//
você está lendo...
ARTIGOS

Sobre a disputa entre Button e Lewis

Jenson Button revelou a BBC logo depois da corrida que entrou em “módulo de conservação de combustível” apenas três voltas depois do Lewis, o que explicaria sua aproximação e tentativa de ultrapassagem — uma situação semelhante a vivida entre Webber e Vettel, e que resultou no incidente que rendeu a vitória a Lewis.

O fato é que a informação vinda ao ar do rádio de Lewis para quem via a corrida é que os pilotos estavam em módulo de conservação de combustível ao mesmo tempo contradiz a entrevista de Jenson. Além da lambança feita em seu pit stop, Hamilton pode ter julgado que a informação incorreta da equipe o colocou em posição vulnerável frente a Jenson. Seria daí sua contenção na comemoração?

Por outro lado, Button é um enxadrista. Um dileto herdeiro de seu ídolo, Alain Prost. Fez uma corrida discreta e enquanto Lewis fazia o trabalho sujo de atacar as Red Bulls, ele, com apenas uma fisgada diante das circunstâncias favoráveis a si, poderia ter levado mais uma bela vitória.

Discussão

37 comentários sobre “Sobre a disputa entre Button e Lewis

  1. Só tenho a dizer que foi um momento épico da corrida e do campeonato,onde os dois foram ao limite de forma responsável,realizando manobras limpas e arrojadas;um não afrouxou para o outro,mas houve um respeito entre eles;coisa que o Vettel deveria ter pensado melhor antes de ter sido meio inconsequente e desastrado.Aliás,o Webber não fez nada de errado,pois sequer mexeu o volante quando era ultrapassado,ou seja,ficou na dele e o Vettel que se virasse para contornar a curva depois.

    Publicado por SPLASHANDGOPENALTY | 30/05/2010, 5:43 pm
  2. Eu estava com essa impressão a corrida toda Becken. O Button fez um esforço só no início da corrida para recuperar a quarta posição perdida para Schumacher e depois ficou a corrida inteira ali, a uma distância segura, só observando “voar lasca” mais à frente.

    Se tivessem mais voltas eu não sei se o Hamilton ainda tinha carro para segurar.

    O fato é que Hamilton já deve ter percebido que o “mineirinho” Button é um companheiro de equipe perigosíssimo. Frio, disciplinado, estrategista e até agressivo em momentos chaves.

    Publicado por luiz carlos | 30/05/2010, 6:03 pm
  3. Isto foi prá enganar bobo, só não vê quem não quer, ainda mais pelo agravante do que ocorreu nesta própria corrida com a Red Bull; se fosse na IRL até que dava prá acreditar. Aliás, o Dario Franchitti (primo do Dario de Resta) venceu as 500 Miles Indianapolis dominando quase que totalmente a prova com o Dan Wheldon em 2º.

    Publicado por Fernando Kesnault | 30/05/2010, 6:03 pm
    • Não entendi…

      Publicado por Becken Lima | 30/05/2010, 6:11 pm
    • Foi só uma simulação Becken. Se já havia ocorrido um acidente entre commpanheiros de equipe nesta prova, vc. acharia que o comando da McLaren deixaria isto ocorrer???

      Publicado por Fernando Kesnault | 30/05/2010, 6:24 pm
    • Sim… ;)

      Publicado por Becken Lima | 30/05/2010, 6:25 pm
    • Deixa ver se eu entendi o seu racicíonio.

      Então quer dizer que após o problema das RBR’s a McLaren pediu aos seus pilotos que simulassem uma disputa de posição nas curvas da Turquia, com direito a toque de rodas e tudo mais apenas para enganar bobo?

      Publicado por djow | 30/05/2010, 8:49 pm
    • Sim.

      Publicado por Fernando Kesnault | 31/05/2010, 12:46 pm
  4. Button tem se mostrado um piloto capaz de aproveitar momentos oportunos. Arrisco dizer que a Braw ter dado um carro vencedor para ele ano passado nos deu mais um grande piloto capaz de disputar posições de forma primorosa e estar nas cabeças do campeonato, algo que poucos imaginariam ser capaz vindo dele.
    Mas Hamilton mostrou mais uma vez que passá-lo e disparar na frente não é tarefa fácil. Vide ano passado (não me recordo em qual prova), quando Webber, em um carro muito superior, ficou trocando posições com Hamilton por 7 voltas, se não me engano. É um piloto arrojado, merece o título que tem (que pena que não ganhou também em 2007) e merece estar em terceiro na tabela. Torço por ele e vejo (também) em sua comemoração discreta um foco grande em busca do bi (além do descontentamento com a informação recebida de que Button também poupava combustível e isso não ter acontecido).

    Publicado por Allan Wiese | 30/05/2010, 6:11 pm
  5. Becken, eu sempre achei que na f-1 cada piloto deveria ter sua própria equipe de mecanicos nos pits stops, pois assim não deveria ocorrer injustiças principalmente qdo. ocorre bandeiras amarelas e um sempre tem que esperar o trabalho no carrro do outro ocasionando um prejuizo natural.

    Publicado por Fernando Kesnault | 30/05/2010, 6:36 pm
  6. Eu já acho que o Jenson quis dar uma de espertinho. Logo depois da disputa, tem um rádio dele em que o engenheiro fala que “o combustível está crítico”. Isto me PARECE como o reforço de um aviso dado anteriormente, ou seja, ele e seu engenheiro decidiram começar a economizar um pouco mais tarde pra tentarem o pulo em cima do Hamilton, que já estava economizando. Também acho difícil que Jenson tenha ficado próximo dos carros da frente a corrida inteira e ainda assim tenha um consumo tão menor que o do Hamilton (para reduzir o giro apenas 3 voltas depois).
    Claro, é tudo especulação.

    Publicado por Gilmar | 30/05/2010, 7:04 pm
  7. O difícil é escutar o galvão gritar “Vai passar o Jenson Button!”, tresloucadamente.

    Publicado por Alexandre Gomes | 30/05/2010, 7:57 pm
  8. Simulação? Ok, a simulação é outra.

    Publicado por Alexandre Gomes | 30/05/2010, 7:58 pm
  9. Mas eu queria ve-lo quando o Hamilton deu o trouco na curva seguinte. Ele deve ter ficado com aquela cara de bunda.

    Publicado por Brown | 30/05/2010, 8:25 pm
  10. O Galvão odeia o Hamilton por ele ser muito melhor que o Massa.

    Publicado por djow | 30/05/2010, 9:00 pm
    • Não, o Galvão não gosta do Lewis simplesmente por que ele (Galvão) não entende nada de F1…

      Publicado por Rodrigo Kezen Leite | 30/05/2010, 10:22 pm
    • Eu acho que é pessoal do Galvão, por causa do título de 2008

      Publicado por Jackson | 31/05/2010, 8:16 am
  11. hamilton não comemorar vitórias com seus já famosos gritinhos não é nada normal. com certeza ele ficou muito bravo com a investida de jenson, pois seu engenheiro havia avisado a ele que button estava economizando combustível também, ou seja, disputar posição estava oficialmente proibido pela direção da mclaren. aí vem o espertinho e parte pra cima com tudo. poderia ter tirado a vitória merecida do hamilton. eu ficaria bravo também.

    Publicado por andre melo | 30/05/2010, 9:57 pm
  12. O que ficou bastante claro é que Button vai precisar muito mais do que espertisses para conseguiur bater Hamilton. Vettel, de RBR, sucumbiu ao ataque do inglês do carro nº 2 enquanto Button sofria para recuperar uma posição contra uma Mercedes.

    Publicado por djow | 31/05/2010, 12:36 am
  13. Grande corrida!
    Grande vitória de Hamilton, mto merecida por tudo que fez no FDS.
    Ao meu ver só o fato dele colocar sua MP4-25 entre os touros vermelhos na classificação ja mostra o tamanho da habilidade de Hamilton. Acredito que ele conseguiu fazer isso na munheca mesmo, pq a real posição da Mclaren é a posição onde Button estava.
    A ultrapassagem em cima do Button no final foi épica. Vai perdurar por longos anos na retina dos amantes de F1.
    Finalmente a habilidade e sua velociade absoluta vem rendendo pontos e não apenas show.
    E passei a respeitar e muito o talentoso Jenson Button, grande pilotagem ao seu estilo.
    Go Lewis Go

    Publicado por dorfão | 31/05/2010, 8:54 am
  14. Parabéns a Mclaren e em especial a Hamilton, não tem como sendo sensato e gostar de F1, não admirar esse piloto que na sua estreia já deu resultado positivo a ponto de ter preferencia em relação ao Alonso e quase ser campeão, que em 2008 apesar de ter sido em cima da Ferrari e do Massa, foi campeão e lutou até a última volta literalmente, e está agora sem sombra de dúvidas mais experiente(maduro) sem perder seu espírito aguerrido de competição.Sem Massa no páreo até agora, ou sei lá quando, torço por ele pra esse campeonato!

    Publicado por Teo | 31/05/2010, 9:46 am
  15. ESTOU COM O ALEXANDRE,O NARRADOR OFICIAL SÓ FALTOU SOLTAR ROJÕES AO VER O BUTTON NA FRENTE DO HAMILTON.SÓ QUE HAMILTON É COMBATIVO AO EXTREMO SE TIVER CARRO NINGUÉM SEGURA,TORÇO PARA ELE SER CAMPEÃO PARA A TRISTEZA DO GALVÃO.

    Publicado por LUIS FERNANDO-RJ | 31/05/2010, 10:19 am
    • “TORÇO PARA ELE SER CAMPEÃO PARA A TRISTEZA DO GALVÃO”.

      Até rimou!!

      Abraços!

      Publicado por Teo | 31/05/2010, 10:25 am
  16. Está cada vez mais difícil acompanhar as tranmissões da Globo. Com o Galvão cada vez mais torcedor do Massa, fica difícil. Chega a ser patético ver como ele torce contra Lewis e Alonso, sempre tentando colocar Massa em evidência.

    Publicado por John Player | 31/05/2010, 10:55 am
  17. A cara do Lewis no final diz tudo. Para quê mais palavras. Ele sabe que o Button não ganhou porque não quiz. E isso não lhe tira nem o valor nem o talento. Só que essa vitória a ele não lhe soube a pato se é que me entendem.

    Publicado por Ernesto Sousa | 31/05/2010, 12:05 pm
    • Ernesto…o Button não ganhou por que não quis????? Não acho que exista piloto que deixe de ganhar um GP por ‘falta de vontade’.

      Publicado por Will | 01/06/2010, 9:15 am
  18. Penso que minha opinião é parecida com a do Fernando Kesnault.
    Depois de ocorrer um acidente entre companheiros de equipe onde brigavam pelo primeiro lugar, a Mclaren, ao ver que seus pilotos também iniciaram uma disputa interna, resolveram por panos quentes ordenando que precisavam economizar combustível, pois assim a equipe estaria evitando que os humores fossem alterados demais, controlando o ímpeto de seus pilotos.
    Para mim ficou clara essa atitude. Pois Button estava muito decidido a partir para cima de Hamilton, e apenas após a ordem da equipe ele tirou o pé.
    Tenho certo descrédito com essa coisa da equipe pedir para enconomizar combustível, pois se fosse assim, nunca acabariam uma corrida onde fosse necessário disputar até a última curva…
    Se à frente de Button estivesse Webber, com o mínimo de distância entre eles, a equipe pediria para ele desistir? Creio que não.

    Publicado por Alcides Araújo | 31/05/2010, 12:12 pm
    • Eh vero!!!

      Publicado por Teo | 31/05/2010, 12:22 pm
    • Cara, então tu não viu a corrida, pois o rádio mostrou em bom som o engenheiro do Hamilton mandando ele economizar combustível. Na Globo o Luciano Burti chegou até a comentar. E isso tudo foi ANTES da briga de posições.

      Publicado por Tiago | 31/05/2010, 10:31 pm
  19. eu acho que jb não atacou mais o hamilton porque sabia que não seria façil eu não acho que a equipe mandou ele tirar o pé si fosse isso ele chegaria colado no hamilton ou seguiria presionando para induzir ele ao erro o hamilton chegou + de 2.5 segundos na frente do jb

    Publicado por max | 31/05/2010, 5:56 pm
  20. Temos a seguinte situação: meu carro e o carro do meu companheiro está muito bem, mas ainda não tanto quanto o do nosso adversário. Pra não deixá-los distanciar durante a corrida temos que praticamente manter ritmo de classificação ao longo de toda a prova (e isso fez nossos adversários, mais fortes, sim, também gastarem combustível [aqui cabe um parêntesis para verificar a questão de consumo dos propulsores Renault em ritmo forte. Ron Dennis já suspeitou disso {talvez erradamente, mas não podemos descartar} na primeira prova do campeonato, quando Vettel teve o problema no terço final da corrida e perdeu três posições. A Red Bull se pronunciaria, provavelmente, mas não descartemos essa hipótese pois isso explicaria o fato de os touros vermelhos serem forçados a pouparem combustível antes de nós nessa corrida]). Depois da cagada federal que nossos adversários mais fortes fizeram, sobramos eu e meu companheiro, que está na minha frente. Por ele ter que acompanhar mais de perto nossos adversários, gastou um pouco (digo um pouco por que eu não poderia deixá-los distanciar demais, então também gastei combustível) mais de combustível mais cedo do que eu. Isso me deu uma grande chance de eu ganhar a terceira prova do campeonato e voltar à ponta da tabela. Coloco do lado do meu adversário, faço uma disputa antológica “wheel-to-wheel” com ele, mas ele, ótimo piloto (como eu também) que é, não deixou barato e conseguiu sua posição novamente (fizemos tudo isso com muito respeito e habilidade, para não repetirmos a cagada dos nossos adversários mais fortes do que nós). Agora fica claro para mim que, se eu forçar mais uma ultrapassagem, vou gastar mais combustível, vou forçar meu companheiro a gastar também e nós dois corremos o risco de não terminarmos a corrida por pane seca. Penso no campeonato e vejo: o meu adversário com carro mais forte do que eu ainda está na pista e vai continuar na minha frente, mas com uma vantagem bem menor do que antes então não vale a pena arriscar o campeonato de construtores por uma não garantida vitória (vejam, meu adversário e companheiro de equipe é muito habilidoso).

    Agora deixo de falar como Button e volto a falar por mim. A McLaren viu tudo isso e alertou seus pilotos sobre o ocorrido. O eng° do Hamilton sabia que Button iria poupar também e avisou Hamilton. Mas pelo ritmo um pouco menos forte no início, Button tinha um pouco mais de combustível e foi possível aquele único ataque (é a mesma situação do Vettel no fatídico acidente entre as Red Bulls).
    Mas agora pode-se pergutntar: mas Webber forçou no final, tentando alcançar então ele não precisaria poupar combustível antes e isso foi um disfarce para Vettel poder passá-lo. Vamos com calma. Quem avisou Webber que ele tinha que poupar combustível foi o próprio carro, e não a equipe via rádio. E depois de sua troca de bico, ele voltou com pneus macios novos, o que justifica seu ritmo um pouco melhor do que as McLarens poupando combustível com pneus duros desgastados pelos mais de dois terços de corrida forçando a barra. A McLaren poderia andar mais lento devido à longa vantagem que tinha na pista para Webber. Mas a maior prova é que Webber nesse ritmo não estava forçando de fato é que ele não fez voltas mais rápidas na prova naquele momento (quem fazia isso era Petrov [outro propulsor Renault, mas que passou muito tempo sem precisar forçar tanto a barra, então tinha combustível sobrando para tanto]).

    Espero que todos tenham entendido meus parêntesis, colchetes e chaves e a minha incorporação na pessoa de Button para explicar a situação, no meu ponto de vista.

    Publicado por Allan Wiese | 01/06/2010, 12:10 am
    • Sensacional, parabéns, gostei muito pq faz sentido sim!!!

      Abraços

      Publicado por Teo | 01/06/2010, 11:23 am
  21. Becken, escrevi um comentário aqui ontém à noite e ele não foi publicado ainda. Perdi ele ou só o Askimet que não gostou do meu texto?

    Publicado por Allan Wiese | 01/06/2010, 8:26 am
  22. Escrevi algo ontém de uma forma diferente (fazendo uma interpretação de Button), mas como o comentário não foi aprovado pelo Askimet, vou escrever a essência dos meus argumentos.

    As McLarens estão com um carro muito bom. Ainda não tão fortes quantos as Red Bulls, mas muito bons. Eles forçaram o ritmo durante os dois terços iniciais da prova para não deixar os touros se distanciarem. Hamilton forçou um pouco mais, mas Button não poderia dar mole por que senão perderia contato. Forçando dessa maneira, as Red Bulls também consumiram bastante. Aqui cabe um parêntesis: na primeira prova do ano, frente ao problema de Vettel naquela prova, Ron Dennis levantou a possibilidade de os touros terem problemas de consumo (motor Renault. Vou falar mais sobre daqui a pouco). Pode ser que não seja assim, pois a Red Bull teria se pronunciado. Mas não descartemos essa hipótese, já que eles entraram em modo de economia certa de 7 voltas antes das McLarens.
    Depois que o acidente entre os touros aconteceu, Button tinha um pouco mais de combustível do que Hamilton devido ao ritmo um pouco mais leve no início da prova (mesma situação de Vettel em relação à Webber). Ele tinha ali uma grande chance de ganhar a terceira prova do campeonato e voltar à liderança da tabela. Button arriscou, com extrema habilidade – diferente do time dos energéticos, mas como Hamilton também é extremamente habilidoso e não venderia aquela vitória assim fácil, ele não conseguiu se manter à frente. Agora vem o ponto principal onde eu queria chegar: Button não continuou forçando uma ultrapassagem por problemas de consumo, sim. Se ele tentasse passar, Hamilton se defenderia novamente e ambos consumiriam mais, colocando em risco o 1-2 conquistado naquele momento, pois ambos poderiam ter problemas de pane seca. Dessa forma, eles garantiam a liderança do campeonato de construtores e Button estaria a apenas 5 pontos de Webber na tabela.

    Outras considerações importantes com relação à consumo: Webber andou muito forte no final da prova, diminuindo a vantagem das McLarens. Isso se explica facilmente, já que Webber estava com pneus macios novos. As McLarens estavam de pneus duros desgastados em módulo de economia de combustível e poderia andar mais lenta devido à grande vantagem. Ele diminuiu a diferença sim, mas sem forçar, por que tinha que economizar combustível também. Isso se comprova pelo fato de Petrov ter ficado com a volta mais rápida ao final da prova, por também estar com pneus macios novos. Volto aqui a falar dos motores Renault (suposição, afirmo de novo): Petrov conseguiu esse ritmo forte no final por que durante a prova ele não precisou forçar o rirmo o tempo todo, já que estava andando no ritmo do pelotão puxado por Rosberg por grande parte do tempo e só no final se defendeu um pouco de Alonso, então ainda tinha combustível para tal.

    Não adianta discutir aqui se Button não passou por que não quis, por que como o Will falou a pouco, nenhum piloto de F1 não quer ganhar. Ele tentou passar Hamilton, mas esse recuperou a posição e como o risco de pane seca era real, não arriscou mais pensando nos campeonatos.

    É o meu ponto de vista em relação à essas disputas que foram possibilitadas por consumo de combustível em níveis levemente diferentes entre companheiros de equipes.

    Publicado por Allan Wiese | 01/06/2010, 10:02 am
  23. Peço desculpas aos amigos pela duplicidade de comentários de mesmos argumentos escritos de forma diferente gerada por mim. Mas não queria deixar de colocar minha opinião sobre o ocorrido depois de ler alguns comentários com os quais não concordava plenamente.

    Publicado por Allan Wiese | 01/06/2010, 10:09 am
    • Allan – o anti spam está bloquando os seus comentários. Prometo verificar por que, até lá, um pouquinho de paciência.

      Abs.

      Publicado por Becken Lima | 01/06/2010, 11:52 am
    • Obrigado Becken.
      Peço desculpas novamente pelo duplicidade desse texto. Outros comentários meus já tinham ficado com delay no anti-spam, mas nunca havia demorado tanto. Por isso reescrevi meu comentário.

      Publicado por Allan Wiese | 01/06/2010, 12:41 pm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: