção entre eles é algo importante, mas sobretudo na tática de corrida, mas acho que na estratégia para o ano seguinte e para cada fim de semana, o número de pontuadores é mais decisivo. Primeiro pontuar, e depois pontuar o máximo.

    Para fechar, acho que quando o campeonato era decidido entre Ferrari e McLaren, fazia todo sentido falar no peso da vitória. Com apenas duas equipes, logo, quatro carros, estar na primeira das quatro colocações quase certas seria algo razoável como fator de decisão. Mas já ali a coisa estava exagerada, oito pontuadores, agora, temos dez.
    Pra mim, sou a favor de poucos pontuadores e de maior peso pra vitória. (Competição é isso, não: poucos bancos para muitas bundas?)

    Abraços

    Publicado por Alexandre Pires | 06/04/2010, 2:50 pm
  178. Alexandre Pires

    Como o Becken explicou, depende da interpretação do Akismet, para enganchar ou não o comentário, as vezes demora, mas se não tiver nada ofensivo, é liberado.

    Em relação ao q vc comentou, é verdade:

    2006 tivemos uma boa briga entre Alonso e Schumacher

    2005 o Kimi tava na luta com o Alonso.

    2004 deixa pra lá q foi uma passeio do Schumacher

    Agora 2003 sim, esse foi o último campeonato realmente disputado, com três grandes equipes no páreo: Ferrari com o Schumi, McLaren com o Kimi e Williams com o Montoya. Se a besta do Ralf Schumacher não tivesse roubado pts preciosos do Colombiano, a história poderia ser diferente. Torci muito pro JPM naquele ano.

    Parece q 2010 vai ser tão bom qto 2003. I hope!!!!

    Publicado por Alex-Ctba | 06/04/2010, 2:53 pm
  179. (continuação)

    Acho que há muitos poréns com relação aos pontos. A proporção entre eles é algo importante, mas sobretudo na tática de corrida, mas acho que na estratégia para o ano seguinte e para cada fim de semana, o número de pontuadores é mais decisivo. Primeiro pontuar, e depois pontuar o máximo.

    Para fechar, acho que quando o campeonato era decidido entre Ferrari e McLaren, fazia todo sentido falar no peso da vitória. Com apenas duas equipes, logo, quatro carros, estar na primeira das quatro colocações quase certas seria algo razoável como fator de decisão. Mas já ali a coisa estava exagerada, oito pontuadores, agora, temos dez.

    Pra mim, sou a favor de poucos pontuadores e de maior peso pra vitória. (Competição é isso, não: pouco lugar pra muita gente?)

    Abraços

    Publicado por Alexandre Pires (continuação) | 06/04/2010, 2:57 pm
  180. Alexandre Pires

    Eu relação ao teu comentário sobre a pontuação, recebi três comentários teus, quase idênticos no email rsrs.

    Poderíamos chegar a um meio termo então. Contemplem os 8 primeiros colocados. Com o G4 mais Renault e Force India, seriam, quatro azarões a incomodarem o G4 q teoricamente dominariam a classificação. Ainda teriam as “zebras” Williams, STR e Sauber.

    Como o Sheldon comentou lá em cima, comercialmente, para as pequenas é importante uns pontinhos e sómente os 6 para um grid de atualmente 24 carros, com perspectiva para 28 na próxima temporada, é muito pouco.

    Publicado por Alex-Ctba | 06/04/2010, 3:01 pm
  181. kkkk

    sabia que ia acontecer isso… enfim, acabou repetindo… desculpem, pessoal…

    Bem lembrado… o campeonato de 2003 foi aguerrido…
    Isso me fez pensar que a coisa pode estar um pouco morna só por enquanto. Se de fato a Renault for o que parece ser e a Mercedes acertar a mão… Teríamos uma situação interessante. Sei que é sonhar de mais querer ver cinco equipes se engalfinhando… mas é possível… (ainda que pouco provável).
    Inclusive, o Petrov mostrou que não tem sangue de barata. Mas no primeiro ano o carro nunca vai render como rende na mão do Kubica.

    Também é importante ter em mente que a fase européia pode trazer surpresas (sei que é chavão…), mas acho que ali as equipes conseguem fazer estratégias mais ousadas e trazer melhorias com maior velocidade. Não sei bem a razão: imagino que seja pelo conhecimento maior sobre as pistas e a proximidade das sedes… Sei lá.

    Publicado por Alexandre Pires (continuação) | 06/04/2010, 3:04 pm
  182. sabia que ia acontecer isso… enfim, acabou repetindo… desculpem, pessoal…

    Bem lembrado… o campeonato de 2003 foi aguerrido…
    Isso me fez pensar que a coisa pode estar um pouco morna só por enquanto. Se de fato a Renault for o que parece ser e a Mercedes acertar a mão… Teríamos uma situação interessante. Sei que é sonhar de mais querer ver cinco equipes se engalfinhando… mas é possível… (ainda que pouco provável).
    Inclusive, o Petrov mostrou que não tem sangue de barata. Mas no primeiro ano o carro nunca vai render como rende na mão do Kubica.

    Também é importante ter em mente que a fase européia pode trazer surpresas (sei que é chavão…), mas acho que ali as equipes conseguem fazer estratégias mais ousadas e trazer melhorias com maior velocidade. Não sei bem a razão: imagino que seja pelo conhecimento maior sobre as pistas e a proximidade das sedes… Sei lá.

    Publicado por Alexandre Pires | 06/04/2010, 3:04 pm
  183. Aos dois Alex :p

    Vettel foi mesmo submetido à uma pressão pelo título? Ao meu ver, foi mais um franco atirador. Primeiro: a Red Bull só começou a disputar vitórias no ano passado; segundo, eles tinham que descontar a imensa vantagem do Button. Agora, consolidados como uma realidade, e não promessas, é que o conjunto Vettel/Red Bull terão que mostrar de que são feitos.

    Mudando de assunto, 2003 foi um campeonato muito bacana. Foi também a ascensão de um certo finlandês instrospectivo que em seu terceiro ano de F1, segundo em uma equipe de ponta,com um carro um ano defasado em relação à concorrência, esteve próximo de ganhar o título.

    E é curioso que você tenha lembrado desta temporada no momento em que discutimos o sistema de pontuação, Alex: Kimi só tinha vencido um GP naquela temporada, por sinal a primeira vitória da carreira, em Sepang. E na base da regularidade, se manteve na disputa.

    O mais curioso é que depois o Raikkonen ganharia, injustamente, uma idéia de que era um destruidor de carros por causa das constantes quebras em 2005.

    Publicado por Vitor, o de Recife | 06/04/2010, 3:08 pm
  184. POXA, FOI MAL. REPETIU UM MONTE.
    (Na próxima, espero ainda mais. Será que seria bom eu usar o NOTIFICAR-ME VIA EMAIL?)

    Alex-Ctba,

    Concordo com você. A coisa já ficaria mais apertada assim, só com oito lugares.
    Mas já que temos dez este ano… tou torcendo para o crescimento das equipes fora do G4.
    Também acho que a tarefa está na mão da Renault e da ForceIndia (mas falta alguma coisa na ForceIndia, desconfio que é o comportamento dos pneus).
    A Williams só por milagre. Já que o chassi parece bom, mas não salva o carro. E o motor parece confiável (os dois carros não trocaram motor ainda), mas não parece forte o suficiente.

    Abraços

    Publicado por Alexandre Pires | 06/04/2010, 3:14 pm
  185. O Rosberg tá na briga, assim como o Kubica, mas não acredito q Mercedes e Renault vão brigar pelo campeonato, tomara q eu esteja errado.

    Acredito q fica entre Red Bull, Ferrari e McLaren mesmo, o q já está ótimo, sendo q seria entre 05 pilotos, já q o Webber não parece ter força pra embolar.

    Vamos aguardar. O Livio Oricchio na coluna dele espera um passeio da Red Bull na China e na Espanha.

    Publicado por Alex-Ctba | 06/04/2010, 3:20 pm
  186. “Hoje, o campeonato de construtores nos informa que também Williams e ToroRosso têm carros competitivos.”

    Informa? Por que? Só por fazer essas equipes pontuarem? A diferença destas equipes para as demais é um verdadeiro abismo.

    Temos hoje quatro grandes forças na F1, mais ou menos nesta ordem: Red Bull, Ferrari, McLaren e, um pouco distante, Mercedes. Pontuação de cada uma:

    Red Bull: 66 pts. Porque é um carro veloz, mas frágil; porque tem um piloto de ponta e um segundo piloto irregular;

    Ferrari: 76. É a equipe mais constante, com uma das melhores duplas.

    McLaren: 66. Também tem um ótimo carro e uma dupla que rivaliza em força com a Ferrari.

    Mercedes: 44. Distância condizente com a força do carro em relação às outras 3. E o Schumacher está enferrujado…

    Pegue a última equipe do top 4 e compare com a Williams: 6 pontos, uma diferença gritante! Fora que as novas equipes e surpreendentemente a Sauber não fizeram um mísero ponto. E se você considerar que 8 das dez posições que pontuam premiam dos carros do top five, considerando a CNTP (lembra das aulas de química?) e que nenhum destes carros tenham problemas, restam apenas duas vagas para serem disputadas a tapas por Renault e Force India, as mais fortes do segundo pelotão, e Williams, Toro Rosso (que tem tudo para melhorar), Sauber…

    Publicado por Vitor, o de Recife | 06/04/2010, 3:27 pm
  187. Alex,

    A Espanha premia o melhor desing, eu apostaria na Red Bull mesmo. Inclusive, durante muitos anos existia uma tabu de que quem vencia em Barcelona ganhava o título. Não era mera coincidência…

    Alexandre,

    O que faltou para a Force India em 2009 foi downforce. Por isso que eles foram fabulosos em Spa e Monza e penaram em circuitos travados. Este ano eles melhoraram um pouco, vamos ver como se comportam em pista de alta.

    Publicado por Vitor, o de Recife | 06/04/2010, 3:32 pm
  188. A Renault pode ser a Force India dos circuitos travados… já imaginaram Kubica faturando a taça de Mônaco?

    Ross Brawn disse que espera uma vitória da Mercedes antes de junho; caso contrário, mudam o foco para 2011. Acho muito cedo, mas creio que ele esteja seguindo a receita da Honda que ao preparar o carro prematuramente humilhou a concorrência em 2009. E, claro, o carro de 2011 deve estar ao gosto do Schumacher…

    Publicado por Vitor, o de Recife | 06/04/2010, 3:37 pm
  189. Vitor, o do Recife, e Alex-Ctba,

    Já que lembramos o passado mais animadinho da Fórmula 1, me veio outra coisa à cabeça. Primeiro, o movimento de padronização da Fórmula 1 bancado por Mosley. Segundo, em 2003 havia dois fornecedores de pneus.
    Onde quero chegar? No seguinte: a Fórmula 1 não é mais divertida nos momentos em que havia menos padronização?
    Acho que competições padronizadas por lógica devem valorizar a regularidade. Logo, o sistema de pontuação deve reforçar esse objetivo.
    Mas como sabemos que o Mosley não alcançou seu objetivo (felizmente), nós estamos assistindo um sistema híbrido. Um pouco misturado.
    Penso que a Fórmula 1 terá de decidir que tipo de competição é.
    A competição naturalmente fica mais intensa se de fato houver competição entre componentes do carro. Hoje quase tudo é decidido pela aerodinâmica (o motor Renault sempre é a apontado, mesmo com ajustes, como inferior ao Ferrari e ao Mercedes, e mesmo assim o RB6 venceu com facilidade). A única coisa não padronizada será a carroceria?
    Hoje uma equipe não pode escolher privilegiar uma parte do carro em detrimento de outra. Isso era possível na década de 1980 e começo da de 1990.
    Talvez as coisas seriam assim (se fossem só uma questão de lógica), competições não-padronizadas premiam o máximo (velha Fórmula 1, A. Senna, por exemplo); já as padronizadas premiam a média (a Nascar).
    Pra resumir, eu gostaria de ver muitos pneus diferentes, câmbios diferentes, suspensões diferentes, motores, além é claro de chassis/carrocerias.
    Um carro é um sistema, sempre que você otimizar um aspecto, outro acabará por ser prejudicado: não dá pra ser o melhor de reta e o melhor de curva ao mesmo tempo.

    Abraços

    Publicado por Alexandre Pires | 06/04/2010, 3:49 pm
  190. Victor, o do Recife,

    “Informa? Por que? Só por fazer essas equipes pontuarem? A diferença destas equipes para as demais é um verdadeiro abismo.”

    Sim, é isto mesmo. Este é o meu ponto. O campeonato de construtores diz exatamente isso: que essas equipes conseguem pontuar no atual campeonato. Logo, na minha interpretação, isso pode ser traduzido como competitividade.
    Mas como você mesmo disse a diferença é gritante.
    Se a diferença é tão gritante por que elas aparecem com pontos?
    Era essa distorção que eu queria apontar. Pois todo mundo sabe que elas não são competitivas (ainda, talvez nunca).

    Por enquanto, eu vi apenas 6 carros competitivos. E 10 pilotos que conseguiram ser competitivos em algum momento. Alguns estão subindo, outros descendo.

    Abraços

    Publicado por Alexandre Pires | 06/04/2010, 3:56 pm
  191. Por enquanto, a Renault não poderia estar mais feliz com a indicação feita por Alonso para que contratassem o Kubica.

    Publicado por Alexandre Pires | 06/04/2010, 4:01 pm
  192. Rapaziada

    Em relação a questão da padronização. Os motores apesar de ter sido congelado em 18.000 giros, ainda assim, notam-se diferenças entre consumo e elasticidade. Então há diferenças entre Mercedes, Ferraris, Renaults e Cosworths.

    Em relação a pneus, no cenário atual, acho difícil voltar a “guerra dos pneus”, q ajudou a decidir o campeonato a favor do Alonso em 2005 principalmente. Duas grandes fábricas como Michelin e Bridgestone, não parece mais viável atualmente. A Michelin, segundo as notícias, exigiu concorrência, mas as empresas interessadas em ingressar na F1 seria moscas mortas para a gigante francesa. Não haveria competição inicialmente.

    A guerra de combustível, não trazem diferenças significativas e a FIA, padronizou a gasolina da F1.

    Soluções criativas como o F-Duct da McLaren, é q podem fazer diferença, assim como o espelho retrovisor de Ferrari, Red Bull, Force India e STR q já foram proibidos a partir do GP da Espanha, por conta de reclamação por segurança de alguns times e nem tanto pelo ganho em performance.

    E sim, por enquanto, o q vai fazer diferença é a aerodinâmica e os pilotos

    Publicado por Alex-Ctba | 06/04/2010, 4:40 pm
  193. Alexandre Pires, concordo sobre a constante padronização da F1. O grande diferencial da categoria sempre foi a liberdade criativa dos construtores, que ainda existe, mas em um campo mais limitado.

    Publicado por Vitor, o de Recife | 07/04/2010, 12:20 pm
  194. Alexandre Pires, concordo sobre a constante padronização da F1. O grande diferencial da categoria sempre foi a liberdade criativa dos construtores, que ainda existe, mas em um campo mais limitado.

    Sobre o sistema de pontuação, temos que levar em consideração o seguinte: a diferença de uma equipe “top” para uma mediana atualmente não é menor do que o início dos anos 90? Um confronto entre os tempos de classificação e das distâncias entre os carros nas corridas da época é necessário para embasar essa tese, quando tiver mais tempo o farei. É um paradoxo curioso: temos a impressão que as corridas eram melhores mesmo os carros sendo mais desiguais (a confirmar).

    ………………………………………………………………………………………………………………………………………………….

    Alex, veja que ironia… o último boato que vi sobre a nova fornecesora de pneus da F1 aponta para a… Michelin!! Vou dar uma conferida na fonte, se não me engano vi no blog do James Allen, que não estou conseguindo abrir aqui.

    Publicado por Vitor, o de Recife | 07/04/2010, 12:40 pm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: