//
você está lendo...
ARTIGOS

Investigando o caso ‘Porcaria’

IMAGEM: Williams F1/Divulgação

Vamos fazer um exercício de interpretação semiótica. Prestem atenção em como a imprensa e blogueiros reagiram à declaração de Rubens Barrichelo, em que o brasileiro sugeriu, em tom de brincadeira, que o seu carro é uma porcaria:

O Fábio Seixas, no UOL:

“Aliás, também não entendo como Barrichello ainda dá entrevistas após os GPs, quando ainda está sob o efeito das emoções da pista. Historicamente, foi nessa condição que soltou algumas bobagens históricas. Em 2000, ao fim do GP de San Marino, quando disse que “até minha avó ficaria em quarto com este carro”, foi proibido pela Ferrari de falar com repórteres imediatamente após as provas. Quebrou a regra em Mônaco-2005, quando atacou Schumacher, que o havia ultrapassado na última volta. Foi o início de seu fim na escuderia.”

O meu texto preferido vem do portal Terra:

“A paciência de Rubens Barrichello com a Williams durou apenas três corridas. (…) Nem mesmo a reação e o 12º lugar (fora da zona de pontuação) foram suficientes para amenizar as críticas contra o trabalho desenvolvido pela equipe.”

De leve, o Capelli também tocou no assunto:

“Assim como achei de mau gosto dizer para a televisão, ainda que de brincadeira, que seu carro é uma porcaria. Com 200 anos de F1, já deveria ter aprendido o que se deve e o que não se deve dizer com um microfone aberto.”

Flávio Gomes, claro, não ficou de fora:

“Uns acharam que não teve nada demais; outros, como eu, acharam que ele foi infeliz, porque dependendo de como a informação chega à cúpula do time, pode pegar mal. Imagino como seria se, em tom de brincadeira, Patrick Head chamasse Barrichello de “a porcaria do nosso piloto, que não consegue largar…”

Agora, por favor, prestem atenção na dita entrevista de Barrichello dada à Globo no pós GP. Atentem à face do Rubens, no clima dos pilotos brasileiros e, principalmente, no contexto em que a declaração e a palavra “porcaria” são ditas pelo brasileiro.

Sejam sinceros e respondam se todo esse forrobodó em torno do que ele disse é necessário e, principalmente, relevante.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Discussão

72 comentários sobre “Investigando o caso ‘Porcaria’

  1. Acabei de responder comentários no meu blog quando vi no leitor de feeds que você finalmente tinha escrito sobre o assunto. Estava esperando por isso. Estou surpresa com as coincidências. Também ando lendo muito sobre lingüística ultimamente…

    Publicado por Aline Rodrigues | 07/04/2010, 10:48 am
  2. É claro, naturalmente, que tão enchendo o saco a troco de nada. Imprensa esportiva é mesmo uma bosta. E olha que a brasileira ainda não tá tão escrota quanto inglesa e espanhola. Mas a galera aqui capricha às vezes.

    Publicado por zerodoisum | 07/04/2010, 10:54 am
  3. Foi de brincadeira, mesmo… Mas, sabemos como são as pessoas, e basta ter noção e bom senso pra saber como portar-se diante de um microfone.

    Não vi maldade de Rubens, mas não soube escolher as palavras. Eu que sou bobo, quando ouvi, já sabia o que ia dar…

    Publicado por Alcides Tavares | 07/04/2010, 10:56 am
  4. Aline – Acabei de ler seu post e os comentários por lá e acho que foi “transmimento de pensasão” mesmo…

    Publicado por Becken Lima | 07/04/2010, 11:03 am
  5. Becken,

    Os reporteres que estavam la , viveram a situacao e nao escreveram nada vide Livio, Ico e Felipe Motta ( que escreveu algo hj mas justamente colocando tudo dentro do contexto ).

    Agora a divisao Contigo , Caras e TI TI TI da F1 , FSeixas, Victor MArtins, FGomes e Terra que nunca acompanham um GP in loco , que nunca estao ao lado dos pilotos em um corrida buscam criar situacoes ou inventar furos de reportagem enfim , nao sao muito dignos de confianca.

    Nao estou defendendo o Barrichello que jah deu N declaracoes desastrosas, mas igual muitas delas sao colocadas fora do contexto ou tem um conteudo subjetivo.

    Vc sabe que na epoca da Radio Bandeirantes o Barrichello brigou com o FabioSeixas no ar e ele era o reporter de campo do Flavio Gomes e desde entao o Narigudo sempre que tem uma chance manda pau no Barrichelo as vezes ateh eh meio gratuito.

    Acho que nao vale muito a pena levar a serio as declaracoes do Barrichelo assim como nao vale muito a pena comentar o que esses pseudo especialistas da F1 brasileira escrevem.

    Publicado por Fernando Piccione | 07/04/2010, 11:09 am
  6. Existem dois agravantes neste mais novo caso de descontrole verbal do Barrichello:

    -Seu passado o condena pela compulsão em falar m.

    -Naquele momento ele estava claramente tentando uma cortina de fumaça para mais uma falha grosseira no procedimento de largarda, provavelmente causada por imperícia.

    Existe uma palavra chave para a vida de qualquer profissional: postura. E esta linha de programa faltou no firmware do Rubinho. Ele é um bom piloto porém um indivíduo com personalidade simplória.

    Publicado por Mauro Brisola | 07/04/2010, 11:10 am
  7. Entrevista besta e respostas bestas…

    Publicado por Will | 07/04/2010, 11:11 am
  8. Cortina de Fumaça??? acho que não hein brisola… foi brincadeira dele mesmo.

    Piccione, o pior de tudo, é que o Fgomes já acompanhou GPs inloco. Isso que é desesperador.
    E o Felipe Motta, falou disso no Domingo mesmo, nos seus áudios. Inclusive essa entrevista, eles deram pro Carlos Gil e por Felipe Motta ao mesmo tempo.

    Tem até uma entrevista com o prórpio Barrica depois disso ele explicando isso. E depois vaza um áudio no fundo com o Bruno Senna passando e “zoando” o Rubens. O clima entre eles parece ser muito amistoso. O que é terreno pra este tipo de brincadeira.

    Fernando

    Publicado por Ffigueiredo | 07/04/2010, 11:26 am
  9. O q eu vi (ouvi) foi o Barrica fazendo uma brincadeira com o Di Grassi, meio q naquela humildade sabe? Qdo vc tem alguma coisa melhor q o teu amigo e vc diminui a tua pra não deixar teu amigo pra baixo?

    Tb acho q ele estava um pouco decepcionado com o carro e com sua largada (ou falta dela). Um problema recorrente, q suscita dúvidas no próprio e este começa a questionar se o problema não é com dele Barrichello e não dos sistemas de largada da Ferrari, Honda, Brawn e agora Williams. Não é o caso de configurar o sistema de partida para um nível mais seguro e menos arrojado?

    Na terceira corrida ele tomou o tapa da realidade e sabe q em condições normais sua luta é pelo 13º lugar, já q Renault e Force India estão a frente da Williams nesse momento. O q vier dessa posição para cima, é lucro e o trabalho para alcançar a condição de brigar pelo 9º lugar legitimamente vai ser árduo, visto q depende de melhorias aerdinâmicas na FW32, já q o Cosworth é isso mesmo q a gente viu.

    Ou contar com corridas malucas, o q parece muito pouco atualmente, pra quem lutou pelo campeonato na temporada passada.

    Publicado por Alex-Ctba | 07/04/2010, 11:26 am
  10. Fiquei preso no Askimet.
    Que Askimer#@$&*….

    Fernando

    Publicado por Ffigueiredo | 07/04/2010, 11:28 am
  11. http://www.oconsumidoremdebate.blogspot.com

    O video é bem claro quanto ao tom ‘descontraido’ da conversa, ele estava enaltecendo a liderança do Massa, no campeonato, e dizendo que ele e o Di Grassi precisavam melhorar…só que foi em tom ‘barrichelliano’, daí, já viu, né?
    o Flavio Gomes sintetizou o fato: foi uma piada, mas que pegou mal…só isso. Só que quando se fala o que quer, se ouve o que não quer. Imagina mesmo se os patrões dele disserem que a ‘porcaria do piloto’ não terminou a prova…
    O problema maior é que tudo aconteceu com o ele, sempre ele, qualquer coisa que diga sempre será levada pro mau caminho e nisso ele tem culpa, ajudou a construir essa ideia que todos tem do seu caráter, apesar de ser um excelente piloto, na minha opinião.

    Publicado por Edgard | 07/04/2010, 11:37 am
  12. Tem que respirar fundo… muito fundo pra aguentar esses “censores vitalícios” do Barrichello.

    Deixem o cara falar o que quiser. Entra ano e sai ano na F1, a moda primavera-verão-outono-inverno é meter a língua no veterano.

    Será que ninguém enxerga a quantidade de pautas interessantes que existem na F1 para darem atenção ao que o cara fala ou deixa de falar? Vamos ser criativos, minha gente.

    Publicado por Daniel Gomes | 07/04/2010, 11:41 am
  13. Mais uma da série “Sacadas Pitorescas da Hispania” #3, desta vez em alusão a Rubens:

    http://colunas.globoesporte.com/bolanascostas/2010/03/31/volante-do-rubinho/

    Ri demais com a legenda!
    ____________________

    Acho que o Rubinho é isso aí. Depois de tanta coisa, tá pouco se #@%$^!* pra que os outros pensam. E faz tempo. Só a gente ainda não percebeu que por mais que ele seja criticado, e por mais que mereça algumas destas críticas, isso não significa nada pra ele, já que no fundo no fundo ele sabe que foi um engodo, e brinca com a própria torpeza.

    Ainda mais na fase atual em que vive. Um veteranão. Um ex-piloto em atividade ainda puxando U$ a rodo.

    Publicado por Iomau | 07/04/2010, 11:52 am
  14. Becken Lima boa tarde mais uma vez.

    Na minha opinião pessoal, o que me chateou não foi por chamar de porcaria o carro da Willian, ja que aquilo foi mesmo em tom de brincadeira. Mas o mais preocupante foi por ter dito recentemente que os Brasileiros estão na idade da pedra e que nunca vão evoluir e vão evelhece sem evolução. Estas palavras foram ditas não em tom de brincadeira mas sim conscientemente.

    Caro Becken eu acho que este é o assunto que deveria ser aqui discutido e não aquilo que todos ja estão conscio de que foi uma brincadeira.

    Ruben tambem não pode comparar o piloto Indiano que se está a estrear numa equipa que nem pernas tem para andar, é logico que o facto do piloto Indiano ter chegado na 15 posição é um motivo de aplausos, ja que o carro ligou os motores pela primeira vez na Australia, na prova inaugural, ele não pode fazer esta compração de que se o piloto Indiano foi aplaudido ele tambem merece aplauso. Eu não sei como voces Brasileiros ainda aguentam este cara. Tenho que admitir que voces são muito pacientes. Imaginem desde 1993 ate 2010 quantos anos se passaram sempre na falsa expectativa? Me digam, este cara titulo é que ja não vai vos dar.

    É que eu digo. Para Ruben ser campeão tem que haver 4 possibilidades:

    1- HUGO CHAVES PRESIDENTE DOS ESTADOS UNIDOS DA AMERICA.

    2- KIMI RAIKKONEN FAZENDO UM PROGRAMA TELEVISIVO PARA SA CRIANÇAS.

    3- OSAMA BIN LADEN EM PASSEIO EM PLENO DIA EM NOVA YORK SEM SER INCOMODADO PELAS AUTORIDADES LOCAIS.

    4- HAITI POTENCIA MUNDIAL

    Publicado por Edgas Mutute | 07/04/2010, 12:01 pm
  15. Edgas – A nota do Rubens não foi direcionada ao “Povo Brasileiro,” mas só à imprensa.

    Publicado por Becken Lima | 07/04/2010, 12:03 pm
  16. O engraçado é que enquanto Flávio Gomes e outros criam audiência para seus espaços na internet (e meter pau no Barrica é audiência certa), a Williams veio com essa:

    Williams trabalha para melhorar largadas

    http://tazio.uol.com.br/f-1/textos/17508/

    Considerações:

    1) Não deve ser coincidência o Barrichello largar tão mal. Na Brawn era o mesmo problema, logo…

    2) Só que a equipe não queimou o piloto, ao contrário da imprensa, o que demonstra que o Rubens tem crédito e ninguém ligou para a brincadeira. E mais: Hulkemberg também largou mal, o que pode também não dizer muita coisa, já que é um novato. De qualquer forma, se considerarmos que não há problema com o sistema de largada, a equipe preservou os pilotos e creio que isso diz muito.

    Publicado por Vitor, o de Recife | 07/04/2010, 12:07 pm
  17. Edgas

    Pelo teu comentário acima, vc acabou de deixar claro q o q incomodou vc não foi a declaração do Barrica e q vc é apenas mais um dos milhares de Barrichello haters q povoa o Universo da F1.

    Publicado por Alex-Ctba | 07/04/2010, 12:16 pm
  18. Não tinha visto as imagens da entrevista, apenas o som. Como o post trata de semiótica, vou responder também em termos semióticos.

    Aqueles que se sentiram incomodados com a fala de Rubinho registraram ela apenas no conteúdo simbólico, ou seja, nas palavras. A entonação, a relação de cumplicidade que ele estabelece com Lucas di Grassi ao bater no ombro dele e outros sinais, apreesíveis extra-simbolicamente (não podem ser transcritos de forma literal), deixam claro um contrato coloquial, bufônico que ele agrega à mensagem.

    Eu esperaria uma reação negativa do público como essa, talvez, dos ingleses, nórdicos, enfim, de sociedades que usam menos recursos extra-simbólicos na comunicação. De brasileiros, jamais.

    Publicado por Daniel Médici | 07/04/2010, 12:38 pm
  19. Becken,

    O Barrichello também tem o direito de brincar, de falar, de desabafar e de reagir, até mesmo xingando. Afinal ele é o piloto que mais apanha que eu já vi na F1. Nós somos implacáveis com ele, humoristas fazem piadas etc. Por quê? Porque ficamos putos – gostaríamos que ele fosse melhor. Frustração nossa que colocamos nossa felicidade à cargo de outrem, como se essa bisca não fosse obrigação pessoal nossa.

    Na verdade, ele não nos deve satisfação alguma.

    Se o carro é realmente uma porcaria e ele teve a infelicidade de dizer isso em público, foi um ato besta, mas não é mentira.

    Da mesma forma, se a equipe falar que ele também é uma porcaria de piloto, será ridículo, mas também não será mentira.

    Barrichello e da equipe que se entendam.

    Abs.

    Publicado por Anselmo Coyote | 07/04/2010, 12:44 pm
  20. É irritante,

    Mas parece que Barrichello é aquele cara que pode fazer todas as merdas que quiser que sempre vai ter alguém para defendê-lo. Ele é o idiota gente boa da F1, o bobo da côrte, o deficiente mental que merece o perdão eterno pelos seus erros, isso tudo sendo o mais experiente dos pilotos da história da F1, com mais de 260 GPs nas costas.

    No caso em questão, é lógico que ficou evidente que ele estava “brincando”, o único porém disso tudo é que certas brincadeiras devem ser evitadas a todo custo, principalmente em rede nacional de televisão, para o mundo inteiro ouvir, inclusive Frank Willians.

    Me desculpem os defensores do nosso Piloto Slot (aquele deficiente mental bonzinho do filme Goonies), mas se fosse eu dono de equipe, não ficaria satisfeito em ver meu piloto mais experiente, aquele em que eu deposito a confiança para o desenvolvimento do carro, dizendo isso do carro, ainda que fosse em tom de “brincadeira” (de péssimo gosto).

    Acho que todos com um mínimo de inteligência entendem que a F1 é hoje um mundo onde a imagem vale tanto quanto os resultados em pista. Não é a tôa que Hamilton, apesar de suas imensa qualidades como piloto, é um cara que tem rejeição de muita gente, sua repetidas cagadas sempre ofuscam um pouco seu brilhantismo. É aquela estória: “Não basta ser honesto, tem de parecer honesto”.

    Nesse sentido, chamar seu próprio carro de “porcaria” não é uma atitude muito inteligente e nem um pouco profissional. Ao fazer isso Barrichello demonstrou apenas uma coisa que, infelizmente, todo mundo já desconfiava: Ele é sem dúvida o piloto mais imbecil que já guiou um F1, mescla comportamentos altamente profissionais com outros onde parece ser uma criança de 05 anos, em síntese, parece sofrer de alguma espécie de retardo mental que só se manifesta, curiosamente, quando ele está em uma posição desfavorável (deixando claro, quando começa a tomar pau do companheiro de equipe).

    O pior é que os defensores do nosso Slot querem tentar desqualificar a opinião de quem achou isso um absurdo dizendo que se trata de conversa de comadres fofoqueiras, que existem coisas mais importantes para discutir.

    Pois bem, em qualquer empresa séria deste mundo, se um executivo ou funcionário chamar o produto final de porcaria (mesmo na brincadeira) será advertido para não repetir o erro, e garanto a todos que sob pena de demissão, portanto, vocês podem até achar isso uma atitude normal, mas, entendam que muita gente não acha.

    De qualquer forma, em uma coisa os defensores de Barrichello tem razão, quem tem de achar alguma coisa de verdade é o patrão dele, quem paga seu salário. Se Frank Willians está satisfeito em saber que produz porcarias, não serei eu, pobre telespectador da F1 que irei tentar mudar suas convicções, é o merecido retorno que ele ganha por ter contratado o “experiente” Barrichello, eterno competidor da F1, felizmente, jamais vencedor.

    Publicado por ccregazzoni | 07/04/2010, 12:47 pm
  21. Amigos, imaginem se o director tecnico da Willian, Sam Michael dissesse por brincadeira: Nós temos uma porcaria de piloto que nem consegue arrancar o carro no inicio da corrida.

    Publicado por Edgas Mutute | 07/04/2010, 12:57 pm
  22. Curioso…
    São sempre os mesmos ditos repórteres quem criticam o Rubens né???
    Veja se Becken, Felipe Motta, Ico e Victor Martins, que estão sempre e in loco fazem isso?

    Não… Nunca fazem, e quando criticam, o fazem de forma construtiva, como deve ser feito!

    Não lembram que Fábio Seixas publicou no Estadão a aposentadoria do Barrichello?
    Gomes sempre o criticou abertamente… Deve ser pq ele é dublê de piloto…
    Incrível…
    É sempre a mesma curriola…

    Sinto muito, ultimamente poucos são os blogs e sites de aumobilismo que prestam e são imparciais…

    E felizmente, o seu se encaixa neste poucos…

    Qualquer ser são e não tendencioso, entende que aquilo foi uma baita brincadeira apenas olhando para os resultados… Sem avaliar a parte técnica do carro ou da equipe…

    É triste ver este tipo de manchete…

    Mas, infelizmente tem gente assim, né?

    Aconselho a todos, que leiam este texto do Becken e o do Felipe Motta do DFDP…

    Garanto que isso sepulta esta ridícula discussão…

    Parabéns pela lucidez…

    Fábio Leite

    Publicado por Fábio Leite | 07/04/2010, 1:03 pm
  23. Iomau,

    Os botões 6, 17 e 18/19 são demais!!!

    Publicado por Will | 07/04/2010, 1:17 pm
  24. “De qualquer forma, em uma coisa os defensores de Barrichello tem razão, quem tem de achar alguma coisa de verdade é o patrão dele, quem paga seu salário.”

    Corretíssimo

    O Piquet tbém falou que o Lótus era uma porcaria.

    Cada um sabe o que é e onde pisa. Inclusive o Frank Williams.

    Abs.

    Publicado por Anselmo Coyote | 07/04/2010, 1:21 pm
  25. Volto a repetir que admiro RB desde o tempo que ele, ainda molequinho, dominava o kart por aqui.

    Mas certamente uma obra muito interessante para o anedotário da F1 seria uma compilação em texto ou vídeo de todas as abobrinhas dele que foram ao ar durante sua longa carreira. Certamente garantiria mais um recorde.

    Não há nada de perseguição ou demérito em tratar dos deslizes do Barrica. Fato é que ele, de boca fechada, é o maior poeta que a F1 já teve.

    Publicado por Mauro Brisola | 07/04/2010, 1:27 pm
  26. Irmão Anselmo Coyote, pois bem se Rubben dependesse destes factores que acabaste de citar ja estaria na Rua ha muito tempo………………………………..

    Publicado por Edgas Mutute | 07/04/2010, 1:27 pm
  27. ccregazzoni,

    Só pra adicionar a informação correta no seu post, Barrichello completou até agora 277 GPs, ok?

    Quanto a esse papo insuportável, não é como se Frank Williams não soubesse como funciona a cabeça da pessoa Rubens Barrichello. Williams não é nenhum idiota, como tb não o era Brawn, Stewart e Jordan.

    Todo mundo no paddock deve saber exatamente quem é a pessoa Rubens Barrichello. Chato, falastrão, mau piloto, quer vc queira ou não, foi a ele que o paddock em peso aplaudiu na vitória de Valência ano passado, a vitória mais completa do ano, diga-se de passagem.

    Eu não conheço o cara e tenho certeza que vc tb não, mas um meio naturalmente excludente e impiedoso como a F1 trataria de expurgar seus cânceres o mais rápido possível.

    Se os defensores de Barrichello são chatos e repetem o disco o tempo todo, mais chatos ainda são seus detratores que começam a cornetagem e depois reclamam do fã-clube enchendo o saco.

    Se quem odeia o cara arrumasse outro osso pra roer, a vida seguiria tranquila, com ou sem Barrichello na F1.

    Agora acredite, quanto mais gente ignorante igual a vc mete o cacete sobre o que o cara fala ou deixa de falar na entrevista depois da prova, mais ele se empenha pra continuar na F1 por mais 15 anos.

    E quer saber? Não duvido que ele consiga exatamente o que quer.

    Publicado por Daniel Gomes | 07/04/2010, 1:34 pm
  28. Will, é um melhor que o outro.
    Meus preferidos são:

    8/9 – Forçar motor para explodir;
    11 – Seletor de problemas no carro;
    21 – Rádio toca-fitas;

    Agora, 6 – Microfone para vender pamonha realmente é sensacional.

    Publicado por Iomau | 07/04/2010, 1:46 pm
  29. Imaginem se este ano Barrichello estivesse ao volante do carro da Hispania, como é que ele chamaria este carro?

    Por favor respondam-me…………………

    Publicado por Edgas Mutute | 07/04/2010, 2:01 pm
  30. Ele chamaria o carro de “Edgas Mutute”.

    Publicado por Daniel Gomes | 07/04/2010, 2:19 pm
  31. KKKKKKKKKKKK

    Publicado por Alex-Ctba | 07/04/2010, 2:24 pm
  32. Daniel Gomes, o teclado mais rápido do oeste rsrsrs

    Publicado por Alex-Ctba | 07/04/2010, 2:26 pm
  33. MRT Mutute Racing Team

    Publicado por Alex-Ctba | 07/04/2010, 2:27 pm
  34. Boa tarde a todos,

    Concordo com quem acha que foi exagerada a ênfase dada, por alguns jornalistas, a esse fato.

    A verdade é que Rubens vende. E vende muito, gera audiência em sites e blogs; justifica cotas de patrocínio. Os jornalistas citados sabem, há muito tempo, disso e exploram ao máximo todos os assuntos, possíveis e imaginários, sobre Barrichello. Existia no blog do Flávio Gomes um “ranking” de posts mais comentados, e Rubens Barrichello estava na maioria deles.
    Rubens já falou besteiras condenáveis na vida. No caso da Malásia, ele foi o Rubens, pessoa, que sempre é, brincalhão como diz ser. E alguns viram, mais uma vez, uma mercadoria para ser vendida. Uma pena.

    Defendo que isso tem a ver com a oportunidade que parte da imprensa encontra para “punir” Barrichello por ter sido o “pupílo” de Senna, o “eleito Global”. Mas isso é uma outra história. Abraços!

    Publicado por Marluws Costa | 07/04/2010, 2:34 pm
  35. Gente, o cara tava tirando onda… Por favor…

    E o pior de tudo é o Barrichelo (fosse o Alonso eu até entenderia)… Nem sei pq a imprensa ainda dá ibope pro que esse cara fala ou deixa de falar… incrível…

    Publicado por iDavid | 07/04/2010, 3:18 pm
  36. acho que o Brasil inteiro teria que fazer análise para descobrir a origem dos problemas mal resolvidos com relação a Barrichello…

    ele é a personificação do antigo complexo de vira-lata do brasileiro né?

    Publicado por Edson Framil | 07/04/2010, 3:47 pm
  37. Coyote, tem o caso clássico de um campeão demitido por ter falado mal da equipe: Alain Prost, que disse que o carro da Ferrari era um caminhão. Em vez de baixar a cabeça e trabalhar com afinco e humildade, a equipe quis “salvar” uma honra surrada e fez o que menos precisava naquele momento: demitir um dos melhores pilotos da época, inclusive o melhor desenvolvedor de carros. Resultado: ficou no limbo até 2000, depois de ter contratado novamente um piloto de ponta em 1996.

    Não acho nem que a equipe “tolera” o Barrichello, eles sabem quem contrataram. Sabem de suas virtudes e deficiências e não devem ter ligado para a brincadeira, que parece ter sido só tirada do contexto aqui no Brasil, onde tem um mundo de gente que tem o estranho hábito de descarregar suas furstrações em gente que nem conhece. O Barrichello é um exemplo manjado, mas se quiserem confirmar essa tese, dêem uma olhada nos blogs de F1 pela internet e vejam que as “brigas de torcidas” sobre a preferência de piloto A ou B envolvem “argumentos” bem distantes dos fatos das corridas. O próprio Massa é alçado da condição de Deus supremo do automobilismo ao pior piloto a guiar um F1 na velocidade de intervalo de um GP ao outro…

    Publicado por Vitor, o de Recife | 07/04/2010, 4:00 pm
  38. Incrível… Becken falou a mesma coisa que eu falei, (e saí por aí nos blogs da Aline e do Felipe Maciel falando p/ Groo )que o Daniel Gomes falou…

    O Felipe Mota fez uma coisa que eu não esperava, mas fez certíssimo, que foi o de dar espaço a Rubens esclarecer a coisa in loco, e o cara claramente deixou claro até o contexto da brincadeira.
    Inclusive lembro do ano passado , no episódio em que o Rubens criticou a equipe no ano passado por causa do pit stop lento e da troca de posições na Alemanha para citar exemplos em que Barrichello errou, de fato, criticando sério e esquentado. E errou mesmo, até mesmo p/ quem torce p/ Rubens foi claro demais.

    O que dói é a falta de criticidade ao ponderar as coisas. Saber quando é algo de fato questionável, quando algo não vale a pena, ver pontos positivos e negativos. A atribuição simbólica a que se dá ao nome Barrichello traz tons negativos pré-concebidos e ruminados antes mesmo de avaliar a própria posição diante de um fato. A atribuição simbólica existe, tudo bem. Ele ajudou nisso, ajudou. Mas isso não elimina o perigo da falta de criticidade, da perseguição descabida, impensada.

    É incontestável: a coisa só repercute por aqui. Só por aqui. Ninguém mais vai sair perdendo a cabeça e o tempo analisando se Barrichello brincou ou não, se isso vai pegar mal p/ time ou não. Não interessa. Quem resolve é Williams, que já o elogiou duas vezes esse ano, a Michael, quue também o elogiou e eles contam com o piloto. E para o piloto, o que mais importa são eles, no fim das contas,que decidem os rumos no momento de sua carreira.

    Muitos aspectos da F1 que estão acontecendo neste momento não estão sendo debatidos pq estamos aqui. O fato de Bernie querer colocar a todo custo corridas em Nova Jersey ou em Sochi, na Rússia, em detrimento de pistas européias boas para a diisputa, em detrimento do circuito do Algarve, que dá de 10 a 0 nos tilkódromos, e estamos aqui nessa discussão sem pé nem cabeça.

    Merecem nota o comportamento do Marcão, torcedor convicto da Williams, que não saiu por aí fulizando Barrichello a troco de nada. E do Coyote, cara que detesta o Barrichello, pelas razões dele, mas que fez uma colocação muito contundente.

    E o teu, Becken, pq apesar de tu se derreter pelo Hamilton (como piloto =P) e pela Maclaren, vc mantém como sempre o alto nível de análise.

    E ao Daniel Gomes, pelas cortadas mais “seguras” que eu já vi em mto tempo!!!

    Publicado por Ridson de Araújo | 07/04/2010, 4:04 pm
  39. Bom comentário, Vitor.

    Agora, olhem o contraste entre o que a imprensa no Brasil anda pondo em discussão é o que a Williams acha de Barrichello:

    Rubens is ‘really special’ – Williams

    Williams technical director Sam Michael says Rubens Barrichello has been a revelation to him and the team this year.

    [Sam] Michael says Barrichello’s wealth of experience and the quality of his technical feedback have already proved huge assets to Williams as it attempts to make progress with the FW32.

    “The guy’s got so much experience and that helps [rookie team-mate] Nico [Hulkenberg] as well,” said Michael over the Sepang weekend.

    “It’s still early in the season, but I have to say he’s one of the best drivers I’ve ever worked with.

    “He’s got such a big database – for every two camber change tests Nico’s done, Rubens has done 100 of them.

    Williams technical director Sam Michael says Rubens Barrichello has been a revelation to him and the team this year.

    The 37-year-old veteran joined the Oxfordshire-based squad this season, swapping seats with the Mercedes-bound Nico Rosberg, and has scored points in two of the three races held so far.

    Michael says Barrichello’s wealth of experience and the quality of his technical feedback have already proved huge assets to Williams as it attempts to make progress with the FW32.

    “To be honest, I haven’t worked with anyone as good as him since working with [Heinz-Harald] Frentzen and [Damon] Hill when I was back at Jordan 12 years ago.

    “That’s the last time I worked with guys of his calibre, he really is so impressive.

    “We thought he would be good, but he has far exceeded our expectations of what he would be like – and that goes for everyone in the team, Adam [Parr], Patrick [Head], Frank [Williams] and myself.

    “The guy’s just on a really special level.”

    (…)

    Michael said Barrichello’s savvy and experience were particularly valuable during the rain-hit Sepang qualifying session last Saturday.

    “Rubens was very useful – his calls on tyres were all correct,” he said.

    “I was panicking going into Q2 with both cars on intermediates, it was only [Vitaly] Petrov, Michael [Schumacher], Rubens and Nico on inters – the other cars were all on wets, so I was pretty worried about it.

    “When Rubens first went out of the pit lane, he said ‘damn, it is very wet’ and then he got to turn seven and said ‘we’re definitely on the right tyre’.

    “So he knew that on his out-lap, and I was comfortable.”

    — O Rubens é o melhor piloto com que ele trabalhou até agora
    — Tem ajudado muito o “Hulk”
    — Ele é um banco de dados ambulante
    — Sem ele em Sepang, a equipe talvez não tivesse passado para o Q3 na Malásia por que foi ele quem pôs o traseiro na reta — literalmente — e saiu na chuva primeiro para sentir as condições de pista

    LINK: http://www.itv-f1.com/News_Article.aspx?id=48180&PO=48180

    Publicado por Becken Lima | 07/04/2010, 4:10 pm
  40. Ele falou besteira mas…

    Quem nunca falou uma “porcaria” e mesmo em tom de brincadeira pegou mal e houve alguma repercussão negativa ?

    Eu já disse tantas.

    Que nossa imprensa de escritório e blog é péssima ele tem razão, mas mesmo nesse ambiente tosco pra um jornalista de F1 tem bons profissionais que merecem respeito por parte do piloto, que se está irritado com alguns desses dê os nomes e reclame diretamente com eles. Mas cai na besteira de repercutir suas mancadas, deveria já ter aprendido que esses “marginais” da imprensa querem é isso mesmo, deturpar o ele fala.

    Como diziam eu era criança (e isso faz tempo) quando não ligamos para o apelido que nos dão, ele não pega (como eu ligava pra todos, todos pegaram, demorei a aprender), o mesmo vale o Barrichello, deixe de repercutir sua próprias besteiras que eles lhe esquecem.

    ____________________________________

    Notícia fresquinha de bastidores, a Mercedes vai se unir a Renault.

    Renault vai usar motores Mercedes e a Mercedes chassis da Renault.

    Já pensou a baratinha da Renault de prata e a Mercedes de abelha ?

    http://www1.folha.uol.com.br/folha/dinheiro/ult91u717281.shtml

    :)..

    Publicado por Claudemir Freire | 07/04/2010, 4:10 pm
  41. Vou tratar desse tema como ele merece. Uma reportagem investigativa, séria, sobre a repercussão da declaração de Rubens dentro da equipe e os rumos que as coisas tomaram após a mesma. Uma verdadeira pá de cal sobre o assunto!

    WILLIAMS DIVULGA CAUSA DE PROBLEMA ENFRENTADO POR BARRICHELLO NO GP DA MALÁSIA.
    A Williams divulgou imagens da peça que provavelmente tenha dificultado a largada do piloto Rubens Barrichello. Trata-se de um simples rolamento, que engrossa uma situação recorrente na F1: uma pequena peça de U$ 0,50 danifica um carro de milhões.

    Foto da peça aqui:

    ________________________

    WILLIAMS CONTRARIA FIA E PROMOVE TESTE SECRETO.
    A Equipe de Sir Frank Williams promoveu nesta segunda-feira um teste privado. O piloto Nico Hulkenberg, a bordo do carro #2 se saiu muito bem, deixando o novato piloto de testes Valterri Bottas (#4) em meio a emocionante disputa entre Barrichello e o convidado Nelsinho Piquet, os quais pilotaram os carros #3 e 5 respectivamente.
    A FIA não se pronunciou até o momento sobre o teste proibido.

    Imagem aqui:

    ________________________

    FRANK WILLIAMS DECIDE SEGUIR PASSOS DA MCLAREN E CRIAR UMA DIVISÃO DE CARROS ESPORTIVOS SOB A CONSULTORIA DE RUBENS BARRICHELLO.
    Fotos do lançamento dos “concept cars” aqui:

    P.S.: Rubens, não me agradeça. Apenas me contrate como seu assessor de imprensa.

    Publicado por Iomau | 07/04/2010, 4:18 pm
  42. Valeu Becken, melhor ainda do que o post.

    Publicado por Will | 07/04/2010, 4:32 pm
  43. “Agora acredite, quanto mais gente ignorante igual a vc mete o cacete sobre o que o cara fala ou deixa de falar na entrevista depois da prova, mais ele se empenha pra continuar na F1 por mais 15 anos.”

    Prezado Daniel Gomes,

    Eu, em momento algum me referi a você ou qualquer outro comentarista, desse ou de qualquer outro blog, como “ignorante”, pois, apesar de discordar veementemente de alguns, tenho respeito pela opinião de todos aqui.

    Não conheço pessoalmente ninguém, portanto, não poderia fazer juízo de valor sobre quem não conheço, seria odioso e leviano.

    Minhas críticas ácidas, duríssimas e contundentes, se tanto, são direcionadas às equipes, pilotos e dirigentes da F1, todos figuras públicas que estão expostas e tem de aceitar esse tipo de intervenção, uma vez que a F1 é esporte transmitido para todo o mundo com a finalidade de que seja vista e discutida pelos seus admiradores.

    Ademais, tais críticas, por mais ácidas e duras que sejam, expressam minha opinião pessoal e não necessariamente a verdade dos fatos, em síntese, o fato de eu considerar Barrichello um perfeito imbecil, quase um deficiente mental (que me perdoem pela comparação os deficientes), não quer dizer que ele o seja, é apenas minha opinião com relação à ele calcada nos fatos que ele protagonizou durante o exercício de sua profissão como piloto de F1, e que fique claro, somente enquanto piloto de F1, ou seja, enquanto figura pública, nada tendo a ver com a sua vida pessoal.

    Quanto ao fato de Barrichello continuar na F1 após mais de 17 anos, digo de coração que, se ele ainda está lá, é porque gente que entende muito mais de F1 do que eu acha que vale a pena apostar nele, então, concluo que ele deve ser parabenizado porque sua permanência se dá exclusivamente por mérito e não por qualquer outro motivo.

    Ainda assim, em que pesem sua qualidades, continuo considerando Barrichello um piloto mediano (nunca, sequer, liderou um campeonato em sua carreira e sempre foi covarde na hora de lutar com os companheiros de equipe), chorão (a culpa nunca é dele, sempre dos outros), invejoso (só fala do Schumy com mágoa, sempre desmerecendo o trabalho do alemão) , traíra (pergunte ao Bruno Senna a força que ele recebeu do Rubens), recalcado (sempre fala mal das equipes em que trabalha para mascarar suas deficiências) e boquirroto (só sai bobagem de sua boca, quase nada que preste).

    Achar Barrichello isso tudo é um direito meu por tudo o que ele disse para imprensa até aqui e pelos resultados de sua carreira (nunca foi protagonista, sempre coadjuvante). Seus fãs podem até discordar, mas há vários fatos para corroborar minhas convicções.

    Diante do que foi exposto, quero apenas dizer que fiquei consternado em perceber que você precisou agredir seu interlocutor para fazer tentar prevalecer um argumento.

    Tal atitude é característica de pessoas que apresentam uma falta de preparo intelectual para o debate, complexo de inferioridade e infantilidade, e, eu, sinceramente não acredito que você seja assim.

    Desejo que você possa, na próxima vez que se referir a mim, ser um pouco mais educado para que a discussão seja em alto nível. Sei de sua capacidade pois já vi bons comentários seus postados neste espaço, portanto, gostaria que você não subestimasse minha inteligência, pois lhe asseguro que teríamos muito a acrescentar ao F1 Around.

    Um grande abraço,

    Cassius.

    Publicado por ccregazzoni | 07/04/2010, 4:43 pm
  44. No final de toda essa discussão o Pé-de-chinelo continuará sendo um segundão de primeira (essa é boa!), um ótimo acertador de carros (?) que tem problemas em freiar com o pé esquerdo (!) e sonha com o dia em que a F1 terá apenas ele no grid. (E ainda assim vai ter pane hidráulica e chegar em segundo)

    Publicado por Alfred Newman | 07/04/2010, 5:03 pm
  45. Becken, Daniel, Cassius et caterva,

    “…gostaria que você não subestimasse minha inteligência,…”

    É isso aê… e eu também tenho um pedido a todos os comentaristas, fanfarrões, pitaqueiros (como eu) etc etc etc:

    Não superestimem a minha falta de inteligência, porque vcs não sabem o que é um Coyote sanguinário emputecido.

    Na minha terra, por muito menos, essa bramura termina em pé no peito e peixeira na garganta.

    E vamos todos em paz!

    Abs.

    Publicado por Anselmo Coyote | 07/04/2010, 5:15 pm
  46. Vamos lá meu caro ccregazzoni. Ponto a ponto.

    [cite]Mas parece que Barrichello é aquele cara que pode fazer todas as merdas que quiser que sempre vai ter alguém para defendê-lo. Ele é o idiota gente boa da F1, o bobo da côrte, o deficiente mental que merece o perdão eterno pelos seus erros, isso tudo sendo o mais experiente dos pilotos da história da F1, com mais de 260 GPs nas costas.[/cite]

    Todo esportista e toda celebridade tem sua horda de defensores e seus detratores. O Barrichello não é diferente. Entre no blog do Flavio Gomes e veja o tamanho da discussão entre na seção de comentários entre os fãs de Piquet e Senna. Cada um querendo tirar o mérito do ídolo do outro. Totalmente sem sentido. Mas existe e não vai ser vc que vai mudar isso.

    [cite]Me desculpem os defensores do nosso Piloto Slot (aquele deficiente mental bonzinho do filme Goonies), mas se fosse eu dono de equipe, não ficaria satisfeito em ver meu piloto mais experiente, aquele em que eu deposito a confiança para o desenvolvimento do carro, dizendo isso do carro, ainda que fosse em tom de “brincadeira” (de péssimo gosto).[/cite]

    Você não é dono de equipe e provavelmente não entende nem 1% do que um dono de equipe tem que entender pra tocar o barco, então do que vc está falando?

    [cite]Nesse sentido, chamar seu próprio carro de “porcaria” não é uma atitude muito inteligente e nem um pouco profissional. Ao fazer isso Barrichello demonstrou apenas uma coisa que, infelizmente, todo mundo já desconfiava: Ele é sem dúvida o piloto mais imbecil que já guiou um F1, mescla comportamentos altamente profissionais com outros onde parece ser uma criança de 05 anos, em síntese, parece sofrer de alguma espécie de retardo mental que só se manifesta, curiosamente, quando ele está em uma posição desfavorável (deixando claro, quando começa a tomar pau do companheiro de equipe).[/cite]

    Enquanto a F1 for um ESPORTE, o COMPETIDOR vai estar com os nervos a flor da pele as emoções em alta. Não foi o caso do “porcaria”, mas foi o caso da critica de Rubens à Brawn no ano passado. Levante a mão quem nunca brigou, discutiu, falou bobagem numa pelada, num 3 contra 3 no basquete ou mesmo num inocente jogo de videogame. Imagina na F1, onde a adrenalina é centenas de vezes maior. O “retardo mental” de Barrichello se manifesta quando ele está frustrado, assim como qualquer outro esportista “retaradado mental”. Agir como o Massa agiu em 2008 é a exceção, e não a regra. Você se lembra da seleção brasileira em 2006? Ninguém nunca assumiu a derrota e todo mundo virou retardado mental naquela bomba de seleção.

    [cite]Pois bem, em qualquer empresa séria deste mundo, se um executivo ou funcionário chamar o produto final de porcaria (mesmo na brincadeira) será advertido para não repetir o erro, e garanto a todos que sob pena de demissão, portanto, vocês podem até achar isso uma atitude normal, mas, entendam que muita gente não acha.[/cite]

    De novo, F1 é grana, mas quem manda são os pilotos. São eles que se estrepam na pista pra fazer o show acontecer. Se vc tem sangue de barata jogando purrinha, bom pra vc. Agora senta a bunda num carro de F1 e corre o ano inteiro com um lixo de bólido e depois vem falar comigo sobre “empresa séria”. Até o Bruno Senna já meteu o cacete na Hispania e o Colles meteu o cacete na Dallara, que faz o próprio carro da equipe em que ele gerencia. Numa “empresa séria”, o Colles tinha que laber o chão que a Dallara pisa? NÃO! O cara quer GANHAR.

    [cite]De qualquer forma, em uma coisa os defensores de Barrichello tem razão, quem tem de achar alguma coisa de verdade é o patrão dele, quem paga seu salário. Se Frank Willians está satisfeito em saber que produz porcarias, não serei eu, pobre telespectador da F1 que irei tentar mudar suas convicções, é o merecido retorno que ele ganha por ter contratado o “experiente” Barrichello, eterno competidor da F1, felizmente, jamais vencedor.[/cite]

    Quando vc diz que o Barrichello “felizmente” nunca venceu um campeonato, vc automaticamente desacredita toda a ladainha que vc escreveu, pois vc é contra o cara por princípio, e não um mero crítico que visa a melhora do comportamento do cara. Nem sei pra que estou rebatendo ponto a ponto o que vc falou, mas o item abaixo me lembrou a razão.

    [cite]Eu, em momento algum me referi a você ou qualquer outro comentarista, desse ou de qualquer outro blog, como “ignorante”, pois, apesar de discordar veementemente de alguns, tenho respeito pela opinião de todos aqui.[/cite]

    A pessoa ignorante é a pessoa que ignora algum dos lados da moeda na hora de traçar uma linha de argumentação ou dissertar sobre qualquer assunto. A sua ignorância está na forma petulante com que fala sobre assuntos sobre os quais vc não tem conhecimento o suficiente para falar.

    Eu sou ignorante em vários aspectos e não tenho problema em sê-lo, porque eu sempre busco saber mais o tempo todo, justamente para não vomitar nada do tipo “fulano tem retardo mental” antes de ter o mínimo de consciência do que acontece nos bastidores. Nem eu, nem vc nem ninguém aqui tem estofo pra falar mal de quem quer que seja na F1 ou em qualquer esportes. Nós somos fãs, admiradores, fanáticos, escolha a palavra que lhe convier.

    Como vários outros, vc parece ser o produto maior da expectativa depositada em cima do Barrichello e depois a frustração de não vê-lo campeão. Aos detratores doi muito ouvir o que Barrichello fala, por isso eles fazem tanto bafafá. Se ele não valesse nada para vc, tenho certeza que vc não estaria comentando com tanta eloquência, destilando e parágrafos e parágrafos de veneno.

    Publicado por Daniel Gomes | 07/04/2010, 5:15 pm
  47. Daniel Gomes,

    Dê uma lidinha no trecho do comentário antes de sair falando pelos cotovelos:

    “Quanto ao fato de Barrichello continuar na F1, após, mais de 17 anos, digo de coração que, se ele ainda está lá, é porque gente que entende muito mais de F1 do que eu acha que vale a pena apostar nele, então, concluo que ele deve ser parabenizado porque sua permanência se dá exclusivamente por mérito e não por qualquer outro motivo.”

    Não há nada de petulante em minha manifestação, petulante e arrogante é a sua insistência em achar que eu tenho de tecer loas para as bobagens que Barrichello fala ou pela sua pilotagem… Para mim, piloto que abre passagem para companheiro de equipe em início de campeonato nunca será campeão, e é felizmente mesmo, para o bem da F1…

    Quanto a chamar alguém de quem discorda de ignorante, acho de uma falta de educação sem tamanho, mas se você acha normal, tudo bem, me faça um favor, pule meus comentários…

    Ah, e se eu tenho essa fixação com o Barrichello, pode saber que muitos fãs deles (como é o seu caso), tem essa fixação no que eu falo dele…rs… Não se descabele, apenas pule meus comentários (se você conseguir é lógico), se não der, fique tranquilo, é apenas minha opinião e ela não vale nada para o mundo da F1…

    Um grande abraço!!!

    Publicado por ccregazzoni | 07/04/2010, 5:42 pm
  48. Esta coisa de fixação por pilotos de talento duvidoso é realmente freudiana.

    Tem cara, por exemplo, que morre pelo NAP…

    Vai entender…

    Publicado por Mauro Brisola | 07/04/2010, 5:51 pm
  49. ccregazzoni, eu reli meus comentários e sinceramente não vi onde eu falei que vc deve “tecer loas” a respeito do Barrichello.

    Aliás, eu mesmo, no meu blog, já desci o cacete nele, assim como tb o elogiei quando tinha de ser elogiado. Gosto dele, mas eu sei separar as coisas. Sei quando ele é um piloto top e sei quando ele é um piloto ruim, e as duas coisas acontecem muito.

    Agora, pegar no pé do cara pelo que ele fala me parece coisa de desocupado. Sinto muito, mas o que me interessa está na pista, e não fora dela.

    Publicado por Daniel Gomes | 07/04/2010, 5:55 pm
  50. Quer dizer que o povo do Portal Terra acha que a “paciência do Rubinho” acabou?
    E quem é o Rubinho para ter ou não paciência com a equipe?
    O que fez ele pela equipe para estar tão “bravo”?
    E o respeito aos caras que se matam para fazer o carro para ele?
    Falta de respeito com quem ganha muito menos que ele e trabalha de verdade.

    E o mito de que ele é um acertador de carros?
    E tem mais… Se ele acha que lá não tá bom, vai correr na Hispânia.
    A Williams é grande demais para um pilotinho tão… Tão… Tão… Rubinho.

    Publicado por Ron Groo | 07/04/2010, 6:18 pm
  51. “ccregazzoni, eu reli meus comentários e sinceramente não vi onde eu falei que vc deve “tecer loas” a respeito do Barrichello.”
    “Agora, pegar no pé do cara pelo que ele fala me parece coisa de desocupado. Sinto muito, mas o que me interessa está na pista, e não fora dela.”

    Quando penso que o sujeito vai melhorar a argumentação ele me vem com essas pérolas.

    Perguntinhas básicas:

    a) Se eu não posso meter o pau no Barrichello pela besteira que ele falou, quando eu poderia? Teria de ter sua autorização?

    b) Se é para falar de resultados em pista, quem é Barrichello para chamar a Willians de porcaria, quantos títulos mundiais ele tem no currículo? Qual é o aproveitamento dele na F1 em relação ao número de GPs disputados? Quantos títulos ele disputou com reais chances de ganhar?

    c) Você tem profissão ligada à F1? Se não, porque fica em um blog de F1 perdendo tempo com os comentários de um detrator de Barrichello? Você é um desocupado?

    d) Porque é tão difícil aceitar a opinião alheia?

    f) Porque você não rebateu os fatos ligados às minhas considerações sobre o 1B, apenas minha considerações em si (ele sempre reclama das equipes para a imprensa, ele nunca liderou um campeonato, ele sempre fala mal da Ferrari e de Schumy, ele assinou contrato para perder corridas, ele nunca assumiu suas deficiências, ele sempre joga a culpa de suas péssimas atuações em outros fatores, ele protagonizou a cena mais bizarra da história da F1)?

    Se você responder às perguntas de forma coerente eu posso parar de meter o pau no Slot Pilot… brincadeirinha… adoro quando um fã mais exaltado fica chateado com minhas colocações sobre o 1B, sempre vou dar minha opinião quando achar que ele fez besteira (ih… quer dizer que sempre vou falar muito…rs…)

    Publicado por ccregazzoni | 07/04/2010, 6:59 pm
  52. Ah!!! E para parar com esse leva e trás ridículo, tenho mais algumas considerações a fazer:

    Eu sou chato mesmo, seu blog (Splash and Go) é bem legal e você, apesar de mal educado, tem excelente gosto musical, os Beatles são mesmo o máximo.

    Mas que fique bem claro, Barrichello (para mim) continua um imbecil!!!

    Abraços do detrator mor.

    Publicado por ccregazzoni | 07/04/2010, 7:05 pm
  53. Quer dizer… talvez o Groo goste tanto do Barrica quanto eu… vai saber!!!

    Publicado por ccregazzoni | 07/04/2010, 7:07 pm
  54. A Williams não está nem aí para o que Barrichello falou .. até pq eles não seriam levianos de fazer qualquer julgamento de mérito sem antes analisar em que contexto aquilo foi dito.

    A equipe, aliás, veio hoje a público mais uma vez se derreter de elogios ao piloto. Rasgação de seda total. Vejam o que disse Sam Michael

    “A temporada ainda está no início, mas tenho que dizer que ele é um dos melhores pilotos com quem eu já trabalhei”.

    “Para ser honesto, eu não trabalhei com ninguém tão bom quanto ele desde quando trabalhei com [Heinz-Harald] Frentzen e [Damon] Hill quando eu estava na Jordan há 12 anos. Essa foi a última vez em que estive com caras desse calibre. Ele realmente é muito impressionante”

    “Nós imaginamos que ele seria bom, mas ele tem superado bastante as nossas expectativas – e isso vale para todos na equipe, Adam [Parr], Patrick [Head], Frank [Williams] e a mim. O cara está em um nível realmente especial”.

    “O que provavelmente nos surpreendeu mais foi o que nós pensamos: ‘Como esse cara não foi várias vezes campeão do mundo?’, porque ele é melhor do que alguns que foram campeões. Há sempre uma fase de lua-de-mel, mas, até agora, é uma parceria perfeita.”

    Se Barrichello deveria ou não ter brincado daquele jeito, vai da opinião de cada um, mas uma coisa é fato. A Williams não se incomodou nem um pouco com esse “episódio”.

    Publicado por Galkadesh | 07/04/2010, 7:55 pm
  55. Eu chamo meu carro de porcaria… e num dá nada.

    O Filipe da Jovem pan é que presenciou o papo, a brincadeira entre amigos, onde um tinha passado por um acidente grave no ano passado e agora liderava o campeonato, ele tem um post interessante, onde destaco:

    “…
    Lucas e Rubens, ambos em tom brincalhão, parabenizaram Felipe, amigo de longa data. Os dois pilotos, há 8 meses, estavam na UTI no Hospital Militar de Budapeste sem saber se o ferrarista sequer estaria vivo após seu grave acidente. Eis que o cara assume a ponta do Mundial.

    Ele estava rindo à beça e ao lado de dois amigos. E sacaneava di Grassi pela carroça que o jovem tem em mãos. Enfim, coisas que amigos fazem.

    Claramente não estava irritado com a vida por ter um carro porcaria. Se estivesse incomodado, faria como fez em Nurburgring, ano passado, quando reclamou da Brawn dizendo: “não vou ficar escutando blábláblá”. Ali, na minha opinião, ele errou sim. Até porque o discurso era sério. Se estava irritado, que cobrasse na reunião do time.”

    O resto é fofoquinha para ganhar audiência.

    E com a entrevista que Becken disponibilizou, coloca uma pedra no assunto… Creio…

    Espero.

    Publicado por Alexandre Gomes | 07/04/2010, 8:00 pm
  56. O áudio depois da corrida já era suficiente para mostrar que o clima era esse mesmo, o vídeo só veio para ratificar. Mas a questão é que a espontaneidade não necessariamente perdoa tudo.

    Se eu tivesse de usar uma única palavra para definir o comportamento do Rubinho, a palavra seria: INCONSEQUENTE.

    Ele estava ali entre amigos fazendo piadas que são contadas entre amigos. Daí usou o termo ‘porcaria’ para falar do próprio carro. Tinha mais um distinto detalhe: um microfone que transmitia suas palavras para todo o Brasil.

    Imagina uns companheiros de trabalho que, dentre outras coisas, fazem piada sobre o próprio chefe nas horas vagas. Daí supõe que um repórter do Jornal Nacional vai fazer uma matéria com eles para falar sobre qualquer coisa do tido ‘amizade no trabalho’, ou algo que o valha. Daí no meio da entrevista, naquele momento fraternal, um sujeito solta uma brincadeira como “aquele palhaço do nosso chefe diz que é phd em sei lá o que e acha que a gente acredita”…

    Bom, é apenas uma piada inocente feita entre amigos. Mas veiculada em rede nacional, vai saber qual o efeito disso. O chefe pode levar na esportiva ou preparar a demissão do funcionário para o dia seguinte, não é?

    O que faltou ao Rubinho é o mínimo de inteligência para discernir o que se fala com um grupo restrito de pessoas e o que se fala em público. Alguém aqui falaria aos microfones do mundo todo qualquer bate-papo que você tenha com alguém que você conheça?

    Acho que os 200 anos de experiência F-1 já deveriam ter ensinado ao Rubens algumas coisas básicas. Mas infelizmente o raciocínio dele é meio lento e a forma de pensar é muito inocente. Ainda não consigo entender como um piloto de Fórmula 1 precisa se render a livros de auto-ajuda para seguir adiante.

    Daí ele volta com a mesma ladainha de que a imprensa pega pesado e é maldosa com ele. Os erros se sucedem, as críticas retornam, o chororô se repete e o ciclo continua, até o dia em que ele finalmente resolver criar coragem para encerrar carreira na F-1 com tantas frustrações nas costas.

    Publicado por Felipe Maciel | 07/04/2010, 10:33 pm
  57. Não acredito que alguém acredite que o Rubinho falou seriamente sobre isso. Foi na descontração. Micróbio vira monstro nesse circo!

    Publicado por Ylan Marcel | 07/04/2010, 11:12 pm
  58. “Bom, é apenas uma piada inocente feita entre amigos. Mas veiculada em rede nacional, vai saber qual o efeito disso. O chefe pode levar na esportiva ou preparar a demissão do funcionário para o dia seguinte, não é?”

    Felipe, você não poderia ser mais claro e objetivo, mas parece que é muito difícil para os defensores de Barrichello entender a questão, então paciência.

    Publicado por ccregazzoni | 07/04/2010, 11:47 pm
  59. Total tom de brincadeira o que o Barrica falou e que a mídia brasileira, essa que nunca esteve em um autódromo, gosta de deturpar pois tem certeza absoluta que encontra target numa fila incontável de alienados recalcados, verdadeiros frustrados.

    Qualquer pessoa de caráter sabe que foi uma frase descontraída.

    Mas é lógico que sempre hão de aparecer os sem caráter para ficar do lando da imprensa brasileira.

    Publicado por djow | 08/04/2010, 12:07 am
  60. Como disse o caro Becken:

    “Sejam sinceros e respondam se todo esse forrobodó em torno do que ele disse é necessário e, principalmente, relevante.”

    Eu não falei nem sequer uma palavra disso no meu humilde blog e ninguém morreu,,,
    apenas acho que há temas mais interessantes do que ficar dicutindo se o tom do porcaria era brincadeira ou não. é isso que dá quando não tem GP. rsrrs
    mas o post do blog foi tomado de forma diferente, portanto merece parabéns.
    enquanto isso

    abraços. Tomás

    Publicado por tomasf1 | 08/04/2010, 12:35 am
  61. po becken.
    esse akismet ta uma droga!
    que saco,,,
    tomara que você consiga arrumar. é só postar um link que já nao vai,,,

    Publicado por tomasf1 | 08/04/2010, 12:36 am
  62. williams porcaria? acho que não.
    Porcaria mesma é a tal da hispania.

    geoff willis não poupa criticas a hispania e provavelmente estará saindo.

    El consultor técnico del equipo ”Hispania Racing Team”, Geoff Willis, ha criticado duramente el diseño de los dos monoplazas de la escudería española, que es obra del fabricante italiano Dallara, por lo que ha planteado la posibilidad de abandonarla.

    Willis ha dicho que no está “particularmente interesado” en quedarse con un coche “que está en el fondo de la parrilla”, según ha publicado el portal de internet F1 Al día.

    Willis se ha mostrado rotundo al criticar a Dallara cuando apenas han transcurrido tres pruebas del Mundial, las disputadas en Bahrein, Australia y Malasia, y en las que la primera escudería española que participa en este campeonato ha logrado ya acabar con sus dos vehículos en Sepang el pasado domingo.

    “Esperaba algo mejor, hay un montón de razones por las que este diseño se ha visto comprometido, entre otras cosas porque el programa se detuvo y se inició, había poco tiempo para trabajar, gente con poca experiencia, problemas de financiación y el nivel de ingeniería en el coche no refleja la fórmula uno actual por bastante margen”, ha manifestado.

    Willis ha añadido que está menos preocupado por el rendimiento global, “ya que el programa de aerodinámica se detuvo hace bastante tiempo, y era relativamente pequeño, pero tiene el mismo nivel que el de Lotus, aunque el coche claramente no es tan rápido como el de esta escudería”.

    “Creo que está perdiendo un montón de trucos que se da por sentado que todo el mundo usa en la calle de boxes”, añadió.

    En declaraciones publicadas en la red, Willis ha comentado que no esta seguro de que la escudería “tenga un programa con fondos suficientes para que sea un reto interesante y eso es algo que hay que resolver”.

    Taí uma escuderia pra gente ano que vem nem lembrar que existiu.
    Provavelmente vai ficar naquela condição de o ultimo que sair favor fechar a porta e apagar a luz por favor.

    Publicado por wilson | 08/04/2010, 1:35 am
  63. O Barrichelo sabe que está no fim da carreira. Este ano foi um lucro enorme pra ele. Então ele pode dizer as bobagens que quer, a hora que quiser.

    Publicado por jornaloexpresso | 08/04/2010, 4:09 am
  64. O que será que ainda motiva o Barrichello?

    1 – A grana que entra
    2 – A possibilidade de ainda ser campeão
    3 – Sentir-se útil como incrível desenvolvedor de carros rápidos
    4 – Ficar longe da sogra
    5 – Todas as alternativas

    Publicado por Alfred Newman | 08/04/2010, 8:49 am
  65. Ah esse é o Barrica, sempre falando pelos cotovelosos. Ele é assim 99.99999999999 %%%%%% emoção e o 0,00000000000001% é a sua razão em acreditar que ainda pode ser campeão, sonhando que a Wilians pode renascer das cinzas. Sérá que pode?
    Eu apenas admiro a sua paixão pela velocidade. Como pessoa não há o que falar.
    Valeu e um abraço a todos.

    PS: Nossa qtos comentários, o blog está bobando mesmo. Parabéns.

    Publicado por Diego | 08/04/2010, 8:59 am
  66. Rubinho se especializou em 3 coisas na F1:

    – Ganhar dinheiro
    – Falar besteira
    – Reclamar de tudo

    Publicado por Junior | 08/04/2010, 9:01 am
  67. O dia que o Rubens deixar de dar entrevistas aos “reporteres” brasileiros, ai o chamarão de Mascarado, Estrelinha etc. Mas é exatamente o que ele deveria fazer, já que eles sempre distorcem o que ele diz.

    Agora uma coisa é fato, o Flavio Gomes deve ter uma tremenda “dor de cotovelo” do Barrichello, isso sim.

    Publicado por Wagner | 08/04/2010, 9:12 am
  68. Uma das coisas q motiva Barrichello é atingir a marca de 300 GPs. Marca essa q vai ser superada ao final dessa temporada.

    Uma motivação extra para o “ame ou odeie” piloto brazuca, com certeza é a volta do Schumi. Se aos 41 anos, Schumacher tem plano de correr até os 43, Barrichello com 37 pode muito bem vislumbrar mais 6 temporadas na F1. Pq não? Enquanto ele for veloz e conseguir ser mais rápido do q jovens talentos emergentes da GP2, como o Hulkenberg, pq deveria parar? Fora o fato q a motivação de fazer o q mais gosta, faz com q ele assine contratos “interessantes” para os donos de equipes, já q ele é o oposto de um Kimi. Rubens prioriza estar em atividade, correndo de F1 e não $$$$$$

    Abs

    Publicado por Alex-Ctba | 08/04/2010, 9:56 am
  69. Dirigente da Williams elogia Rubinho: ‘Ele é melhor do que vários campeões da F-1’
    Para Sam Michael, piloto é um dos mais completos com quem já trabalhou

    Sam Michael, diretor-tecnico da Williams, se desmanchou em elogios a Rubens Barrichello após o GP da Malásia. Segundo o dirigente, o brasileiro, de 37 anos, está sendo uma surpresa positiva para a equipe, graças à experiência e à qualidade de seu conhecimento técnico. O australiano disse que as informações do piloto já ajudaram a melhorar o carro deste ano.

    Rubens Barrichello conversa com Sam Michael, diretor-técnico da Williams, em um dos treinos deste ano
    – Barrichello é tão bom, que nos perguntamos: “como este cara nunca se tornou um campeão do mundo?” Ele é melhor do que vários pilotos que ganharam títulos. Sempre temos uma fase de lua-de-mel, mas até agora é uma parceria perfeita. Tenho de dizer que Barrichello é um dos melhores pilotos com quem já trabalhei. Ele tem grande importância no desenvolvimento do FW32 – diz Michael.

    Para o dirigente, Barrichello trabalha em um nível mais alto que qualquer piloto que já tenha passado pela Williams desde que chegou à equipe, em 2001. Sam Michael diz que Frank Williams e Patrick Head, chefes do time, compartilham da mesma opinião.

    – É maravilhoso. Para ser honesto, nunca trabalhei com alguem tão bom quanto ele desde Heinz-Harald Frentzen e Damon Hill na Jordan, há 12 anos. Foi a última vez com que trabalhei com pessoas do calibre de Barrichello. Ele realmente é muito impressionante. Pensávamos que ele seria bom, mas ele excedeu nossas expectativas. E isto serve para todas as pessoas do time, até Patrick Head e Frank Williams. Ele está em um nível realmente especial.

    Michael diz também que o brasileiro tem ajudado muito seu companheiro de equipe, o alemão Nico Hulkenberg. Ele estreia na F-1 nesta temporada e tem aproveitado a experiência do brasileiro.

    – Ele tem muita experiência e isso ajuda o Nico (Hulkenberg, companheiro de Barrichello). Além disso, tem um conhecimento enorme: para cada dois testes de mudança de cambagem que Nico fez, Rubens já fez 100.

    Publicado por Luiz Sergio | 08/04/2010, 11:30 am
  70. Gente, só para sair do 69, essa celeuma toda foi besteira. É óbvio.

    É óbvio que a Williams não vai fomentar uma crise (crise?) elevando-a à enésima potência, dentro da própria casa.

    Há uma competição em curso, existem contratos entre equipes e patrocinadores, pilotos, apoiadores, fornecedores de bens e serviços, inclusive tecnológicos etc etc etc. Se, e somente se, alguma decisão for tomada em face dessa besteira será no final do campeonato, na hora de renovar o contrato.

    Mas, na verdade, nós cornetamos bastante e divertimos bastante também.

    Agora é hora de fazer as pazes e seguir em frente.

    Abs.

    (a) Pe. Coyote – o padre brasileiro que foi trocado por um pastor alemão.

    Publicado por Anselmo Coyote | 08/04/2010, 9:05 pm
  71. “(a) Pe. Coyote – o padre brasileiro que foi trocado por um pastor alemão.”

    HAHAHAHAHAHAHAHA, ótimo Coyote!!! Tanto o recado como o bom humor .

    Publicado por Vitor, o de Recife | 08/04/2010, 9:54 pm
  72. Fernando Piccione: estou morrendo de rir (e de lamentar também) sobre a seção Contigo, Caras TITITI. Concordo com todos os participantes da sua lista mais quente da fofoca “formulaúnica”. F. Gomes então, que isso, nem o considero jornalista, parece uma menina adolescente na pior fase com uma metralhadora na mão que é o Ig. Victor Martins, é cria do FG, e tá seguindo o script à risca; F.Seixas parece um bocó, com claras tendências “flaviogomísticas”; não tem opinião própria; o Terra, nem se fala, é uma brincadeira de mau gosto, é perder tempo em ler. Ah, mas tudo é compreensível, afinal nã assistem a um GP sequer. Acho que ficam o tempo todo pensando nas manchetes e editoriais que defecar na net.

    Publicado por Gil Queiroz | 12/04/2010, 8:10 pm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: