//
você está lendo...
ARTIGOS

Mercedes evolui carro para Schumacher

Nem tudo está perdido para o heptacampeão Michael Schumacher. A Mercedes pretende alongar o entre-eixos do seu W01 — uma tentativa de melhorar, principalmente, a sua distribuição de peso e, por tabela, auxiliar Schumacher no até aqui problemático período de readaptação às novas regras e configurações da F1.

Sobre a mudança, Ross Brawn explicou com mais detalhes:

“O problema na verdade não é o entre-eixos em si, mas sim a distribuição de peso. Nós erramos na distribuição de peso.

Quando testamos os pneus percebemos que não tínhamos a distribição de peso correta e fomos ao limite do que poderíamos conseguir com este carro. (…)

Os pneus mudaram bastante… e não tivemos a oportunidade de testá-los e também não presumimos o que era necessário, como as outras equipes. Então, teremos uma modificação que nos dará mais escolhas em termos de distribuição de peso.”

— Ross Brawn – Chefe da Mercedes GP

O objetivo é claro: dar mais flexibilidade para o acerto do W01.

Apesar do o problema de Schuamcher tornar-se cada vez mais público, ainda tem muita gente julgando de forma simplista as suas medíocres atuações, mas em termos gerais, a culpa jaz na sua incapacidade de adaptar-se a esta nova geração de pneus, relativamente diferentes dos raiados e mais largos com os quais dominou meia década de F1.

Para os que ainda não entenderam o problemão em que Schumacher está enfiado, Hirohide Hamashima, diretor esportivo da Bridgestone, explica com mais detalhes:

Michael tem tido dificuldade com a largura dos pneus dianteiros por que, como vocês sabem, nós costumávamos desenvolver nossos pneus com ele até 2006. Sua preferência é por uma dianteira maior e mais pesada para tangência.

Se ele fizer isso com os pneus atuais, os fronteiros terão sua superfície comprimida e não produzirão a aderência que ele espera. Ele tem mudado o seu estilo de pilotagem um pouco ao pôr menos peso nos pneus dianteiros e tornando o seu ângulo de ataque em curva menos delicado.

— Hirohide Hamashima – Diretor Esportivo da Bridgestone

É curioso que hoje a Bridgestone admita que produzia pneus para toda a Formula 1 tendo Schumacher como conselheiro técnico e seu estilo de pilotagem como base, o que era, até certo ponto, uma BIG, ENORME vantagem em seu favor frente a concorrência. Isto também prova  que o alemão tem hoje menos controle sobre o seu meio-ambiente de atuação que há quatro anos quando estava na Ferrari.

Há mais paridade hoje…

Agora, será que alongar o W01 será o suficiente para Schumacher ao menos chegar junto do agora reconhecidamente bom piloto Nico Rosberg?

Discutam.

Discussão

81 comentários sobre “Mercedes evolui carro para Schumacher

  1. Em treinos livres ele até se aproxima, na classificação, se distancia um pouco e na corrida some… vai precisar de mais tempo para se adaptar. Acho que o Schumacher só vai voltar a ser osso duro de roer em 2011. Com a limitação dos testes, ele vai ter que usar esta temporada para readaptação e fornecer alguns pitacos para o próximo carro.

    Publicado por Vitor, o de Recife | 23/04/2010, 11:13 am
    • Mercedes, torcedora n°1 do Shumacher.

      Quando alguém fala de escrúpulos me vem a mente o “herói” Senna, isso ele nunca teve na Formula 1! Rosberg também deu muita atenção ao que a mídia contava, hoje trabalhando com Schumacher pensa diferente:
      Rosberg garantiu ainda que está muito satisfeito por dividir os boxes da escuderia alemã com o veterano, contrariando a própria opinião antes do início do campeonato. “Eu mesmo achava que não seria uma boa coisa tê-lo como companheiro de equipe, e em vez disso estou positivamente surpreso”, “As pessoas têm uma opinião errada sobre Michael.” finalizou o piloto.
      Isso nunca foi novidade , Schumacher teve vários companheiros de equipe, somente um BUNDÃO ficou CHORANDO, só não reclamava do salário GORDO na Ferrari, por isso ficou muito tempo lá. Rubinho tinha que ser RISCADO do quadro de vitórias da Ferrari…muito BUNDÃO!!! Temos que lembrar que Schumacher é o único piloto na pista com mais de 40 anos e vem de uma aposentadoria de 3 anos, evidente que seu desafio é muito maior que dos outros, mas cada ponto conquistado também tem seu valor! O que fez o Bicampeão Graham Hill ainda na ativa nos seus últimos 5 anos de F1?…nada, virou retadatário!!! O que Nelson Piquet Tricampeão consagrado grande acertador de carros fez na ativa nos últimos 4 anos de F1? Pouca coisa, vencia quando os favoritos tinham problemas! O insuportavel Galvão Bueno vive dizendo: “O Rubinho é muito bom de chuva, pilota com a faca nos dentes, grande acertador de carros”…até hoje só vi muita propaganda em cima, na pista mesmo, poucos resultados! Nem tem como reclamar o Rubinho, correu nos anos de ouro da Ferrari e com BrawnGP “foguete”. Button humilhou Rubinho em 2009, hoje é líder no mundial e Rubinho comendo poeira no fim do grid! O que Rubinho na ativa “muito bom de chuva” fez na última corrida? Nada…O que Button fez entre 2006 até agora Rubinho não fez em 18 na F1.

      “O caso de Schumacher é parecido. Ele precisa de quilometragem, mas não pode testar. Deve viver uma angústia incrível. Em seu tempo ele passaria seus dias em Fiorano e só sairia ao anoitecer, até estar na ponta dos cascos. Mas e agora? Como é que um piloto faz? Simulador e academia? Kart? Acho que não é disso que Massa e Schumacher estão precisando”.

      Massa também ficou parado meses por causa do acidente, mas 3 anos do alemão pesou muito mais. Lembrando que em 1982 Lauda voltou depois de 2 anos de aposentadoria, mas a F1 tecnicamente pouco evoluía e Lauda podia treinar a vontade, venceu corridas em 82, mas essa temporada foi uma loteria cada corrida! Mesmo assim Lauda em 82 foi apenas o 5º no mundial e em 83 foi um vexame apenas 10ºcolocado! Schumacher não se entrega fácil, gosta de desafios e sabe o caminho para se recuperar, precisa de tempo, esse ano de 2010 é somente para tirar a “ferrugem”, não vejo como grande feito Nico andar a sua frente é mais uma obrigação, o próprio R. Brawn disse isso! Lembrando que Nico esta passando por uma boa fase, não deu show na pista, somente levou o carro até a bendeirada, mas faz sim um bom trabalho e Schumacher foi o primeiro a elogiar Nico! Se tem uma coisa que Schumacher faz é assumir a responsabilidade, não é de CHORAMINGAR, reconhece a má fase, jamais vai culpar a equipe, muito menos ENCHER O SACO falando do companheiro de equipe! A Mercedes sabe que Schumacher precisa de tempo! O carro também não ajuda ao seu estilo de pilotagem, coisa semelhente aconteceu com Kimi em 2008, quando mudaram a suspensão já era tarde, mesmo assim Kimi se recuperou muito bem nas últimas corridas! Cobrar pódios de Schumacher logo de cara é o mesmo que cobrar pódios de Kimi no WRC…surreal!

      Essa declaração de Nico sobre Schumacher é um TAPA NA CARA no Rubinho e do insuportável Galvão! Não foi Rubinho que disse para Nico cair fora da Mercedes? Vale lembrar que uma recuperação de Schumacher no final do ano pode até ajudar Nico a conseguir o título e Schumacher não precisa se avisado, ele sabe que o título é importante para a Mercedes e se precisar vai ajudar sim, já fez isso na Ferrari com Irvine em 1999 entregando uma vitória ao irlândes na busca pelo título! Esta aí uma coisa que jamais o “herói” Senna iria fazer, ajudar o companheiro de equipe a ser campeão, ele não tinha essa humildade, muito pelo contrário era um obsecado por ser o número 1 na equipe, também jogou sujo na pista, tem uma enorme lista negra na carreira dentro e fora da pista, trapaças e agressões sempre fizeram parte da carreira do “herói”, mas a publicidade tenta de todas as formas tapar o sol com a peneira, aqui no Brasil pelo menos funciona porque o imbecil do Galvão convence os cabeças de bagre!

      Não subestimem Schumacher, ele começou por baixo na Benetton e Ferrari, Nico é somente um velocista, ainda precisa do título para dividir a liderança na equipe, no momento quem organiza a equipe é Schumacher/Brawn/Haug eles quem decidem quem fica em quem sai nos próximos 3 anos, se começarem pixotada e quebras como ocorre na Ferrari, Schumacher não vai pensar 2 vezes para mudar membros da equipe! Nico também pode pegar uma fase ruim, nada dura pra sempre e essa fase ruim do Schumacher uma hora passa. 2011 sim podemos cobrar algo do alemão! Eu como torcedor do Schumacher estou tranquilo, já as viúvas nem tanto, como sempre só sabem chorar ou reclamar, dias difíceis com o “novo” Senna…só resta mesmo atacar o alemão…rs. Schumacher não tem mais nada a provar, imagina se ele se recupera e em 2011 vem forte brigar pelo título? Vai ter viúva se jogando no rio!!! Os “gênios” Prost, Mansell e Piquet não passaram de 12, 13 temporadas, porque não continuaram? Arregaram para a nova geração? O”herói”Senna fica de fora porque a Tamburello “aposentou” ele antes, mas com 13 temporadas na F1 já ia pedir arrego, pilotos que começaram nos anos 80 não tinham o preparo físico dos pilotos que começaram 15 anos atrás, as carreiras terminavam antes, sai uma geração entra outra de jovem talentos superando os veteranos, um cilclo que Schumacher já passou e hoje teima em resistir.Não troco 1 Schumacher “enferrujado” por 10 Rubinhos…

      Publicado por Mercedes, fã n°1 do alemão Michael Shumacher | 27/04/2010, 10:01 am
    • Michael Schumacher “passou do ponto”? Sua falta de ritmo é culpa do carro? Será que ele precisa de mais tempo antes de voltar a ser o que era? Dieter Rencken, que cobre a Formula 1 pela revista inglesa Autosport, lança alguma luz sobre o desempenho do alemão até agora nesta temporada.

      Embora possa ser melodramático sugerir a visão de Michael Schumacher se arrastando no encharcado Circuito Internacional de Xangai em décimo lugar com sua Mercedes – aparentemente capaz de fazer um pódio fácil nas mãos do jovem Nico Rosberg – foi como assistir Muhammad Ali ser nocauteado por Larry Holmes e Trevor Berbick em seus anos de crepúsculo. O fato é que foi um desempenho triste.

      Schumacher admitiu abertamente não estar particularmente orgulhoso após a corrida.

      Não foi a primeira corrida do sete vezes campeão decepcionante desde a sua muito elogiada volta: ele andou atrás de Rosberg em cada um dos quatro GPs e em todos os treinos oficiais deste ano. Seu companheiro de equipe, 16 anos mais novo, tem atualmente 50 pontos com uma média de 12,5 por corrida contra 10 (2,5 por Schumacher da corrida). Uma diferença de 500%…

      Para aqueles que não tinham pressa em sair de Xangai, na esteira do caos causado pelo vulcão E-15, o desempenho de Schumacher foi assunto de conversa pós-corrida, com três possíveis razões identificadas:

      1. O Rei foi simplesmente “já era”, tanto física como mentalmente

      2. Seu chassi tem um defeito latente, que será trocado para a corrida em Barcelona

      3. Outra coisa completamente diferente

      Analisando em ordem é fundamentalmente inconcebível que um piloto como ele tenha desaprendido como forçar um carro de corrida até ao limite. Embora a idade traga consigo a deterioração física, o Dr. Steve Olvey, do Instituto Médico da FIA, disse que os modernos programas nutricionais e os treinamentos, juntamente com os avanços enormes na medicina esportiva, permitem que estrelas do nosso esporte possam competir no mais alto nível até seus cinqüenta anos. Como Mario Andretti uma vez disse: “Se você pode dirigir, você pode dirigir. Ponto final”.

      Dito isto, dirigir é uma coisa e pilotar carros de corrida é outra, e no domingo era perceptível que o Schumacher de Xangai não parece ser o piloto de outrora, aquele que disputava roda a roda com Mika Hakkinen, Jacques Villeneuve, Kimi Raikkonen e Fernando Alonso.

      A maneira intimidadora de Schumacher não está fazendo o efeito que fazia na primeira parte de sua carreira. Houve um momento em que a visão de um capacete vermelho em um carro vermelho (sempre carregando o número 1) provocava na maioria de seus pares um pavor absoluto, especialmente quando o carro estava ao lado ou atrás entrando em uma zona de frenagem de alta velocidade.

      Esse “respeito” simplesmente não existiu em Xangai, com Sebastian Vettel, Lewis Hamilton, Adrian Sutil, Petrov e Jaime Alguersuari – todos tendo começado na F1 após a aposentadoria de Schumacher – sem pensar duas vezes antes de bater rodas com a Mercedes de Schumacher, mesmo que o capacete dentro dele tenha um tom similar ao que os inspirou quando mais jovens.

      Deve ser preocupante a Schumacher que ele agora é tratado pela geração mais jovem exatamente como eles o percebem: um ‘velho’ tentando jogar um jogo de jovens – sobretudo tendo em conta o fato de que agora ele é velho o suficiente para ser pai de Vettel.

      A primeira coisa que o chefe da Mercedes Motorsport, Norbert Haug, sugeriu quando anunciou a volta de Schumacher, foi que deveriam conceder a ele três corridas para se adaptar a um esporte que mudou muito desde que ele o deixou em 2006, para fazer algum julgamento.

      Haug, obviamente, recordou a janela semelhante que Niki Lauda se impôs após o regresso do campeão austríaco na Fórmula 1 em 1982. Conforme detalhado aqui, prontamente Lauda venceu sua terceira corrida, enquanto na Malásia – terceira corrida na volta de Schumacher – o alemão teve problemas no carro e não conseguiu terminá-la

      Na China Haug sugeriu que poderia haver algo errado com o carro de Schumacher, e disse que seu chassi seria exaustivamente examinado depois na sede da equipe, em Brackley, Inglaterra, após este período de quatro corridas no oriente. É verdade que o calendário fez com que uma inspeção completa do carro – longe da sede – fosse muito difícil de ser feita, mas segundo uma fonte da equipe (Mercedes), qualquer defeito responsável pelo déficit de um segundo que Schumacher tem atualmente, certamente teria sido isolado durante as quatro corridas.

      Um membro de outra equipe está convencido que a culpa não é do carro, afirmando que “os dados de ambos os carros deviam ter identificado os problemas, mesmo que eles não possam ser consertados no local antes dos carros voltarem à base.”

      “Mas eles parecem mistificados”, acrescentou.

      Na verdade, Ross Brawn admitiu depois da corrida: “Temos alguns problemas [com Michael] com a deterioração de seus pneus que precisamos entender, portanto, seu ritmo é um problema que precisamos resolver antes da próxima corrida.”

      Mas, assim como é inimaginável que Schumacher, de repente tenha perdido sua habilidade devido ao envelhecimento, é inconcebível que Ross Brawn tenha perdido suas habilidades técnicas. Durante seu reinado na F1 Schumacher foi o piloto que mais testou, testava em cada oportunidade, às vezes até mesmo criava sessões de teste para simplesmente tentar melhorar o carro. Será que isso soa como um piloto incapaz de identificar problemas específicos de seu próprio carro, enquanto o seu companheiro de equipe serenamente conquista dois pódios consecutivos?

      Igualmente inconcebível é que a equipe liderada por Brawn não tenha conseguido identificar um problema específico do carro, apesar de ter alguns dos melhores cérebros de engenharia e infra-estrutura à sua disposição – como os títulos do ano passado provaram. Coisas estranhas, porém, tem acontecido na F1.

      O que nos traz ordenadamente para a terceira opção: que a F1 mudou substancialmente nos últimos três anos e que estas mudanças conspiraram contra Schumacher. Ele simplesmente não goza das vantagens que teve antes, já não detém todos os ases: uma equipe como a Ferrari com design, engenharia e gestão dedicada a fornecer carros perfeitamente adaptados ao seu estilo, com o maior orçamento da história da F1 financiando seus empreendimentos.

      Adicione a isso pneus Bridgestone desenvolvidos (por ele) a seu gosto; veto sobre companheiros de equipe garantindo a subserviência total; a Ferrari pegar três circuitos oferecendo testes ilimitados e, acima de tudo, que seu estilo de condução intimidadora não fazia mais efeito nos recém-chegados que desafiaram a sua superioridade. E então você tinha um piloto que não podia mais manter as vitórias e títulos. Assim ele se foi – depois ter perdido dois títulos consecutivos para um rival muito mais jovem.

      Em 2010, porém, ele voltou, depois de ter claramente subestimado as alterações na F1. Sim, ele está de volta com Ross Brawn, mas o resto da sua equipe de apoio evoluiu.

      Orçamentos tornaram-se restritos (e controlados) pelo acordo de restrição de recursos, para possibilitar a entrada de equipes menores. Agora a F1 corre com pneus controlados. Sim, eles são fornecidos pela mesma Bridgestone, mas foram desenvolvidos durante a sua aposentadoria, na ausência de outro concorrente de pneus.

      A regulamentação atual obriga pneus dianteiros mais estreitos por razões de distribuição de peso, enquanto a tocada de Schumacher demanda um carro que exige máxima aderência dianteira. Além disso, Schumacher prosperou na era do reabastecimento – dividindo corridas em dois ou mesmo em três tiros – permitindo-lhe um ritmo próprio de acordo com o desgaste dos pneus em carros muito mais leves, com pouco combustível. Agora, cada parada sai caro…

      Seu carro foi projetado – muito antes que ele tomar a decisão de retorno – por uma equipe acostumada com o estilo de “seda” de Jenson Button, com pouco acesso aos túneis de vento e a testes de pista, coisas que Schumacher tinha à vontade em Maranello. Além disso, o projeto do carro foi feito sob o orçamento da equipe BrawnGP – a aquisição da Mercedes ocorreu em novembro, com ‘Schumi’ tendo assinado um mês depois.

      Assim, ele teve apenas 16 dias de testes em um carro que não pode ser reabastecido em corrida, concebido por uma equipe ‘estranha’ com pneus ‘estranhos’ antes de guiar em sua primeira corrida em três anos. Assim, onde anteriormente ele usava os métodos acima para forçar o carro em torno de sua vontade e ‘vir’ para ele, ele é agora obrigado a ‘ir’ para o carro. Isso é claramente uma experiência estranha para ele.

      Desde que se aposentou da F1 ele correu em motos e sofreu ferimentos graves no pescoço em um acidente. Assim, ele ocasionalmente usa lenços, e na quinta-feira na China, ele estava vestido assim, alimentando rumores de que ele estava considerando a aposentadoria novamente num futuro próximo.

      De fato, durante a coletiva de imprensa, apostas estavam sendo feitas sobre quando ele iria reavaliar sua posição, com Silverstone sendo o local favorito permitindo-lhe uma saída fácil antes do ‘GP de casa’ em Hockenheim (se desejar) e deixando para Rosberg e Nick Heidfeld arvorarem a bandeira patriótica no evento da Mercedes em casa.

      Tais especulações estavam sendo feitas antes dos treinos de sexta-feira, com a classificação de Schumacher e sua performance na corrida só servindo para alimentar o assunto. Em Xangai, em 2006, quinze dias depois de anunciar sua decisão de se aposentar no final da temporada, Schumacher fez uma corrida brilhante para manter a esperança de um oitavo título, e veio de sexto no grid para vencer em condições semelhantes às vividas na mesma Xangai em 2010. Durante a coletiva de imprensa pós-corrida o editor da AutoSport Anthony Rowlinson perguntou por que o alemão, depois de uma performance como aquela, ainda pretendia se aposentar.

      Sua resposta: “Eu expliquei bem extensivamente em Monza e é muito bom que você esteja fazendo a pergunta. É melhor ir, talvez, quando você ainda está fazendo a pergunta do que você insinuar que está na hora de ir.”

      Segunda-feira passada a imprensa internacional teve um dia inteiro insinuando precisamente isso…

      Publicado por Luiz Sergio | 28/04/2010, 7:59 pm
    • A visão de Schumacher se arrastando no encharcado Circuito Internacional de Xangai – foi como assistir Muhammad Ali ser nocauteado por Larry Holmes e Trevor Berbick em seus anos de crepúsculo.

      Se por acaso isso ocorrer com a volta do Michael, não vai manchar suas conquistas, como não manchou a do melhor lutador de todos os tempos Muhammad Ali.

      Publicado por Luiz Sergio | 29/04/2010, 5:24 am
  2. Realmente, essa declaração do Hirohide Hamashima é reveladora. Schumacher é quem desenvolvia os pneus da Bridgestone, porém, há um atenuante, pois em grande parte dos títulos do Schumi, houve concorrência por parte da Michelin, q fornecia pneus para seus adversários.

    Qto a distribuição de peso, para tentar “vestir” a W01 ao estilo do Schumi, a minha dúvida é se isso vai prejudicar o desempenho do Rosberg, ou ajudá-lo mais ainda, pois parece q ele teve uma boa adaptação a este carro da Mercedes.

    A dificuldade do Schumacher em se adaptar a esses novos pneus, não deve ser encarada como desculpa. Qdo os pneus slicks voltaram na temporada 2009, todos tiveram q se adaptar a mudança. Agora todos têm q se adaptarem as mudanças da nova dimensão dos dianteiros, porém, exceto os rookies, a maioria dos pilotos já estão na segunda temporada de slicks, enquanto o Schumi, tem q se readaptar aos slicks e a nova dimensão, o q está prejudicando sua pilotagem.

    Acho q dá tempo dele embolar o wcc e roubar pontos dos favoritos ao wdc ainda nessa temporada.

    Publicado por Alex-Ctba | 23/04/2010, 11:27 am
    • Alex-Ctba,

      Reveladora e assustadora. São esqueletos no armário. Será que o retorno do SCH reavivará velhas suspeitas e trará confirmações impensáveis durante seu reinado?

      Minhas perguntas são:
      Como SCH conseguiu tamanho poder na Fórmula 1?
      Ou era o poder da Ferrari personificado em um piloto que soube utilizá-lo muito bem a seu favor?
      Tempos que não voltam mais. Espero eu!!! Aqulo tudo foi nefasto para o esporte.

      Abraços

      Publicado por Alexandre Pires | 23/04/2010, 12:11 pm
  3. Bom, não se esqueçam que em 2005 a FIA proibio a troca de pneus e quem ganhou?

    Equipe francesa com pneus frances….

    nada de mais nessa declaração do japones sendo que nas épocas boas da Ferrari era só 4 equipes que usavam o pneu japones as outras 6, 7 equipes eram o franceses…

    Publicado por Marcelo (Cascavel) | 23/04/2010, 11:38 am
    • Sim, fora o fato de quem melhor do q o Schumacher para dar o Feed Back q os japoneses necessitavam? Não se esqueçam q estavam em plena “guerra de pneus” naquela época. Guerra essa q a Michelin quer reeditar e impoe como condição à sua volta ao circo, além da proposta de troca de aro 13 por aro 18, porém como essa mudança acarretaria uma alteração muito profunda na geometria dos carros, acho q se acontecer, somente para 2012 ou mais.

      Publicado por Alex-Ctba | 23/04/2010, 11:51 am
    • O que quebrou a Bridgestone em 2005 não foi a proibição de trocar os pneus, mas o fato de contar com apenas 3 times, sendo a Ferrari o único de ponta. Até a Sauber, vista como equipe satélite da Scuderia, migrou para a Michelin..

      Aliás, os times que migraram para a Michelin argumentavam justamente a preferência que a Bridgestone concedia para a Ferrari. Seus pneus eram concebidos para os bólidos italianos e os outros carros sofriam…

      Tanto que em 2006, quando Toyota e Williams migraram para os Bridgestone, a empresa fez declarações públicas de que não haveriam preferências.

      Publicado por Vitor, o de Recife | 23/04/2010, 11:58 am
    • Concordo com vocês dois, Vitor e Alex…

      e vou um pouco mais….

      em 2007 a McLaren só conseguiu andar bem graças ao Stepneygate se não fosse por isso ia dar Ferrari fácil fácil

      Publicado por Marcelo (Cascavel) | 23/04/2010, 12:02 pm
    • Marcelo, você estava lá em Woking durante a construção do carro para ter tanta certeza, né?

      Publicado por Will | 23/04/2010, 12:58 pm
    • apenas uma teoria da conspiração.

      Publicado por Marcelo (Cascavel) | 23/04/2010, 1:14 pm
    • Rsrsrsrs, são as melhores…

      Publicado por Will | 23/04/2010, 3:38 pm
    • Em 2005, só Ferrari, Jordan e Minardi calçavam Bridgestone. O ápice dessa guerra de pneus foi o GP de Indianápolis, onde, naquele ano, somente essas três equipes disputaram a corrida, já q por motivos de segurança a Michelin, proibiu os carros com seus compostos de disputarem o GP. Corrida vencida por Schumacher em mais uma “amarelada” do Barrica.

      Publicado por Alex-Ctba | 23/04/2010, 12:01 pm
    • Ela não foi a pista por retaliação a FIA de Max Mosley, que a impediu de trazer novos pneus da França para os Estados Unidos. A Fia havia determinado que o carros com Michelin fizessem a curva em que o Ralf bateu de forma mais lenta e por dentro.

      As equipes não aceitaram e a Michelin iria trazer novos compostos, mas a FIA determinou que os compostos não podiam ser trocados. Foi uma clara e breve guerra que Ecclestone e Mosley declaram aos franceses que semanas antes haviam declarado que não ficariam se houvesse apenas um fornecedor e o incidente antecipou os fatos.

      O contrato da Michelin terminaria em 2007.

      Publicado por Claudemir Freire | 23/04/2010, 3:25 pm
    • E como o mundo dá voltas, agora a FIA do Francês Todt, quer a volta da Michelin…

      Publicado por Alex-Ctba | 23/04/2010, 3:34 pm
  4. Ignorando todo o resto.

    A idade pesa nos esportes de alto rendimento.

    Hoje, mesmo um Schumacher em forma é muito inferior ao Schumacher em forma de 4,5,6 ou 7 anos atrás.

    Não acredito em milagres que possam fazer o W01 se adequar a ele. Pode até mesmo piorar.

    Vou continuar bancando minha aposta de janeiro: Rosberg ‘implode’ o mito.

    Publicado por Will | 23/04/2010, 11:47 am
    • Will,

      Seu comentário me fez pensar em uma coisa.
      Na Fórmula 1 atual o melhor piloto seria aquele que se adapta melhor ao carro?
      Supondo que há uns anos atrás o melhor piloto era, muito provavelmente, aquele que acertava melhor o carro…

      Digo isso pois SCH sempre teve fama de bom acertador de carro. E o próprio SCH declarou que os dois Mercedes têm o mesmo acerto.
      Resumindo, estamos vivenciando uma mudança no papel do piloto? É melhor aquele que se adapta a carros difíceis pois os carros oferecem acerto mais restrito. Até talvez os acertos já sejam de conhecimento dos próprios mecânicos e engenheiros com todas as informações que eles possuem.

      Basta lembrar o bom desempenho de MAS e RAI com as Ferrari indirigíveis do ano passado. Quero dizer que ali talvez não tivesse acerto salvador e sim piloto com boa adaptação.

      (Não quis dizer que adaptabilidade e acerto sejam excludentes. Enfim, não sei se me fiz entender.)

      Abraços

      Publicado por Alexandre Pires | 23/04/2010, 12:25 pm
    • Eu acho que o pacote que vem no ‘DNA’ do piloto (que para mim não é genético, e sim formado através de como ele passa pelas categorias de base até a F1) inclui velocidade, coragem, inteligência, visão periférica, coordenação motora, competitividade e uma capacidade de entender o carro como uma extensão do seu próprio corpo.

      Acho que o grande piloto tem tudo isso, mas principalmente o último item. Que tem essa característica consegue se adaptar rápido e acertar bem uma máquinapara extrair dela o máximo rendimento.

      Publicado por Will | 23/04/2010, 1:08 pm
    • Não se esqueça de adicionar a este pacote: Força Mental! No ambiente contraproducente da F1, onde esses pilotos trabalham sob pressão constante por resultados, um piloto fraco mentalmente é facilmente engolido pelo meio. Vide Nelson Angelo Piquet.

      Publicado por Alex-Ctba | 23/04/2010, 1:32 pm
    • Excelentes posts ALex

      Mas não se precipite com o Nelsinho. Ponha antes o factor Alonso aí. Um companheiro de equipe dominante pode desbaratar qualquer ego, Schumacher, agora sabemos que não sozinho, essa declaração do Japonês, devia ser vista como uma atenuante do Barrichello que não é tão mau como toda a gente o pinta, o Dick dizia amarfalhou o Rubinho, aliás com a ajuda do Todt do Hamashima do Brawn, isso deixa uma interrogante na sua categoria como piloto.Hepta-Campeão ele o Todt o Brawn o Hamashima e muitos mais..

      Atente bem em toda a temporada como fora o erro na classificação do Bahrein como o Asturiano está sendo muito mais rápido que o Massa um piloto que superou algumas vezes
      muitas até, o Kimishasa que era super-rápido.

      P.S. Veja por favor a resposta do post do video.

      Abraço

      Publicado por SennaCeccotto | 23/04/2010, 2:45 pm
  5. Surpreende também que a Mercedes (Ross Brawn) admita o erro na construção do carro ainda que um dos seus pilotos esteja ocupando o 2º lugar no campeonato.

    Publicado por Beatle Ed | 23/04/2010, 11:54 am
    • Verdade. Também revela o peso que a contratação de Schumacher teve na equipe e mostra o quão monstruoso é o desafio do Rosberg para se firmar na equipe. Grande trabalho do Nico.

      Publicado por Vitor, o de Recife | 23/04/2010, 12:00 pm
  6. Não diríamos “evoluir” e sim esta a fazer um carro “ao modo” de dirigir do Dick Vigarista da F-1. E assim o cerco contra o chucrute aumenta pois terá que mostrar que é mais rápido e sabe superar as divergências, será??

    Publicado por Fernando Kesnault | 23/04/2010, 12:19 pm
  7. Becken e amigos,

    No Schumacher eu aposto tudo, mas aposto só 50% que a Mercedes consiga fazer um carro que atenda às suas características ainda nessa temporada. Se o fizer, faltando 10 corridas, eu aposto tudo no conjunto carro/piloto.

    Saber dirigir conduzir um carro é pura técnica. Alguns a absorvem e o fazem previsível e medianamente, outros nem isso. Observem o comportamento dos motoristas no trânsito e vão constatar o mesmo. Depois de andar no máximo 5 minutos atrás de alguém vendo-o trocar de marchas e de direção vc já sabe com 100% de certeza se se trata de um cara do ramo, um mediano ou um roda-presa. Outras vezes, quando se posiciona atrás de um carro, vc já vê imediatamente que o feliz condutor sequer sabe ajustar o retrovisor da bomba-relógio.

    Mas conduzir um carro a absurdos 300km/h com alto grau de precisão e arrojo entre outros competidores em condições similares e ainda obedecendo regras regulamentares é um dom pessoal que se soma à tecnica da condução e produz pilotos do naipe do Schumacher e alguns outros. Esse dom envolve coragem, sangue frio, feeling, medo, instinto de sobrevivência, profundidade de campo, visão periférica, coordenação motora e um prazer (quase sexual) em vencer obstáculos como o tempo, os adversários, as dimensões espaciais e a si próprio, quebrando as próprias marcas antes assinaladas na tábua de tempos.

    Isso não se esquece e nem está à venda na boutique da esquina, na gôndola de algum hipermercado, muito menos nos portais de negócios da internet. Quem tem, tem. A quem não tem resta ignorar ou admirar. Eu admiro uma manobra precisa com a mesma contemplação que dispenso a uma fotografia do Henri Cartier Bresson, do Evandro Teixeira ou do Flávio Damm.

    Mas a tarefa da Mercedes é árdua. A física se fecha como uma esfinge e cobra altos pedágios a quem a desafia ignorando-lhe as regras. Com esse tanque e esse motor gigantes atrás do piloto e os pneus dianteiros mais finos é meio insano querer equilibrar o peso do carro para que a dianteira fique mais firme que a traseira.

    Mas, quem sabe a Dona Física não anda meio entediada e não guarda alguma surpresa… de repente. Afinal, semana passada o Hamilton reclamou que seu carro estava saindo muito de traseira.

    Abs.

    Publicado por Anselmo Coyote | 23/04/2010, 12:32 pm
    • Muito bom Coyote, muito bom!

      Se a Mercedes acertar o W01 ao seu gosto (o que é muito difícil ainda em 2010), eu só não aposto que o Michael será osso duro de roer por causa da idade.

      Mas temos que reconhecer a fantástica habilidade desse alemão.

      Publicado por Will | 23/04/2010, 1:02 pm
    • Will, concordo com vc, o alemão é um mito, como vc Disse, se a Mercedes conseguir acertar a mão, que é dificil, teremos ai um alemão brigando pelas primeiras posições, se com todas as reclamações, ele não está tão atras assim, vide ano passado, RAIKKONEM X FISICO…. digamos que está apanhando do Nico, mas a diferença não acho que seja tão brutal a ponto de não recuperar…
      Reconheço que a F60 de 2009 não se compara com a Mercedes deste ano, mas piloto é piloto…

      Publicado por Jackson | 23/04/2010, 8:06 pm
  8. Só blá-blá-blá. O melhor que ele faz é se aposentar! DE novo!

    Publicado por Ylan Marcel | 23/04/2010, 1:02 pm
    • O Ylan anda muito parecido com o Pai Jed Clampett do desenho animado Família Buscapé.

      hug

      Só sabia reclamar e falar mal de tudo.

      Publicado por Claudemir Freire | 23/04/2010, 3:52 pm
    • KKKKKKKKKKKKKKKK

      Publicado por Alex-Ctba | 23/04/2010, 5:20 pm
    • Kekekekeke!!!!

      Publicado por Will | 26/04/2010, 10:02 am
  9. A Mercedes vive inventando desculpas para explicar porque Schumacher não vem correndo bem, mas a grande verdade é que o alemão já não tem mais o domínio sobre o carro que tinha antigamente e não é uma mudança ou outra que o farão melhorar. Deve demorar pelo menos até o meio da temporada para que ele ande no ritmo de Rosberg e creio que até o fim do ano para volta à ser o verdadeiro Schumahcer. Por enquanto terá que se acostumar com o meio do grid. Paciência…
    Gostei do seu blog, peço uma parceria e troca de links. Entre no meu blog e deixe um comentário com a resposta: http://omelhordaformula1.blogspot.com
    Obrigado!!! abx…

    Publicado por Estevis | 23/04/2010, 1:05 pm
  10. eles vao ajustar o carro favorecendo o estilo do alemao em detrimento do Rosberg?

    Publicado por Joao | 23/04/2010, 1:19 pm
    • João, acho que o Nico vai continuar em plena evolução, pois ele esta andando com os slicks e com esse novo carro desde a pré-temporada, qualquer alteração se favorecer o schumy em 50%, para Nico será praticamente o dobro da evolução…

      Publicado por Jackson | 23/04/2010, 8:08 pm
  11. Thanks, Will.
    Vi nada de muito bom não, mas se vc está falando, aceito de bom grado…rsrs.
    Abs.

    Publicado por Anselmo Coyote | 23/04/2010, 1:25 pm
  12. “eles vao ajustar o carro favorecendo o estilo do alemao em detrimento do Rosberg?”

    Becken e amigos,

    A pergunta do João, entre aspas acima, é interessante. Eu gostaria de saber se os carros. Es esquisita, viu João…rsrs. Sim, porque vivemos dizendo que o carro de fulando é melhor que o de sicrano, que beltrano é beneficiado na equipe etc, o que mostra que os carros não são iguais. Mas, essa diferença permitida, estando o carro dentro do regulamento geral, é limitada a alguns pacotinhos ou é mais abrangente, permitindo por exemplo que o carro do Schumacher tenha um entre-eixos maior que o do Rosberg, de forma que a melhora para um não traduza em prejuízo para o outro.

    Gente, desculpe-me aí. Hoje não estou conseguindo resumir as coisas.

    Abs.

    Publicado por Anselmo Coyote | 23/04/2010, 1:35 pm
    • ah entendi, entao o regulamento permite que o carro de um seja ligeiramente diferente no entre-eixo,achei que só podia ser diferente ajustes minimos tipo nas asas, lastros e pressao dos pneus, agora vai ficar do jeito que eles gostam, pro alemao tem que sair de frente ja pro rosberg de traseira, uii!

      Publicado por Joao | 23/04/2010, 2:59 pm
    • João, é o contrário, o Schumi gosta de carros q saiam de traseira.

      Publicado por Alex-Ctba | 23/04/2010, 3:07 pm
    • Droga perdi a piada com o Rosberg.

      Publicado por Joao | 23/04/2010, 3:18 pm
    • Kekekekekeke!!! Boa João!

      Publicado por Will | 23/04/2010, 3:43 pm
  13. Alex-CTBA
    Excelente ponto de vista, em relação a volta dos slicks e talvez isso seja a principal razão do critico desempenho do alemão atualmente!!!

    Mas eu tenho receio e medo, de que talvez o Schumacher e sua aventura na Motovelocidade ano passado, pode ter lhe deixado sequelas devido as graves acidentes que lhe ocorreram!!! Vc acha que isso pode também ser um fator???

    Publicado por Sheldon | 23/04/2010, 1:43 pm
    • Sheldon, acredito q não. Ano passado, qdo foi cogitada a volta do alemão para substituir o Massa, ele alegou essas fortes dores no pescoço. No final do ano, já de contrato assinado com a Mercedes, ele declarou q já não sentia nenhuma sequela do acidente e q estava 100% fisicamente para encarar o desafio de voltar a F1 depois de três anos de ausência. Esses três anos afastados de competição em alto nível + os novos carros e dimensão de pneus + uma geração de pilotos talentosos q não competiram com ele, tais como Hamilton, Vettel e Sutil, somados aos “evoluídos” Alonso, Button, Massa, Rosberg e Kubica, estão dificultando e muito ao Alemão beliscar seus pontinhos. Veja a quantidade de pilotos de nível q tem a F1 atual, em relação a F1 da “era Schumacher”.

      Qdo eu digo “evoluídos”, é pq apesar desses pilotos terem competido com o Schumi, eles acompanharam a evolução dos carros se adaptando aos mesmos, coisa q o Alemão não teve oportunidade de fazer.

      Publicado por Alex-Ctba | 23/04/2010, 1:59 pm
    • Até Alguersuari e Petrov estão dificultando pro Schumacher…nunca pensei que iria poder dizer isso, como o mundo gira!

      Publicado por Will | 23/04/2010, 3:44 pm
  14. “Afinal, semana passada o Hamilton reclamou que seu carro estava saindo muito de traseira.”

    Revendo a corrida da China, eu vi q o carro do Hamilton escapava o tempo inteiro de traseira, dianteira, de td qto é jeito. O Alonso em certos momentos tb, e é exatamente isso q eu acho q está faltando ao Massa. Pilotar mais na navalha. Sua condução tá muito limpa, muito certinha. Se ele tivesse uma Red Bull nas mãos, ok, nada de dar uma de estabanado como o Webber, mas para extrair mais dessa F10, como o Alonso está fazendo, vai ter q “sujar” mais essa pilotagem, na minha opinião.

    Publicado por Alex-Ctba | 23/04/2010, 1:44 pm
  15. Este ano ainda tem um credito pro velho Schumacher depois de alguns anos sem pilotar, mas pelo nome que ele é na F1 ja devia estar praticamente adaptado as novas condiçoes!

    Este ano ainda vai, mas ano que vem pra frente que eu quero ver se o velho shumi é isso tudo mesmo…, agora tem pilotos pra enfrenta-lo, ganhar varios titulos mundiais contra ninguem era facil!! ainda mais com essa de que a fornecedora de pneus era todo ouvidos ao cara…

    Publicado por Lucas Túlio | 23/04/2010, 2:10 pm
  16. Essa história da Bridgestone desenvolver pneus voltados para o estilo de pilotagem do alemão não me surpreende nem um pouco. Surpresa pra mim é ter gente que ainda se surpreenda com isso.

    Senão vejamos: a partir de 2001 quando a Michelin retornou a F1, coincidiu com o exato momento em que a McLaren (que na época usava Bridgestone) começou a fazer projetos de qualidade inferior aos projetos de 1998-2000. A Ferrari portanto era a principal equipe Bridgestone. Algo que ficou ainda mais evidente a partir de 2002, quando a McLaren migrou para Michelin.

    A Bridgestone, obviamente teria que apostar suas fichas na equipe com mais chances de combater a Michelin, e qual era o piloto número 1 da equipe número 1 da Bridgestone?!?

    Há também um cenário que é ignorado. A Michelin não desenvolvia pneus para 1 único piloto em específico, porque tanto o modelo de disputa da McLaren quanto o da Williams (que também não tinham performances tão distintas uma da outra, ao contrário de Ferrari e BAR por exemplo) dava status igualitário para os pilotos.

    O outro ponto que eu queria comentar é sobre a McLaren em 2007. É óbvio que eles levaram vantagem e passaram a trabalhar melhor com os pneus Bridgestone graças ao Stepneygate. Eles ficaram sabendo que a Ferrari usava ozônio nos seus pneus (algo que ela McLaren não usava) e inclusive foi um dos pontos de destaque dos e-mails trocados entre o Alonso e o De La Rosa.

    Publicado por Arlindo Silva | 23/04/2010, 2:45 pm
    • A Michelin em 2005/ 2006 fazia pneus que favoreciam a Renault.

      Publicado por Claudemir Freire | 23/04/2010, 3:38 pm
    • Não Claudemircreio que o tratamento da Michelin era mais equilibrado, pelo menos até 2005. Todas as equipes que migraram para os Michelin diziam isso e a prova é que a McLaren disputou o título de 2005 com a Renault, perdendo só por suas próprias limitações. Talvez em 2006, com a polarização entre Renault e Ferrari, possa ter havido algum beneficiamento – até porque era o último ano e eles queriam sair por cima… – mas até então, o tratamento pareceu ser igualitário.

      Publicado por Vitor, o de Recife | 23/04/2010, 8:39 pm
    • Por isso a regra bloqueou o ozônio?

      12.7 Tyre Gases :
      12.7.1 Tyres may only be inflated with air or nitrogen.
      12.7.2 Any process the intent of which is to reduce the amount of moisture in the tyre and/or in it’s inflation gas is forbidden.

      Publicado por Will | 23/04/2010, 3:49 pm
  17. Eu estou adorando ver o Rosberg dando essas surras no Schumacher.
    Mas o Scumacher de hoje não é mais o mesmo de alguns anos. Quando os dois dividiram a mesma equeipe em 91, Piquet encontrou um adversário muito forte em SCH, e pra alguém incomodar o Piquet é porque o sujeito tinha que ser MUITO bom.
    Agora essa revelação da Bridgestone na minha opinião não passa da ponta do iceber, SCH era muito favorecido em MUITOS aspectos, vide título no qual jogou o carro em cima do Hill e nada lhe aconteceu.

    Publicado por Mauro | 23/04/2010, 2:58 pm
    • Piquet estava velho em 91, assim como o Schumacher está velho em 2010.

      Publicado por Will | 23/04/2010, 3:50 pm
    • O incidente com o Hill e a tentativa frustrada com o Villeneuve são as maiores manchas na carreira do alemão.

      Esses fatos lhe valeram o eterno apelido de ‘Dick Vigarista’.

      Publicado por Will | 23/04/2010, 3:52 pm
    • Outra amostra da condenável conduta e favorecimento ao Dick Vigarista é o ocorrido no GP da Áustria de 2002. O favorecimento é escandaloso, e alguém aqui duvida que a ordem de mandar o Rubinho parar o carro não veio do próprio Schumacher?

      Publicado por Mauro | 23/04/2010, 5:29 pm
    • Outra amostra da condenável conduta e favorecimento ao Dick Vigarista é o ocorrido no GP da Áustria de 2002. O favorecimento é escandaloso, e alguém aqui duvida que a ordem de mandar o Rubinho parar o carro veio do próprio Schumacher? Eu não duvido, o histórico dele não me permite.

      Publicado por Mauro | 23/04/2010, 5:31 pm
    • Eu acredito que há uma outra mancha. A ordem para o Rubinho parar o carro em 2002 na Áustria você acredita que partiu de quem Will?

      Publicado por Mauro | 23/04/2010, 5:37 pm
    • Will, e não esquecemos de 2006, em Monaco, aquela “estacionada”..rsrss ele não ganhou o mundial, mas aquilo ficou feio, sem contar que ele foi punido…

      Publicado por Jackson | 23/04/2010, 8:12 pm
    • Sim, isso é fato, piquet estava mais velho e muito mais experiente, motivo este que não o deixaria se impressionar por um piloto medíocre. Visto que Sch o incomodou e o impressionou, basta ler o que Piquet fala sobre Sch.

      Publicado por Mauro | 23/04/2010, 3:57 pm
  18. A Mercedes evoluiu o carro para a equipe, até porque não é do feitio dos alemães entrarem nos jogos para perder.
    Se o Schumacher se der bem, ótimo. Se apenas o Nico andar, bom também.

    Publicado por Ron Groo | 23/04/2010, 3:12 pm
  19. Schumi ganhou tantos titulos assim porque nao tinha adversarios, corria contra ninguem…, e ainda era beneficiado por mil e uma coisas…, ai fica meio facil de mais ne…

    Agora nao, tem piloto pra bater de frente com ele, vamo ver no que vai dar…

    na minha opiniao, é surra uma atras da outra!

    Publicado por Lucas Túlio | 23/04/2010, 3:18 pm
  20. Bom Dia Meus F1 Freaks Like Me

    Que informações estamos tendo hoje.Excelente post Dono do Blog.

    A Mercedes-Benz, ou melhor o Grupo Daimler-Benz que despediu uma catrafada de trabalhadores e quando anunciou a contratação do Michael Schumacher teve que ouvir das boas e das bonitas,e que ao dia de hoje, o povo teutónico achou uma dummheit und werschwendet, wir fühlen uns betrogen dizem os entrevistados, por gastar 22 Milhões de € qualquer coisa como 33 milhões de American Dollars, vai-se dar ao luxo de fazer um novo carro para o adaptar ao Senhor. Tinha percebido que alterar a distância entre-eixo implicava modificar o chassis e algum dos gurus aqui do site diziam que isso não era permitido, pelos vistos o Padrinho Jean Todt já ajuda o afilhado, disfarçando a coisa com a distribuição dos pesos. A Ferrari pediu uma coisa que a Renault já tinha tido, coincidência das coincidência a MGP vem pedir uma coisa que parece não era permitido..( mas já tinha falado antes nisso ,valha a verdade)
    Se o carro, modificado, prejudicar o Nico Roseberg será e é bom que ninguém esqueça isso, o beneficio de um piloto que se vem arrastando contra o Vice-Comandante do Campeonato Mundial de Pilotos,é por esta e por outras que o Schumacher mesmo ganhando tudo o que ganhou nunca será respeitado and loved ( usei aqui o inglês para não ser mal-interpretado) como o foram os consagrados Piquet, Prost, Mansell, Jim Clark, Nuovolari, o próprio Stirling Moss, Niki Lauda, Gilles Villeneuve, Fangio.

    O Grupo Daimler que vale umas vinte vezes, a Fiat, é livre de fazer com o seu dinheiro o que muito bem entender. Não sou nem proto nem neo ou reform comunista, mas que qualquer cristão bem-formado -sem me incluir- se achar isso não curial está no seu direito.

    Abraço

    As declarações do Hamashima são surreais.

    Publicado por SennaCeccotto | 23/04/2010, 3:30 pm
    • “como o foram os consagrados Piquet, Prost, Mansell, Jim Clark, Nuovolari, o próprio Stirling Moss, Niki Lauda, Gilles Villeneuve, Fangio”

      E o Senna???

      Agora falando sério, se a MGP ‘modificar’ o W01 e o Schumacher ‘crescer’ e o Nico ‘encolher’ será tão ou mais vergonhoso do que está no momento.

      Publicado por Will | 23/04/2010, 3:56 pm
    • Will

      Senna paira por cima desses todos

      Publicado por SennaCeccotto | 23/04/2010, 5:59 pm
    • !Concordo!

      Publicado por Will | 26/04/2010, 10:05 am
  21. João, só pra não deixar dúvidas sobre essas preferências de pilotos em ter um carro mais nervoso ou de frente ou de traseira:

    Understeer (subesterço): Tendência do carro escorregar de frente durante a curva

    Oversteer (sobreesterço): Tendência do carro escorregar de traseira durante a curva.

    Schumacher sempre preferiu um carro “oversteer”. Não sei a preferência de todos os pilotos, e essa poderia se uma pergunta q os repórteres deveriam fazer ao se entrevistar um, mas enfim, acho q dos atuais pilotos, só o Schumi e o Barrichello preferem um carro “oversteer”. Kimi tb preferia e esse foi o motivo da diferença de performance entre ele e o Massa em 2008, com o carro da Ferrari com forte tendência “understeer”. Alonso, assim como o Massa, gostam de um carro com a traseira mais estável e portanto q saiam mais de frente. Porém, Alonso, mo seu estilo de pilotagem mais agressiva, parece q consegue aquecer os pneus melhor do q o Massa e isso está se refletindo na pista, porém de forma muito menos evidente, como foi no caso do Kimi com o Massa.

    Publicado por Alex-Ctba | 23/04/2010, 4:04 pm
    • Somente para complementar Alex,

      Os carros “Oversteer”, com saídas de traseira, tbm tem influenciam para estes pilotos nas entradas de curva… pois é ai que eles tiram tais décimos de segundo… vide Schumy nas poles na época de ferrari… nos videos on board vc percebe isso…

      Publicado por Jackson | 23/04/2010, 8:17 pm
  22. É, vamos ver.

    Publicado por Alexandre Gomes | 23/04/2010, 4:09 pm
  23. Só tem uma diferença clamorosa entre o estilo do Michael e o do Rubens. O Michael necessita de um carro com tendência ao oversteer porque a técnica de pilotagem dele (onde ele usa o chamado “trail braking”) exige esse tipo de comportamento do carro.

    O Rubens não usa trail braking (até porque ele freia em linha reta, diferentemente do que a técnica exige, que é frear tangenciando). Aliás, desde os tempos do Keke Rosberg (olha só que ironia) que nenhum piloto além do Schumacher usa/usou trail braking.

    Provavelmente, o Michael não teria tanto problema assim em 2009, quando os pneus dianteiros eram mais largos e mais aderentes (afinal eram trocados 2, 3 vezes por corrida) e os carros tinham tendência a sair de traseira.

    Publicado por Arlindo Silva | 23/04/2010, 5:51 pm
  24. Pessoal,

    É a Ferrarização da Mercedes!!! (kkkk)

    Vocês se lembram que por muitos anos a Ferrari teve um entre-eixos mais longo que as concorrentes, como a McLaren?
    Sobretudo na era SCH!
    Tou desconfiado do seguinte: não há erro de distribuição de peso coisa alguma (vejam o ROS, está em segundo no WDC), a questão é fazer um carro mais próximo dos Ferrari que o SCH dirigiu. Só isso.
    Agora, o porquê disso pode ser realmente ter mais possibilidades de acerto ou a velha tendência de sair de traseira.
    Contudo, todos nós sabemos que a principal característica de um carro com entre-eixos maior é um desempenho melhor em retas e pior em curvas.
    Talvez tenham visto que estão com pouco desempenho em retas. (Ou nas saídas de curva como disse o próprio SCH).
    Abraços

    Publicado por Alexandre Pires | 23/04/2010, 5:52 pm
  25. Eu acho que há uma confusão entre “escapar de traseira” e “equilíbrio do carro”.

    Porque se o problema fosse simplesmente fazer um carro sair de traseira, bastava regular a asa para isso, o carro ia até ficar mais rápido em reta.

    Por isso pergunto, qual a diferença entre um “carro oversteer/understeer” e um “setup oversteer/understeer” ?

    Publicado por Alfred Newman | 23/04/2010, 6:30 pm
  26. O alemão correu contra Piquet, Senna, Mansell e Prost e foi bi-campeão com uma Benetton. Aliás, o grande Senna, sem ironias, estava comendo poeira dele quando desencarnou. Correu tb contra o Mika Hakkinen, Jacques Villeneuve, Kimi Raikkonen e Nada Sei.

    Acontece que ele era jovem e aqueles primeiros pilotos, à exceção do Senna, resolveram não correr mais, talvez achando-se velhos para a empreitada.

    O Schumacher podia fazer três coisas.

    1. Pegar os caras no laço e obrigá-los a correr.

    2. Parar de correr porque os adversários eram fracos e ir para trás do balcão da lanchonete do kartódromo onde começou.

    3. Seguir na carreira e bater os bons que aparecessem – Mika Hakkinen, Jacques Villeneuve, Kimi Raikkonen e Nada Sei.

    O que teriam feito esses que dizem que ele não teve adversários (e teve, muitos)?

    As portas estão abertas para toda sorte de hipocrisias. Opinem a vontade.

    Abs.

    Publicado por Anselmo Coyote | 23/04/2010, 7:19 pm
    • Opçao 3.

      Seguir na carreira e bater os bons que aparecessem – Mika Hakkinen, Jacques Villeneuve, Kimi Raikkonen e Nada Sei.

      – O que eu quis dizer era que que a MAIORIA dos titulos do schumaecher foram contra ninguem…, se tivesse pilotos e maquinas que pudessem encarar a toda poderosa ferrari ele nao teria ganhado tantos campeonatos… apenas isso.

      Quanto a este ano, tudo bem, ta voltando depois de um tempo de inatividade, mas o fato é que agora tem pilotos e maquinas que podem bater de frente com o Dick Vigarista, entao, to doido pra que ele consiga o seu acerto o quanto antes e vamos ver no que vai dar.

      Publicado por Lucas Túlio | 23/04/2010, 7:52 pm
    • Anselmo,
      Sempre leio teus comentários com toda atenção e aprendo muito com os teus pontos de vista, mas quando você diz que “O alemão correu contra Piquet, Senna, Mansell e Prost e foi bi-campeão com uma Benetton. Aliás, o grande Senna, sem ironias, estava comendo poeira dele quando desencarnou.” eu concordo contigo que ele correu contra toda essas feras, mas a verdade é que ele nunca foi campeão enquanto essas lendas estavam correndo. Quando ele foi campeão, nenhum deles estava lá disputando o campeonato.
      Ok, o Senna correu 3 corridas em 1994 e morreu, ou seja, 3 corridas contam para um campeonato inteiro? Dá pra dizer que ele venceu um campeonato disputado contra Ayrton Senna? Na minha opinião não podemos dizer isso.
      Mais uma coisa, neste mesmo ano de 1994 quando Schumacher venceu corridas contra Senna, ficou provado que a Benetton da dupla de “exemplos esportivos” Schumacher e Briatore, estava fora do regulamento. Contava com sistema de reabastecimento irregular(olha a diferença de tempo que ele ficava nos boxes e os tempos dos outros pilotos parados, inclusive passando o Senna no GP de Interlagos daquele ano nos boxes), suspensão irregular(dizem que ativa), e assim vai…

      Publicado por Mauro | 24/04/2010, 12:15 am
    • Ele correu contra o Alonso que é aconteceu? Baixou o pau nele com uma Renault e o obrigou a antecipar a reforma quando ainda era jovem, voltando depois porque se retirou cedo e agora está sendo VEXADO por companheiro de equipe por piloto retardatário e por scuderia de GP2.
      Tanto assim é que vão fazer carro especial para ele para o vexame não ser tão grande mas não vai dar nada, vai sair vergado..

      Publicado por SennaCeccotto | 24/04/2010, 6:22 am
  27. Lucas,

    A vida é assim. Algumas coisas nos é dado ver. Outras, não. Já ouvi gente dizer que se o Pelé tivesse 20 anos hoje não jogaria nada e também que jogadores bons hoje não o seriam ontem. Como saber?

    De minha parte prefiro acreditar na transcendentalidade do talento. Sempre houve e sempre haverá bons escritores, pintores, fotógrafos, pilotos, atletas etc e sempre vai haver. Isso é fato.

    Querer viver uma outra vida ou adivinhar o que teria sido outra vida para mim é querer dominar o imponderável, uma insanidade.

    O Schumacher é o que é e foi o que foi.

    Abs.

    Publicado por Anselmo Coyote | 23/04/2010, 8:05 pm
  28. Perdoem a ignorância, mas: para mexer no motor a Ferrari precisa de autorização da FIA e para mexer no entre-eixos a Mercedes não precisa?

    Publicado por Paulo Patullo Neto | 23/04/2010, 9:00 pm
  29. Concordo em grande parte com que disse o Coyote logo aí acima. O Alemão não é e nunca foi um piloto qualquer. Querer atribuir toda a sua carreira vencedora a favorecimentos em todos os níveis é um insulto à inteligência.

    Não é possivel que todo o mundo se curvasse aos pés dele, como se ele fosse um deus encarnado. O cara cometeu erros e graves em determinados pontos de sua carreira mas também proporcionou momentos de puro talento, bem acima da média, em diversas ocasiões.

    Ainda é muito cedo para se fazer qualquer tipo de julgamento, para o bem ou para o mal, com relação a sua performance atual. E quero deixar claro por aquí que nunca nutri grandes simpatias por ele, mas temos que ser menos imediatistas com relação aos julgamentos.

    Vamos deixar para o final da atual temporada para que façamos uma análise global e consequentemente um julgamento mais preciso sobre o, sem sombra de dúvida, talentoso piloto tedesco.

    saudações

    Publicado por celso gomes | 24/04/2010, 12:41 pm
  30. Entendo Coyote, mas entendo tambem que opiniao cada um aqui vai ter a sua…, respeito a de todos aqui…., ainda mais porque eu nem posto muitos comentarios aqui devido ao nivel da maioria que comenta por aqui, só fera, só neguinho que entende mesmo do assunto, voce é um deles…

    Mas o dick vigarista não me desce pela “guela”! Como disse antes, eu ate dou um desconto nesse inicio de temporada pela inatividade dele nos ultimos anos…

    Ele quis voltar, entao que se adapte logo e tente bater de frente com os adversarios que estao ai dessa vez em vez de ficar nessa reclamaçao toda que pra mim são desculpas.

    Chega de querer beneficios pra correr… quis voltar, voltou, entao mete as caras e va tentar disputar!! Agora tem maquinas e pilotos que podem bater de frente com ele!

    Agora o buraco é mais embaixo!!

    Publicado por Lucas Túlio | 24/04/2010, 1:14 pm
  31. Pessoal,
    como faço pra que apareça foto aqui nos posts ??

    Publicado por Lucas Túlio | 24/04/2010, 2:00 pm
    • Segue o “tutorial” do Claudemir, um dos hits desse blog:

      “…Bem, vamos aos pontos.

      http://www.gravatar.com

      Acesse esse site acima e crie uma conta em Sign Up, feito, vamos a frente.

      Assim vamos começar um breve passo a passo.

      Depois de logado vá em ADD NEW IMAGE.

      Salve a imagem em seu pc que você quer usar.
      Clique em My computer’s hard drive

      Localize a imagem clicando no botão ENVIAR ARQUIVO.

      LOCALIZADO A IMAGEM clique em NEXT.

      Aí agora tem uma ferramenta de corte da imagem, vai uma dica, escolha imagens quadradas porque assim você não perde tantas áreas.

      Depois de ajustada a imagem clique em CROP AND FINISH.

      Na tela seguinte que é a CHOOSE A RATING FOR YOUR GRAVATAR, clique em RATED G.

      It’s done my friend.

      Só uma dica, o e-mail que você usa nos blogs da WordPress é o que tem que ser o usado, porque se colocar outro e-mail não vai aparecer a imagem, trocando em miúdos o e-mail que você coloca na Becken é o que tem que ser criado a conta…”

      Publicado por Becken Lima | 24/04/2010, 2:33 pm
  32. Opa, Valeuu Backen!

    Publicado por Lucas Túlio | 24/04/2010, 3:45 pm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: