//
arquivos

FORMULA 1 EM 2009

Esta categoria contém 29 posts

Alguns vídeos promo da F1 em 2010

Eu ainda não vi o vídeo promo que a BBC produziu como preview  para a temporada de 2010, mas o canal inglês geralmente cria verdadeiras obras de artes com a F1. Na falta dos ingleses nessa compilação abaixo, eu fico com o belo vídeo que o “La Sexta”, canal que transmite a F1 na Espanha, produziu para esse ano. Continuar lendo

A MINHA PINTURA PREFERIDA

O site do jornal inglês, Daily Telegraph, produziu uma excelente animação para explicar as mudanças conceituais na F1 esse ano. A Animação ficou muito boa, mas o design do carro projetado por eles ficou ainda melhor. Se alguma equipe houvesse adotado uma pintura similar, certamente seria  mais bonita do grid.

ABAIXO, ALGUNS FRAMES DO CARRO

carro-bonito-1carro-bonito-2carro-bonito-3

F1 2009: NELSON ÂNGELO PIQUET

(FOTO: Renault/Divulgação)nelson-angelo-piquet(NELSON À SOMBRA DE FERNANDO: o espanhol é uma presença intimidadora)

O que esperar de Nelson Ângelo Piquet em 2009? Uma apertada temporada de GP2 com Lewis Hamilton em 2006 acabou enchendo de expectativas o torcedor brasileiro.

2008, no entanto, foi decepcionante para o filho do Nelsão. Foram 18 corridas à sombra de um bi-campeão exigente e talentoso como Alonso, com alguns bons momentos, como o pódio no GP da Alemanha, e outros tantos constrangedores. O pódio na Alemanha foi o ponto de inflexão em sua temporada e marcou o início de uma sensível melhora no resto do ano.

Clique AQUI para ler o resto do post sobre Nelson Ângelo Piquet.

Continuar lendo

RED BULL LANÇA O RB5

(IMAGENS: Red Bull)redbullrb5_2009f1car-32

(RB5 – Será que o seu criador, Adrian Newey, fará a diferença em 2009?)

A Red Bull de Mark Webber e Sebastian Vettel lançou nessa manhã da Europa, madrugada no Brasil, o RB5, o novo modelo para o campeonato de 2009 desenhado por Adrian Newey.

As belas formas gerais do carro foram reveladas na última sexta-feira, o que frustrou um pouco as expectativa do lançamento de hoje em Jerez de la Frontera, Espanha.

O site da Autosport faz uma iluminada análise do carro que não se destaca apenas pela quantidade de detalhes, como visto na complexa asa dianteira. A grande inovação, segundo a Autosport, vem da decisão radical de “ignorar muito dos atuais conceitos que determinam a competitividade de um carro de Formula 1 moderno, e revisitar conceitos descartados pela Formula 1 há décadas atrás.”

Abaixo, fotos do carro em alta resolução. Nos próximos posts, mais sobre a nova Red Bull e Adrian Newey.

………………………………………………………………………………………………………………….

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO

BMW LARGA NA FRENTE

(IMAGEM: BMW/Divulgação)bmw-em-valencia

(NICK HEIDFELD testa em Valência)

Ao escolher lançar e testar o seu novo carro no Circuito Ricardo Tomo, em Valência, a BMW acabou beneficiando-se do bom tempo na costa mediterrânea da Espanha. Foram até agora 1.523 km rodados em tempo seco, o que possibilitou à equipe rodar devidamente calçada com os novos pneus slicks, uma das mais significativas mudanças introduzidas pela FIA para o ano que vem.

Nick Heidefeld finalizará os testes em Valência amanhã, ainda sob tempo bom. Ao fim desse sábado a equipe terá acumulado aproximadamente 2.000 km de uma respeitável milhagem e o mais importante, com valiosos dados recolhidos para análise na Alemanha.

A concorrência permaneceu imóvel, presa no mau tempo que durante toda a semana rondou o belo circuito do Algarve em Portugal e testaram muito pouco com os slicks. A Ferrari aproveitou apenas um dia para andar como os slicks, mas mesmo assim, pela milhagem adquirida pelo F60, talvez tenha sido a única equipe a ter beneficiado-se tanto quanto a BMW dessa semana de testes.

Confiabilidade foi outro fator a jogar a favor da equipe alemã. Foram mais de 1.500 kms rodados sem qualquer problema aparente no F1.09. Contrariamente, em Mugello, a Ferrari de Felipe Massa teve uma pane hidráulica. No Algarve, a McLaren de Lewis Hamiltou fez uso de um sistema que detecta potenciais falhas no motor e desliga todo o sistema como forma de prevenir danos maiores ao propulsor. Renault e Toyota também experimentaram falhas em seus novos modelos.

Haverá poucos testes nesse inverno europeu e está proibido qualquer teste em pista depois do real início da temporada em Melbourne. Qualquer quilômetro a mais que permita às equipes desenvolver e testar essas novas configurações para 2009, significará uma boa vantagem. Por isso, a BMW larga na frente nesse início de 2009.

……………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………

ABAIXO QUILOMETRAGENS DOS TESTES ESSA SEMANA

FERRARI: ………………………………..1.500km

BMW: ……………………………………..1.887km (atualizado com os testes de sábado)

McLAREN:………………………………….690km

RENAULT: …………………………………446km

WILLIAMS: ………………………………..696km    

TOYOTA: …………………………………..560km

 

E NA CALADA DA NOITE…

fia-2009-regulations

… A FIA modifica o seu regulamento. Você não deve ter percebido porque ainda não foi noticiado em lugar algum no Brasil, talvez por conta da excitação em torno dos novos carros, mas a entidade fez interessante modificação nos parágrafos do regulamento que orientam a entrada do safety car em pista.

Em uma brilhante leitura e análise do novo regulamento, Alianora La Canta, do blog La Canta Magnifico, aponta que a FIA apagou o parágrafo 40.6 do regulamento esportivo, o trecho que orientava os procedimentos de fechamento dos boxes durante um período de “Safety Car”. O sumiço do parágrafo significa que pilotos que pararem durante um período de “Safety Car” não mais receberão penalidades pelo procedimento ou deverão parar na entrada dos boxes à espera de sua abertura.

A regra prevenia pilotos de, após uma parada nos boxes, andarem perigosamente em ritmo de corrida em uma a pista que estava sendo limpa de detritos ou recolhendo carros de posições perigosas.

Mas, por que é importante abordar tal regra? Se você bem lembra, esta regra causou uma série de incidentes controversos durante as duas últimas temporadas, principalmente quando um período de “Safety Car” coincidia com as paradas nos boxes para abastecimento e troca de pneus. A regra foi responsável diretamente pela desqualificação de Felipe Massa no GP do Canadá em 2007 e indiretamente pelos perogosos incidentes no mesmo GP do Canadá (Lewis/Nico/Kimi) e Cingapura (Massa) em 2008.

A regra de segurança criou, ela mesma, seus próprios e perigosos incidentes.

Mas por que a FIA ainda não anunciou a mudança? Talvez porque, como aponta um dos leitores de Keith Collantine no F1 Fanatic, a entidade não deseja admitir publicamente que estava errada ao criar uma regra com uma grave falha em sua lógica.

ALONSO ENTRA EM FORMA PARA 2009

(IMAGENS: ing-renaultf1.com- Divulgação)f1around-21012009-alonso-em-2009-e-20081

(ALONSO à esquerda há um ano atrás e à direita nessa semana: visivelmente mais magro)

Uma das coisas que eu fiz questão de destacar no meu texto de apresentação do novo carro da Renault era o quanto Fernando Alonso parecia mais magro. A boa forma para mim indicava “a determinação de Alonso em verdadeiramente lutar pelo campeonato desde o início, além de uma real preocupação com a diminuição do lastro (carga extra que os carros devem carregar para equalizar os seus pesos) em decorrência da instalação do sistema de recuperação de energia, o KERS.”

Hoje, James Allen confirma em seu blog que o bicampeão do mundo realmente emagreceu. O espanhol queimou algo em torno de 3 kg em sua preparação física feita durante a pré-temporada. 3 quilos, segundo Allen, pode trazer o benefício de até um décimo por volta.

Além da preparação aeróbica, Fernando concentrou sua carga de exercícios musculares em cima dos ombros, esperando que o aumento da aderência mecânica dos carros, agora com pneus slicks (lisos), traga ainda mais desafios físicos nessa temporada.

Se o novo R29 estiver em tão boa forma quanto o bi campeão espanhol (o que não foi o caso hoje), será ainda mais árdua a tarefa do jovem campeão Lewis Hamilton para manter o seu título em 2009.

QUAL DELES PARECE O MAIS RÁPIDO?

Seis equipes lançaram os seus carros nessas duas últimas semanas, o que significa mais da metade do grid atual. Restou a Force India que transita sua estrutura técnica para a McLaren/Mercedes, a Red Bull e a ex Honda, ainda no limbo sem comprador à vista.

Estou muito curioso para ver o que o hiper talentoso Adrian Newey da Red Bull fez das regras da FIA, mas os principais postulantes ao título já mostraram os seus projetos e toda àquela nossa curiosidade foi devidamente satisfeita com esses novos modelos.

Não há muita dúvida que em termos de beleza e acabamento, o McLaren MP4/24 parece o carro mais excitante até agora. A equipe McLaren, ao menos até aqui, criou um carro que transmite em suas formas a sensação de velocidade. A Ferrari veio muito próximo, mas esperemos que os problemas que a equipe enfrenta com a asa dianteira, o KERS e o seu mal resolvido escapamento não afetem a preparação do time nessa curta pré temporada.

Então, desses novos lançamentos, qual lhe conquistou em termos estéticos? Comparando os cinco carros lançados, qual deles tem cara de vencedor?  A sessão de comentários é sua, fique à vontade e opine!

os-cinco-a

(IMAGENS: BMW/TOYOTA/McLAREN/FERRARI/WILLIAMS/RENAULT/divulgação)

F.08 x F.09

A BMW me poupou um pouco de trabalho no Photoshop e posicionou os carros de 2009 e 2008 lado a lado nas fotos de lançamento.

Nos últimos anos, A BMW foi uma das equipes que menos teve vergonha de arriscar em alguns dos mais radicais experimentos aerodinâmicos, mesmo que o carro parecesse horrendo, como o F.08 com esses chifres à direita.

Asa dianteira é “clean” e simples se comparada com as de McLaren e Ferrari. O carro também tem poucas curvas nas laterais dos “sidepods” e uma asa traseira pouco rebuscada, dando a impressão de que ela ainda sofrerá alguma modificação até Melbourne.

A impressão geral é de que a equipe foi radical uma vez mais, só que na direção contrária aos últimos anos, simplificando ao máximo o seu novo projeto.

f09-x-f08(IMAGENS: BMW/divulgação)

Rivais de olho no escapamento da Ferrari F60/2009

(IMAGENS: Ferrari & McLaren/divulgação)

escapamento

(ESCAPAMENTOS: A elegante solução desenhada pela McLaren está dentro da regra. Já a da Ferrari…)

A Ferrari é a primeira equipe a ir à fronteira das regras que limitam o uso da aerodinâmica no corpo do carro. Não, não tem a ver com o pequeno e polêmico espelho retrovisor, mas sim com o escapamento que foi posicionado para fora do carro.

Em outubro de 2008 a FIA esclareceu em seu regulamento técnico para a temporada de 2009 (ARTIGO 3.8.4 até 3.8.5) que o escapamento é parte funcional do corpo do carro que, na forma como projetado pela Ferrari, pode agir como apêndice aerodinâmico.

Para obedecer ao texto da FIA a McLaren, por exemplo, criou uma solução criativa e elegante, em que o sinuoso desenho da carroceria segue o escapamento, cobrindo-o até a sua boca.

Segundo a Motor Und Sport foram engenheiros de outras equipes que apontaram o erro na concepção do escapamento da Ferrari. O resto das outras equipes que lançou os seus carros nos últimos dias seguiu a regra à risca.

Para atenuar o problema, a Ferrari transferiu os seus testes do Algarve, diante das outras equipes, para Mugello na Itália, alegando que o tempo chuvoso seria contra produtivo (em Mugello choveu tanto quanto em Portugal).

Mas, considerando-se a quantidade de problemas da equipe nessa pré temporada (KERS, asa dianteira, escapamento), o seu “staff” deve ter concluído que seria melhor conduzir esses primeiros testes o mais privado possível.

FEIOS DE DOER (Atualizado)

(IMAGEM: gpupdate.net)feios

(2009/2008/2006/2003: qual a Renault mais feia pilotada pelo bi-campeão Fernando Alonso?)

É quase unanimidade através de blogs e fóruns: a Renault talvez tenha criado uma das mais feias pinturas de um carro em toda a história da Formula 1, o que levou o Filipe Furtado a opinar, e com razão, de que a discussão centrou-se mais na feiúra do carro do que nas soluções aerodinâmicas encontradas pela equipe.

O problema é que ao verificar todos os carros da Renault pilotados por Fernando Alonso desde 2004, você acabará percebendo que a feiúra já é quase uma tradição dos carros da equipe.

O que agravou o caso do R29 desse ano é que as novas regras que regulamentam a atual aerodinâmica tornaram os carros naturalmente mais feios — além do quê uma das soluções de design do R29, com o bico robusto e largo, deixou o carro com um aspecto grotesco e deselegante.

Para comprovar a minha tese, a combinação de cores, se comparada com a dos anos anteriores, parece ate mais harmônica. O branco, junto com o amarelo, laranja e vermelho, cores quentes, combinam-se melhor — o que é preferível ao azul gritante da Mild Seven de anos anteriores.

Em 2007 a montadora comemorou os seus 30 anos de Formula 1 com uma pintura retrô, especial, adornando o R27. Não seria, então, essa uma bela inspiração?

30-anos2

ATUALIZAÇÃO

Ok, pessoal, achei algo que vale ouro. Um dos leitores do Sidepodcast, acabou de postar um link no blog de Christine e “me” revelando que alguém ouviu às nossas preces e fez o favor (para a Renault, na verdade) de redesenhar a pintura do R29. Ao que parece, o artista inspirou-se um pouco nessa versão clássica  dos 30 anos postada aqui acima. O que você acham?

redesign


ESPECULAÇÃO

Para efeito de especulação, Keith Collantine do F1fanatic postou uma imagem que está no topo do site da própria equipe e que pode ser uma imagem renderizada do projeto original da Renault. O fato é que a equipe não passou no primeiro “crash test” da semana passada, algo que, especula Keith, pode tê-la obrigado a rever o seu projeto e assim refazer o bico que era mais fino, para que o carro estivesse pronto até o lançamento. Eu não acredito, mas não deixa de ser um raciocínio interessante, o de Keith.

nariz-fino1

O simulador da McLaren

(Imagem: McLaren/Divulgação)mclaren-mp4-24-simulacao1(MP4/24: Linhas elegantes que serão refinadas no melhor complexo virtual da Formula 1)

A entrevista de Ron Dennis para a Autosport hoje é um dos mais interessantes depoimentos dessa pré temporada até agora. Além de revelar o seu novo papel no McLaren Group, Dennis toca em um ponto de extrema importância para essa temporada: o banimento dos testes em pista e a sua substituição pela revolucionária tecnologia de simulação virtual.

O consenso geral é que a McLaren de Ron Dennis possui o maior, mais bem desenvolvido e estruturado complexo de simulação da Formula 1 no momento. A equipe gastou em torno de US$ 40 milhões (quase 10% do orçamento anual da equipe) para construir o seu sistema em parceria com a companhia Britânica de Tecnologia Aeroespacial. Fernando Alonso, em um daqueles seus momentos de crua sinceridade, revelou que em comparação com o simulador da McLaren, o da Renault em Enston não passa de um mero Playstation.

O modelo no centro tecnológico de Woking é provido de um chassi na exata escala do carro, com largas e curvadas telas de plasma à sua frente. Todo o aparato é montado sobre uma plataforma móvel, composta de seis pernas independentes, chamada Hexapod, ou Plataforma Stewart. Sob o estímulo do piloto em interação com o carro, o aparato move-se em um espaço determinado, com o tamanho de uma quadra de basquete profissional. A sensação de extremo realismo de todo o sistema é baseada na relação de todos esses elementos juntos.

O mais próximo do que a McLaren tem em Woking, talvez seja este simulador da Cruden Hexatech, que tem a Virgin como cliente:

A simulação na F1 hoje está indo além do simples treino de pilotos, oferecendo suporte em soluções técnicas de configuração do carro e em qualquer estratégia de corrida possível.

Questionado sobre os novos processos de desenvolvimento na Formula 1 em tempos de proibição de testes em pista, Ron nos oferece um valioso e inteligente insight sobre a questão:

“Para dar uma perspective inicial, provavelmente 95% de todo o desenvolvimento do carro de 1998 foi resultado de desenvolvimento e pesquisa em simulação conduzidas nesse prédio [sede da McLaren em Woking].

[…] Simulação não tem a ver apenas com possuir um simulador. Simulação realmente é importante como resultado de análise de dados e softwares que você desenvolve para entender o comportamento do carro e como você pode testar os vários valores que vêm do carro, como valores aerodinâmicos e as forças que você está tentando desenvolver para aumentar velocidade em curva etc.

É esta habilidade para entender estes dados e simulá-los através do computador [que é o mais importante]. Todos têm ouvido a respeito do CFD [Dinâmica Computacional de Fluídos], que é o que você faz para desenvolver aerodinâmica, mas há outros programas e ferramentas para melhorar a performance do carro. Sim, o simulador desempenha um importante papel, mas é apenas uma ferramenta.

Se você puser péssima informação dentro do computador, obterá péssimos resultados. O que importa são as pessoas e a capacidade e a competência dessas pessoas. É nesse ponto que a McLaren é excepcional.

Nós trouxemos [a simulação] de forma muito agressiva como ninguém jamais trouxe no passado [para a Formula 1]. Espero que isso nos dê uma vantagem nesta temporada.

Foi um choque para muitas das equipes quando percebemos o quanto em dinheiro poderíamos poupar ao proibir os testes [em pista], mas pensamos ter muita sorte em sermos fortes em simulação quando [esta tecnologia] desempenhará um papel crucial.”

WILLIAMS REVELA O FW31

(IMAGEM: gpupdate.net)122l2dj

A Williams, do meu amigo Ron Groo, lançou discretamente o seu FW31 em Portugal, hoje pela manhã. A pintura não é definitiva e o maior espaço de patrocínio ficou com a Philips, com a sua logomarca impressa nas laterais e asa traseira do carro.

A indefinição na pintura e o espaço de destaque dado a Philips revela o quanto a Williams pode ter sido afetada pela crise financeira global, que a fez perder alguns patrocinadores. O Grupo Balgur se foi com a Hamleys e também a Lenovo (perdida para a McLaren), além da Petrobrás que patrocinaria a falecida Honda.

Como bem lembra o Vitor, a pintura provisória é de uma beleza sóbria e simples, e poderia ser mantida, mesmo com o aporte de mais patrocinadores.

A equipe ainda ostenta a marca do “Royal Bank of Scotland” nas laterais do FW31, apesar do Banco ser uma das instituições mais afetadas na Europa pela crise.

O lançamento não poderia ser propriamente chamado de evento e o carro foi apenas mostrado para a imprensa ao lado de Nico Hulkenberg, piloto de testes que o levou à pista molhada logo após a breve apresentação.

A Williams deposita grandes esperanças no seu sistema de recuperação de energia, o KERS, que tem uma tecnologia distinta da desenvolvida pela maioria das outras equipes, para voltar a brigar pelas primeiras filas já nessa temporada de transição de regras e desenvolvimento técnico.

………………………………………………………………………………………………………………………

ABAIXO, GALERIA COM FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO DO NOVO CARRO

RENAULT LANÇA O R29 EM PORTUGAL

(IMAGEM: ing-renaultf1.com- Divulgação)renaultr29_2009f1car-4

(R29: promessa de Alonso em lutar pelo título)

A Renault lançou nesta manhã, em Portugal, o R29, o carro com que o herói espanhol, Fernando Alonso, irá em busca do seu tricampeonato de Formula 1.

O carro segue uma das tendências esse ano, apresentando um bico largo e baixo. De novidade, o redesenho da pintura, que dá mais espaço para o amarelo ouro, cor oficial da montadora Renault.

Alonso parece ligeiramente mais magro do que há um ano atrás, quando da apresentação do R28. O fato expõe a sua determinação em pôr-se em boa forma física durante a pré-temporada, além da preocupação com a diminuição do lastro (carga extra que os carros devem carregar para equalizar os seus pesos) em decorrência do sistema de recuperação de energia, o KERS.

Ao longo do dia, se surgir, mais fotos, vídeos e informações sobre o R29.

………………………………………………………………………………………………………………………

ABAIXO, GALERIA COM FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO DO CARRO

McLAREN MP4/24: O MAIS BELO E BEM ACABADO CARRO ATÉ AGORA

(TODAS AS IMAGEM: Toyota/Ferrari/McLaren – Divulgação)mclaren-ferrari-toyota1

Como era de se esperar, a McLaren foi a equipe que mais radicalizou na transição de modelos de 2008 para 2009. A diferença é produto de mais de 18 meses de desenvolvimento em Woking, com o MP4/24 começnado a ser pensado e desenvolvido em setembro de 2007, como forma de equipe adaptar-se por completo à intensa e radical mudança técnica no regulamento de 2008 para 2009.

Como bem observado pelo meu amigo Vitor, o carro é sem dúvida o mais bonito dos três até agora lançados. É harmonioso e elegante no design, uma das preocupações da equipe, como bem lembrou Ron Dennis na cerimônia de apresentação.

Ao contrário de Ferrari e Toyota, há uma impressão geral de que o Mp4/24 é um carro mais bem acabado e desenvolvido que os outros dois lançados nessa semana. Há uma iluminada análise do carro na excelente Auto Sport, que observa a sofisticação de detalhes do carro no complexo e rebuscado desenho da asa traseira, que ainda segue o conceito da do ano passado e tenta reduzir o arrasto, ponto crítico sob a aerodinâmica desse ano. Há que se observar também os intensamente esculpidos “sidepods” (laterais dos carros entre os eixos), que tentam recuperar parte dos 50% de downforce cortados pela FIA e aumentar a área de resfriamento.

Mesmo que haja uma impressão de um nariz extremamente mais curvado que o da Ferrari, as fotos laterais mostram que os narizes do F60 e do MP4/24 estão quase no mesmo nível de altura, divergindo mais em profundidade e alongamento em relação a asa dianteira. Segundo Craig Scarborough, editor do texto na Autosport, “o conceito procurar diminuir pressão e aumentar ainda mais a carga do tão necessário downforce.”

A asa traseira também tem “o maior grau de complexidade visto até agora,” com os dois flaps, ou asas, que permitirão flexibilidade e movimento agora permitido pela FIA.

Em suma, a McLaren parece ter feito um trabalho competente, como já era esperado, além de provar que é possível harmonizar forma e função de maneira elegante. E você, qual dos modelos definitivos para 2009 mais lhe agrada em termos estéticos? Comente!

……………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………

Abaixo, as datas com os dias de testes do novo Mp4/24:

  • Jan 17 Teste privado em Portimão no sábado
  • Jan 19-22 Portimão
  • Fev 10-13 Jerez
  • Mar 1-4 -Jerez
  • Mar 9-12 Barcelona

ferrari-x-mclaren

 

RON PASSA CHEFIA DA MCLAREN PARA MARTIN WHITMARSH (atualizado)

(IMAGEM: itvf1.com)ron

Martin Whitmarsh assumirá o cargo de chefe da equipe McLaren no lugar de Ron Dennis no dia 1º de Março desse ano, diz a Autosport hoje. Dennis fez o anúncio agora pela manhã durante o lançamento do novo carro da equipe, o MP4/24 com o qual Lewis Hamilton defenderá o seu título conquistado em 2008.

Apesar de afastar-se de atividades diretas com o time de Formula 1, Ron deixa claro que, efetivamente, não se aposentará. O dirigente assumirá outras funções dentro do McLaren Group, organização da qual a equipe de Formula 1 é uma companhia junto a outras cinco.

Falando sobre suas novas funções dentro de sua organização, Dennis afirmou:

“A primeira coisa é que irei trabalhar ainda mais, este é o primeiro objetivo. Eu pretendo elevar o meu próprio nível de exigência porque eu penso que todos em cada parte de nossa organização sabe que este é um período difícil em que estamos trabalhando e, claro, somos uma organização muito diferente.

Não vejam isso como uma espécie de aposentadoria, eu desejo trabalhar duro em outras áreas e tendo que ir e atender ao calendário do campeonato é um problema para o processo. Este é um trabalho que Martin irá abraçar com grande prazer.”

Desde o escândalo de espionagem em 2007 envolvendo funcionários de sua equipe e da Ferrari, circulam boatos sobre o afastamento de Ron Dennis da equipe, boatos que sugeriam até a compra da equipe pela Mercedes Benz, acionária majoritária da equipe de Woking.

O afastamento das funções de Dennis como chefe de equipe anunciado hoje, no entanto, parece uma decisão planejada e calculada. Muito motivada, certamente, pela missão cumprida na conquista do título de pilotos por Lewis Hamilton em 2008, o jovem inglês que se mostrou uma das mais acertadas empreitadas pessoais na vitoriosa carreira de Ron Dennis.

Ron tem um caráter especial entre os dirigentes que já passaram pela categoria. Sua “companhia” é quase metódica e científica na maneira de pensar e competir na Formula 1, o que no fundo expressa muitos dos valores intrínsecos no próprio dirigente inglês, obssessivo e perfecionista a extremos.

Ron é chefe da McLaren desde 1981, período em que conquistou sete mundiais de construtores e dez mundiais de pilotos. Pilotaram e venceram títulos em seus carros pilotos do calibre de Alain Prost, Nick Lauda, Mika Hakkinen e Ayrton Senna. Trabalharam junto com Ron na McLaren brilhantes projetistas, como John Barnard e Adrian Newey.

Como todo competidor ferrenho, Dennis acumulou um número considerável de inimigos na Formula 1 nesses quase trinta anos, entre eles Max Mosley, presidente da FIA. Fora a horda de inimigos, a Formula 1 certamente será diferente sem a sua presença no pit wall. Com o seu afastamento a era romântica da Formula 1 será representada em 2009 apenas por Patrick Head e Frank Williams, sócios e dirigentes da equipe Williams.

 

MP4/24 X MP4/23

(IMAGEM: McLaren.com/divulgação)mp4-24-x-mp4-23A comparação entre os modelos de 2008 e 2009 da McLaren é a que melhor revela até agora a radical mudança na aerodinâmica de um ano para o outro. Os modelos são retrô, mais simples, o que joga contra a percepção geral de que a Formula 1  é a categoria mais avançada em termos tecnológico no automobilismo mundial.

Pode-se reclamar do quê super complexa aerodinâmica fez com o show e o entretenimento nos últimos anos, mas os modelos do ano passado tem um aspécto, de verdade, muito mais moderno e avançado. Pela novidade que são e pela curiosidade que provocam nos aficionados como eu, os carros de 2009 são interessantes, mas em termos visuais, eu confesso preferir os complexos carros dos últimos anos.

Outro ponto é que poderíamos especular com BA se na observação o que estava fazendo a diferença em performance: uma asa dianteira em ponte; uma asa traseira em “W”; um “sidepod” duplo e assim em diante.

Agora, esses diferenciais de performance possivelmente ficarão escondidos na mecânica e em módulos internos do carro, aonde as equipes raramente deixam a imprensa ter acesso a qualquer informação.

Isso será um pouco chato…

McLaren revela o MP4/24 em Woking

(IMAGEM: McLaren.com/divulgação)mp4-24

A McLaren acaba de lançar o MP4/24, a sua interpretação particular das novas regras estabelecidas pela FIA para 2009.

Abaixo, uma galeria com fotos do carro e do capacetes dos pilotos. Ao longo da manhã, mais informações e fotos.

………………………………………………………………………………………………………………

AMANHÃ, É A VEZ DA CAMPEàMcLAREN

(Imagem: mclaren.com)preview

Após 9 anos à espera de um título, a McLaren de Ron Dennis e Lewis Hamilton finalmente apresentará um carro com um real número “1”, conquistado na temporada anterior, pintado em sua carenagem.

A tradicional equipe inglesa é conhecida pela extrema atenção e cuidado aos detalhes em seus projetos e não será surpresa se ela apresentar um carro com alguma pequena, mas efetiva inovação em seu desenho.

Com a batalha pelo título decidida na última curva, o tempo de preparação foi escasso, mas um título oferece a liberdade e o desprendimento para uma equipe criativa como a McLaren arriscar. O bico mostrando nos últimos treinos de 2008 foi uma amostra de que o carro terá linhas gerais diferentes do seu antecessor.

No projeto de 2008 a Mclaren foi conservadora e optou por dar prosseguimento ao carro vencedor de ano anterior. Mas grande parte das novas regras que mudaram a feição dessa nova Formula 1 em 2009 foi delineada dentro do super avançado Centro Tecnológico da equipe, em Woking. O que significa que a equipe de Ron Dennis é das poucas que entendem com profundidade a nova aerodinâmica atual.

Amanhã, às 10 horas da manhã em Woking, às 11hs da manhã no Brasil, o MP4/24 será apresentado à Formula 1.

TOYOTA APRESENTA O TF 109 E PROMETE VITÓRIAS EM 2009

capa-tf-109

A Toyota lançou agora de manhã, em Colonia na Alemanha, o carro com o qual competirá na Formula 1 em 2009.

Em termos aerodinâmicos, o carro é o que se esperava, um “clean” redesign do TF 108, com nada que se possa considerar revolucionário à primeira vista. As primeiros notícias diretas da Alemanha revelam que o carro tem um nariz ligeiramente mais alto que o seu antecessor e é também levemente mais curto em seu entre-eixos.

A proposta de redesenhar um modelo do ano passado é semelhante à que a Ferrari adotou. A expectativa é que a Toyota, assim como a Ferrari, irá gradativamente modificando áreas de seu carro logo depois de adquirir considerável milhagem nos testes de pré-temporada, o que permitirá que todas as equipes coletem dados diretamente do asfalto.

A pintura, que permanece basicamente a mesma, é alvo de críticas, mas não existe melhor maneira de reforçar a identidade de uma equipe perante o público do que permanecer firme em seus conceitos visuais.

Junto com o novo carro, duas notícias que delineiam um pouco o futuro da Toyota. A primeira é a saída do chefe de engenharia, Luca Marmorini. Segundo a Autosport, Marmorini desempenhou um papel de destaque nos carros da equipe desde 1999 e sua saída pode ser creditada a uma reestruturação no departamento de engenharia da equipe.

Outra notícia, mas com melhores perspectivas que a da saída de um membro de seu staff técnico, é o anuncio da renovação do acordo de patrocínio da Panasonic, que garante que a companhia ficará ao lado da equipe japonesa no mínimo até 2012.

Junto com o novo carro, uma promessa de futuro a médio prazo para a Toyota na Formula 1.

………………………………………………………………………………………………………………

ABAIXO, GALERIA COM FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO DO CARRO

……………………………………………………………………………………………………………

%d blogueiros gostam disto: