//
você está lendo...
ARTIGOS

Rubens Barrichello reclama da ridícula transmissão da Stock Car feita pela Globo hoje

Sim, o “telespectador” Rubens Barrichello reclamou de forma “light”, mas reclamou, sim, da transmissão da Stock Car feita pela Rede Globo hoje:

Cortar a transmissão da Stock Car a 3 min do fim é muito frustrante…ate desliguei a TV…vou aproveitar pra fazer um exercício…ate mais.

— Rubens Barrichello, via Twitter

E não foi só ele, Lucas Di Grassi replicou o “Twitt” do Rubens com um sonoro, curto e grosso “Concordo.”

Se você não viu a transmissão de hoje, saiba que a Globo a iniciou no último terço, logo depois da rodada de pit stops, o que significa que os telespectadores perderam parte importante do jogo estratégico da prova. Com dez minutos para o final, houve três “safety cars”, o último faltando três minutos, o que nos daria uma relargada com potencial para brigas e mudanças importantes de posições. Neste momento, a Globo mudou abruptamente para uma matéria com esporte radical patrocinada pela Rexona e voltou apenas com o resultado final e imagens recuperadas do pódio.

A Stock Car me parece ter uma boa carteira de patrocinadores, entre eles os postos Ipiranga, a Caixa Econômica, a Cerveja Itaipava e a Chevrolet. Eu não sei até onde essas empresas se importam em pagar por um evento micado como é a Stock Car, e se está valendo a pena atrelar o valor de suas marcas a uma transmissão que desrespeita e afronta a Inteligência do telespectador.

Reclamo dia a dia sobre a transmissão da F1 — algo que reconheço ser meio Quixotesco — , mas com Rubens Barrichello e Lucas Di Grassi pondo o dedo na ferida publicamente, talvez a Globo se toque e mude a sua postura absolutamente ridícula com quem paga e quem assiste automobilismo em seu canal.

Discussão

35 comentários sobre “Rubens Barrichello reclama da ridícula transmissão da Stock Car feita pela Globo hoje

  1. Realmente terrivel a forma com e rede globo trata o produto Stock car, se não deseja mande a categoria bater em outra porta, mas manter sob contrato somente para evitar que outras possam exibir, sem sequer respeitar o espectador que liga seu televisor para assistir a um evento é abuso de poder ecônomico.

    Mas e a direção da categoria? Não reclama desta postura? Assinou um contrato que preivia tal desconsideração? E a Comissão de pilotos? Será que não percebem que estão sendo desvalorizados como profissionais? Sem falar em patrocinadores que colocam suas marcas esperando publicidade.

    Assim não existe automobilismo que vá a frente.

    Publicado por Mape | 02/05/2010, 1:07 pm
  2. Particularmente, eu acho a Stock sem atrativos e bem chatinha. Mas também fiquei irado com isso. Também o fato do SporTV 2 anunciar a transmissão e passar Tenis, prejudica a seriedade da categoria. Acho que, como muitos – eu entre eles – previam, a Stock Car vai, aos poucos, voltando a ser a coisinha ridícula que sempre foi.

    Publicado por Ylan Marcel | 02/05/2010, 2:08 pm
    • Marcel,
      Era na SporTV 1

      Publicado por Vito | 02/05/2010, 4:16 pm
    • Marcel,
      Era na SporTV 1… mas era só os melhores momentos, igual a F1.
      Ao vivo mesmo, só na “grobo”

      Publicado por Vito | 02/05/2010, 4:17 pm
  3. Eu vi na íntegra pela Sportv , inclusive a premiação , e houve no final da prova , um quarto ” safety car ” e , ainda teve uma ” briga ” do ” filho do homem” com o Luciano Burti , em que não foi concretizada em ultrapassagem pois estavam à uma volta do final .

    Publicado por Marco | 02/05/2010, 2:22 pm
    • Marco, voce tem certeza?
      Na SporTV1 tava passando tenis.
      Na SporTV2 passou, mas só lá pela 1 da tarde, a corrida foi as 11.

      Publicado por Vito | 02/05/2010, 4:19 pm
    • Não foi ao vivo mas sim vt , pela parte da tarde .

      Publicado por Marco | 02/05/2010, 6:45 pm
    • Vito e Marco,

      Têm razão. Mas, às 11h, hora da corrida, coloquei nos dois canais SporTV. No 1 tava passando um emocionante embate entre Catania (Who???) x Juventus. Já no 2, Tenis.

      Então, coloquei na Globo e eles estavam passando uam corridinha de maratona bem caída.

      Não tenho o hábito de ver corridas em VT, principalmente depois de já saber o resultado.

      Ou seja, não vi. E não creio ter perdido grandes coisas.

      A Stock sempre foi um saco.

      Publicado por Ylan Marcel | 03/05/2010, 8:50 am
  4. a cobertura da globo na f1 é fraca. não mostra treinos livres( poderia mostrar os vt’s pelo menos, e como a maioria deles acontece na madrugada não seria tanto problema para a grade assim), mostra os treinos no limite do início do evento e não cobre as entrevistas pós GP’s e treinos. Lamentável.

    Publicado por marcelle | 02/05/2010, 2:30 pm
  5. Como se não bastasse acabar antes da bandeirada, a transmissão começou lá pela vigésima volta. Não deviam falar que iam transmitir e sim dizer que haveriam apenas flashes.
    É tanto desrespeito pelo telespectador que eles nem se quer anunciam que horas é a corrida de Stock Car, pois assim podem iniciar a hora que quiserem.
    É por isso que nunca uma competição de automobilismo nacional vingou (quanto ao interesse do grande publico), pois nós não nos identificamos com aquilo, não sabemos quem são as equipes, conhecemos poucos pilotos (ou nenhum) e nem sabemos que horas é a corrida.
    Para fechar a palhaçada, não deixam ninguem transmitir… rídiculo.

    Publicado por Vito | 02/05/2010, 4:09 pm
  6. Eu gostaria de ver uma opção de PPV para os eventos automobilísticos.
    É patética a cobertura da Globo assim como das outras.
    Só que provavelmente a Globo já se defendeu desta “ameaça” também. :-(

    Publicado por Arthur | 02/05/2010, 5:08 pm
    • Arthur,

      Há muito tempo tenho essa teoria. Eu pago R$ 50,00 para ter em PPV o Campeonato Carioca e o Brasileirão. Honestamente, pagaria o dobro para ter o PPV da F1, com todos os treinos e entrevistas, como acontece com o futebol. Concordo contigo.

      A Globo só transmite F1 pq ela é, geralmente, às 9 da manhã e ela não tem nada que dê mais audiência no horário. Se a F1 tivesse os horários da Indy, talvez a popularidade da categoria máxima do automobilismo mundial fosse tal como a NASCAR aqui no Brasil.

      Abração!

      Publicado por Ylan Marcel | 03/05/2010, 8:53 am
  7. Apenas uma perguntinha simples mas não tenho esta informação, as duas novas categorias da familia Massa com a Fiat serão também estripadas pela Rede Globo e seus comparsas???????
    Se caso a resposta for positiva, que desperdício já nasceram mortas as novas esperanças brasileiras de esporte a motor …..Pelo menos sabemos que também serão devidamente e impiedosamente castradas ….

    Publicado por Kako Jungbluth | 02/05/2010, 5:10 pm
  8. O Di Grassi tem até motivos para dar alfinetadas na Globo, que chama a sua equipe, Virgin Racing, de “VRT” (aliás, de onde eles tiraram esse maldito “T” que eu nunca vi?). Mas enfim…

    Esse artigo foi muito relevante pra mim. Hoje resolvi preterir a Stock Car para assistir, in loco, a um concerto de música antiga. Agora sei que não perdi nada.

    Publicado por Daniel Médici | 02/05/2010, 6:02 pm
  9. Sei não, mas o contrato deve ser bem amarrado para prever justamente casos como o deste domingo, que uma caso atípico, a transmissão da maratona.
    Os caras da Stock devem ter ciência que eles serão preteridos por qualquer outra competição que venha a ocorrer na mesma hora.
    Outra coisa, será que a Stock é tão lucrativa assim para a RG? Pra mim a Stock tá na programação da Globo só por causa do Cacá.
    Mas advogado do diabo à parte, se falou que ia transmitir, tem que transmitir, não dá pra ficar nessa molecagem que foi a transmissão da Stock. Raramente eu assisto Stock, mas essa prova, para minha tristeza, eu assisti. E como o 1B também passei muita raiva.
    O problema da RG, é que esporte não é jornalismo, e sim entretenimento. E entretenimento, não tem as amarras que tem o jornalismo. Então a RG se vê no direito de fazer essas palhaçadas.

    Fernando

    Publicado por Ffigueiredo | 02/05/2010, 7:33 pm
  10. E eu fiquei no Askichato.

    FF

    Publicado por Ffigueiredo | 02/05/2010, 7:33 pm
  11. Já pensou se o vencedor da corrida faz isso em Mônaco esse ano?

    Tem faltado isso na F1!

    Publicado por Leandro Magno | 02/05/2010, 8:06 pm
  12. Ridículo… n]ao vi porque não curto a Stock, mas é de um desrespeito tremendo. E ao contrário de você, Becken, eu não consigo ser otimista com a transmissão da RG… eles simplesmente parecem viver em outro mundo e ignoram quem pagam suas contas.

    Mas justiça seja feita, a bandeirantes já cortou transmissões da F-Indy pra passar futebol. Só não era de forma muito abrupta porque eles já colocavam minitelas (minitela da corrida, claro) para mostrar o ônibus do time tal chegando no estádio. Já pra preparar o clima do pobre espectador da Indy…

    Publicado por Vitor, o de Recife | 02/05/2010, 8:23 pm
  13. Infelizmente é tudo questão de audiência.Outro dia esse assunto foi discutido no programa super motor do Band spots.Acho uma falta de respeito com o telespectador.Compartilho a mesma indignação do Rubens Barrichello e Lucas Di Grassi.

    Publicado por Daniel Lima | 02/05/2010, 11:20 pm
  14. Sei não, mas o contrato deve ser bem amarrado para prever justamente casos como o deste domingo, que uma caso atípico, a transmissão da maratona.
    Os caras da Stock devem ter ciência que eles serão preteridos por qualquer outra competição que venha a ocorrer na mesma hora.
    Outra coisa, será que a Stock é tão lucrativa assim para a RG?

    O contrato é amarrado e os caras têm ciência de que serão preteridos, mas não se incomodam muito com isso.

    Segundo os promotores da Stock não existe, por enquanto, possibilidade de a categoria ir para outra emissora porque “os patrocinadores preferem 15 pontos por 20 minutos da Globo do que 6,7 por uma corrida completa na Record, por exemplo”.

    No contrato está estabelecido que em casos excepcionais – por razões comerciais – a transmissão pode ser interrompida pela Rede Globo. Isso acontece quando envolve patrocinadores “cativos” da emissora, como eventos promovidos pelo Banco do Brasil, por exemplo.

    Publicado por Willian | 03/05/2010, 10:13 am
  15. isso só mostra a falta de respeito de como é tratado o automobilismo no brasil pela midia aberta vide a band nas transmissoes da indy e a globo com a estoque, mas aposto que se o caca bueno estivesse em primeiro eles mostravam até o final, a band pelo menos nao muda o nome das equipes da indy, ja pensou psk (peske) cpg (chipGanassi) nha (Newmann haas)
    ag (andreti Green) .

    Publicado por Joao | 03/05/2010, 11:22 am
  16. “O problema da RG, é que esporte não é jornalismo, e sim entretenimento. E entretenimento, não tem as amarras que tem o jornalismo. Então a RG se vê no direito de fazer essas palhaçadas.”

    Fala Ffigueiredo,

    Bom, não concordo com essa posição de que a transmissão de eventos esportivos não seja jornalismo. Se fosse assim as páginas de esporte de todos os grandes jornais do mundo não seriam o espaço mais nobre para anunciantes. Cobertura e transmissão de esportes é sim jornalismo, e, como tal, deve seguir um código de ética para com o público.

    Já mostrei em outras vezes que a Globo é notória em desrespeitar o telespectador e manipular as informações de acordo com suas necessidades, aliás, em situações muito mais graves do que em transmissões esportivas, sendo assim, nada de novo no fato da emissora cortar uma transmissão de corrida a 3 minutos do final, quando o mais importante .

    E aí fica a pergunta, o que podemos fazer?

    Acho que é denunciar em todos os blogs de automobilismo, na seção de comentários. Chamar a atenção para o assunto. Mobilizar a blogosfera para esses absurdos. Minha idéia é após cada comentário colocar um slogan tipo: “não seja mais um mané, exija uma transmissão decente da F1, o ministério da saúde adverte: assistir a Globo faz mau à sua mente”.

    Foi assim, através da mobilização de vários blogs e comentaristas, que a Globo foi denunciada e acabou por tirar do ar o comercial de 45 anos que fazia uma clara alusão ao slogan do candidato José Serra “o Brasil pode mais”. No vídeo institucional os artistas da Globo falavam em “mais” informação, “mais” saúde(???) e “mais” educação(???). Ora, o que reivindicar saúde e educação tem a ver com uma mensagem institucional de uma emissora de televisão? E ainda, para fechar com chave de ouro, aparecia o nº 45 ao final com design quase idêntico ao do número do PSDB que também é 45, coincidência não??? Não satisfeita, na mensagem que explicava os motivos de estar tirando a campanha do ar, a Rede Globo mentiu descaradamente falando que a campanha já estava pronta desde novembro de 2009, mas, o ator Thiago Lacerda havia filmado sua participação no início de abril de 2010 conforme mostrava reportagem do próprio G1 (site do grupo da emissora).

    A Globo não pode mais tratar os telespectadores como idiotas e achar que nós ficaremos passivos assistindo essa merda de transmissão, porque ela tem exclusividade. Já passou da hora de bancarmos uma campanha contra a emissora, e, se possível, provocarmos o Ministério Público para tomar providências. A atividade de tele e radio difusão é feita através de concessão pública, portanto, é um direito nosso exigir respeito ao interesse do telespectador e fidelidade das informações transmitidas.

    E aí Becken, que tal arquitetar junto com outros blogs um movimento “por uma trasnmissão de F1 de qualidade”. Queremos o pré corrida, com análise e números do último treino livre, entrevistas com pilotos (não só os brasileiros) e informações de setup. Queremos uma transmissão mais abrangente, com mais informações. Queremos as entrevistas pós corrida, as coletivas do pódio.

    Acho que no mínimo faremos um barulho.

    Publicado por ccregazzoni | 03/05/2010, 11:45 am
    • ||| Já passou da hora de bancarmos uma campanha contra a emissora, e, se possível, provocarmos o Ministério Público para tomar providências. |||

      Aí a Globo liga para o “dono” do MP e diz que vai fazer um Globo Reporter ou um quadro no Fantástico entregando os podres deles e eles não fazem mais nada.

      A Globo manda e desmanda nesse País. Toda e qualquer instituição tem medo da Globo justamente porque toda e qualquer instituição que poderia fazer algo contra ela é formada, de cima em baixo, por corruptos.

      o poder da Globo pode ser visto no caso do Massa, por exemplo. Ela diz que ele é o maior piltoo do mundo. Todos os outros jornalistas são obrigados a dizer a mesma coisa pois, do contrário, serão chamados de loucos, idiotas e afins por, justamente, não terem moral alguma para falar algo diferente do que a Globo prega. Basta ver Reginaldo leme e Luciano Burti sendo obrigados a concordar com o Galvão em 99,9% das coisas que ele fala.

      Globo é lixo.
      Quem gosta da Globo gosta de lixo.

      Publicado por djow | 03/05/2010, 12:27 pm
    • Quando foi que a Globo disse que o Massa é o melhor piloto do mundo?
      Você tem o texto,artigo ou video?Por favor nos mande!!

      Publicado por Daniel Lima | 03/05/2010, 2:17 pm
    • Cassius,

      Realmente me expressei mal. Quem sou eu, pra decretar o que é ou não jornalismo. Sou contador, e não jornalista.

      Mas o que eu quis realmente dizer, é que o departamento de esportes da Globo, não parece tratar as transmissões esportivas como fatos jornalísticos. E sim como entretenimento puro.

      Sendo assim, não tem as amarras e o “compromisso” com a “verdade” que um fato jornalístico exige.
      Por isso a criação de “personagens” durante as tranmissões. A eleição de um herói e de um “vilão”.
      Cortar uma transmissão à 3 minutos do final, pra transmitir uma matéria patrocinada pela Unilever.
      Essa de domingo foi um caso em que eles extrapolaram, e os expectadores perceberam. Mas o pior é o que eles fazem diariamente, como o exemplo que vc cita, da Subliminar do Serra.
      Isso é ruim de aguentar. Onde tem muita grana envolvida…é difícil de controlar.
      Grana…Informação….Manipulação de Massa….e Poder. Combinação explosiva. Quem sofre somos nós. Público um pouquinho mais esclarecido…(como diz o Zeca Baleiro, Quem lê o Segundo Caderno rsrs) que o povão, quer mesmo é ver o final da novela.

      Fernando

      Publicado por Ffigueiredo | 03/05/2010, 1:55 pm
    • Cassius,

      Reforçando a teoria do esporte para a RG não ser jornalismo, ao final das exibições dos telejornais e eventos esportivos, sempre aparecem a logomarca do departamento responsável por estas áreas dentro da Globo.

      Nos Jornais aparece primeiro : CGJ – Central Globo de Jornalismo – com o nome do diretor responsável por aquela área.
      E depois aparece : CGJE – central Globo de Jornalismo e esporte – com o diretorzão Ali Kamel.

      Nos Esportes aparece primeiro: CGE – Central Globo de esporte – com o nome do diretor.
      E depois aparece:CGJE – Central Globo de jornalismo e Esporte – com o tal de Ali Kamel.

      Fernando

      Publicado por Ffigueiredo | 04/05/2010, 8:44 am
    • Ali Kamel, o ator de pornochanchada que se acha o supra-sumo da intelectualidade brasileira….rs…

      Você tem razão, eles não acham que é, mas nós merecemos que seja…rs…

      Quem me ajuda a assistir as corridas em outro canal pela internet, por favor galera, com qualidade de imagem…rs…

      Publicado por ccregazzoni | 04/05/2010, 11:45 am
    • Cassius,

      Teoria da conspiração: O fato da RG estar “fritando” a Stock não poderia ser uma estratégia arquitetada para enfraquecer a Stock para abrir espaço para a tal fórmula línea do Felipe Massa?

      Teria um baita patrocinador(Fiat) por trás, que bancaria os custos da geração de imagem praticamente sozinhos…estaria atrelada a uma companhia.
      Sei não… mas a Globo não transmitiu a Stock nem no Sportv, que tava passando um programinha bem mixurca na hora.

      Fernando

      Publicado por Ffigueiredo | 05/05/2010, 11:40 am
  17. Êita Askimet…. fidapuuuuta!!!!

    Publicado por ccregazzoni | 03/05/2010, 11:46 am
  18. O velho e bom slogan da Globo: “Rede Globo, aquela que te faz de…Bobo”.

    Publicado por Fernando Kesnault | 03/05/2010, 4:54 pm
  19. A Globo NUNCA vai nos passar uma transmissão de qualidade da F1 ou da Stock Car, ou de nada ‘for that matter’. Ela, sendo uma empresa privada, visa lucros. E transmissão de qualidade é algo que custaria muito pra eles.

    Da mesma forma que a Marlboro não precisa estampar seus logotipos no carro da Ferrari para que o espectador faça a associação, a Globo não precisa passar um produto de qualidade para atrair mais telespectadores, pois, além de ela ser a emissora exclusiva, ela tem uma legião de seguidores – se você perguntar para alguém o nome de uma emissora de televisão, 99,9% das pessoas vão responder “Rede Globo”, odiando ela ou não.

    Resumindo, ela [Globo] acha não precisa passar nada de qualidade. Ela não liga para nós. Ela precisa passar novelas e futebol… o grande ópio da sociedade brasileira.

    O que o Brasil precisava é de uma emissora estatal – a dona da BBC, por exemplo, é o governo britânico. E a BBC é um exemplo de emissora! Mas aqui esbarramos em outros problemas:

    1) Aqui no Brasil, qualquer frase que junte as palavras “governo” e “midia” desencadeia um fim-do-mundo, todo mundo já diz que vão censurar tudo, vai infringir a “liberdade de imprensa” e acham que querem transformar o Brasil numa ditadura de novo e;

    2) Tudo que envolve governo e dinheiro resulta, invariavelmente, em merda…

    Publicado por Guilherme Teixeira | 03/05/2010, 5:06 pm
    • “O que o Brasil precisava é de uma emissora estatal – a dona da BBC, por exemplo, é o governo britânico. E a BBC é um exemplo de emissora!”

      “Tudo que envolve governo e dinheiro resulta, invariavelmente, em merda…”

      Bem Guilherme, acho que temos um exemplo do que resulta em uma TV pública no Brasil que é a TV Cultura. Tem programação de qualidade, mas vive com pires na mão e sua audiência não chega nem aos pés das Tvs privadas. Afinal, ela não passa Big Brother. :p

      Infelizmente, uma “BBC tupiniquim” só no mundo da utopia. Até porque valorizar a cultura aqui ainda é utopia. “A educação é a base de tudo”. Ouvimos isso de dois em dois anos (intervalo entre eleições estadual/federal e a municipal). Até quando?

      “Aqui no Brasil, qualquer frase que junte as palavras “governo” e “midia” desencadeia um fim-do-mundo, todo mundo já diz que vão censurar tudo, vai infringir a “liberdade de imprensa” e acham que querem transformar o Brasil numa ditadura de novo”

      A questão é complexa. Liberdade de imprensa é sim um dos pilares intocáveis de uma democracia; o problema está na questão ética, que é simplesmente “esquecida” por alguns setores da imprensa. No trabalho jornalístico, como em qualquer outra área, a liberdade deve caminhar colada à responsabilidade e chega a ser estarrecedor a forma como todos os jornalistas se unem quando uma maçã podre da classe é denunciada pelos abusos. Ao invés de separarem o joio do trigo, terminam manchando toda uma classe, jogando no mesmo balaio bons e maus jornalistas. Creio que ainda seja trauma dos anos de chumbo, mas já passou do momento de superarem isso e colocar a discussão sobre a ética da profissão em relevância.

      Publicado por Vitor, o de Recife | 03/05/2010, 7:20 pm
    • Prezado Vitor, o de Recife

      Aqui tem um rubro-negro hexa campeão (só uma pequena provocação) que concorda com você, mas, que anda assistindo a TVBrasil (estatal) e anda gostando muito do que vê.

      Posso te dizer que os melhores programas da TV brasileira estão na TV cultura, TV Senado e TV Brasil. O problema é que a maioria das pessoas não sai das 5 irmãs (Globo, Record, SBT, RedeTV e Band), aí a audiência é mínima para essas outras emissoras.

      Mas vamos devagar que um dia a gente chega lá.

      Abraço e saudações rubro-negras.

      P.S. Considero o Sport o campeão brasileiro de 1987 por achá-lo uma vítima da CBF tanto quanto o Flamengo, mas, também, não posso deixar de considerar o meu mengão campeão nacional legítimo daquele ano…rs…

      Publicado por ccregazzoni | 04/05/2010, 11:54 am
    • Caro colega pentacampeão (acha que deixaria a provocação de graça? rsssssss…).

      Mas que a situação é triste, é… lembra quando a Rede TV estreou, prometendo mundos e fundos. “Uma programação de qualidade”, era o que prometia. Olhe o que é hoje.

      Fora as cinco irmãs, temos uma porrada de canais religiosos. Só rezando mesmo pra coisa melhorar. Fica difícil manter a esperança, mas vamos tentar.

      PS: a confusão de 1987 apenas coroa uma série de vexames perpretados pela ilustríssima CBF, que incluem viradas de mesa, sujeiras na arbitragens e por aí vai. Perto da nossa querida Confederação, a FIA é uma congregação de freirinhas inocentes. Apenas lamento que o Sport tenha que sofrer contestação de sua conquista, mas de fato concordo que não só ele mas todos os clubes sofram por isso. Grande abraço.

      Publicado por Vitor, o de Recife | 04/05/2010, 12:34 pm
  20. Tava entrando nos boxes, mas patinei na saída da chicane e o Akismet me ultrapassou bem na entrada do pitlane… =\

    Publicado por Guilherme Teixeira | 03/05/2010, 5:08 pm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: