//
você está lendo...
ARTIGOS

Bernie Ecclestone teria obrigado Globo a citar Red Bull e não RBR em suas transmissões

Ao que parece a novela em torno da citação do nome da Red Bull pela Rede Globo chegou ao fim por livre e espontânea pressão do todo poderoso “manager” da Formula 1, o inglês Bernie Ecclestone.

Segundo fontes do meio publicitário, Ecclestone teria escrito uma carta à direção da Globo, “reafirmando a importância do tema para a FOM”(Formula One Management), a companhia detentora dos direitos da categoria junto com o próprio Bernie.

Oficialmente, a emissora continua sustentando a sua política de não citar “naming rights” durante as suas transmissões esportivas, não dando espaço para que seus locutores falem no ar nome de equipes que assumem a identidade de seus patrocinadores. Mas no ar parece que a carta de Bernie surtiu efeito e o indefectível Galvão Bueno encheu a boca para citar Red Bull nas últimas duas corridas, como nas primeiras voltas da última prova em Abu Dhabi:

Há quase um ano atrás, no post “Por que a Globo anda chamando a Virgin de Manor” eu indicava que a não citação de “naming rights” pela Globo era uma forma de a emissora estabelecer — para o telespectador — uma “fronteira cristalina entre editorial e comercial” e, claro, uma maneira esperta de não dar espaço para quem não paga por veiculação em sua grade.

Ao menos agora sabemos que a arrogância da Globo no tratamento do produto Formula 1 tem limites.

Discussão

4 comentários sobre “Bernie Ecclestone teria obrigado Globo a citar Red Bull e não RBR em suas transmissões

  1. Interessante. Bernie não perde tempo. Com as equipes conversando para terem maior participação no bolo da FOM, Ecclestone tenta de tudo para manter as equipes ao seu lado.
    E a Globo, como não quer perder também esse terreno para a Record, fez questão de acatar a ordem. Você sabe dizer até quando vai o contrato de transmissão da F1 por parte da Globo?

    Publicado por Allan Wiese | 23/11/2010, 10:04 am
  2. Me surpreendeu a demora para que FOM tomasse medidas contra a emissora bananeira.

    Sempre considerei que de alguma forma os contratos de transmissão devem rezar sobre este tipo de situação. Além de tratar-se de algo ridículo tem a questão óbvia do retorno de mídia projetado por uma Red Bull ao investir tanta grana numa categoria que é transmitida para o mundo todo.

    Publicado por Mauro Brisola | 23/11/2010, 11:34 am
  3. Se a Globo bobear a F1 passa para a Record.

    Publicado por Felix | 23/11/2010, 11:59 am
  4. Só o Bernie mesmo para fazer a RG (ninguém me obrigou a dizer o nome :p) respeitar as marcas. Ridículo!

    Publicado por Vitor, o de Recife | 23/11/2010, 3:03 pm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: